' '

23 de dez de 2015

Pluto: curiosidades de 85 anos (parte 2)

Pluto completou 85 anos no último dia 5 de setembro. Criado e desenvolvido por Norm Ferguson, logo avançou para a linha de frente da Disney, juntamente com Mickey, Pateta e, depois, Donald. E, quase que de imediato, foi parar nas HQs, onde o mestre Floyd Gottfredson manteve intacto seu comportamento canino — fato raro e talvez único entre os astros animais que migraram das telas para os quadrinhos.

As curiosidades que envolvem o surgimento de Pluto e sua trajetória no mundo animado podem ser acompanhadas neste link.


Acima, cena do curta The Chain Gang, que estreou em 5/set/1930: a Disney convencionou ser esta a primeiríssima aparição de Pluto. Ele seria um desses dois cães farejadores. Entre os artistas dessa animação estava Norm Ferguson, a quem a Disney credita a criação de Pluto ...


Curiosamente, dois meses depois, a dupla de farejadores ressurgiu neste quadro de uma tira de jornal de Mickey (Mr. Slicker and the Egg Robbers, 12/nov/1930, por Floyd Gottfredson). Se em The Chain Gang está a primeira aparição de Pluto, é justo dizer que eis aqui sua estreia nos quadrinhos.


E se no curta The Picnic (23/out/1930) Pluto fez sua segunda aparição animada — e isto está devidamente registrado na história da Disney, ainda que o cachorro aqui se chame Rover e seja o pet de Minnie...


...Cabe dizer que Gottfredson adaptou o roteiro e as mesmíssimas gags da animação em uma sequência de seis tiras, publicadas entre 12 e 17/jan/1931, conhecida pelo mesmo título do curta. Na HQ, o cão é chamado ironicamente de Tiny (pequenino).


 O cão rodeando o carrossel fez sua única aparição em Circus Roustabout nesta tira, publicada em 1º/jul/1931. Alguns consideram ser esta a estreia de Pluto nos quadrinhos. Nessa época, ele já havia feito uma terceira aparição em animações, novamente roubando a cena: foi em The Moose Hunt (onde até chegou a falar com Mickey, como vimos aqui).  


Começa aqui, em 8/jul/1931, a sequência de tiras diárias de Gottfredson que, para muitos, marca a estreia de Pluto nos quadrinhos...


...Mas somente na tira do dia 13 seu nome foi mencionado. Essa sequência foi publicada pela Editora Abril uma única vez, em AVENTURAS DISNEY #16 (2006).


Apenas alguns dias antes, em 7/jul/1931, com a estreia do curta animado Mickey Steps Out, o público conhecera seu nome, como se vê na reprodução do fotograma acima.


Em 10/jan/1932 foi publicada a primeira página dominical colorida de Mickey. Nela, Pluto foge do homem da carrocinha. Até prova contrária, foi a primeira vez que se viu Pluto colorido (e já alaranjado). Também produzida por Floyd Gottfredson, a raridade foi publicada pela Editora Abril uma única vez, em 50 ANOS DA REVISTA MICKEY (2002). 

Falando nisso, em 18/nov/1932 Pluto fez sua primeira aparição animada em cores. Foi num curta especialmente produzido pela Disney para anunciar os indicados ao Oscar de melhor atriz e ator daquele ano. Curiosamente, ali o cachorro era acinzentado...

Mas foi somente em 13/jul/1935 que Pluto apareceu colorido num curta "de verdade", Mickey's Garden. Ali, já exibindo sua característica cor alaranjada.


Em 1942, Pluto intitulou pela primeira vez uma revista em quadrinhos. A edição #7 de LARGE FEATURE COMIC apresentou a HQ de 51 páginas Pluto Salva o Navio, com roteiro de...


...Carl Barks, Nick George e Jack Hannah. Não há registro de quem a tenha desenhado. Como as demais edições daquela coleção, esta também tinha miolo em preto e branco. A produção foi mais uma das contribuições da Disney com as Forças Armadas americanas durante a Segunda Guerra Mundial. No Brasil, a Editora Abril publicou a HQ uma única vez, em O MELHOR DA DISNEY: AS OBRAS COMPLETAS DE CARL BARKS #20 (2006).


 Pluto Salva o Navio não é uma HQ qualquer: trata-se, simplesmente, da primeira HQ Disney que Barks escreveu para publicação numa revista em quadrinhos. O Tesouro do Pirata, com Donald, viria em seguida, abrindo caminho para as grandes aventuras que acabariam por inscrever seu nome no panteão oficial Disney, ao lado de pouquíssimos outros quadrinistas, como Al Taliaferro e, claro, Gottfredson.


Antes da Disney fechar contrato com a Editora Abril, em 1950, seus personagens podiam ser vistos nas páginas de quadrinhos de O Globo. HQs com Pluto estiveram, por exemplo, em GIBI #40 (20/ago/1939) e BIRIBA #3 e 4 (23 a 30/mai/1948). Curiosamente, ali ele se chamava Plutão (fonte: Guia dos Quadrinhos). A primeira vez que o cachorro apareceu na capa de um gibi da Editora Abril foi em 19/ago/1952, em O PATO DONALD #41...


