' '

18 de jul de 2016

Inéditas em DISNEY ESPECIAL celebram 60 anos de Lampadinha

Atualização: capa. 

Lampadinha surgiu há 60 anos em Prof. Pardal Vs. Gatos, de Carl Barks. A HQ não mostrava como ele havia sido inventado. Nos anos 2000, Don Rosa deu sua versão. Alguns anos antes, a Itália havia apresentado uma origem totalmente distinta. E bem mais recentemente foi a vez da Dinamarca mostrar em algumas gags como Pardal, ainda menino, inventou seu simpático ajudante. Todas essas histórias , incluindo as inéditas versões italiana e dinamarquesa, estão em DISNEY ESPECIAL OS CIENTISTAS, que a Abril lança no dia 25. 

O gibi tem ainda Prof. Ludovico, Mickey, Pateta e Superpateta, Zé Carioca e Morcego Verde, Gilberto, Pascoal, Tio Patinhas, Margarida, Donald e Sobrinhos. Veja todas as prévias a seguir.

Outros lançamentos Disney neste mês: veja aqui. Lançamentos previstos para os meses seguintes: veja aqui


DISNEY ESPECIAL [#187] OS CIENTISTAS
Publicação mensal, formato 13,4 x 19 cm, 240+4 páginas cor, lombada quadrada, capa cartão, R$ 15,00, distribuição setorizada.

Lançamento dia 25/jul. 

Capa: remake de DE #30 (jun/1977), de Luiz Podavin.

Nota: a Editora Abril não numera sequencialmente DISNEY ESPECIAL. A numeração atribuída pelo Planeta Gibi tem finalidade meramente referencial ao dar continuidade à do título original.


  

   
  

  

  

  

  

  

  

  


ÚLTIMAS 6 EDIÇÕES:

   
  

[#181] OS MOTORISTAS (jan/2016; veja conteúdo aqui)
[#182] OS BANDIDOS (fev/2016; veja conteúdo aqui)
[#183] OS AVIADORES (mar/2016; veja conteúdo aqui)
[#184] OS ROBÔS (abr/2016; veja o conteúdo aqui)
[#185] OS JORNALISTAS (mai/2016; veja o conteúdo aqui)
[#186] AS ASSOMBRAÇÕES (jun/2016; veja o conteúdo aqui)

PRÓXIMAS EDIÇÕES:

[#188] OS COZINHEIROS (ago/2016)
[#189] OS VIZINHOS (set/2016)
[#190] OS ALIENÍGENAS (out/2016)
[#191] OS DETETIVES (nov/2016)

INÉDITAS EM DISNEY ESPECIAL:
Apesar de majoritariamente republicar HQs, DISNEY ESPECIAL por vezes cedeu suas páginas para produções então inéditas. Confira a seguir todas elas:

