' '

22 de mai de 2017

ALMANAQUE DISNEY volta em junho

Atualização: a capa • o que haverá nas primeiras edições.

ALMANAQUE DISNEY voltará às bancas no próximo mês, doze anos depois de sair de circulação e ser substituído por AVENTURAS DISNEY

A numeração clássica será retomada, ou seja, o #373, sonhado por tantos colecionadores, finalmente será lançado.

O título é um dos sete clássicos Disney, ao lado de PATO DONALD, MICKEY, ZÉ CARIOCA, TIO PATINHAS, DISNEY ESPECIAL e EDIÇÃO EXTRA — o único atualmente fora das bancas.



ALMANAQUE DISNEY #373
Publicação mensal, formato 13,4 x 19 cm, 96+4 páginas, lombada canoa, miolo cor, R$ 9,90. Lançamento dia 20/jun.



Ilustração de Napoleão Figueiredo, arte-final de José Wilson Magalhães, cores de Cris Alencar.




Atualização: na seleção das primeiras edições, há HQs inéditas com Lobinho, Pata Lee, Lobão, Havita, Banzé, além de figuras de proa dos quadrinhos Disney, em produções da França, Dinamarca, Holanda, Estados Unidos, Itália e Brasil. Artistas como Daan Jippes, William van Horn, Massimo De Vita, Per Hedman & Jorge David Redo, entre outros, de diferentes estilos.

• O editor Paulo Maffia adiantou nas redes sociais que serão "100 páginas, mensal, 90% de material inédito, lombada canoa".

• Os almanaques bimestrais serão suspensos. Suas edições #37, de abril, foram as derradeiras de suas séries.

ALMANAQUE DISNEY foi lançado em dez/1970 como um spinoff de TIO PATINHAS, de quem seguiu toda a linha editorial e tomou o "almanaque" do título. TIO PATINHAS, na época, era a revista de maior circulação do Brasil.

• Seu layout de capa era inspirado no da americana WALT DISNEY COMICS DIGEST, cujo #1 saiu em 1968 num raro, senão pioneiro, formato Digest para os gibis Disney americanos (similar ao nosso formatinho).

 

• A ilustração principal da capa de estreia de WALT DISNEY COMICS DIGEST foi exatamente a mesma utilizada na estreia do almanaque brasileiro.

 TIO PATINHAS continuou no mesmo padrão por cerca de um ano após o lançamento de ALMANAQUE DISNEY. Só no início de 1972 teve sua linha editorial alterada, e seções como Maravilhas da Natureza e Zoo Disney ficaram apenas no novo título. 

 ALMANAQUE DISNEY inicialmente tinha periodicidade bimestral e 164 páginas. A partir do #8 (jan/1972), passou a ser mensal, com 132 páginas. 

 Em jun/1999 (#335), saiu de circulação. 

 Retornou 14 meses depois, novamente bimestral e com novo visual. 

 Em jul/2004 (#359), voltou a ser mensal.

 Em jul/2005 (#372)  foi suspenso e substituído por AVENTURAS DISNEY (que teve 48 edições, lançadas entre ago/2005 e jul/2009). 

 Curiosidade para colecionadores: em mai/2005, duas edições de ALMANAQUE DISNEY chegaram às bancas: #369 e 370. Por conta disso, as edições #370, 371 e 372 têm datas de referência de publicação que não coincidem com os meses em que de fato foram lançadas (mai, jun e jul/2005, respectivamente).




◼ VEJA TAMBÉM:

• Veja aqui o Checklist Disney deste mês.
• Veja aqui uma lista de lançamentos anunciados para os próximos meses.
• Veja aqui o Guia Planeta Gibi COLEÇÃO CARL BARKS DEFINITIVA.
• Veja aqui o Guia Planeta Gibi DISNEY DE LUXO.
• Veja aqui o Guia Planeta Gibi DISNEY MANGÁ.
• Veja aqui o Guia Planeta Gibi DonaldDuplo.
• Veja aqui o Guia Planeta Gibi Pateta Faz História.
• Veja aqui o Guia Planeta Gibi A HISTÓRIA DO FILME EM QUADRINHOS.
• Veja aqui informações sobre DISNEY ESPECIAL.
• Veja aqui as HQs dos gibis mensais Disney de abril e maio.
Clique aqui para comprar Disney em nossa loja.



► Por Edenilson Rodrigues.
► Fontes: Acervo Planeta Gibi, Banco de Dados Planeta Gibi.
► Publicado originalmente em 11/mai/2017.
► Atualizado pela última vez em 22/mai/2017.




44 comentários:

  1. O Almanaque Disney vai trazer uma história inédita por edição , como nas últimos números antes do cancelamento ?

    ResponderExcluir
  2. Caramba, não sabia dessa notícia! Que FANTÁSTICO! Finalmente vão dar um gás nos gibis mensais, que para mim são os mais importantes da Disney.