Alguns meses depois, ele estrelaria a edição #7 da NOVA COLEÇÃO WALT DISNEY, da Ebal (out/1952).


E não foi a única vez que a Ebal lhe deu destaque. Em jan/1959, Pluto voltaria a estampar a capa de um gibi da editora, na edição #10 da COLEÇÃO ENFEITADA.


Além de quadrinhos, Pluto também ilustrou edições com textos, como essa Historinhas Semanais #188 (Editora Abril, 13/mar/1962).


Em out/1989, Pluto estreou seu primeiro gibi solo no Brasil. Este almanaque tinha lombada canoa e apenas 68 páginas. A edição seguinte, lançada quase um ano depois, seria a última da série, mas já ao menos teve lombada quadrada e 84 páginas.


Quando a Abril apostou em gibis Disney de 1 real, Pluto ganhou o seu. Durou 12 números, entre abr/2006 e o início de 2007. Nos Estados Unidos, além do já citado PLUTO SAVES THE SHIP, o cachorro estrelou 10 edições de DELL FOUR COLOR (entre out/1952 e out/1961) e...


...um especial de 1939 compilando as páginas dominicais com a adaptação para os quadrinhos do curta Mother Pluto desenhada por Al Taliaferro. A primeira página da quadrinização saiu nos jornais americanos em 14/ago/1938 (acima). 


Os 75 anos de Pluto foram celebrados (com um certo atraso) em nov/2006 em AVENTURAS DISNEY #16. Nada preguiçosa, a edição foi 100% dedicada a ele, incluindo duas de Gottfredson (ambas inéditas em gibis da Abril) e outras de Paul Murry, Tony Strobl e Carlos Edgard Herrero, pelo menos.



Em dez/2010, a Editora Abril lançou de uma só vez dez diferentes almanaques com personagens Disney. Pluto mereceu reiniciar aqui sua série, que foi até a quinta edição, no início de 2013. Os mestres Paul Murry e Jack Bradbury foram nomes constantes na coleção. Na edição de estreia, o casal norte-americano McGreal recontou a origem do personagem.
     

Em mai/2012, o 14º volume da semanal ESSENCIAL DISNEY destacou a lealdade de Pluto a seu dono em HQs inéditas, em sua maioria, seguindo a linha dessa coleção.


Cachorro vende utensílio de cozinha? Bem, dentre os 62 (de 85) volumes que a Planeta DeAgostini decidiu trazer para o Brasil de LOUÇAS DE PORCELANA DISNEY (2008-2009), o #6 destacou Pluto na capa (e na gag de uma página que encerrava o fascículo e que, por acaso, já havia saído por aqui, em MICKEY #657)



E hoje? Bem, Pluto fez do gibi da MINNIE sua casinha. Na próxima edição, #57 (jan/2016), até da capa ele tomou conta. Espaçoso como todo bom cachorro.


Por Edenilson R. Lazaro
Dedicado a Sharon B. R. R. Lazaro   * 23/mai/1998    † 23/dez/2014



8 comentários:

  1. Belas imagens de quadrinhos antigos, belo texto. Gosto do Pluto, pena que seus gibis nunca vão pra frente.

    ResponderExcluir
  2. Hora de republicar os belissimos quadrinhos acima do Floyd Gottfredson!!!

    ResponderExcluir
  3. Correção a HQ que vocês disseram que só foi publicada no avnt.Disney 16(a "1○" aparição do Pluto) já havia sido publicada no Brasil em 1973,no livro cinquentenário Disney. Meu irmão tem o livro e me mostrou.

    ResponderExcluir
  4. Lari, eu disse que a sequência somente foi publicada em AVD (composta de 10 tiras). De fato, CINQUENTENÁRIO publicou as 6 tiras finais e isso merece registro.

    Abs.

    E. Rodrigues

    ResponderExcluir
  5. Gosto muito das HQs do Pluto nas mensais atuais. Só neste mês de Outubro, ele teve boas HQs tanto na revista do Mickey quanto na do Pateta. Os desenhos são lindos, harmoniosos. E as tramas bem engraçadas.

    ResponderExcluir
  6. E por último faço das palavras do Levi as minhas:
    se a própria Marvel não anda produzindo (com frequência) materiais decentes do Hulk, como daria pra Panini investir no personagem de uma forma que mostre que ele não é uma piada?

    ResponderExcluir
  7. Queria que o Pluto tivesse um temático de Aniversário. Todos os especiais de aniversário de Superpateta, Urtigão, Peninha, Bafo-de-Onça e Zé Carioca foram primorosos. Os de Pato Donald e Tio Patinhas, apesar de com apenas histórias inéditas, foram legais também.
    Ótima postagem, E. Rodrigues! O Planeta Gibi Blog sempre se supera nessas postagens especiais de curiosidades (além dos checklists sempre completos, que ajuda muito, claro).

    ResponderExcluir
  8. Valeu, Bruno!

    A seleção de todos esses especiais temáticos citados, com exceção de TP, teve colaboração do Planeta Gibi, com muita satisfação.

    A ideia do temático dos 50 Anos da Revista TP foi uma sugestão nossa ao diretor de redação Sérgio Figueiredo. Maffia incrementou e lançou logo dois volumes.

    Abs.

    E. Rodrigues

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos.
• Incluam ofensas e palavrões;

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.