#3: CÃES & GATOS (jan/1973): Quem Tem Medo de Assombrações?, de Saidenberg.
#3: CÃES & GATOS (jan/1973): Ri Melhor Quem Ri Primeiro, de Saidenberg & Lima.
#10: OS MILIONÁRIOS (fev/1974): O Segredo da Montanha Assombrada, de Chendi & Bottaro.
#10: OS ESCOTEIROS (abr/1974): Baile à Fantasia, de Chendi & Bottaro.
#14: OS ESPORTISTAS (dez/1974): A Fantástica Corrida de Barcos, de Barks.
#14: OS ESPORTISTAS (dez/1974): O Campeão, de Strobl.
#14: OS ESPORTISTAS (dez/1974): O Prêmio do Perdedor, de Strobl.
#14: OS ESPORTISTAS (dez/1974): Polo Aquático, de Bradbury.
#14: OS ESPORTISTAS (dez/1974): O Bom de Bola, de Bradbury.
#18: OS SOBRINHOS (ago/1975): Zé Carioca na Legião Estrangeira, de Canini.
#19: OS INVENTORES (out/1975): O Invento de Esquálidus, de Saidenberg & Moacir Soares.
#22: OS NAMORADOS (abr/1976): Os Amores-Perfeitos de Joaninha, de Carl Buettner.
#23: OS CAÇADORES (jun/1976): Dia de Pescaria, de Murry.
#24: OS ESPIÕES (ago/1976): O Diamante Azul, de Saidenberg & Canini.
#25: OS AUTOMOBILISTAS (out/1976): Férias Atribuladas, de Fallberg & Bradbury.
#26: NATAL (nov/1976): Operação Natal na Floresta, de Fallberg & Bradbury.
#26: NATAL (nov/1976): Almoço de Natal, de Bradbury.
#26: NATAL (nov/1976): A Árvore do Zé Grandão, de Bradbury.
#26: NATAL (nov/1976): O Urso Noel, de Connell & Hubbard.
#26: NATAL (nov/1976): Problemas de Natal, de Lockman & Hubbard.
#26: NATAL (nov/1976): Inverno Quente, de Hubbard.
#26: NATAL (nov/1976): O que É que Há com Seu Peru?, de Barks.
#26: NATAL (nov/1976): Presente em Cima da Hora, de Vicar.
#31: OS JORNALISTAS (ago/1977): Um Cão em Terra de Gato, de Saidenberg & Herrero.
#31: OS JORNALISTAS (ago/1977): Reportagens Furadas, de Saidenberg & Canini.
#31: OS JORNALISTAS (ago/1977): O Espião que Veio da Rua, de Andrade & Moacir Soares.
#34: OS POLICIAIS (jan/1978): O Espião que Entrou em uma Gelada, de Saidenberg & Miyaura.
#37: OS GIGANTES (jul/1978): A Fria dos Gafanhotos Gigantes, de Murry.
#45: AS CRIANÇAS (set/1979): A Torcida, de Herrero.
#46: OS FOTÓGRAFOS (nov/1979): Azares da Profissão, de Andrade.
#48: OS ARTISTAS (jan/1980): Esta É a História da Minha Vida, de Lostaffa.
#60: FÉRIAS (nov/1981): Um Turista do Barulho, de Barks.
#62: ALUNOS x PROFESSORES (jan/1982): Fome de Aprender, de Joost & Ginés.
#62: ALUNOS x PROFESSORES (jan/1982): William, o Professor da Chuva, de Nofziger & JD Studio.
#62: ALUNOS x PROFESSORES (jan/1982): Uma Grande Lição de... Judô, de Langhans & JD Studio.
#78: OS ATLETAS (mai/1984): Os Campeões de Patinação, de Barks.
#97: TV PATÓPOLIS (dez/1986): Era uma Vez uma Televisão, de Dester & Sørensen.
#100: HISTÓRIA E GLÓRIA DA DINASTIA PATO (mai/1987): A Quinta Mosqueteira, de Miyaura.
[#187:] OS CIENTISTAS (jul/2016): Prof. Pardal e o Nascimento do Lampadinha, de Russo & del Conte.
[#187:] OS CIENTISTAS (jul/2016): A Origem do Lampadinha, de Transgaard & Peinado (5 gags de 1 página cada).

JOGO DAS 7 DIFERENÇAS:


 





Por Edenilson Rodrigues.
Publicado originalmente em 9/jul/2016. Atualizado pela última vez em 18/jul/2016.
Fontes: Banco de Dados Planeta Gibi, Acervo Planeta Gibi, divulgação.



40 comentários:

  1. História inédita iuhuuuuu.

    ResponderExcluir
  2. Maffia porque continuar com esse péssimo Disney Especial com repetecos e uma ou outra história inedita? Eu acho que menos é mais... poderiam voltar com um almanaque disney lombada quadrada com umas 120 páginas de conteúdo inédito e parar de enganar os leitores com rererepublicações. Ou pelo menos sejam honestos como o Mauricio de Sousa em que no seus almanaques informa que ali só tem republicações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está Fabianando. Não vale. Rsrsrs...

      Excluir
    2. História inédita que fique nos mensais. Disney Especial tradicionalmente é para a republicação de melhores histórias, as quais tem de monte se for vasculhar nos arquivos da Abril.

      Excluir
  3. Esse Disney especial deveria ser paoel bom x formato maior, 80 páginas ( páginas pra não encarecer). Ai seria especial.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 80 páginas viraria almanaque, eu não comprava de maneira nenhuma.

      Excluir
  4. Como gostaria de ver esses desenhos em papel branco e formato maior, tenho um sentimento de desperdício em ver que tudo sai apenas em formatinho e papel jornal.

