' '

20 de set de 2016

AS GRANDES AVENTURAS DE MICKEY por Paul Murry: prévias e mais

Materializa-se nas bancas e livrarias no fim deste mês um velho desejo de leitores e colecionadores Disney: uma compilação de luxo de HQs desenhadas por Paul Murry — o artista que, junto com roteiristas como Carl Fallberg, tornou os quadrinhos de Mickey sinônimo de aventura, suspense e espionagem, e impulsionou o gibi do camundongo, em meados da década de 1970, ao posto de segunda revista mais vendida no Brasil.




PRODUÇÃO CAUDALOSA

Murry (1911-1989) produziu mais de 600 HQs Disney, além de ter desenhado tiras de jornais — sua estreia nos quadrinhos disneyanos ocorreu, justamente, nas páginas dominicais que apresentaram Zé Carioca ao mundo (e que podem ser conferidas na íntegra no DISNEY TEMÁTICO ZÉ CARIOCA 70 ANOS #1, de 2012). 

NÃO SÓ MICKEY

Trabalhou com mais frequência as histórias escritas por Carl Fallberg (1915-1996). Além das aventuras de Mickey e Pateta — incluindo aí as 3 HQs de origem do Superpateta e aquelas dos disfarces por vezes patéticos de João Bafo-de-Onça, como a donzela de cabelos cacheados —, o artista também desenhou algo com Pato Donald e muitos quadrinhos de Lobão e Lobinho. 

INSCRITO NA HISTÓRIA DISNEYANA

Não por acaso, Murry é um dos poucos quadrinistas a ter verbete na The Official Encyclopedia Disney A to Z. Nem Don Rosa mereceu tal distinção até agora (quem sabe na 5ª edição revisada e ampliada da obra, que a Disney lançará no final de 2016...)

OUTROS VOLUMES? CASTY?

A obra de Murry inspirou claramente, pelo menos, Casty, um dos mais admirados artistas Disney da atualidade. Não será surpresa se, atingida a expectativa de vendas deste especial, a Abril decida lançar novos volumes com mais aventuras de Mickey, inclusive aquelas criadas pelo italiano. 

FEBRE NOS ANOS 1960 E 70


Do final dos anos 1960 a meados dos 70, pelo menos, a circulação paga de MICKEY só perdia para a de TIO PATINHAS — dentre todas as revistas do Brasil com vendagem auditada. 

As tramas desenhadas por Murry certamente contribuíram muito para isso. O artista era para Mickey o que Barks era para a Família Pato — ainda que nós, leitores, não tivéssemos ideia de quem ele fosse.


A CAPA


Jogo das 7 diferenças: edição brasileira X edição portuguesa. 

A ilustração de capa deste DISNEY DE LUXO refere-se à HQ As Ruínas de Porto Pirata e foi também capa de MICKEY MOUSE #159 (EUA, 1975). A aventura, obviamente, também foi incluída neste especial (ficamos devendo suas prévias, no entanto, pois quando da elaboração deste post a HQ ainda estava sendo restaurada).

Em 2005, a Dinamarca publicou essa ilustração original, em preto e branco, numa página do especial HALL OF FAME: PAUL MURRY graças a um colecionador que cedeu à editora escandinava o original, que até então guardava.



OS CLÁSSICOS



Capa dupla histórica de MICKEY #147 (jan/1965) desenhada por Jorge Kato. Na edição anterior, o gibi havia passado de 52 para 68 páginas mensais. 

Ali foi publicado um dos maiores clássicos de Murry, A Volta do Mancha Negra — também presente neste DISNEY DE LUXO, entre outros.


INÉDITAS

Permaneciam inéditas no Brasil 18 HQs longas estreladas por Mickey desenhadas por Murry. Dessas, meia dúzia, talvez, estariam disponíveis hoje para publicação pela Abril. E quatro delas foram selecionadas para este DISNEY DE LUXO.

O ÍNDICE DO ESPECIAL

O Rubi de Omar Salgado
The Ruby Eye of Homar-Guy-Am
, WOS343-02, 16 páginas, 1951.
Roteiro de Don Christensen.
INÉDITA.


A Corda Mágica
The Magic RopeWWDC170-11P, 24 páginas, 1954.
Roteirista não identificado.

