' '

7 de jul de 2017

DISNEY BIG de agosto traz episódio inédito de Superpato PKNE

Atualização: o episódio a ser publicado. Bônus: a capa de MICKEY #900!

A série Superpato Nova Era (PKNE), iniciada em 2014, já tem 6 episódios publicados na Itália.

Três deles já saíram por aqui (veja todos os detalhes abaixo, com super resumo dos distintos universos do personagem).

Agora, a Abril anuncia a publicação de mais uma aventura da série no DISNEY BIG de agosto. Veja tudo abaixo.






DISNEY BIG #46
Publicação bimestral, formato 13,4 x 19 cm, 304+4 páginas, lombada quadrada, capa cartão, miolo cor, R$ 15,00, distribuição nacional.
Quando: 15/ago/2017.

• Destaque: Superpato Nova Era com o episódio inédito Gli Argini del Tempo — 123 páginas, roteiro de Alessandro Sisti e desenhos de Claudio Sciarrone, publicado originalmente na Itália em mai/2015.

• Capa: ilustração de Claudio Sciarrone.

◼ SUPERPATO, PK, PK², PK REBOOT, PKNE... ENTENDA:

• Há 3 séries com o personagem: 

    1: O Superpato (Paperinik, no original) mais popular por aqui, cujas tramas se passam no "presente".
    2: O futurista PK (e suas sequências PK² e PKNE).
    3: PK Reboot. 



◼ SUPER RESUMO DAS SÉRIES FUTURISTAS:

PK estreou na Itália em mar/1996 e durou 52 edições, até jan/2001, incluindo três números zeros. No Brasil, a publicação começou pelo #1 italiano e durou 6 edições de SUPERPATO NOVAS AVENTURAS, lançado pela Abril em formato americano em 1998. Em 2013, a editora retomou a série no DISNEY TEMÁTICO #13 AS NOVAS AVENTURAS DO SUPERPATO, onde mostrou os 3 episódios inéditos dos números zeros italianos (e aproveitou para republicar o #1 em DISNEY BIG #18).

• PK² foi lançado na Itália na sequência, em 18 números, até jun/2002. Inédito no Brasil.

• PK PIKAPPA foi o reboot. Foram produzidas 32 edições entre ago/2002 e mar/2005, basicamente apresentando em cada edição uma história longa, de 48 páginas, e outra de 12. No Brasil, a Abril chegou a lançar os dois primeiros números dessa saga (em DONALD SUPER, também em formato americano, mai-jun/2003). Em 2012, os dois primeiros episódios de 48 páginas foram reprisados em DISNEY JUMBO #2.

PKNE surgiu após longo hiato, quando a Disney Italia decidiu retomar a série a partir de PK² — ou seja, ignorando o reboot. E, ao invés de lançar um novo título do Superpato, esses novos episódios passaram a sair na semanal TOPOLINO (e, em seguida, em formato luxo). 

◼ PKNE — SUPERPATO NOVA ERA:

#1: Poder e Potência (Potere e Potenza, 160 páginas, roteiro de Francesco Artibani e desenhos de Lorenzo Pastrovicchio, jul/2014): MEGA DISNEY #7.

#2: Gli Argini del Tempo (123 páginas, roteiro de Alessandro Sisti e desenhos de Claudio Sciarrone, mai/2015): inédito no Brasil (DISNEY BIG #46).

#3: O Raio Negro (Il Raggio Nero, 177 páginas, dos mesmos artistas do primeiro episódio de PKNE, nov/2015): DISNEY BIG #38.

#4: SP CrimeTemporal DD (PK TimeCrime DD, 90 páginas, roteiro de Francesco Artibani e desenhos de Paolo Mottura, mai/2016): DISNEY BIG #43. Também é o último episódio da série DonaldDuplo, que acaba de ter reboot na Itália.

#5: Cronaca di un Ritorno (160 páginas, dos mesmos artistas do segundo episódio de PKNE, nov-dez/2016): inédito no Brasil.

#6: Il Marchio di Moldrock (115 páginas, dos mesmos artistas do primeiro episódio de PKNE, abr-mai/2017): inédito no Brasil.

◼ OS 3 EPISÓDIOS INÉDITOS DE DONALDDUPLO:

Dos 27 episódios longos de DonaldDuplo, três permanecem inéditos (veja aqui o guia completo).

O editor Paulo Maffia informou que eles já estão programados para sair em ALMANAQUE DISNEY.

 COMPRE AQUI:

DISNEY BIG: clique aqui
 TOPOLINOclique aqui
• Superpatoclique aqui
• DonaldDuploclique aqui

◼ EM AGOSTO...



MICKEY #900
Publicação mensal, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas, lombada canoa, capa couché, miolo cor, R$ 4,50, distribuição nacional.
Quando: 4/ago/2017.

• Ilustração de capa: Giorgio Cavazzano.


► Por Edenilson Rodrigues.
► Fontes: Acervo Planeta Gibi, Banco de Dados Planeta Gibi, divulgação.
► Publicado originalmente em 7/jul/2017.
► Atualizado pela última vez em 7/jul/2017.





20 comentários:

  1. DD vai sair em AD? Já estou vendo os puristas q não gostam das versões alternativas modernas de seus personagens favoritos reclamando de AD aos montes. E o Maffia sabe disso, deveria manter em Big mesmo, pelo menos o pessoal já está acostumado a ver por lá.

    ResponderExcluir
  2. Superpato em Tio Patinhas!
    Superpato em Disney Big!
    Superpato no Almanaque Disney!
    Superpato em Temáticos!