    ResponderExcluir
  5. Repeteco é ruim? O q é ruim pra um é bom pra outro! Se não fosse assim, não teria tanta gente reclamando pela volta dos tijoloes de 500 e 800 pgs. A Abril não está enganando ninguém, quase todo mundo sabe q o DE é de repetecos e quem não sabe tem o gibi aberto nas bancas para folhear ou os previews na internet pra consultar. A Abril não obriga ninguém a comprar. Eu tb não tenho muito interesse por repetecos, portanto, não compro tudo como se fosse obrigado, compro somente as edições q me interessam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente Jefferson, eu particularmente gosto muito de reprises bem antigos, talvez pela minha idade, enfim, gosto é gosto. Concordo com vc que compra quem quer e se tal iniciativa fosse um fracasso, a Abril não estaria já na 3ª edição fac símile do Manual dos Escoteiros Mirins e com previsão para relançamento dos outros manuais da época , sem falar nos tijolões (que eu adoro) que vc citou e que fizeram um tremendo sucesso e muitos pedem para voltar. Parabéns pelo comentário educado e ponderado.

      Excluir
  6. Eu tenho muito interesse em republicacoes desde que não sejam republicadas à exaustão. Desde que não seja apenas de um único artista a edição toda, pois cansa. Aliás, falta mix nos almanaques. Almanaque do Pato Donald é só pato do começo ao fim. Torna-se enjoativo. Agora, bom mesmo seria parar com esse fake Disney Especial e prosseguir com o mesmo tipo de revista, só que sem fazer o povo se iludir que se trata da volta do titulo que antes fez sucesso no passado. Essa edição do lampadinha, por exemplo, teria tudo para ser uma boa edição temática. E não deixa de ser. De fato, é mesmo. Mas pra quê colocar um titulo "Disney Especial"? Meio estranho. As publicações começam anunciando que são republicacoes e depois, de repente, elas mudam e começam a ter uma inédita e depois elas mudam e passam a incorporar sagas... tudo muito legal, porém, confuso. Deixa o leitor inseguro e irritado. Louvável o trabalho da editora, mas há métodos que não dá para entender muito bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí, Fabiano. A questão das republicações é que sai muita coisa igual num intervalo curto de tempo. Eu mesmo tenho na minha coleção diversas cópias de histórias. O Magneto Maravilhoso de Paul Murry, por exemplo, eu devo ter umas três ou quatro, em Almanaque Disney, em Aventuras Disney, em Novo Disney Especial - que foi lançado antes desse de agora - enfim, o legal seria republicar material mais antigo, que saiu só uma vez por aqui. É o caso de "O Espelho" aventura rara publicada uma única vez em Tio Patinhas 279. Na aventura, o ricaço e o Donald descobrem que a luz da lua refletida em um certo espelho abre um portal temporal que leva os dois para o século 18, onde se metem em muita confusão, claro, antes de conseguir voltar pra casa.

      Excluir
  7. Eu já prefiro esse formato (Disney Especial, Disney Big e Temáticos) do que os tijolões Jumbo e Mega, que não compro.

    É realmente questão de gosto.

    ResponderExcluir
  8. Repetecos devem ter sim e só compra quem quer, o que da raiva é ver histórias que foram publicadas a 5, 10 anos serem republicadas de novo em vez de histórias maravilhosas de 20, 30, 40 anos atrás sendo esquecidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é nessa tecla que eu bato, tem tanta coisa que eu não tenho, mas tem tanta história que eu já tenho 3, 4, 5 vezes... Exatamente pq muitas vezes as mesmas histórias são republicadas frequentemente, enquanto outras tem uma chance rara em um período de janela muito curto, ou nem isso, estão esquecidas faz 40 anos. Por essa que os scans eu não reclamo, a vinda deles pode ajustar um pouco isso.

      Excluir
  9. Vi hoje a revista do Disney Especial As Assombrações. Fiquei um tempão com ela na livraria. Mas acabei tendo que partir e deixa-la... coração partido. Está semana vou comprar. Gostei muito do que vi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu disse, repetecos pouco me interessam, mas o q não e tao bom pra mim... O único problema da Abril é q ela se tornou refém dos arquivos digitais, por isso tantas rerepublicacoes ou histórias recentes. Esse Disney Especial Assombrações tb caiu no meu gosto! Quanto ao capa dura das Olimpiadas, o q fiquei sabendo é q a Rio 2016 proibiu a Abril de fazer álbuns de figurinhas e edicoes especiais referente ao tema, pq a Disney não fez nenhum contrato commercial com o Comitê Olímpico Internacional. Assim como eles notificaram tb comerciantes, q eles estão proibidos de usar a palavra "olímpico" inclusive em faixas, nas suas lojas.

      Excluir
  10. Também Vi o Almanaque do Mickey. Chega a ser histórico. Mas agora compreendo os motivos de não terem colocado as histórias olímpicas num capa dura. E impressão gráfica infelizmente foi de tão ruim em umas dez páginas... Uma pena! Pra luxo, realmente, não Da certo.
    E vi outros almanaques e a do Ze Carioca. Esse tratamento com scan onde a pintura original é preservada ficou muito bom!!! Podia ser sempre assim.