    ResponderExcluir
  3. Poderiam seguir o que a Panini fez com a Coleção Histórica da Turma da Mônica e republicar as edições originais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hmmm... E quem forneceria suas edições originais para serem destruídas no processo?

      Excluir
    2. A Abril teria condições de adquirir de algum colecionador a coleção de Almanaque Disney e fazer uma Coleção Histórica destruindo os originais no processo. O lucro com certeza seria maior.

      Excluir
    3. Se lançarem os primeiros números com certeza atingirão um grande público novo, e não só os antigos colecionadores. Mas já é uma boa iniciativa voltar com a publicação.

      Excluir
  4. Obrigado ao PG pela pronta resposta. Acho que a lombada canoa é uma solução pra ninguém reclamar de possíveis imperfeições, mas a quadrada é melhor. Fiquei preocupado com as publicações dos outros almanaques junto com o Disney devido as repetições de estórias. Com a suspensão dos bimestrais, acredito que não acontecerá explicitamente. Espero que os personagens clássicos retornem, porque a maioria dos colecionadores que vão investir nesta revista não nasceram no século 21, rs. Seja bem vindo de volta Almanaque Disney.

    ResponderExcluir
  5. Muito boa notícia!
    Só acho que com 90% de material inédito os personagens clássicos serão deixados de lado. Espero que não. O que me interessa é exatamente diversidade e a volta dos clássicos!!!

    ResponderExcluir
  6. Seria interessante usar o Almanaque Disney pra publicar aqui as histórias mais longas que saem originalmente em Topolino. Será que vai rolar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HQs longas italianas e inéditas por aqui deveriam ser o foco principal desta retomada do Almanaque Disney, na minha opinião. É muuuito material antigo e recente que não foi publicado ainda no Brasil, e, certamente, muito desse material é de boa qualidade. Quem coleciona as hqs Disney Hiper e Disney Comix da Editora Goody de Portugal sabe que eu estou certo.

      Excluir
  7. Não sei como podem continuar a numeração. Uma numeração só pode ser continuada se a revista foi publicada ininterruptamente.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Seria muito mais interessante se eles republicassem as estórias da época, pois as inéditas deixam um pouco a desejar. E será que será no mesmo formato do original, com Zoo disney e outras reportagens?

    ResponderExcluir
  10. 100 merrequinhas de páginas? Lombada canoa? Bem lembrado Planeta Gibi... na verdade o que está retornando às bancas é algo muito mais parecido com a Aventuras Disney do que a clássica e saudosa Almanaque Disney.

    Me sinto enganado...

    ResponderExcluir
  11. Não adianta colocar uma revista com o mesmo nome se o espírito da publicação original não for seguido.

    O Almanaque Disney abrangia todos os cantos desse Universo, publicando os personagens mais diversos.

    Se até revistas que se destinam a republicações como Disney Big e Disney Especial ficam restritas à mesmice de patos/ratos/Zé Carioca, é difícil imaginar que o Almanaque Disney vá escapar desse círculo vicioso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Havia escrito a mensagem antes da atualização que indica que ao menos nas primeiras edições haverá a presença de personagens variados. Aí sim valerá a pena, muito bom!

      Excluir
  12. Queria entender todo esse preciosismo da parte de vocês só por causa de um nome. O que essa revista traz de diferente em conteúdo que Disney Big e Disney Especial já não fazem com mais páginas?

    Aliás, parece mais que fizeram isso só pra atenuar o peso da notícia negativa que seria o cancelamento dos quatro almanaques.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por isso que gostaria de uma publicação Disney em formato americano e em papel lwc; depois de aberto não importa se é Big, almanaque, etc tudo tem o mesmo papel e formato.

      Excluir
  13. agradeço ao paulo maffia do retorno as bancas o disney especial e agora no mes que vem o almanaque disney vou comprar tudo ok .

    ResponderExcluir
  14. Pq não pode ser Lombada Quadrada,começar pela N1,com 164 pgs como era antigamente?

    ResponderExcluir
  15. Preocupante, pois era nos almanaques bimestrais que estavam sendo republicadas histórias antigas, de alta qualidade, em sua maior parte.

    Por favor, não foquem em histórias inéditas, tem muita coisa boa que merece ser republicada.

    ResponderExcluir
  16. E outra. Pelamordedeus, chega de Stephan Petrucha, dinamrquesas dos ratos, não tem porque publicar essa encheções de linguiça, se tem material bom, não faz sentido publicar lixo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro! São minhas preferidas!!! Me perdoe, mas eu gosto, ok

      Excluir
    2. Porque eu gosto delas? Porque ali está o Mickey que conheço, o Pateta, o Pluto, demais personagens... há momentos engraçados com situações banais as quais o jeito disney de ser torna tudo mais mágico. Nada contra os outros, até gosto, mas tem aventuras que são tão mirabolantes que simplesmente não reconheço os personagens nela.

