' '

3 de dez de 2015

Mensais Disney de dezembro: todas as prévias

PATO DONALD tem HQs desenhadas pelo cada vez melhor Arild Midthun, além de HQ de Ano Novo do mestre Marco Rota. 

ZÉ CARIOCA tem HQ de Herrero e gag de Canini, ambas natalinas e raras, além de Pena Submarino e mais

Em MICKEY, o magistral Paolo Mottura transforma o roteiro de Fausto Vitaliano numa bela graphic novel (parodiando On The Road, livro emblemático de Jack Kerouac lançado em 1957). A conclusão virá em janeiro. 

TIO PATINHAS retoma as aventuras de Fantomius, além de apresentar Contos da Vovó Donalda e uma HQ desenhada por Silvia Ziche. 


PATETA abre com um conto de Natal e se completa com uma aventura bem humorada com Pateta, seu primo Paterto e Mickey. 

MINNIE também aborda o Natal em uma HQ com a bela arte da série Mocinhas Vitorianas. E tem também histórias com participações de Mickey, Pluto e Pateta.




PATO DONALD #2450
Publicação mensal, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas cor, lombada canoa, capa couché, R$ 3,90, distribuição nacional. Edição #1814. Dia 4.









O PATO DONALD: Revista lançada pela Editora Abril em jul/1950, sendo uma das mais antigas em circulação contínua no país. A editora a considera oficialmente sua primeira publicação (antes, em mai/1950, o editor Victor Civita lançara RAIO VERMELHO, mas como Editora Primavera). O gibi estreou em formatão, tipo magazine. A partir do #22, adotou o formato de aproximadamente 13,5 x 21 cm, que acabou instituindo o jargão "formato Pato". Em jan/1961, seu título na capa passou a se alternar semanalmente entre O PATO DONALD e O PATO DONALD APRESENTA ZÉ CARIOCA (ainda naquela década simplificado para ZÉ CARIOCA, que ficava com a numeração ímpar). Na edição #1470, outro marco: a revista ganhou uma capa em papel couché e teve seu formato reduzido em 2 cm, inaugurando o popular "formatinho", logo adotado por outras publicações de quadrinhos, inclusive de outras editoras, como a RGE. Em jun/1985, no #1751, finalmente a revista voltou a ter numeração independente. Em 2015, a Abril lançou um especial capa dura comemorativo dos 80 anos do personagem que teve colaboração da equipe do Planeta Gibi.



ZÉ CARIOCA #2415
Publicação mensal, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas cor, lombada canoa, capa couché, R$ 3,90, distribuição nacional. Edição #1301. Dia 4.









ZÉ CARIOCA: Revista lançada pela Editora Abril em jan/1961. Surgiu como um mero subtítulo da revista O PATO DONALD, a partir de sua edição #479 — portanto, não existe um gibi do ZÉ CARIOCA com o #1 estampado na capa! E assim seguiu, alternando-se semanalmente com o PATO por todas suas edições ímpares. No final da década de 1960, a menção ao gibi do amigo desapareceria da capa e de seu expediente, mas a numeração compartilhada seguiria até jun/1985, quando ZÉ CARIOCA #1752 chegou às bancas (e foi o primeiro número par da revista). A partir daí, o gibi manteve sua circulação independente. Ao completar 70 anos, em 2012, a Abril lançou dois volumes de DISNEY TEMÁTICO em sua homenagem que teve colaboração da equipe do Planeta Gibi e marcou a retomada da produção brasileira de HQs do papagaio, que havia sido interrompida há vários anos.



MICKEY #880
Publicação mensal, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas cor, lombada canoa, capa couché, R$ 3,90, distribuição nacional. Dia 4.








MICKEY: Revista lançada pela Editora Abril em out/1952. Com mais de 60 anos, portanto, ocupa o honroso posto de segundo gibi brasileiro mais antigo em circulação (o primeiro é O PATO DONALD). Possui uma notável legião de colecionadores, atraída sobretudo pela mítica raridade de suas cem primeiras edições.