O Rancho Bons e Velhos Tempos
Yesterday Ranch, WWDC179-10P, 24 páginas, 1955.
Roteiro de Carl Fallberg.
INÉDITA.

Perigo na Ferrovia
Rindin' the Rails, WWDC173-10P, 24 páginas, 1955.
Roteiro de Carl Fallberg.
INÉDITA.

O Magneto Maravilhoso
The Marvelous Magnet, WWDC182-11P, 23 páginas, 1955.
Roteiro de Carl Fallberg.

O Fogo Fantasma
The Phantom Fires, WWDC200-09P, 24 páginas, 1957.
Roteiro de Carl Fallberg.

O Farol Apagado
The Unlighted Lighthouse, WMM52-02, 10 páginas, 1957.
Roteirista não identificado.

As Ruínas de Porto Pirata
The Sunken City, WWDC205-07P, 23 páginas, 1957.
Roteiro de Carl Fallberg.

A Lenda do Lago Grande
The Legend of Loon Lake, WWDC197-10P, 24 páginas, 1957.
Roteiro de Carl Fallberg.

O Mistério do Cofre Desaparecido
The Timber Treasure Trail
, WMM58-02, 18 páginas, 1958.

Roteiro de Carl Fallberg.

Território dos Índios Tacapes
The Bush Pilot's PerilWMM59-01, 17 páginas, 1958.
Roteiro de Carl Fallberg.

A Pedra Filosofal
The Golden Touch, WWDC249-05P, 24 páginas, 1961.
Roteiro de Carl Fallberg.

Os Dobrões do Velho Galeão
Twenty Fathoms to TreasureWMM86-02, 16 páginas, 1963.
Roteirista não identificado.

A Volta do Mancha Negra
The Return of the Phantom BlotWWDC284-08P, 32 páginas, 1964.
Roteirista não identificado.

A Urna do Poder
The Amazing Hanjibug JugWMM96-01, 11 páginas, 1964.
Roteirista não identificado.

O Rubi de Cankong
The Case of the Cankong RubyWMM97-01, 11 páginas, 1964.
Roteirista não identificado.

A Coroa de Tasbah
The Crown of TasbahWPB5-02, 27 páginas, 1966.
Roteirista não identificado.

Operação Unidade Invisível
Mickey Mouse Super Secret Agent: Assignment Time-Lock, WMM107-02, 24 páginas, 1966.
Roteiro de Don Christensen.
Desenhos de Dan Spiegle & Paul Murry.

O Mistério do Desfiladeiro da Neblina
Mickey Mouse Super Secret Agent: The Mystery at Misty GorgeWMM109-01, 24 páginas, 1966.
Roteiro de Don Christensen.
Desenhos de Dan Spiegle & Paul Murry.

A Cidade Perdida de Atlântida
Lost Atlantis, WMM115-01, 21 páginas, 1967.
Roteirista não identificado.

Os Piratas do Fundo do Mar
The Underwater PiratesWMM112-02, 14 páginas, 1967.
Roteirista não identificado.

O Estranho Feitiço da Marcha à Ré
The Case of the Dazzling Hoo-DooWWDC330-05, 24 páginas, 1968.
Roteiro de Carl Fallberg.

Quando o Erro Compensa
The Cat's MeowWWDC474-04, 8 páginas, 1980.
Roteirista não identificado.

A Diligência Fantasma
Ghost Stage, WWDC495-04, 8 páginas, 1982.
Roteirista não identificado.
INÉDITA.

AS PRÉVIAS


[DISNEY DE LUXO #15] AS GRANDES AVENTURAS DE MICKEY [#1] POR PAUL MURRY
Publicação avulsa, formato 16,1 x 23,7 cm, 480+4 páginas cor, lombada quadrada, capa dura, miolo couché, R$ 59,90, distribuição em bancas e livrarias. 

Lançamento dia 29/set. 

Nota: a Editora Abril não identifica oficialmente os encadernados capa dura sob um título de coleção, tampouco os numera sequencialmente. O título e a numeração atribuídos pelo Planeta Gibi têm finalidade meramente referencial

Capa: ilustração de Paul Murry, cores de Cris Alencar, design de Fábio Figueiredo.

