' '

26 de abr de 2016

Escoteiros Mirins: capas, preços e info do Manual e da edição de luxo

O aguardadíssimo fac-símile do Manual do Escoteiro Mirim tem aqui seu preço e detalhes divulgados. A obra reproduz fielmente o livro que a Editora Abril lançou em 1971 e iniciou a febre dos Manuais Disney. 

Veja também a belíssima capa e detalhes do DISNEY DE LUXO que compila as HQs que Carl Barks (e Daan Jippes, e Don Rosa...) produziram com os meninos. 

Ambos saem juntos, no final de maio.





DISNEY DE LUXO #12
ESCOTEIROS MIRINS
Formato 15,6 x 23 cm (medidas do miolo), 384+4 páginas cor, lombada quadrada, capa dura com reserva de verniz e hot stamping, miolo couché, R$ 59,90. Lançamento em 25/mai/2016.

• A ilustração de capa, do alemão Ulrich Schröder, estampou antes LES PLUS BELLES HISTORIES DES CASTOR JUNIORS, um especial capa dura com HQs de Carl Barks lançado na França em 2011. 

• O volume compila HQs dos Escoteiros Mirins de Carl Barks, inclusive aquelas desenhadas por Dan Jippes, atualmente seu maior seguidor. 

• Além das HQs de Barks, haverá uma única HQ não-Barks, fechando a edição: Q.U.A.N.T.A.S.I.G.L.A., de Don Rosa. Nela, Donald lembra como seus sobrinhos se tornaram escoteiros. 

• No mesmo dia, a Abril relança uma cópia fiel da primeiríssima edição do Manual do Escoteiro Mirim (detalhes a seguir). 

• A Editora Abril não identifica oficialmente os encadernados capa dura sob um título de coleção, tampouco os numera sequencialmente. O título e a numeração atribuídos pelo Planeta Gibi têm finalidade meramente referencial

Leia aqui muito mais sobre os volumes de DISNEY DE LUXO que a Abril lança neste ano. 

 

 




Manual do Escoteiro Mirim
Formato 13 x 19,5 cm, 264 páginas, capa dura, miolo offset, R$ 39,90. Lançamento em 25/mai/2016.

• Reprodução na íntegra, restaurada, da edição original lançada pela Editora Abril em 1971. Leia mais aqui sobre os Manuais Disney e demais manuais.

• Depois da repercussão monstro que teve o anúncio da reedição do Manual do Escoteiro Mirim (Maffia disse que houve mais de 4 milhões de visualizações no Facebook), a redação se debruçou sobre o original de 1971 e começaram os questionamentos: lançamos um fac-símile ou atualizamos a obra, adaptando-a para o politicamente correto, para a ortografia atual, para os conhecimentos de hoje? E a decisão foi: vamos lançar um fac-símile, o mais fiel possível ao original. Afinal, foi a expectativa de ser um fac-símile que levou à repercussão.

• Abaixo, modelo do exemplar restaurado, páginas do miolo em fase de restauração, fotos do exemplar original utilizado no processo e de Dinei Balieiro, da Abril, tratando imagens (fotos: Editora Abril). 




 

 

 

O gif do Planeta Gibi mostra a transformação da capa do exemplar original utilizado no processo de restauração para a imagem final, a cargo de Fábio Figueiredo.


Por Edenilson Rodrigues.
Fontes: Acervo Planeta Gibi, Banco de Dados Planeta Gibi, divulgação Editora Abril.
Publicado originalmente em 26/abr/2016.





24 comentários:

  1. Porque não lançar um pacote mais barato com os dois juntos? Seria ótimo para alavancar as vendas do Disney de luxo!

    ResponderExcluir
  2. Muito linda essa capa dura Disney uma das mas belaa que já vi vão ser 10 volume que vou compra dinovo todos os capa duras lancandos até hoje tenho dez exemplares de cada quero vê a capa do pato Donald por Carl barsk ser for linda como essa vou quebra de vez.

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Tb achei... Muita gente vai desistir quando ver o preço. Outra coisa, vista a repercussão, espero q a Abril esteja preparada para imprimir uma nova tiragem para o caso da primeira se esgotar. Pq a Abril é problema, quem consegue comprar enquanto está nas bancas ou nas limitadíssimas livrarias, sorte. Quem não consegue, q pague o dobro no ML (ou não)!

