' '

25 de jun de 2017

Margarida 80 Anos: a trajetória da eterna namorada do Donald em imagens comentadas, muitas curiosidades e uma revelação

Margarida estreou em 9 de janeiro de 1937 no desenho animado Don Donald — por acaso também o primeiro cartoon oficial da série Donald Duck. Inicialmente foi chamada de Donna e chegou até a estrelar quadrinhos britânicos com esse nome. 

A edição de julho de PATO DONALD abre com uma HQ que celebra o aniversário da personagem. Produzida na Dinamarca no fim do ano passado, a história é atípica: cada página é de uma cor e procura abordar as diferentes facetas de Margarida, inclusive a Superpata, e nem sequer se omite de alimentar a controvérsia acerca de Donna — fato superado pela própria Disney, que oficialmente as consideram a mesma personagem.




★ A ESTREIA EM DON DONALD



Acima, ilustração do cartoon Don Donald, que estreou nos cinemas em 9/jan/1937, publicada naquele mesmo mês na edição #3701 da revista feminina americana Good Housekeeping. Surgido no século retrasado, este título é um sucesso até hoje, vendendo milhões de exemplares por ano. Durante anos, a partir da década de 1930, incluiu páginas como essa, adaptando os cartoons Disney que entrariam em cartaz.

Dirigido por Ben Sharpsteen (Dumbo, Fantasia), Don Donald marca também a estreia do carro (depois emplacado como 313 nas tiras diárias) e do burrico Basil. Donald nunca havia aparecido com uma namorada antes. Logo no início do desenho é mostrada num canto da cena, uma única vez, uma placa com a inscrição "Donna Duck" na entrada da casa. E esse é o único momento em que um nome é mencionado no curta — mas na dublagem brasileira Margarida chama seu amado-odiado pelo nome. 

Curiosamente, a animação indica que Donald e a patinha já se conheciam antes dos eventos ali narrados, já que ela tem várias fotos de Donald com declarações de amor penduradas na parede. O temperamento característico da personagem, forte e independente, manifesta-se desde logo.

★ PRIMEIRAS APARIÇÕES IMPRESSAS


Em 26/dez/1936, antes mesmo de estrear na animação, a personagem fez sua primeira aparição impressa. Foi no editorial na revista britânica MICKEY MOUSE WEEKLY #47 (imagem acima reproduzida do site Disneyville): "O Pato Donald orgulhosamente introduz Donna, sua namorada".



Em 2/jan/1937, a edição #48 mostrou a primeira tira com ela.



Em 8/mai/1937, a mesma revista anunciou que a personagem estrearia nos quadrinhos na edição seguinte.


Em 15/mai/1937, estreia em MICKEY MOUSE WEEKLY #67 a sequência de 15 páginas semanais — desenhadas por William Ward e inéditas no Brasil. Depois disso, uma personagem chamada Donna só voltaria a aparecer em 1951, como veremos adiante.

★ DONNA VIRA MARGARIDA


Desde 28/jun/1938, pelo menos, a Disney já havia renomeado internamente a personagem, como mostra acima o model sheet de Mr. Duck Steps Out, sua segunda incursão animada, que só chegou aos cinemas dois anos depois. 

A folha instrui que "Daisy" deve ter penas encaracoladas — esse visual seria abandonado com a substituição do diretor Frank Tashlin por Jack King. Como de praxe, esses cartoons não apresentavam créditos.




Em dez/1939, a Good Housekeeping #3912 adiantou aos leitores o mote da animação do retorno de Margarida. Na época, a criação dessas páginas ilustradas começava quando os cartoons ainda estavam em fase embrionária de produção. Por isso, não raro os cinemas apresentavam conteúdo ou título destoantes do que a revista havia mostrado. Houve até cartoon cancelado, mas que já tinha ganhado adaptação impressa.

A primeira cena de Mr. Duck Steps Out exibe um retrato de Margarida na cômoda de Donald, com a inscrição "With love from Daisy" (com amor, de Margarida). Assim, estabelece-se de imediato o novo nome da personagem para o público.