Editor: Paulo Maffia.

Colaboração: Planeta Gibi (com As Ruínas de Porto Pirata).


 

  

  

  

  

  

  

 

 

  

 

  

 

  

  

  

 

 

  

 



TAMBÉM EM SETEMBRO:


[Coleção de Fac-símiles dos Manuais Disney Clássicos #3] Manual do Mickey
Publicação mensal, formato 13 x 19,5 cm, 256+4 páginas, lombada quadrada, capa dura, miolo offset, R$ 39,90, distribuição nacional

Lançamento dia 29/set. 

Publicado originalmente em mar/1973. 

Leia aqui muito mais sobre os Manuais Disney e outros manuais. 

AS COLEÇÕES:

DISNEY DE LUXO

título
reedição
jan/2014
1
DragonLords

jan/2014
2
O Mistério dos Signos

mar/2015
3
Os 80 Anos do Pato Donald

mar/2015
4
Era Uma Vez na América

mar/2015
5
A Saga do Tio Patinhas
jul/2016
out/2015
6
Contos de Natal

out/2015
7
Disney Cinema

nov/2015
8
História e Glória da Dinastia Pato

nov/2015
9
Um Brasileiro Chamado Zé Carioca [#1]

mar/2016
10
Mickey Mystery [#1]

abr/2016
11
Iniciativa Super-Heróis

mai/2016
12
Escoteiros Mirins
ago/2016
jun/2016
13
DuckTales, Os Caçadores de Aventuras

jul/2016
14
Pateta Repórter — Edição Definitiva

set/2016
15
As Grandes Aventuras de Mickey [#1] Paul Murry

nov/2016
16
Maga & Min

dez/2016
17
A Saga da Espada de Gelo [A CONFIRMAR]

COLEÇÃO CARL BARKS DEFINITIVA
título
volume
ago/2016
1
Pato Donald: Perdidos nos Andes
7
out/2016
2
Pato Donald: O Segredo do Castelo
6
dez/2016
3
Pato Donald: Em Busca do Unicórnio
8
MANUAIS DISNEY • FAC-SÍMILES
título
reimpressões
mai/2016
1
Escoteiro Mirim
jun e jul/2016
ago/2016
2
Prof. Pardal

set/2016
3
Mickey

out/2016
4
Tio Patinhas

nov/2016
5
Maga & Min

dez/2016
6
Vovó Donalda

jan/2017
7
Peninha

fev/2017
8
Zé Carioca

mar/2017
9
Gastão

2017
?
Magirama

2017
?
2º Manual do Escoteiro Mirim

2017
?
Autorama

2017
?
Jogos Olímpicos

2017
?
Manual da Televisão




Por Edenilson Rodrigues.
Fontes: Acervo Planeta Gibi, Banco de Dados Planeta Gibi, divulgação.
Publicado originalmente em 20/set/2016.
Atualizado pela última vez em 1/fev/2017.



58 comentários:

  1. Fiquei mais feliz com aquela possibilidade de termos "A Saga da Espada de Gelo" já no começo do ano que vem, mesmo ainda faltando confirmar.

    Vai ser ótimo ter as 4 histórias em uma única edição.

    ResponderExcluir
  2. Planeta Gibi só umma dúvida: Teremos Disney de luxo em 2017 também?

    ResponderExcluir
  3. Atividade dificílima compilar num único volume o melhor de tantas histórias desenhadas por Paul Murry. Percebo que a Editora Abril optou pelo mais fácil, ou seja, repetir histórias republicadas recentemente ao invés de garimpar raridades que há muito não são reeditadas. Tomara que venda bem, para que novos volumes da obra de Murry sejam editados em edições de luxo. Tadeu Olivetti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, no final deu a lógica.

      O consolo é que poderia ser pior. Já vejo com um avanço que não pegaram o temático "As Grandes Aventuras do Mickey" e não colocaram inteiro dentro, desta vez pelo menos, pegaram só algumas histórias e misturaram com outras...

      Excluir
    2. Concordo. Onde estão as histórias: O tesouro do Eldorado, O Segredo dos antigos Incas, Mickey na Legião Estrangeira, A cidade perdida(1955),Aventuras no Alasca? É evidente que precisaremos de mais uma volume para termos as principais histórias dele.

