' '

25 de mai de 2016

Todas as HQs do DISNEY DE LUXO ESCOTEIROS MIRINS

Até o final desta semana a Editora Abril lança DISNEY DE LUXO ESCOTEIROS MIRINS, com 28 HQs de Carl Barks, incluindo a primeira delas, publicada há 65 anos, e uma produção de Don Rosa que mostra como os patinhos entraram para a equipe. 

O lançamento coincide com a reedição do Manual do Escoteiro Mirim, cujo fac-símile começa a ser vendido no dia 27. 

Veja a seguir números, prévias de todas as histórias e algo mais.






[DISNEY DE LUXO #12] ESCOTEIROS MIRINS
Publicação avulsa, formato 15,6 x 23 cm, 384+4 páginas cor, lombada quadrada, capa dura, miolo couché, R$ 59,90, distribuição na Grande São Paulo, Brasília, todas as capitais e livrarias. Lançamento dia 27/mai. Nota: a Editora Abril não identifica oficialmente os encadernados capa dura sob um título de coleção, tampouco os numera sequencialmente. O título e a numeração atribuídos pelo Planeta Gibi têm finalidade meramente referencialVeja aqui muito mais sobre os volumes de DISNEY DE LUXO para 2016 (e ideias do editor para o futuro).

O ESPECIAL EM NÚMEROS:

• 29 histórias com os Escoteiros Mirins estão nesse especial DISNEY DE LUXO.


• 26 delas saíram em O MELHOR DA DISNEY (2004-8), em volumes diversos.

• 1 história foi inteiramente criada por Don Rosa e mostra como os sobrinhos de Donald se tornaram escoteiros.


• As 28 restantes têm roteiro de Carl Barks, que criou os Escoteiros Mirins há 65 anos.

• 20 foram redesenhadas por Daan Jippes. Elas foram originalmente desenhadas por outros artistas (que não Barks) e publicadas no gibi americano dos patinhos.

• 2 desses remakes não saíram em OMD (A Casa de Chá do Dragão Feliz, TIO PATINHAS #553, e Uma Baleia Abala Muita Gente, TP #554, ambas as edições de 2011).

• 1 desses remakes, O Dragão do Lago Menor, já havia sido redesenhado pelo mestre italiano Giovan Battista Carpi. Publicada em 1992, tal versão permanece inédita no Brasil.

• 2 das HQs com apenas roteiro de Barks, O Verdadeiro Herói e A Grande A.R.C.A. dos Escoteiros Mirins, aparecem aqui em suas versões originais, desenhadas por Kay Wright. Jippes também produziu remakes delas, que permanecem inéditos no Brasil.

• Zero: nenhuma dessas HQs saiu ainda nos EUA na coleção em que a Fantagraphics vem publicando a obra completa e restaurada de Barks e que será replicada aqui pela Editora Abril a partir do segundo semestre. A editora americana já lançou 10 volumes da coleção, ao ritmo de dois por ano.


• Como registrado na capa, esse especial faz um recorte do que o editor considerou ser o melhor do artista com os Escoteiros Mirins. 

• Também aqui está O Desafio das Bandeirantes, a estreia do equivalente feminino aos Escoteiros que Barks reuniu em 1955. Lalá, Lelé e Lili, as sobrinhas da Margarida, integram a equipe.

O ESPECIAL EM IMAGENS:

  

  

  

  

  

  

  

  

 

 

 

 

 

  

 

 



TAMBÉM CHEGANDO...

Manual do Escoteiro Mirim
Formato 13 x 19,5 cm, 264 páginas, capa dura, miolo offset, R$ 39,90. Lançamento em 27/mai/2016.

• Reprodução na íntegra, restaurada, da edição original lançada pela Editora Abril em 1971. Leia mais aqui sobre os Manuais Disney e demais manuais.

• Depois da repercussão monstro que teve o anúncio da reedição dManual do Escoteiro Mirim (Maffia disse que houve mais de 4 milhões de visualizações no Facebook), a redação se debruçou sobre o original de 1971 e começaram os questionamentos: lançamos um fac-símile ou atualizamos a obra, adaptando-a para o politicamente correto, para a ortografia atual, para os conhecimentos de hoje? E a decisão foi: vamos lançar um fac-símile, o mais fiel possível ao original. Afinal, foi a expectativa de ser um fac-símile que levou à repercussão.

• A editora suprimiu duas referências a bebidas alcoólicas em receitas mostradas no livro em obediência ao Estatuto da Criança e do Adolescente (lei 8069/1990). Há notas de rodapé alertando das alterações. 

• Abaixo, modelo do exemplar restaurado, páginas do miolo em fase de restauração, fotos do exemplar original utilizado no processo e de Dinei Balieiro, da Abril, tratando imagens (fotos: Editora Abril). 



 

 

 

O gif do Planeta Gibi mostra a transformação da capa do exemplar original utilizado no processo de restauração para a imagem final, a cargo de Fábio Figueiredo.




O relançamento histórico mereceu a capa da Ilustrada do dia 14/mai/2016, além de um divertido vídeo na TV Folha onde o jornalista testa alguns truques e dicas ensinados pelo livro.


O convite da Abril: "Venha prestigiar o lançamento oficial do Manual do Escoteiro Mirim e do encadernado das melhores histórias em quadrinhos dos Escoteiros, com a participação dos editores da Abril, que estarão presentes para um bate-papo com os leitores. Sexta-feira, dia 3 de junho, às 20h, na Livraria da Vila, Shopping JK Iguatemi. Endereço: Av. Juscelino Kubitschek, 2041, no bairro do Itaim Bibi. Fácil acesso pela estação Vila Olímpia da CPTM (linha 9 Esmeralda)".


Por Edenilson Rodrigues.
Fontes: Banco de Dados Planeta Gibi, Acervo Planeta Gibi, divulgação.
Publicado originalmente em 25/mai/2016.



5 comentários:

  1. Tem muitas histórias excelentes aqui. Me lembro sempre com carinho do "Desafio das Bandeirantes", em que os escoteiros criam a genial ponte "Salve-se Quem Puder". Acho que essa e outras influenciaram na profissão que escolhi. Obviamente, já comprei o meu exemplar.

    ResponderExcluir
  2. Kay Wright ninguém merece rs. Deveriam ter publicado o remake inédito do Jippes... Ainda mais pq os traços dele imitam o do Barks. Mas enfim, uma boa edição.

    ResponderExcluir
  3. Espero que a Abril dê mais espaço para autores clássicos como está fazendo com Carl Barks. Gosto tanto desse material que geralmente compro dois exemplares de cada edição. Don Rosa, Jippes entre outros merecem coletâneas no mesmo formato. Insisto novamente em especiais com mais HQs brasileiras dos anos 70 e 80. Uma coletânea do Peninha seria imperdível. Existe uma infinidades de aventuras dos Metralhas que são memoráveis, etc. O especial dos Escoteiros tá excelente e seria uma edição definitiva se tivessem sido incluído as aventuras do Don Rosa explicando a origem do Manual dos Escoteiros, mais os os remakes inéditos do Jippes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que os Escoteiros podem até ter um segundo volume. Vejamos: há a HQ de Don Rosa, os remakes citados no texto e........ o plano da obra de Carl Barks da Fantagraphics NÃO inclui as HQs que não tenham sido desenhadas por ele. Portanto...

      Abs.

      Edenilson

      Excluir
    2. Realmente, um volume dois seria excelente!

      Excluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos.
• Incluam ofensas e palavrões;

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.