' '

11 de abr de 2016

JBC promete AKIRA para este ano

Depois de ter sido anunciado para dezembro passado, a JBC divulgou no sábado 9 que AKIRA sairá ainda em 2016. E acrescentou: o mangá será em preto e branco, no formato 17 x 24 cm e com leitura no sentido oriental (pela Globo, entre 1990-8, a obra saiu em formato americano, sentido ocidental e colorido). 

No mesmo evento, a editora informou ainda o relançamento de FULLMETAL ALCHEMIST em edição especial, no mesmo formato que YU YU HAKUSHO.

AKIRA NO RELEASE DE ABR/2015 DA JBC

O mangá foi lançado no Japão em dezembro de 1982, tendo saído no Brasil no início da década de 1990 em versão colorida e acabou sendo um marco para os quadrinhos no país. Com o passar dos anos e a popularização da cultura pop japonesa por aqui, o título começou a ser mais e mais procurado, porém já não era tão fácil conseguir todas as edições da antiga versão brasileira. 

O título recebeu um longa-metragem em 1988, o que impulsionou ainda mais a sua popularidade. Esse longa chegou a ser lançado em DVD pelas terras brazucas e, recentemente, também foi comercializada sua versão em blu-ray. 

Apesar de uma animação de uma qualidade extremamente alta e um enredo que acompanha a história do mangá, é impossível adaptar um mangá de mais de 1500 paginas em um longa de duas horas, portanto há muita coisa diferente no quadrinho. 

Em uma pós-apocalíptica Neo-Tokyo de 2030, uma enorme metrópole erguida sobre as cinzas de uma Tokyo destruída por uma explosão de origem desconhecida e que deu o início para a 3ª Guerra Mundial. As vidas de dois amigos adolescentes, Tetsuo e Kaneda, mudam para sempre depois que as habilidades sobrenaturais de Tetsuo começam a despertar. Com isso, ele passa a ser alvo de uma obscura operação governamental que fará de tudo para evitar outra catástrofe na cidade e a essência da motivação desse grupo é o medo: medo de alguém, ou de alguma coisa, de um poder monstruoso, conhecido apenas como "Akira".


AKIRA PELA EDITORA GLOBO

A incensada obra de Katsuhiro Otomo começou a ser publicada originalmente no Brasil pela Editora Globo em dez/1990 em edições mensais. 

A cada 6 números, a Globo encadernava os encalhes — houve 5 volumes assim. 

Até que em out/1993 o título simplesmente desapareceu das bancas. 

A edição #34 só sairia mais de 4 anos (quatro anos, isso mesmo) depois. 

E a obra seria concluída por aqui no #38, em mar/1998, com tiragem baixíssima — daí a dificuldade dos colecionadores de obterem esses últimos números.


TODAS AS CAPAS DOS ENCADERNADOS DA GLOBO
mais a capa da edição derradeira

  

  


Por Edenilson Rodrigues
Publicado originalmente em 11/abr/2016.
Fontes: Banco de Dados Planeta Gibi, Acervo Planeta Gibi, press releases.



6 comentários:

  1. oi, tenho alguns hq´s doa x-men e wolverine equeria saber se vcs conhecem alguns site ou alguem que colecione.

    ResponderExcluir
  2. JBC atualmente anda melhor que a Panini(Na panini só cuto One Piece e o novo One Punch Man..já na JBC é uma cassetada!! :o )? xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ta sabendo pouco emm Panini ta lotada de titulos bons eu só não curto a JBC pq a qualidade é meio baixa =/

      Excluir
  3. Olá Edenilson, boa noite.

    Acaso você já viu as 06 edições da Kodansha Comics vendidas em grandes livrarias?

    Acredito que elas compilam a série inteira e como a JBC disse ter contratempos com
    a aprovação de capas pelos japonese, estou imaginando que a série pode muito bem ser publicada em 12 edições.

    No campo das suposições te pergunto, o que você acha mais provável que aconteça?

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, não tenho ideia. Ser velho tem lá suas vantagens: comprei meus AKIRA em banca, quando a Globo lançou. Tenho até um volume encadernado #6 fake que parece de verdade.

      Toda novidade que a JBC divulgar a respeito nós postaremos aqui.

      Abs.

      Edenilson

      Excluir
  4. Olá Edenilson, nesse caso a velhice nem foi vantagem e sim ser privilegiado pela distribuição, companheiro!

    Eu só fui folhear um quadrinho do AKIRA, quando retomado pela Globo. Em uma das primeiras comicshops aqui do Rio.

    Só conheço a história parcialmente por ter assistido a animação no cinema.

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.