    Por que não lançam logo a Revista Mensal do Superpato e libera os outros gibis pra outros personagens???

    ResponderExcluir
  3. Verdade, muito superpato mesmo, por isso não compro gibi do tio patinhas pq se não tem superpato, tem fantomius ...

    ResponderExcluir
  4. Como eu gostaria que Morcego Verde ganhasse séries semelhantes a essas do Superpato .

    ResponderExcluir
  5. Já faz um tempo que eu reclamo desta "overdose" de Superpato, DD, Fantomius, eles tem sido já faz um tempo os "Reis".
    Eu comprava Tio Patinhas parei de comprar, comprava Big parei também, Almanaque Disney eu não vou nem começar...

    Também já muito me perguntei, pq uma parte é "obrigada" a ter que engolir um subgênero? Chamo de subgênero, pois eles parecem um tipo diferente, não parecem Disney. E eles da Abril insistem em não enxergar que para uma parcela do público este novo Superpato, DD, Fantomius quando rejeitados, são extremamente rejeitados, é página morta dentro de uma publicação para uma parcela do público.

    Talvez as vendas do Tio Patinhas não tenha caído em números, pode até ter casos de troca de público, uns deixaram de comprar e outros passaram a comprar... Mas vejo com uma lástima menosprezar muitos fieis leitores que abandonaram e muitos nem vão voltar.
    Eu falo por mim, sou um leitor "exclusivo" eu tenho outros tipos de leituras, mas quadrinhos eu só leio Disney. E acredito que muitos que odeiam este subgênero tem perfil semelhante, mas por algum motivo este tipo de leitor não merece ser considerado.
    Era tão fácil procurar agradar os gregos e os troianos separando ou definido direito onde estas publicações iriam ser protagonistas. Todo mundo ficaria feliz, todo mundo compraria o seu gibi feliz. Mas querem complicar e ser dar o luxo de perder público. Devem estar vendendo que nem água para se dar o luxo de perder público...

    obs: Mas se vende que nem água pq não separa?

    ResponderExcluir
  6. Uma das coisas mais legais nos anos 80 eram as edições comemorativas com mais páginas. Seria legal uma edição assim.

    ResponderExcluir
  7. Acho que os leitores de "Mickey" vão ter que esperar até o nº 1000 (em 2025!) para uma edição comemorativa com mais páginas. Ou quem sabe, alguma edição que comemore os 90 anos, no ano que vem. De qualquer forma, eu vou comprar esta edição 900.

    Quanto às histórias inéditas do Superpato, eu concordo que elas deveriam ficar restritas ao Disney Big (dada a abundância de espaço), não por serem "menos Disney" que as demais histórias, mas simplesmente porque assim o espaço das outras revistas fica reservado para outros personagens.

    Uma revista própria para o Superpato/Fantomius seria uma opção genial, mas duvido que a Abril sequer cogite esta ideia.

    ResponderExcluir
  8. Problema é que mesmo no Disney Big, com suas 300 páginas, se você bota uma história mastodôntica dessas recentes, com suas 160, 170 páginas, pronto, lá se foi mais da metade do gibi só de Superpato futurista/DD/seja lá o que mais a italianada inventar. E quem não engole essa versão prefere abrir mão do gibi inteiro.

    ResponderExcluir
  9. Também não sou fã do Superpato Futurista e do Donald Duplo.
    Já o Fantomius eu gosto muito!

    ResponderExcluir
  10. Até concordo com a maioria. As histórias do SuperPato futurista nunca me atraíram muito, sempre preferi o Super Pateta.

    Mas Fantomius, esse sim é ótimo. Espero muito por aqui um capa dura de "As Espantosas Façanhas de Fantomius - Ladrão de Casaca" assim que a saga for concluída na Itália.

    ResponderExcluir
  11. Já passou da hora do Superpato ter seu próprio gibi ou edições em capa dura ou cartonada.

    ResponderExcluir
  12. Puxa pessoal, diferente de muitos aqui, acho bacana super pato e donald duplo, mas tbm concordo que poderiam ter uma revista propria deles ou dos dois juntos para as historias ficarem mais organizadas e poder acompanhar.

    ResponderExcluir
  13. Cara, lancem logo uma edição só do Super Pato futurista e comecem do começo :p

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Pois então, qualquer edição que esta "turma do Superpato" entre ela vai comer uma considerável parcela. Até de um Big, chega um tempo que você faz as contas e desiste.

    Aí quando ela fica por todas, você acaba parando com todas...

    ResponderExcluir
  16. Quantas páginas tem essa história?
    Dependendo de quantas sejam, acho que vou parar com a Big por aqui.
    Tenho todos os nrs, desde o 01, mas detesto esse superpato moderninho!

    ResponderExcluir
  17. Desculpem, já vi: 123 páginas!
    Adeus Disney Big!!!

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Acho muito mais lógico e provável a Abril concentrar esses três personagens num título que já existe e tem espaço para tal: Disney Big. A Abril já tentou lançar o Superpato antes em revista solo, duas vezes, e não deu certo.

    Eu não me incomodaria de comprar Disney Big se trouxesse só histórias desses três personagens, ao invés das eternas e enjoativas republicações de Barks, Rosa, Strobl, etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão Fabiano! Dei uma viajada no meu comentário acima... Rsrsrs!

      A verdade é como fã e colecionador, onde quer que saiam hqs desses personagens, tendo condições, eu irei comprar!

      Excluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.