    ResponderExcluir
  11. Eu acho que esse post, assim como os demais com disney especial, deveriam ser restritos ao pessoal de SP. Nunca vi ao vivo essas disney especial, e para mim são lendas, elas n existem. Pelo menos na capital da República das Bananas NUNCA chegaram (nem a edição 1) e nunca chegarão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sérgio
      Já vi as duas primeiras edições de DE em bancas de Brasília. Demoraram muito, mas chegaram!

      Excluir
    2. Que legal Jorge!!! ONDE??? QUANDO???

      Excluir
    3. Na rodoviária do plano piloto e no guará I, há alguns dias.

      Excluir
    4. Interessante, pq na cultura, tanto do park shopping quanto do iguatemi, bancas mais completas, n temos nada, nem na banca do terraço, que chega coisa q só

      Excluir
  12. #Eu já compro de TUDO QUE APARECE dos gibis da Disney,não ME INTERESSA se seja REPETECO OU NÃO. O motivo é que SOU COLECIONADOR e isso já basta.TENHO AS COLEÇÕES COMPLETAS DE PATO DONALD, MICKEY,TIO PATINHAS,ALMANAQUE DISNEY, e outros.Uma coisa que SINTO MUITO é sobre o DISTRIBUIDOR NOSSO que faz a distribuição,que é UMA VERGONHA! Ele é de LONDRINA-PR, e por aqui,muitos gibis CAPAS DURAS, não chegam,e a gente tem que comprar pelo MERCADO LIVRE, e arcar com um FRETE SUPER CARO.Minha reclamação é SOMENTE ISSO. Mas quanto a repetido ou não,NÃO ME INTERESSA....EU COMPRO TUDO, desde que TENHA NA BANCA DE MINHA CIDADE..É o que falta.Por Exemplo,ALMANAQUES DO ZÉ CARIOCA,ALMANAQUE DO TIO PATINHAS,ALMANAQUE DO PATO DONALD,faz somente................3 MESES QUE NÃO VEM AQUI. Isto é por INCAPACIDADE do DISTRIBUIDOR,que não manda pra cá. A Editora Abril devia tomar CIÊNCIA DISSO,porque tem muitos colecionadores que ficam sem o número desejado,e com isso ACABA PERDENDO a graça,o incentivo,a vontade de continuar a COLEÇÃO. No Paraná já fecharam 100 BANCAS DE REVISTAS,simplesmente por causa disso,MAL ENTREGA, MAL DISTRIBUIÇÃO, MAL ATENÇÃO A COMPRADORES, etc. Infelizmente........APENAS ISSO que tenho a RECLAMAR.
    OK?
    At.
    Kheronn
    S B Machado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom Kheronn. Concordo com você. Eu também sou colecionador e compro todas as revistas. Não tenho maiores reclamações quanto a qualidade das histórias, exceto as últimas publicadas nos almanaques, com qualidade de cor e reprodução questionáveis, alegando serem republicações com as mesmas paletas de cores da época de sua primeira publicação.

      Excluir
    2. Kheron, será q essa distribuidora regional não é a mesma q entregava na minha região? Eles pararam de trazer gibis pra cá (e mesmo quando traziamz só era alguns títulos. Nunca atenderam a minha solicitação de 'aproveitarem a viagem é trazerem todos os títulos q eu colecionava' - q não são todos). Agora tenho q comprar tudo pela internet!

      Excluir
    3. Ah sim, falo da Ler distribuidora, e moro vizinho de Umuarama.

      Excluir
    4. Coleção completa de Pato Donald e Mickey não é pra qualquer mortal, aí eu dei valor!
      Aqui em Curitiba é a mesma desgraça: passei anos comprando gibis numa banca num hipermercado perto de casa, que é a única num raio de 1,5Km, e de umas semanas pra cá chego lá e não encontro nada. A dona disse que a distribuidora simplesmente deixou de mandar. >( Ódio morrtal!!!

