' '

20 de julho de 2020

Zé Carioca está de volta

A Culturama, editora dos gibis Disney tradicionais no Brasil, divulgará detalhes da volta de Zé Carioca em transmissão pelo YouTube no dia 28 de julho, às 19h30 (o link será divulgado em sua página no Facebook). Participarão o editor Paulo Maffia, o editor de arte Vinícius Agliardi, a editora-chefe Naihobi Steinmetz Rodrigues e o diretor-geral Fabio Hoffmann.


 CRONOLOGIA EDITORIAL RESUMIDA

• 24/ago/1942: Zé Carioca estreia oficialmente com a primeira exibição mundial do filme Alô Amigos, no Rio de Janeiro.

• 11/out/1942: O papagaio protagoniza a primeira de suas 104 páginas dominicais coloridas sequenciais publicadas nos jornais americanos. Tais páginas começariam a sair no Brasil a partir de O GLOBO JUVENIL #878 (O Globo, 2/fev/1943), mas só seriam compiladas na íntegra em volume único, pela primeira vez no mundo, em outubro de 2012, em DISNEY TEMÁTICO #11 ZÉ CARIOCA 70 ANOS #1 (Editora Abril).

• Dezembro de 1942: O mais clássico gibi Disney do mundo, WALT DISNEY'S COMICS AND STORIES, publica a primeira HQ do Zé Carioca produzida especialmente para uma revista, na edição #27: O Rei do Carnaval, de Carl Buettner — que também seria sua primeira HQ do tipo a sair no Brasil, em O PATO DONALD #8 (Editora Abril, fev/1951).

• Julho de 1950: A Abril lança O PATO DONALD.

• Outubro de 1952: A Abril lança MICKEY.

• Janeiro de 1955: A Editora Abril publica em O PATO DONALD #165 a primeira das três HQs estreladas pelo personagem que encomendara ao argentino Luis Destuet.

• Dezembro de 1959: Zé Carioca aparece na primeira HQ Disney criada por um brasileiro, Jorge Kato. Papai Noel por Acaso, estrelada por Tio Patinhas, é publicada em O PATO DONALD #424.

• Março de 1960: O PATO DONALD #434 publica A Volta de Zé Carioca, a primeira HQ brasileira estrelada pelo personagem (também assinada por Kato).

• Janeiro de 1961: A Abril decide batizar de ZÉ CARIOCA todas as edições ímpares de O PATO DONALD. E assim ocorre entre as edições de números 479 e 1751 (de mai/1985). A revista circularia até jul/2018, #2446, por 1.332 edições (descontando-se aquelas que nunca existiram).

• Dezembro de 1963: A Abril lança TIO PATINHAS.

• Até 2016, a Abril produz e publica mais de duas mil HQs com o personagem (cerca de um terço de toda a produção brasileira disneyana), com um intervalo entre os anos de 2000 e 2012 (quando apenas duas HQs foram encomendadas pela editora para os especiais ZÉ CARIOCA 60 ANOS, de 2003, e MESTRES DISNEY #5 RENATO CANINI, de 2005).

• Maio de 2016: A Abril publica em ZÉ CARIOCA #2420 a última HQ que produziu com o papagaio.

• Julho de 2018: A Abril distribui seus últimos gibis Disney — ZÉ CARIOCA #2446 entre eles.

• Março de 2019: Os gibis Disney tradicionais PATO DONALD, MICKEY e TIO PATINHAS, mais PATETAAVENTURAS DISNEY, voltam a circular, agora produzidos pela editora gaúcha Culturama. As edições recebem numeração zerada na capa e continuada no expediente. PATETA já havia ganhado três séries distintas entre 1982 e 2018 pela Abril, que também lançara AVENTURAS DISNEY em 48 edições mensais entre 2005 e 2009.

• Abril de 2019: O clássico ALMANAQUE DISNEY (Editora Abril, 1970-2018), ganha versão repaginada e turbinada da Culturama com O GRANDE ALMANAQUE DISNEY, que vira título bimestral e entra em pacotes de assinaturas em jul/2020.