Em out/1940, o gibi americano WALT DISNEY'S COMICS AND STORIES #1 trouxe a ilustração acima referindo-se ao curta Mr. Duck Steps Out. Contudo, identificou a personagem ainda pelo nome antigo.

★ ESTREIA NOS QUADRINHOS AMERICANOS



Em 4/nov/1940, a tira diária do Donald apresentou aos americanos Margarida na versão em quadrinhos pela primeira vez (antes disso, houve apenas as quinze páginas semanais britânicas que mencionamos acima). 

Com roteiro de Bob Karp e desenhos de Al Taliaferro, essas tiras primordiais foram compiladas pela Editora Abril uma única vez até hoje, em CINQUENTENÁRIO DISNEY (nov/1973). É muito provável, no entanto, que elas tenham saído décadas antes nos jornais brasileiros ou até mesmo na histórica revista GIBI, de O Globo.

Em set/1943, Margarida estreou numa produção original para um gibi, mas de forma discreta: apareceu em apenas dois quadrinhos de O Grande Caçador, de Carl Barks (WALT DISNEY'S COMICS AND STORIES #36). No Brasil, essa HQ foi publicada mais recentemente em O MELHOR DA DISNEY #17 (fev/2006).

Em nov/1951, após várias outras aparições em histórias de Barks e de outros artistas, Margarida estrelaria uma HQ só dela. Intitulada simplesmente Daisy Duck, foi desenhada por Frank McSavage e permanece inédita no Brasil.

★ SOBRINHAS E SOBRINHOS



Em 13/nov/1941, Margarida ganhou uma sobrinha, Dottie, para derreter os corações de Huguinho, Zezinho e Luisinho. A brincadeira aconteceu nas tiras diárias de Donald, por Karp e Taliaferro, e se repetiu apenas uma vez. 

Somente em fev/1953 surgiria sua famosa trinca de sobrinhas, Lalá, Lelé e Lili (em Cara ou Coroa, de Carl Barks), que logo desafiaria os Escoteiros Mirins como As Bandeirantes (out/1955, também por Barks).

O parentesco de Margarida com Huguinho, Zezinho e Luisinho, a propósito, será por nós abordado no artigo do especial de luxo dedicado aos 80 anos dos meninos, que a Editora Abril lança em outubro.

★ GASTÃO 


Em jan/1948, Barks introduz Gastão na vidinha já não tão monótona de Donald e Margarida. A Visita do Primo Gastão (WALT DISNEY'S COMICS AND STORIES #88) foi publicada mais recentemente no Brasil na COLEÇÃO CARL BARKS DEFINITIVA #6 O SEGREDO DO CASTELO (out/2016).

O ganso, com seu habitual ar presunçoso, passa a investir na namorada do primo Donald. Margarida, a seu tempo, eventualmente cede aos galanteios, mais para fazer ciúmes ao seu amado.

★ DONNA RETORNA


A partir de 6/ago/1951, Margarida vê sua atenção de Donald ser ameaçada por... Donna! Karp e Taliaferro colocaram ambas para contracenar durante uma sequência de onze tiras diárias. 

As nove primeiras saíram aqui em O PATO DONALD #99 (29/set/1953). As três primeiras foram reapresentadas em out/2007 em AVENTURAS DISNEY #28 (e na edição anterior também, por um erro de montagem da revista). 

A ideia de descolar Donna de Margarida não rendeu novas histórias, ainda que a versão mexicana apareça rapidamente em raras HQs dinamarquesas recentes, como esta comemorativa dos 80 anos de Margarida a que nos referimos — e mais para fazer graça, dado o paradoxo.

★ GIBIS AMERICANOS



Em nov/1954, a personagem ganha um especial anual, DAISY DUCK'S DIARY, onde vira estrela absoluta em cenas de cotidiano com Donald, Gastão, Clarabela, Clara de Ovos e outros amigos. O título, dentro de DELL FOUR COLOR, dura 8 números, produzidos por nomes como Dick Moores, Tony Strobl, Bob Gregory e Carl Barks.

