' '

29 de ago de 2016

Artistas e editores Disney na Bienal

Oportunidade rara (senão primeira e única): o editor de arte da Redação de Quadrinhos Disney da Editora Abril, Fábio Figueiredo, convida os leitores para um bate papo com, nada menos, o tradutor e jornalista Marcelo Alencar, a letrista Lilian Mitsunaga, o arte-finalista José Wilson Magalhães e a colorista Cris Alencar. 

Todos eles são também responsáveis pelo cuidado com que PATO DONALD: PERDIDOS NOS ANDES reproduz impecavelmente —  página por página, detalhe por detalhe — a obra prima publicada originalmente nos EUA pela Fantagraphics e que a Abril acaba de lançar. 

O encontro será na Bienal do Livro de São Paulo (Metrô Tietê), Espaço Abril (estande Disney), nesta quarta-feira 31, a partir das 15h. 



Vale ressaltar que aqueles que lá adquirirem a obra juntamente com um exemplar do Manual do Prof. Pardal leva para casa uma caneca de porcelana exclusiva, de tiragem limitada e que só será distribuída na Bienal, segundo a Abril.


 
COLEÇÃO CARL BARKS DEFINITIVA #7 [LANÇAMENTO #1]
PATO DONALD: PERDIDOS NOS ANDES
Publicação eventual, formato 16,1 x 23,7 cm, 240+4 páginas cor, lombada quadrada, capa dura com reserva de verniz, miolo off white, R$ 59,90, distribuição em bancas e livrarias. Lançamento dia 26/ago
Nota: essa coleção não é publicada na mesma ordem numérica de seus volumes. 

Leia aqui uma nota da editora sobre o cuidado de restauração dessa obra.
Leia mais aqui sobre COLEÇÃO CARL BARKS DEFINITIVA.
Veja aqui a ordem de lançamento dos próximos volumes dessa coleção.
Veja aqui o brinde para quem adquirir essa edição junto com o Manual do Prof. Pardal na Bienal de São Paulo.

De 1942 a 1966, Carl Barks foi o mais prolífico e adorado roteirista e desenhista das histórias do Pato Donald, Tio Patinhas e demais habitantes de Patópolis. 

PATO DONALD POR CARL BARKS: PERDIDOS NOS ANDES é o primeiro lançamento de uma série de volumes dedicados a recuperar a obra de Barks, com cores restauradas de acordo com a paleta de época, letreiramento que reproduz o trabalho do autor e de sua esposa Garé Williams e textos explicativos inéditos com informações nunca antes compiladas. 

Com papel de miolo offset que simula a textura das publicações originais, 240 páginas e acabamento em capa dura, PERDIDOS NOS ANDES será lançado oficialmente na Bienal do Livro de São Paulo, e em todo o Brasil, dia 26 de agosto.




[Coleção de Fac-símiles dos Manuais Disney Clássicos #2]
Manual do Prof. Pardal
Publicação mensal, formato 13 x 19,5 cm, 256+4 páginas, lombada quadrada, capa dura, miolo offset, R$ 39,90, distribuição nacional. Lançamento dia 26/ago. 
Publicado originalmente em dez/1972. 

Leia aqui muito mais sobre os Manuais Disney e outros manuais. 
Leia aqui o anúncio da Abril do relançamento dos manuais clássicos.
Veja aqui a ordem de lançamento dos próximos volumes dessa coleção.
Veja aqui o brinde para quem adquirir essa edição junto com PATO DONALD: PERDIDOS NOS ANDES na Bienal de São Paulo. 


Por Edenilson Rodrigues.
Fonte/fotos: divulgação.
Publicado originalmente em 29/ago/2016.





8 comentários:

  1. Infelizmente não poderei ir à Bienal,pedi um amigo que mora em Taubaté para ir e comprar o Donald e o Prof. Pardal para ganhar a caneca. Paguei todos os custos dele, gastei uma grana alta, mas, consegui ele conseguiu comprar, foi a primeira pessoa a comprar,rsss... Mas, valeu demais.

    ResponderExcluir
  2. Amigos do PG, vcs poderiam por favor modificar (se necessário) ou informar o nome correto para cadastro dessa edição no GdQ? E a coleção vai ser numerada mesmo ou o 7 q vcs colocaram aqui só vai fazer parte de um controle do PG? Obg! http://www.guiadosquadrinhos.com/edicao/pato-donald-o-perdidos-nos-andes/pa003120/125559

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na realidade tem pelo menos um "volume 7" em uma uma das páginas iniciais.

      Abraço

      Luiz Carlos

      Excluir
    2. A Editora Abril nomeou como COLEÇÃO CARL BARKS DEFINITIVA na projeção da apresentação que o Diretor de Redação Sergio Figueiredo fez na obra, em evento no Shopping JK, no lançamento do Manual do Escoteiro Mirim.

      O Planeta Gibi adotou tal título para a obra, ainda que ele não conste do expediente do livro. (Assim como adotamos DISNEY TEMÁTICO por ser esse o título que a Abril se referia INTERNAMENTE aos especias que lançava.)

      Quanto à numeração: é oficial. Consta do expediente: VOLUME 7. A Abril acatou gentilmente a sugestão deste Planeta Gibi para que a numeração dos volumes constasse de seus expedientes, de forma a permitir facilmente a referência e organização correta da coleção. (Curiosamente, a Fantagraphics NÃO indicou em seu LOST IN ANDES o número daquele volume, diferentemente do que fez nos outros.)

      Abs.

      Edenilson

      Excluir
    3. O Planeta Gibi, a propósito, editou as informações no GdQ com as informações oficiais que têm da Editora Abril.

      Excluir
  3. Em tempo: folheei uma edição BIG italiana, da Panini (500 páginas) e é de fazer inveja. Encadernação perfeita. Nem tem comparação com o lixo de encadernação da Editora Abril, que não consegue encadernar bem nem os almanaques, com poucas páginas!
    Alguém consegue explicar o que ocorre?

    ResponderExcluir
  4. Tive o imenso prazer de adquirir a primorosa edição de Perdidos nos Andes no mesmo dia de seu lançamento em uma livraria de Curitiba. Realmente, é uma obra prima, que trata a obra de Barks com o respeito que merece. As cores, os letreiros, a distribuição das histórias, os textos explicativos, as fotos do autor, a reprodução das capas originais, é tudo muito bom, muito gratificante. Fico muito agradecido e parabenizo à Editora Abril pela iniciativa de disponibilizar uma obra dessa qualidade no Brasil. Aguardo ansiosamente os próximos volumes da Coleção.

    ResponderExcluir
  5. Eu também achei o produto muito bom, e gostei especialmente dos índices, que é uma coisa que eu sentia falta nas "Obras Completas".

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos.
• Incluam ofensas e palavrões;

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.