      Excluir
    3. Sim, tem razão. Ao menos a trilogia da Polícia Internacional poderia ter ficado na mesma edição (terá duas nesta). Mas vale a pena e torço para um volume 2 - como no caso do Zé Carioca do Canini/Saindenberg... :)

      Excluir
    4. Pela pressa com que a Abril anunciou e fez este volume, eu já estava achando que teria apenas arquivos digitais mesmo... Só queria, como colecionador, que os volumes fossem mais definidos, ao invés de serem uma coletânea aleatória de histórias do artista. Poderiam ser todas as histórias do Mickey detetive por Murry, por exemplo. Também acho ruim histórias da Polícia Internacional ficarem em volumes separados. Acho que quem comprou o primeiro volume, com certeza compraria o segundo, sem precisar separar as histórias. Pelo menos, é minha opinião como colecionador, que os capa-dura tivessem uma coletânea organizada, mesmo que precisassem de mais de um volume... Abs

      Excluir
    5. eu já acho que vai ser esse volume e só. Não acho o Paul Murry um artista tão badalado assim e nem acho que vai ser um grande sucesso de vendas e tb achei a seleção bem meia boca. Que pelo menos pegasse as histórias mais marcantes dele como citaram acima.

      Excluir
    6. Realmente, faltaram essas grandes histórias. Mas é nosso dever como fãs de Murry comprar esta e pedir a próxima com o que faltou

      Excluir
  4. Show esse Mickey do Murry, parabéns .

    ResponderExcluir
  5. Tirando as quatro inéditas, é um show de repetecos digitais. Como eu não compro nada q a Abril lança em lombada quadrada por causa da péssima encadernação (não é o caso dos capas duras com seu tratamento diferenciado), pra mim até q compensa. :)

    ResponderExcluir
  6. É maravilhoso reler estas histórias, com certeza comprarei, mas esta recolorização perde um pouco daquela nostalgia de ler um bom gibi Disney dos anos 1970. Se fizessem igual ao que esta sendo feito nesse novo encadernado do Pato Donald seria perfeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho que no capa dura deveria ser dado prioridade à preservação da obra original, não apenas na arte e cores, mas também nos textos. Versões modernizadas ficariam bem para as edições mensais normais.

      Excluir
  7. Ainda estou na dúvida quanto a Paul Murry. Tenho tentado focar em só comprar/guardar aquilo que vou/acho que vou querer reler. Como A Espada de Gelo, por exemplo! Não sabia que tinha essa previsão para breve. Já li a primeira mais de uma vez, é compra certa. A segunda não é tão marcante, mas n li o resto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O episódio q mais gostei foi justamente o segundo. Talvez pelo seguinte motivo: foi o primeiro q eu li, qdo nem sabia q era uma série. Por isso foi o mais marcante! :)

      Excluir
  8. Excelente. No aguardo de (muitos) outros volumes com a obra do artista.

    ResponderExcluir
  9. Paul Bobinho Murry já é recorde de vendas? Nem perdi tempo lendo.... Todo mundo já comprou tudo??? Quem comprou levanta a mão.

    ResponderExcluir
  10. Paul Murry é um dos grandes mestres Disney e merece este encadernado de luxo, assim como seus milhares de fãs! A seleção de histórias está ótima! Que venham mais números deste gênio! Já reservei o meu exemplar na banca, pois acredito que esgotará rápido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo João, mestres deste naipe são sempre bem vindos...

      Excluir
  11. Mancha Negra por Paul Murry ou Super Pateta de Murry seriam bem mais interessantes. Teríamos coleções e temas fechados. Porém, melhor alguma coisa do que nada.
    Torço por outros volumes e também aguardo, com ansiedade, Floyd Gottfredson e Al Taliaferro. Tadeu Olivetti.

    ResponderExcluir
  12. Onde comprar as edições passadas dos "Disney de Luxo"?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é bom ficar de olho que às vezes aparecem títulos aparentemente esgotados. Semana passada mesmo peguei o Era Uma Vez na América, e com desconto.