      Excluir
    3. Não conheço, mas já fico interessado só de saber que mantém o espírito original.
      Ao contrário de muitas histórias italianas que acho tão descaracterizadas que me sinto lendo qualquer outra coisa...

      Excluir
    4. Abacate, Sim, elas mostram os personagens como de fato são. São HQs bem mais simples, é verdade, mas se você já viu alguns desenhos Disney nas manhãs da Globo na década de 80, reconhecerá esse tom nas HQs.

      Excluir
  17. Gostaria de ver histórias antigas, bem antigas. Nada de inéditas!!!
    E, por mim, poderiam cancelar Minnie e Pateta, e trazer de volta Edição Extra!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem falo da Minnie, que pouco leio, mas o Pateta tem publicado histórias muito interessantes, que fogem do tradicional protagonismo do Mickey para valorizar os coadjuvantes.

      Excluir
    2. Jorge, se vc não gosta de Minnie e Pateta, deixa pra quem gosta. Ou será q devem deixar de vender jiló na feira só pq não gosto? E pq nada de inéditas se é o q mais precisamos, com tanto material publicado lá fora nunca publicado aqui? Os repetecos continuam em Disney Big e Disney Especial...

      Excluir
  18. Papel lwc ou offset? Me deixem sonhar! Esqueçam o papel jornal, todo colecionador vai comprar.

    ResponderExcluir
  19. Paulo Maffia, quais são as razões do cancelamento dos almanaques bimestrais a partir do mês de junho? E quais serão os títulos do Disney Especial a partir do mês de julho?

    ResponderExcluir
  20. O Almanaque Disney tem que ter só inéditas. E 132 páginas. E o mesmo "mix" de personagens clássicos e não tão recorrentes, isso é que deu a cara ao título. Deixem as republicações para o Disney Big e Disney Especial.

    ResponderExcluir
  21. Tenho a coleção do Almanaque Disney desde o número 1, mas este não vou comprar. Por que?
    1) Lombada canoa, nada com o título "Almanaque", sem robustez;
    2) O Almanaque Disney "original" teve layout único mostrando como serão as histórias com várias "chamadas" na capa;
    3) Provavelmente uma capa somente o Pato Donald, noutra o Pato Donald e em outra também, com raras exceções (espero estar enganado);
    4) Poucas páginas, poucas histórias;
    5) Qualidade. Os últimos Almanaque Disney que saíram em 2005 se desmanchavam com uma brisa.
    Sugestão (olha que sou colecionador e crítico) tenho quase tudo que a Abril publicou de Disney:
    1) Lombada quadrada, no mínimo 120 páginas, capas chamativas e feitas com esmero, bom papel de qualidade. Quanto às histórias, mesclem antigas e novas para agradar a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com tudo. Também sou colecionador e não vou comprar se for como anunciado.

      Excluir
    2. Capa vintage. Isso foi nos dito desde sempre pelo Figa, quando a volta ainda era mera possibilidade. A mescla de novas e antigas (ainda que inéditas) está assegurada.

      Abs.

      Edenilson

      Excluir
    3. A única coisa que posso lamentar dessa volta (até porque antes preciso ver e ler primeiro a edição pra depois criticar mais coisas) é a lombada canoa.

      Excluir
  22. Soltei até uma exclamação aqui. Muito feliz com a notícia. Mas...lombada canoa?? Poxa!

    ResponderExcluir
  23. Muito bacana a notícia, principalmente porque esse é uns dos títulos mais pedidos pelos leitores Disney. Não vou colecionar porque estou economizando com Disney pra dar conta de comprar os títulos da DC. Mas vida longa a esse retorno.
    Ah, e pena o cancelamento dos almanaques. Parece que almanaques de personagens Disney no Brasil nunca duram muito. E eu sempre achei que pelo menos os almanaques do Tio e do Donald vendiam bem...

    ResponderExcluir
  24. Capa nos moldes clássicos (adaptado, claro...)

    E remake do logo clássico (por que não fizeram o mesmo em Disney Especial?)

    A seleção de histórias parece estar "equilibrada" ao menos nas primeiras edições.

    Somente um adendo: se vão até mesmo cancelar os almanaques bimestrais, por que o título clássico não pode ter sua também clássica lombada quadrada?

    ResponderExcluir
  25. Continuo otimista com o retorno e a arte apresentada, mas com a ressalva da lombada. O que a Abril responde quanto a isso? Será que é pra evitar a reclamação do ruído crec crec deste tipo de encarnação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evitar reclamações contra a lombada quadrada de má qualidade q eles produzem seria uma das explicações mais aceitáveis já q não conseguem oferecer uma lombada quadrada decente para os formatinhos, mas existe uma explicação ainda mais lógica para essa opção: lombada canoa (com grampos) é mais barata q lombada quadrada, certo?

      Excluir
  26. Boa. Também acredito nesta "lógica".

    ResponderExcluir
  27. A Abril poderia publicar também material inédito de Al Hubbard e Paul Murry nas próximas edições.

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.