Entre 1973 e 1984, a editora americana Gold Key publica DAISY AND DONALD. A revista apresenta em suas 58 edições HQs de Bob Gregory, além de republicações variadas.

★ ENQUANTO ISSO, NO BRASIL


Em 22/dez/1959, O PATO DONALD #424 apresentou a primeira HQ Disney desenhada por um brasileiro. Papai Noel por Acaso, de Jorge Kato, mostrava em sua última página uma porção de personagens. Margarida estava entre eles.

Logo no início dos anos 1970, com a crescente produção de quadrinhos Disney brasileiros, Margarida teve posição de destaque, inclusive como repórter na série A Patada

★ SUPERPATA, CLUBE DOS HERÓIS E ULTRA-HERÓIS



Em abr/1973, surge a Superpata nas páginas da italiana TOPOLINO. A versão "empoderada" de Margarida, disposta a afrontar o machismo em Patópolis, fez sua estreia em O Colar de Ariadne, com roteiro de Guido Martina e desenhos de Giorgio Cavazzano. No Brasil, a HQ foi publicada em TIO PATINHAS #164 (mar/1979) e, mais recentemente, em MEGA DISNEY #9 (jul/2015).

A heroína formaria com Superpato, Superpateta, Morcego Vermelho e outros o Clube dos Heróis — sem conhecer as identidades secretas dos companheiros. Criada pelos Estúdios Abril, a empreitada começou em EDIÇÃO EXTRA #166 (fev/1986) e durou 18 episódios. A mais recente republicação da HQ de origem aconteceu no DISNEY TEMÁTICO #44 SUPERPATETA (abr/2015).

Em 2008, a Itália retomou as atividades do supergrupo, agora renomeado Ultra-Heróis, com algumas adaptações e atualizações. A longa saga inicial dessa nova série, com 240 páginas, foi publicada a partir do #40 de AVENTURAS DISNEY (nov/2008), e mais recentemente compilada de uma só vez em MEGA DISNEY #5 (mar/2014).

★ GIBIS BRASILEIROS


Em jul/1986, a Editora Abril lançou a revista quinzenal MARGARIDA. Os Estúdios Abril aumentaram a produção de HQs estreladas pela personagem, conferindo-lhe um ar ainda mais independente, feminino e prático.

O lançamento de MARGARIDA teve ampla repercussão na mídia — teve nota até na coluna de Joyce Pascowitch do dia 10 daquele mês, então na Folha de S.Paulo  — e alcançou sucesso imediato, superando as vendas de PATO DONALD, com que se revezava semanalmente nas bancas. Em média, eram 188 mil exemplares vendidos contra 148 mil do gibi de seu eterno namorado. 

A edição #1 fez par com PATO DONALD #1765, onde Donald ajeitava o logotipo de sua revista, pintando-o de rosa, tentando maliciosamente enfrentar a "concorrência".



Reportagem da Folha de S.Paulo sobre o lançamento de MARGARIDA: tiragem de 300 mil exemplares, investimento de mais de R$ 1,1 milhão (atualizado pelo IGP-DI) e descrédito da Disney. 

Ao completar um ano, o gibi ganhou dois especiais, identificados como #28-A e B, sendo #28-B o primeiro gibi Disney em inglês vendido em bancas. Em jun/1993, a Nestlé distribuiu 4 gibis promocionais com bandejas de iogurte. A edição UM PRESENTE NESTLÉ CHAMBINHO PRA VOCÊ — MARGARIDA ganhou o #178-A na capa. Essas edições avulsas são hoje muito raras.

Paralelamente ao seu gibi periódico, Margarida intitulou números de outras revistas, como EDIÇÃO EXTRA, SUPERALMANAQUE DISNEY e edições em inglês.

Em fev/1997 foi às bancas MARGARIDA #257, último número dessa primeira série. A revista voltaria em set/2004, com numeração reiniciada, e por apenas 25 edições (até fev/2007).

Entre março e nov/2014, a Editora Abril lançou 5 edições de MINNIE & MARGARIDA, uma produção mal sucedida da Disney Publishing Worldwide em formato magazine com textos e quadrinhos de pegada adolescente.

