' '

24 de jun de 2016

ZÉ CARIOCA de julho,

...como não poderia deixar de ser, está envolto por aquele evento que vai ocorrer no Rio de Janeiro em agosto e cujo vocábulo é um substantivo feminino de origem grega que teve seu primeiro registro em língua portuguesa em 1561. 

Surpresa (muito bem-vinda) é uma HQ de Sir Lock Holmes. Produção americana de Cal Howard e Jaime Diaz Studio, foi publicada pela primeira vez no mundo em PATO DONALD #1476 (fev/1980). Em seguida, chegou a sair em alguns outros países e nunca mais havia sido republicada em lugar nenhum, servindo como exemplo do resgate de raridades que a Abril iniciou há pouco no gibi do Zé e nos almanaques. 

Veja aqui as capas e prévias dos demais gibis mensais Disney de julho (e junho).




ZÉ CARIOCA #2422
Publicação mensal, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas cor, lombada canoa, capa couché, R$ 4,50, distribuição nacional. Edição #1308. Lançamento dia 5/jul.
Capa originalmente publicada em ZC #1950 (jul/1992), por Euclides Miyaura. Recolorida por Donizete Amorin.


  

  



Por Edenilson Rodrigues. 
Fontes: Acervo Planeta Gibi, Banco de Dados Planeta Gibi.
Publicado originalmente em 24/jun/2016.



21 comentários:

  1. Olha só, meu comentário saiu no Gibi. Sou o Jonas Eduardo. Interessante essa iniciativa de dar um gibi a melhor mensagem, parabéns Maffia.

    ResponderExcluir
  2. É impressão ou as cores originais foram mantidas? Diversidade é outro fator que chama a atenção, se continuar assim volto a comprar o gibi do Zé.

    ResponderExcluir
  3. Sim, as cores estão sendo mantidas agora.

    ResponderExcluir
  4. Para o Maffia : será que não haveria a possibilidade da Mega voltar nem que seja semestral ? Sinto falta das histórias maiores, coisa que a atual Especial não comporta e a Big não tão bem...

    ResponderExcluir
  5. Olá. Gostaria de saber se há algum projeto de um especial de capa-dura com o Morcego Vermelho- as ótimas histórias dos anos 70 - ou do Peninha e seus alter-egos...é um personagem carismático com ótimas histórias, que assim como o Zé Carioca mereceria uma Capa Dura.

    ResponderExcluir
  6. Estou desanimando com o Disney Especial que só vem com histórias curas e o preço é o mesmo do Big e com menos páginas. O núcleo Pato Donald/Mickey, já tá ficando cansativo.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Não só a cor esta mantida como as letras. Isso está me cheirando a scan(ao invés de usar os fotolitos originais)... O que vcs acham?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São scans. Já foi dito. Não há esses originais disponíveis.

      Abs.

      Edenilson

      Excluir
  10. Isso aí me parece economia com o Estúdio Lua Azul.

    ResponderExcluir
  11. Outra pro Maffia ; haveria a possibilidade de estudar o fim de lombada quadrada nos almanaques, tendo em vista a péssima encadernação dos mesmos ? Comprei o do Mickey esse mês e além da encadernação das pgs estar péssimo, a capa também está horrivel,com a borda enrrugada, revista estalando, páginas em direção ao miolo em enrugadas, assim penso que grampo seria melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penso o mesmo. Após muitas reclamações a respeito a editora não melhora a encadernação. E não vejo o mesmo problema em qualquer outra editora. É vergonhoso para a maior editora da América Latina!!!

      Excluir
  12. Não acho de todo o mal a técnica atual de Scan da Abril. Ela da um ar saudosista. Parece que estamos comprando uma revista antiga num sebo mas novinha, saída da gráfica. Porém não acredito que utilizam agora esse método pela ausência de arquivos da época(sejam eles filme, originais ou digital), mesmo pq a até esses meses atras, esse subterfúgio não era usado nas republicações. Creio que o "desenvolvimento"dessa técnica no "ressuscitar"do Manual do Escoteiro Mirim, abriu os olhos da editora para o uso corrente do scan nas revistas de republicações pelo seu provável baixo custo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maffia explicou na palestra no Festival GdQ: a Abril precisou melhorar a técnica de scans (por motivos que não vêm ao caso aqui; nada a ver com gibis) e decidiram testá-la nos quadrinhos, sobretudo para recuperar a custo aceitável raridades que, sem ela, continuariam no limbo.

      Abs.

      Edenilson

      Excluir
    2. Penso que é melhor que ficar só nos arquivos digitais.

      Excluir
  13. Na revista do Donald de Junho - "O Mestre Churrasqueiro" - tem uma história Que menciona o Donald trabalhando na Fábrica de Margarina. Eu adoro essas histórias pois esse trabalho é a cara do Donald. Muito obrigado, Sr. Maffia, pela publicação dessa história.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Falta criatividade nas capas também. Terceira vez que essa capa sai.

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.