      Excluir
  13. Pq não é todas revistas que a gente acha nas Bancas? É distribuição setorizada...?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depende de onde você mora. Aqui sempre chega tudo, mas de uns tempos pra cá tem uma banca que ficava no interior de um shopping na área central, que acabou se mudando para a rua ao lado. Essa banca não estava pegando mais quadrinhos mensais da Disney. O que tinha lá era apenas edições de encalhe. Uma vez fui perguntar pro homem que estava atendendo e ele simplesmente disse que as revistas não chegavam mais porque não lhe mandavam mais, ele foi muito grosso comigo. Uma vez já tinha soltado uma indireta, conversando com um amigo, que não gostava de clientes boiola. Deixei passar, pois nada indicava que era por minha causa que ele estava falando aquilo. Mas sua estupidez de agora realmente me tirou o tesão. Nunca mais comprei nada lá. Fica ele ou uma senhora (acho que é esposa dele) ou uma outra mulher. Apenas a senhora é educada. Mas ela quase não fica mais lá. Os outros dois parece que vão te bater. Achei muito suspeito não ter lançamentos Disney lá. Sempre teve Mas de uns quatro meses pra cá, não chega mais.

      Excluir
  14. As capas da coleção Disney Especial estão fazendo uma ótima homenagem as edições passadas, continue assim Abril!

    (Quem curti Disney entre outras HQS etc, esses são ótimos Youtubers, vale a pena inscrever-se, é raro ver canais comentado sobre este assunto:

    Canal Brincadoteka

    Canal Achados e Perdidos HQs)

    ResponderExcluir
  15. Enquanto isso na Itália... Edição 3164 de Topolino: rapidamente, só os destaques das hqs que poderão (ou pelo menos deveriam) sair por aqui em breve:

    Terror na Estrada - Segunda hq de retorno da série Mickey X. Quem já leu o livro ou viu o filme "Cristine, o Carro Assassino" vai se lembrar da história se ler essa boa aventura de Mickey e Pateta-Lobo às voltas com um carro-vivo que ataca outros veículos. Muito boa história! Não sei se vai vir pra cá, mas deveria, de preferência no próximo mês!

    Star Tranko - A Armadilha - Terceiro episódio da volta da série que homenageia Star Trek. Muito boa história também. Espero que esses novos episódios não demorem pra vir pra cá.

    Manual do Super Herói - Realidade Alternativa - essa pequena hq me surpreendeu pela qualidade e originalidade do enredo. É estrelada pela Vingadora Romântica, versão heroína da Brigite, que se vê em realidades alternativas em que os personagens da família pato aparecem trocando de lugar. Tem o Tio Patinhas fazendo as vezes de Urtigão, por exemplo. Outra boa pedida pras nossas revistas.

    Quanto ao nosso Disney Especial, vem sendo feito um bom trabalho. As revistas são bonitas e algumas histórias mais antigas vem sendo publicadas. Só incomoda um pouco a repetição de hqs que já tinham saído em três ou quatro outros tipos de gibis recentemente. Eu como colecionador, preferia um pouco mais de ineditismo equilibrando com o resgate de histórias mais raras.

    ResponderExcluir
  16. Fábio no Caldeira: A maioria dos donos de Bancas,são sem educação e não sabem dar informação nenhuma,sem interesse pelo assunto...Só querem vender, pronto e acabou.

    ResponderExcluir
  17. Faltou o Lampadinha na capa da edição comemorativa do próprio aniversário.

    ResponderExcluir
  18. Realmente Marcos,foi a primeira coisa que notei: esse Disney Especial celebra 60 anos do Lampadinha e ele nem mereceu um lugarzinho na capa... não precisava nem ser em primeiro plano mas num cantinho ja estava bom....

