' '

9 de novembro de 2011

Jorge Kato † 75 Anos

Morreu nessa segunda, dia 7, Jorge Kato, o precursor dos quadrinhos Disney no Brasil. Kato foi o autor de Papai Noel por Acaso, a primeira HQ Disney feita por um brasileiro, publicada em O PATO DONALD #424, em 22 de dezembro de 1959. E deu vida a mais de uma centena de outras produções semelhantes, trabalhando só ou lado de outros grandes nomes brasileiros, como Ivan Saidenberg, Waldyr Igayara e Júlio de Andrade Filho. O artista foi o primeiro a dirigir a famosa Escolinha Disney, montada pela Abril no início dos anos 1970, cuja missão era formar roteiristas, desenhistas e arte-finalistas para suprir a demanda de produção nacional, e que depois passaria para as mãos de Primaggio Mantovi.


A ESTREIA NOS QUADRINHOS DISNEY


Papai Noel por Acaso é leitura obrigatória para todo fã e leitor de quadrinhos Disney. Mas para encontrar esta raridade é preciso vasculhar sebos e lojas virtuais: há muito tempo ela não é reeditada.

Suas doze páginas impressionam pelo traço. Considerando que se tratava de uma estreia, Kato desenhou os patos muito bem e mostrou que igualmente conhecia Patópolis e seus habitantes. Parecia que o artista vinha para ficar. E ficou, alegrando-nos por muitos anos e grafando definitivamente seu nome na História das histórias em quadrinhos do Brasil.

É lugar comum dizer que muitos artistas bebem na fonte de Carl Barks. Basta dar uma boa olhada, por exemplo, em Os Filhos do Sol, o debut disneyano de Don Rosa, para notar vários quadrinhos inspirados em HQs de Barks — alguns até parecem meras reproduções.

Pois, assim como em O Trenzinho da Alegria, clássico do homem dos patos, em Papai Noel por Acaso o velho muquirana Patinhas em princípio se recusa a fazer uma doação para o Natal das crianças pobres, mas no final acaba desembolsando milhares e milhares de cruzeiros.

Kato mostrou um Patinhas disposto a gastar o impossível para provar que é o pato mais rico do mundo, e mostrou que a felicidade parece ser o único estado de espírito capaz de tornar o velho generoso.

Papai Noel por Acaso foi republicada em DISNEY ESPECIAL #26 Natal (edição nunca reeditada) e em NATAL DISNEY DE OURO #6.


Por Rivaldo Ribeiro & E. Rodrigues

11 comentários:

  1. Descanse em paz grande mestre...

    ResponderExcluir
  2. Sentimentos à família.

    E a admiração de todos os leitores Disney brasileiros.

    ResponderExcluir
  3. Uma pena..mas assim é a vida. que descanse em paz e obrigado por tudo.

    ResponderExcluir
  4. Não tenho palavras. Estou emocionado. Obrigado mestre por tudo.

    ResponderExcluir
  5. Puxa acabei de saber, que perda para os quadrinhos brasileiros. Seu nome ficará gravado para sempre na historia das HQ Disney no Brasil.

    ResponderExcluir
  6. Bela homenagem a um de meus professores, pioneiro daqueles tempos heróicos de início da Abril, ao lado de outros desbravadores como Silvio Fukumoto e Claudio de Souza. Uma das maiores satisfações de minha vida foi ter convivido ao lado dessas pessoas fabulosas, além do Igayara, Primaggio e tantos outros. Tenho uma foto antiga (eu ainda mocinho), onde aparece a nossa redação e estão lá o Iga e o Kato. Se quiser, Planeta, envio a vcs e vcs postam aqui, como curiosidade.

    ResponderExcluir
  7. A arte transcende a vida... O bem que é feito permanece... Enquanto houver um fã de sua obra, de alguma forma... o artista vive. Obrigado Jorge Kato pelos sorrisos e momentos de alegria que seu trabalho nos proporcionou.

    ResponderExcluir
  8. Taí, Júlio, no ar. Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  9. Olha que legal a foto!(o ano que eu nasci)!:D

    ResponderExcluir
  10. Uma perda irreparável... Simplesmente um grande artista, e um grande homem. Tive a sorte de conhecê-lo, ano passado... Sempre sorridente... Enfim, meus sentimentos à família...

    ps: Afinal, alguém sabe sua data de nascimento? Sempre tive esta curiosidade, mas nunca vi em nenhum lugar a informação...

    Abraços

    Matheus

    ResponderExcluir
  11. Eu sou um dos filhos do Jorge Kato. Fico muito feliz ao saber do carinho e consideração que as pessoas tinham por ele. Quanto à data de nascimento ... 30/05/1936. :)
    Abraços, André.

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem a opinião do Planeta Gibi.

Não são permitidos comentários que incluam:

Termos ofensivos, agressivos ou pejorativos
• Qualquer link ou e-mail
• Qualquer menção a outro estabelecimento que comercialize quadrinhos
Assunto alheio ao tema da postagem em questão