★ O ALMANAQUE QUE FOI SEM NUNCA TER SIDO



A ilustração de capa da edição nunca lançada: desenho de Daniel Branca.


ALMANAQUE DA MARGARIDA teve duas séries. A mais recente delas produziu quatro números entre dez/2010 e nov/2012.

Mas foi a primeira série que causou um dos casos mais intrigantes, por muito tempo, para os colecionadores Disney: depois da estreia em nov/1988, em jul/1996 deparamo-nos com uma nova edição nas bancas, com um inequívoco e formidável número 3 estampado na capa. 

Muito tempo e questionamentos se passaram até a conclusão: estava-se diante de um caso único na história das publicações em quadrinhos da Abril, onde a editora levara às bancas uma edição numerada incorretamente. 

Durante meses, Rivaldo Ribeiro, deste Planeta Gibi, inquiriu o atendimento ao leitor da editora acerca da edição inexistente. Conseguiu descobrir com a pobre atendente atordoada ("isso é mesmo importante, senhor?!") não só a ilustração da capa como a lista de todas as HQs que compunham a edição fantasma. 

Mais: o mistério foi resolvido: ALMANAQUE DA MARGARIDA #2 foi cancelado de última hora para dar lugar ao ALMANAQUE DAS MULHERES #1, lançado em abr/1990, que incluía até mesmo parte das HQs originalmente selecionadas para o primeiro, como a de abertura Uma Tarde Inesquecível, onde Biquinho visita Margarida.

O registro da edição deve ter permanecido nos arquivos da editora que, ao elaborar a continuidade do título tantos anos depois, não se deu conta de que ela de fato não havia sido impressa — num caso análogo, como relatamos no artigo do retorno do ALMANAQUE DISNEY, a redação atual se deparou com o registro das edições #373 a 375 em seu sistema, supostamente lançadas em 2005 (o que nunca ocorreu, como sabemos).

★ PATO DONALD DE JULHO: A HOMENAGEM


PATO DONALD #2469
Publicação mensal, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas, lombada canoa, capa couché, miolo cor, R$ 4,50, distribuição nacional. Edição #1833.
Quando: 5/jul/2017.

• HQ de abertura: Estrelando Margarida (Starring Daisy, Dinamarca, jan/2017).

• Roteiro de Jaakko Seppälä e desenhos de Xavi Martin Sancho.

• Com Pato Donald, Huguinho, Zezinho e Luisinho, Tio Patinhas, Gastão, Maga Patalójika, Superpata, Superpato, Minnie, Lalá, Lelé e Lili, Irmãos Metralha, Clara de Ovos, Donna, Vovó Donalda, Prof. Pardal (e aparições de Mickey, Pateta e Pluto).

• Ilustração de capa: Xavi Martin Sancho.

• A edição traz ainda mais uma aventura inédita do Detetive Donald, com Margarida, Prof. Ludovico e Pata Lee, além de uma página dominical de 1984 e tiras de 1985, fechando com a seção de cartas.





◼ VEJA TAMBÉM:

• Veja aqui o Checklist Disney deste mês.
• Veja aqui uma lista de lançamentos anunciados para os próximos meses.
• Veja aqui o Guia Planeta Gibi COLEÇÃO CARL BARKS DEFINITIVA.
• Veja aqui o Guia Planeta Gibi DISNEY DE LUXO.
• Veja aqui o Guia Planeta Gibi DISNEY MANGÁ.
• Veja aqui o Guia Planeta Gibi DonaldDuplo.
• Veja aqui o Guia Planeta Gibi Pateta Faz História.
• Veja aqui o Guia Planeta Gibi A HISTÓRIA DO FILME EM QUADRINHOS.
• Veja aqui as HQs de MICKEYPATETA e MINNIE de junho e julho.
Veja aqui as HQs e o conteúdo extra de ALMANAQUE DISNEY #373, de junho.



◼ EM NOSSA LOJA:

• Clique aqui para comprar Disney em nossa loja.

• Clique aqui para comprar MARGARIDA, inclusive edições com preços promocionais, almanaques e especiais.