    ResponderExcluir
  19. Olá, meus caros.
    Uma curiosidade em torno desse debate sobre as publicações de materiais antigos e/ou novos que recheiam as edições de Disney Especial e outras publicações Disney/Abril é que ninguém parece se importar com a qualidade das encadernações dessas revistas, pois, comparada com algumas edições antigas do próprio Disney Especial, elas são sofríveis: passado algum tempo, elas ficam ressecadas, as páginas ficam enrugadas, e se você abrir o "gibi" um pouco mais, as páginas descolam. Parece que as páginas são coladas às pressas, com cola feita de trigo. E é assim em todas as edições. Lembro que rodei as bancas de São Paulo para achar uma edição que realmente estivesse um pouco melhor daquele especial do João Bafo de Onça, pois todos que eu escolhia, estavam por demais ressecados e com as páginas finais descolando. Possuo alguns exemplares de Disney Especial dos anos 1970 e 1980 e as edições ainda estão intactas, com as páginas folheadas livremente e com a encadernação firme. Se alguém puder um dia ver o Disney Big publicado na Itália, e que em algumas bancas de São Paulo aparece às vezes, poderá ver que as edições de 500 páginas têm uma encadernação excelente, com papel de excelente gramatura (branco fosco, que faz as cores "saltarem" das páginas) e o resultado final está muito distante daqueles que vemos e temos noa quadrinhos Disney publicados pela Editora Abril. Algumas edições de Jumbo, Big e Mega, e também dos almanaques, mais antigas, por exemplo, dá até medo de abrir e ler/reler, pois parecem travadas por uma prensa, e se você forçar a abertura para a leitura, parecem que tais páginas vão "explodir". A Editora Abril é sinal de qualidade e respeito, e acompanho suas publicações desde o final dos anos 1970, quando ainda era criança e me refestelava e, por que não, me alfabetizava também lendo histórias inesquecíveis do mundo Disney. É uma pena que, nos dias de hoje, pelo menos nas edições mais encorpadas dos quadrinhos Disney, esse problema com a encadernação e com o papel ainda permanece e, ao meu ver, sem uma solução imediata. Vida longa à Abril, pois, apesar dessas intempéries, ela consegue nos transportar para aqueles momentos de nostalgia e alegria de tempos idos e saudosos.
    Um grande abraço,
    Odair Moreira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Odair, este problema já é antigo. Tenho três edições de Especial do Mês, publicadas em 1999, e possuem o mesmo problema de páginas enrugadas e péssima encadernação.
      Uma lástima a Abril ainda não ter corrigido isso.

      Excluir
    2. As do final dos anos 90 são as piores. Por isso que esse padrão de 2010 eu acho ótimo.

      Excluir
  20. Olá, meus caros.
    Uma curiosidade em torno desse debate sobre as publicações de materiais antigos e/ou novos que recheiam as edições de Disney Especial e outras publicações Disney/Abril é que ninguém parece se importar com a qualidade das encadernações dessas revistas, pois, comparada com algumas edições antigas do próprio Disney Especial, elas são sofríveis: passado algum tempo, elas ficam ressecadas, as páginas ficam enrugadas, e se você abrir o "gibi" um pouco mais, as páginas descolam. Parece que as páginas são coladas às pressas, com cola feita de trigo. E é assim em todas as edições. Lembro que rodei as bancas de São Paulo para achar uma edição que realmente estivesse um pouco melhor daquele especial do João Bafo de Onça, pois todos que eu escolhia, estavam por demais ressecados e com as páginas finais descolando. Possuo alguns exemplares de Disney Especial dos anos 1970 e 1980 e as edições ainda estão intactas, com as páginas folheadas livremente e com a encadernação firme. Se alguém puder um dia ver o Disney Big publicado na Itália, e que em algumas bancas de São Paulo aparece às vezes, poderá ver que as edições de 500 páginas têm uma encadernação excelente, com papel de excelente gramatura (branco fosco, que faz as cores "saltarem" das páginas) e o resultado final está muito distante daqueles que vemos e temos noa quadrinhos Disney publicados pela Editora Abril. Algumas edições de Jumbo, Big e Mega, e também dos almanaques, mais antigas, por exemplo, dá até medo de abrir e ler/reler, pois parecem travadas por uma prensa, e se você forçar a abertura para a leitura, parecem que tais páginas vão "explodir". A Editora Abril é sinal de qualidade e respeito, e acompanho suas publicações desde o final dos anos 1970, quando ainda era criança e me refestelava e, por que não, me alfabetizava também lendo histórias inesquecíveis do mundo Disney. É uma pena que, nos dias de hoje, pelo menos nas edições mais encorpadas dos quadrinhos Disney, esse problema com a encadernação e com o papel ainda permanece e, ao meu ver, sem uma solução imediata. Vida longa à Abril, pois, apesar dessas intempéries, ela consegue nos transportar para aqueles momentos de nostalgia e alegria de tempos idos e saudosos.
    Um grande abraço,
    Odair Moreira.

    ResponderExcluir
  21. Odair
    Muita gente se importa e reclama há muito tempo da péssima encadernação da editora abril, que acontece com todas as publicações em quadrinhos com lombada quadrada, inclusive os almanaques!
    Nunca sequer deram explicação para isto!
    Eu, particularmente, acho inadmissivel que a maior editora da américa latina nos venda um material tão porco, e nunca teve capacidade para corrigir um problema crônico que não se vê em outras editoras menores!

    ResponderExcluir
  22. Eu não compro os almanaques por causa desse problema.

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos.
• Incluam ofensas e palavrões;

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.