TIO PATINHAS #606
Publicação mensal, formato 13,4 x 19 cm, 80+4 páginas cor, lombada canoa, capa couché, R$ 5,90, distribuição nacional. Dia 4.











TIO PATINHAS: Revista lançada pela Editora Abril em dez/1963 com o título ALMANAQUE TIO PATINHAS. Esse prenome seria abandonado em out/1970, na edição #64 — não por acaso, em seguida a Editora Abril lançaria o ALMANAQUE DISNEY, que viria a herdar seções clássicas da revista do velho muquirana, como Maravilhas da Natureza e Zoo Disney. Inicialmente com periodicidade irregular, somente em mai/1966, na edição 10, TIO PATINHAS se tornou mensal. Outra curiosidade: a edição #9 foi publicada com duas capas diferentes — uma delas foi recolhida e hoje é mais rara do que a própria #1.




PATETA #56
Publicação mensal, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas cor, lombada canoa, capa couché, R$ 3,90, distribuição nacional. Edição #138, 3ª série. Dia 4.






PATETA: Revista lançada pela Editora Abril em jun/2011. Com periodicidade mensal, produções todas inéditas e estrutura similar à das clássicas PATO DONALD e MICKEY, esta é a 3ª série de PATETA. Depois de estrelar 9 números de EDIÇÃO EXTRA, o carismático personagem ganhou uma 1ª série em set/1982, que se revezava semanalmente nas bancas com PENINHA (até out/1984, por 56 edições). Em 2004, a Editora Abril apostou em vários títulos de 16 páginas em papel offset, vendidos a um real cada. PATETA também esteve entre eles, durando 26 números essa 2ª série (entre set/2004 e dez/2006).




MINNIE #56
Publicação mensal, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas cor, lombada canoa, capa couché, R$ 3,90, distribuição nacional. Edição #85, 2ª série. Dia 4.













Por E. Rodrigues


ALMANAQUE DISNEY: Revista publicada de dez/1970 a jul/2005 pela Editora Abril, em 372 edições. Inspirada na americana WALT DISNEY COMICS DIGEST, trazia um mix de histórias com diversos personagens, inclusive dos filmes e clássicos Disney. Foi precedida por ALMANAQUE TIO PATINHAS — que, por conta deste lançamento, passou a se chamar simplesmente TIO PATINHAS, cedendo-lhe seções como 'Maravilhas da Natureza' e 'Zôo Disney'. Foi sucedida por AVENTURAS DISNEY (48 edições, de ago/2005 a jul/2009). ALMANAQUE DISNEY inicialmente tinha periodicidade bimestral e 164 páginas. A partir do #8 (jan/1972), passou a ser mensal, com 132 páginas. Em jun/1999 (#335), saiu de circulação. Retornou 14 meses depois, a pedidos (novamente bimestral e com novo visual). Em jul/2004 (#359), voltou a ser mensal, mas em jul/2005 o gibi foi definitivamente cancelado. Curiosidade para colecionadores: em mai/2005, duas edições de ALMANAQUE DISNEY chegaram às bancas: #369 e 370. Por conta disso, as edições #370, 371 e 372 têm datas de referência de publicação que não coincidem com os meses em que de fato foram lançadas (mai, jun e jul/2005, respectivamente). Clique aqui e complete sua coleção!


4 comentários:

  1. Muito boas as mensais desse mês. Quanto às piadinhas anos 80 do Donald: bobinhas, chatinhas, sem graça! Quanto aos desenhos do Paolo Mottura: muito bons, mas o tamanho dos pés do Mickey, são exagerados! Estou para dizer que meu desenhista favorito é o Marco Rota!

    ResponderExcluir
  2. Onde andam as inéditas do Zé Carioca?

    (Ao menos, desta vez uma clássica do Herrero, sempre bem-vinda!)

    ResponderExcluir
  3. Achei muito bonita esta capa do Tio Patinhas!!!

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos.
• Incluam ofensas e palavrões;

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.