      Excluir
  4. Eu não vou comprar esse Disney de Luxo dos Escoteiros Mirins, já que pretendo comprar a nova coleção do Carl Barks, mas que capa bonita! O Manual eu também passo, já que nunca gostei desses manuais.

    ResponderExcluir
  5. Bruno, realmente. Não faz sentido lançarem todas as HQs dos escoteiros de Barks agora se logo vão republicar (por tema, por personagens) em Carl Barks Library, q já disseram q será completa. Mas td bem, o importante é q venda. Quanto à capa não gostei.. A ilustração é bonita, mas as cores de fundo... Esse azul antiquado mesclado com o verde... Parece os trabalhos de classe q eu fazia anos atrás no curso de design gráfico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ilustração ficou tão bonita que nem me atentei ao fundo um tanto estranho hahaha

      Excluir
  6. Pessoal, vcs estāo equivocados por acharem que "logo vai ser republicado" A coleçāo The Carl Barks Library da Fantagraphics que a Abril vai publicar por aqui, é composta de 30 volumes SEMESTRAIS!!! Lá nis States começou em 2011 e até agora só foram lançados 10 volumes, 8 Donalds e 2 Patinhas, ou seja faltam ainda 20 volumes ou DEZ ANOS até a coleçāo terminar por lá, isso se a Fantagraphics nao falir antes, porque recentemente quase quebrou!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão Luciano, me esqueci desse detalhe... Vai ser uma coleção de longo prazo como Peanuts completo da mesma Fantagraphics. Espero q a editora americana nao va a falencia e consiga completar Carl Barks por lá, senão, será um desastre. Provavelmente nunca se completará por aqui, a não ser q a Abril arregasse as mangas e conclua a coleção criando por si mesma, as próximas edições com as HQs faltantes. Aliás, se a Abril pegar essas edições já lançadas por lá e publicar três por ano aqui, terminará junto com a Fantagraphics.

      Excluir
    2. Sim, mas eu não pretendo gastar 60 reais com histórias que já podem começar a ser republicadas ano que vem. Mesmo motivo porque não comprei Contos de Natal do Barks. Fora que a Abril está apenas usando como base a coleção da Fantagraphics mas não creio que caso a editora cancele a coleção lá fora, a Abril faça o mesmo aqui. Afinal, sabemos que Barks tem muiitoos fãs no Brasil, dispostos a comprar até mais que 3 volumes seus em Capa Dura por ano. Fico curiosos só para saber se a Abril tem planos de acelerar o lançamento aqui no Brasil para que a coleção se complete em, talvez, uns 7 anos.

      Excluir
    3. Bruno, pelo q sei, a editora Abril não está apenas usando a coleção da Fantagraphics como base, mas vai ser a própria q ela vai republicar aqui (o Planeta Gibi deve saber melhor). Lá nos EUA são duas edições por ano. Se a Abril lançar três por ano aqui, levará dez anos, terminando junto com a da editora norte-americana.

      Excluir
    4. Não me parece que a Fanta tenha chances de ir à falência agora, a editora se deu bem com a republicação integral de Peanuts.

      Agora, ela está interessada apenas em publicar o material AUTORAL do Barks, ou seja, o que ele escreveu e desenhou. Essas histórias dos Escoteiros, que não foi ele a desenhar, a editora ainda não manifestou qualquer interesse em republicar, então SE (e é um grande se!) o fizer será após republicar todo o resto, daqui a dez anos...

      Eu aconselho quem não tem a comprar!

      Excluir
  7. Essa dos Escoteiros, apesar de ja ter na coleção do Carl Barks é cofre por ser temática. Menos mal que nào terei que gastar dinheiro com a manual pois tenho o da época e uma reedição dos anos 80.

    ResponderExcluir
  8. Olá Edenilson, bom dia.
    Vou pedir sua licença para comentar sobre outro assunto, que não esse do tópico.

    É possível você perguntar ao Figa, sobre a real possibilidade da Abril voltar a investir no seguimento de quadrinhos de heróis, publicando no Brasil a Coleção La Espada Salvaje de Conan?