      Excluir
  13. Ola Pessoal, alguem poderia explicar o Disney Luxo da Maga e Mim... as personagens tem tanta relevancia assim pra merecer um disney de luxo agora???!!! Respeito quem goste, mas me surpreendeu...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto, principalmente das histórias brasileiras dos anos 70 e 80, mas concordo que é um título "arriscado" pensando nas vendas.

      Excluir
    2. Depois reclamam que só tem Pato ou Rato nas coisas... Pode ser arriscado, mas o grande número de histórias delas brasileiras é um bom indício que tiveram uma certa popularidade.

      Eu só não vou comprar se a seleção for horrível, já que tenho medo de ter 100% das histórias.

      Excluir
  14. Maga & Mim sempre foram personagens secundárias. Talvez queiram alavancar as vendas do manual das duas. Pra mim é um tiro no pé da Abril. Tadeu Olivetti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podem ser secundárias, mas tem um considerável número de histórias.

      Excluir
  15. Concordo plenamente. Maga só tem graça quando junto do patinhas... a madame mim tem histórias bem fraquinhas. Lembro que quando criança chegava a pular as histórias dela no almanaque Disney. Então um especial maga x patinhas até vai, mas teria que ter histórias memoráveis pra valer o encadernado. Há poucos dias cheguei a pensar sobre essa edição e provavelmente será o primeiro encadernado que não irei comprar... É triste ter um buraco na coleção, mas sessenta reais nesse encadernado pra mim é desperdício. Acho que um novo do Zé carioca com histórias do canini, um de histórias brasileiras do peninha, as antigas do urtigão, para não falar de Gottfredson, al taliaferro,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É questão de gosto! Eu gosto muito e ao contrário, é um dos poucos encadernados que devo comprar até aqui.
      A maioria até aqui eu deixei passar, principalmente os italianos.

      Excluir
  16. Para edições de luxo, há de se separar aquilo que é clássico dos chamados tapas buracos. Histórias da Maga só são clássicas quando de sua intenção em roubar a moeda número 1 do Tio Patinhas (Carl Barks). Fora isso, só mesmo em formatinho....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma seleção boa dos anos 70 e 80 com histórias brasileiras para mim seria algo Clássico, ótimo, de comprar e guardar para sempre. Claro que levando o "encosto" do arquivo digital é provável que poderá rolar em peso uma seleção de histórias delas que saíram em Big, Jumbo, Mega, que já era o que tinha sido publicado em no finado "Novo" Disney Especial As Feiticeiras...



      Excluir
  17. Olá, o planeta Gibi sabe se a Abril tem plano de fazer um especial de Al Taliaferro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Trazer pra cá as compilações da IDW? Há algum tempo, o editor Paulo Maffia disse em palestra que a editora estuda isso, sim, assim como as de Gottfredson.

      Abs.

      Edenilson

      Excluir
  18. Que tenhamos para o ano que vem Al Taliaferro e Floyd Gottfredson. Sonho antigo de muitos leitores Disney como eu. Tadeu Olivetti.

    ResponderExcluir
  19. Edição de luxo com Maga e Min, dependendo das histórias, pode ser interessante. Melhor até que um certo Paul...

    ResponderExcluir
  20. Edição de luxo com Maga e Min, dependendo das histórias, pode ser interessante. Melhor até que um certo Paul...

    ResponderExcluir
  21. Vocês me fizeram lembrar de antigas histórias brasileiras dos anos oitenta desta dupla que eram bem engraçadas... Acho que as americanas mais velhas é que eu não gostava... Então se o encadernado tiver estas pérolas brasileiras e aquelas sensacionais da incansável busca pela número um talvez possa valer a pena...

    ResponderExcluir
  22. Aguardando pela edição do Peninha em 2017, pra mim o mais hilário dos personagens.

    ResponderExcluir
  23. Sem dúvida o Peninha é o mais hilário, principalmente nas histórias nacionais dos anos setenta e oitenta... Aliás, um encadernado A Patada com histórias 100% brazucas seria fantástico! Morcego verde e morcego vermelho então!... Mas estamos no aguardo do Canini número 2!!!... Se alguém da Abril estiver a nos ler, por favor pensem nisto tudo com carinho.

    ResponderExcluir
  24. Eu acredito que pode rolar em janeiro, se for mantida a regra de quase todos os manuais fazerem dupla com os Capa Dura.
    Mas como tem exceções é aguardar a confirmação...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como o Manual do Peninha tem a ver com jornalismo, um especial só de histórias da Patada faria uma dobradinha certeira.