• Clique aqui para comprar PATO DONALD, inclusive edições com preços promocionais e HQs excepcionais como Donald Pendular e O Medalhão de Donaldus.

• Clique aqui para comprar edições de COLEÇÕES E MINISSÉRIES DISNEY., inclusive volumes de PATETA FAZ HISTÓRIA e ESSENCIAL DISNEY com descontos.

 Clique aqui para comprar ESPECIAIS DISNEY, inclusive DISNEY DE LUXO #1 DRAGONLORDS e #2 MISTÉRIO DOS SIGNOS com preços promocionais.

Clique aqui para buscar com precisão revistas em nossa loja.

Clique aqui para ver os produtos mais recentemente cadastrados. Visite-nos com frequência. O Planeta Gibi tem novidade todo dia!

• Não encontrou o que procura ou tem alguma dúvida? Fale conosco.


► Por Edenilson Rodrigues e Rivaldo Ribeiro.
► Fontes: Acervo Planeta Gibi, Banco de Dados Planeta Gibi.
► Publicado originalmente em 25/jun/2017.
► Atualizado pela última vez em 25/jun/2017.



9 comentários:

  1. A coleção da Margarida é excelente. Os primeiros números abordavam temas da época como os planos econômicos e a remarcação de preços, O Show da Xuxa etc.. São HQs que dificilmente serão republicadas. As aventuras da Pata Lee e sua turma eram excelentes, tanto pelos roteiros quanto pelos desenhos. Tenho a felicidade de ter ela completinha na minha coleção com todos os brindes e muitas duplicatas de vários números principalmente os iniciais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João se souber quem possui a coleção é quiser vender me avise por favor.

      Excluir
  2. Há planos da Abril para um especial de luxo?

    ResponderExcluir
  3. Excelente matéria. Provavelmente não veríamos uma melhor em um capa dura de luxo. Só agora adquiri a edição de luxo dos 80 anos do pato Donald e fiquei bobo de ver q não dedicaram uma única página para falar do aniversariante.

    ResponderExcluir
  4. Amaria rever essas histórias da antiga mensal. Se fosse republicado eu comprava tudo.

    ResponderExcluir
  5. Eu acho muito bom esse trabalho de resgate de vocês, que nenhum outro blog tem. Essa matéria da Ilustrada é um achado muito legal! E palmas para a Margarida, uma das personagens mais feministas de todos os tempos, mesmo quando isso não era "modinha", pra ficar numa palavra dos mimizentos! Abraços e continuem o ótimo trabalho!

    ResponderExcluir
  6. Planeta Gibi dando show com essas postagens!!! O post sobre as HQs Pateta Faz História eu sempre volto nele quando vou ler uma das HQs da coleção. Esse da Margarida ficou excelente. A abril está lançando os capa dura e, na minha opinião, quanto mais extras, mais enriquece o especial.

    ResponderExcluir
  7. Ótima matéria, mas duas informações estão equivocadas, quais sejam: não se ousa dizer que a Donna e a Margarida são a mesma personagem nos quadrinhos se elas foram *oficialmente* diferenciadas em tiras do Taliaferro. Sem falar que ela apareceu como namorada do Zeca Pato em uma hq dinamarquesa, onde ela tem uma participação bem consistente ; e a Margarida não é *oficialmente* tia dos sobrinhos do Donald, até porque isso geraria uma enorme polêmica, uma vez que Lalá, Lelé e Lili foram criadas para ser suas namoradinhas de infância e muitas famílias não admitem a idéia de qualquer namorico entre primeiros primos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ambas as informações são oficiais da Disney. Questionar se Donna não é Margarida, neste caso, é o mesmo que dizer que aquele cachorro chamado Rover e que mora com a Minnie não é o Pluto. Ora, Walt Disney em pessoa, apresentando um especial da Disney Wonderful World of Colors disse que é. Então é, né? Quanto a Margarida ser irmã do pai de HZL, consta do Files of Character from the Walt Disney Studios, publicado pela própria Disney.

      Edenilson.

      Excluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.