• Julho de 2019: Fabio Hoffmann, diretor-geral da Culturama, diz ao site Pioneiro que a Culturama retomará a produção de HQs do Zé Carioca. O Planeta Gibi Blog publica um resumo da entrevista.

• Março de 2020: A Culturama lança UM ESPECIAL DISNEY: HISTÓRIAS DE DETETIVES. Com o mesmo formato e padrão gráfico de O GRANDE ALMANAQUE DISNEY (lombada quadrada, capa cartão com reserva de verniz, miolo offset colorido), o gibi apresenta somente HQs inéditas, como as demais publicações Disney da Culturama, e é anunciado como título bimestral em julho, passando a integrar pacotes de assinaturas. A ideia de reunir HQs de um mesmo tema repete propostas de dois títulos da editora paulista: o clássico DISNEY ESPECIAL (que, no entanto, trazia majoritariamente republicações) e DISNEY TEMÁTICO.





★ Fonte: divulgação.
★ O Planeta Gibi colabora com as publicações Disney da Culturama traduzindo, escrevendo artigos e prestando assessoria com base em nosso acervo e banco de dados.
★ O Planeta Gibi só se responsabiliza por compras efetuadas em sua loja. Problemas relacionados a aquisições com terceiros, incluindo assinaturas feitas com editoras, são de inteira responsabilidade desses terceiros, assim como toda e qualquer informação aqui divulgada acerca dessas comercializações.
★ * O Planeta Gibi não comercializa nem participa de nenhum tipo de assinatura de revistas de nenhuma editora, e desconhecemos os termos e condições por elas estabelecidos para a venda desses serviços. Eventuais menções a isso cumprem a simples função de informar o que, julgamos, seja do interesse de leitores e, sobretudo, de colecionadores.
★ Observações entre colchetes: são dados atribuídos pelo Planeta Gibi somente para fins de colecionismo.
★ Dúvidas e sugestões: escreva para o editor do Planeta Gibi Blog.
★ Publicado originalmente em 20/jul/2020.
★ Atualizado pela última vez em 21/jul/2020.





14 comentários:

  1. Tô feliz com a volta, mas preocupado... acho que vão fazer um Zé politicamente correto e infantilizado demais... medo!

    ResponderExcluir
  2. Que notícia maravilhosa. Vi no instagram da Culturama. Obrigado por essa fantástica matéria sobre o Ze Carioca.
    Roniere Guimarães

    ResponderExcluir
  3. Sensacional, sempre muito bom rever esse personagem Disney totalmente brasileiro de novo !

    ResponderExcluir
  4. Ótima noticia finalmente o Zé voltou para casa só espero que as histórias sejam boas com um pouco daquele humor dos bons tempos.

    ResponderExcluir
  5. Será um Zé produzido no Brasil ou importado de algum país como Holanda por exemplo.

    ResponderExcluir
  6. "Ui, tô com medo" mimimi chuif aff!

    ResponderExcluir
  7. Espero que seja o tradicional, como era antigamente, e não repaginado como fez a editora abril!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, já que a personalidade do personagem foi criada por outra editora... "/s"

      Excluir
  8. Espero que as histórias sejam feitas no Brasil no estilo clássico de Saidenberg e Canini, pois se forem de outro país não vou comprar.

    ResponderExcluir
  9. Parabéns à Culturama pela iniciativa e coragem de investir na volta da produção de histórias do Zé Carioca. Creio que as novas histórias serão criadas por artistas brasileiros. Gostaria de ver uma em que o Zé Carioca conhece a sede da Culturama.

    ResponderExcluir
  10. Anúncio da Culturama informa que o Zé Carioca será publicado em Aventuras Disney. Não será em revista própria! E pela imagem, parece que estará repaginado!!!

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem a opinião do Planeta Gibi.

Não são permitidos comentários que incluam:

Termos ofensivos, agressivos ou pejorativos
• Qualquer link ou e-mail
• Qualquer menção a outro estabelecimento que comercialize quadrinhos
Assunto alheio ao tema da postagem em questão