      Excluir
  25. Pessoal, na boa, voto num capa dura com todas as histórias brasileiras dos ater egos do Peninha, tipo Pena Submarino, das Selvas, Pena Kid (e o cavall de pau),... e, se possível, também o Morcego Vermelho (se bem que esse pode ter um capa dura exclusivo). Para mim, nao existem histórias mais engraçdas que as brasileiras com os alter egos do Peninha! Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas, reforço, que para mim o melhor seria um volume com todas as histórias. Esse negócio de seleção das melhores histórias é para especial temático ou Edição Extra. Acho que os capa dura, para quem é colecionador, teria valor histórico com todas as histórias de um tem fechado, de uma época, autor ou personagem. Pelo menos, essa é a minha opinião...!

      Excluir
  26. Tem uma hq rara muito engraçada do Peninha na mensal do Donald de Agosto. Na minha opinião, o italiano é que foge um pouco do habitual Peninha que conhecemos. Não que ele não seja engraçado, mas o personagem ficou restrito a situações de palhaçadas. Peninha italiano é simplesmente como um daqueles palhaços de circo que fazem tudo para mostrarem que são engraçados. Às vezes tem mesmo uma certa graça, as vezes não.
    Um especial de luxo com o Peninha seria muito bem vindo. O personagem merece. E não precisa ficar restrito às facetas, mas também às histórias icônicas com Donald e Patinhas, sem esquecer também da fase do Biquinho. Acho que dá pra juntar tudo em dois encadernados de luxo de 500 páginas.

    ResponderExcluir
  27. (Zoando) E aí? O especial do Murry já bateu recordes de vendas? Já vamos ter uma segunda demanda? Os maiores fãs já compraram uma dúzia de exemplares cada um pra distribuírem às suas crianças neste dia 12???

    ResponderExcluir
  28. Já comprei o meu exemplar do Mickey de Murry. Muito bom!!! Obviamente, algumas de minhas favoritas ficaram de fora. Uma delas, "A Marca do Mancha" editada em Mickey nº 173 (Editora Abril) e tantas outras.
    Espero que as vendas sejam condizentes e que novos volumes de luxo de Murry sejam editados. Tadeu Olivetti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom menino! Divirta-se. Não tem nada melhor do que estar com aquela revista que a gente tanto gosta...

      Excluir
    2. Bom menino! Divirta-se. Não tem nada melhor do que estar com aquela revista que a gente tanto gosta...

      Excluir
  29. As capas originais de todas as histórias, bem como datas de primeiras publicações nos EUA e no Brasil poderiam servir para enriquecer essa edição de luxo. Tadeu Olivetti.

    ResponderExcluir
  30. Só um detalhe: Romano Scarpa inspirou claramente o Casty, no quesito desenho. A arte de ambos é quase idêntica. Já o Murry não inspirou em nada, já q sua arte é diferente e ele nem roteirista era, mas apenas desenhista. Em entrevistas com Casty, ele citou mais de uma vez que as suas inspirações (ou influências) são justamente o Scarpa e o Gottfredson. Os fãs italianos é q o consideram um sucessor digno de Paul Murry por ele mostrar em algumas HQs, a faceta detetive de Mickey.

    ResponderExcluir
  31. Já comprei duas Disney capa dura até 45% de desconto e com frete grátis ( quando se compra um valor X)... O Pato Donald, Perdido no Andes comprei por R$ 31,50 também com frete grátis... como será que essas lojas virtuais conseguem dar esses descontos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Além dos 30% (ou 25%) q elas já ganham sobre o valor de capa, elas exigem tb os 35% q seria da transportadora. Foi o q explicaram num outro canal... Se venderem com 45% de desconto, ainda lucram 20%...

      Excluir
  32. Aí é até mais possível de se fazer: você já compra diretamente da editora; não precisa cobrar os 30% do valor de capa que vão para os donos de banca por cada exemplar vendido; nem precisa cobrar tanto como possivelmente seria se fosse uma distribuidora no seu estado para trazê-lo às bancas; logo, não é tão difícil assim planejar descontos na venda online

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.