    Acredito que excetuando Tio Patinhas ou Pato Donald, ESC foi a série em quadrinhos que mais vendeu pela editora. Através do trabalho editoral deles a popularização tornou o personagem tão forte que o fez sobreviver a vários planos econômicos, inclusive o Collor.

    No que diz respeito a adaptação, eles já tem boa parte do material traduzido. Imagino ser mais fácil revisar e completar o que falta, do que partir do zero, como teriam que fazer outras editoras. A Coleção já está toda montada, cabendo ao processo de letreamento a parte mais trabalhosa.

    E optando, por exemplo, pelo formato capa cartão c/ miolo offset, (reduzindo o custo final para o leitor) somados a distribuição nacional e eficiente do Grupo Abril, o potencial de abrangência, imagino que seria muito grande. Mostrando-se um investimento bastante rentável. Ainda mais se considerarmos a possibilidade de assinatura, visto ser uma coleção fechada.

    É isso, agradeço sua atenção, desde já.

    Grande abraço e mais uma coisa, já pede desculpa ao Figa, se de alguma forma em minha ingenuidade de colecionador, minimizei o trabalho ou de forma pretensiosa me julguei capaz de dizer como procede-lo.

    VAM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Resposta do editor:

      Obrigado ao leitor que escreveu.

      A ideia é interessante, mas a Abril não tem os direitos autorais para reeditar esse material de Conan e não pretende readquiri-los.

      Espero que algum outro editor posso realizar esse sonho do caro leitor.

      Abraços,

      Figa

      Excluir
    2. Só complementando a resposta do Figa. A editora Abril não tem mais os direitos de reimpressão, mas isso pq os direitos de Conan no Brasil agora são da ed. Mythos, certo?

      Excluir
    3. Obrigado pelo rápido feedback Figa,

      Saciar a curiosidade por saber se haveria algum interesse por parte da Abril em adquirir os direitos da nova coleção de ESC era o que me afligia.

      Acredito então, que cada vez mais a Abril irá se concentrar nos novíssimos lançamentos da linha Disney, que foram relatados aqui no Blog. Dentre eles a ótima coleção Donald por Barks! Desejo sucesso nessas empreitadas.

      Ao Planeta, agradeço pelo espaço. Grande abraço, a todos.

      VAM!

      Excluir
    4. Prezado Jeffeson, segundo relato dos Editor da Myhtos, Fernando Bertachini os direitos sobre as coleções de Conan, são negociados separadamente.
      A editora portanto está autorizada a publicar somente as novas coleções, (agora nem tanto) criadas pela Dark Horse, assim como a recém anunciada fase Barry Windsor-Smith na Marvel.

      Portanto os direitos de publicação, referentes a ESC ou "La Espada Salvaje" estão em aberto para negociação aqui no Brasil. O fato da DeAgostini estar a frente da coleção na Espanha, não representa necessariamente que sua representante nacional irá publicá-la.

      Foi essa possibilidade aliada ao histórico do personagem junto a Abril, que me fizeram indagar por um posicionamento por parte do Figa.

      Grande abraço,
      VAM!

      Excluir
    5. Valeu, obrigado pela informação. Por enquanto, continuo com a coleção da Mythos então... Devagar e sempre!

      Excluir
  9. Adorei o relançamento do Manual do Escoteiro Mirim, e, mesmo tendo um exemplar original em boas condições, pretendo adquirir essa nova edição.
    Já a edição de luxo, que eu não pretendia comprar, vou acabar adquirindo. A beleza da capa me fisgou, e Carl Barks nunca é demais.

    ResponderExcluir
  10. Gostaria que o Maffia esclarecesse se as histórias masiores que saiam nas Mega e Jumbo, como aquelas que saíram nos clássicos da literatura, sairão na Big.

    ResponderExcluir
  11. PLANETA GIBI, vocês vão ter pré-venda deste exemplares? Grato.

    ResponderExcluir
  12. Não saiu ainda a lista das histórias do Iniciativa Super-Heróis?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. INICIATIVA foi reprogramado para meados de maio. Estamos preparando o post com as prévias, ok?

      Edenilson

      Excluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.