' '

11 de abr de 2015

AKIRA tem seu relançamento anunciado pela JBC

A JBC anunciou que lançará em dezembro, durante a 2ª CCXP, nada menos que AKIRA

A incensada obra de Katsuhiro Otomo começou a ser publicada originalmente no Brasil pela Editora Globo em dez/1990 em edições mensais. A cada 6 números, a Globo encadernava os encalhes — houve 5 volumes assim. Até que em out/1993 o título simplesmente desapareceu das bancas. A edição #34 só sairia mais de 4 anos (quatro anos, isso mesmo) depois. E a obra seria concluída por aqui no #38, em mar/1998, com tiragem baixíssima — daí a dificuldade dos colecionadores de obterem esses últimos números.

Se a JBC procurava algo para coroar seu 20º aniversário, acertou: AKIRA é uma das publicações mais ansiosamente aguardadas por leitores de quadrinhos — e não só de mangás.

Voltaremos ao assunto quando houver novidades sobre o "evento".

AKIRA no release da JBC:
O mangá foi lançado no Japão em dezembro de 1982, tendo saído no Brasil no início da década de 1990 em versão colorida e acabou sendo um marco para os quadrinhos no país. Com o passar dos anos e a popularização da cultura pop japonesa por aqui, o título começou a ser mais e mais procurado, porém já não era tão fácil conseguir todas as edições da antiga versão brasileira. 

O título recebeu um longa-metragem em 1988, o que impulsionou ainda mais a sua popularidade. Esse longa chegou a ser lançado em DVD pelas terras brazucas e, recentemente, também foi comercializada sua versão em blu-ray. 

Apesar de uma animação de uma qualidade extremamente alta e um enredo que acompanha a história do mangá, é impossível adaptar um mangá de mais de 1500 paginas em um longa de duas horas, portanto há muita coisa diferente no quadrinho. 

Em uma pós-apocalíptica Neo-Tokyo de 2030, uma enorme metrópole erguida sobre as cinzas de uma Tokyo destruída por uma explosão de origem desconhecida e que deu o início para a 3ª Guerra Mundial. As vidas de dois amigos adolescentes, Tetsuo e Kaneda, mudam para sempre depois que as habilidades sobrenaturais de Tetsuo começam a despertar. Com isso, ele passa a ser alvo de uma obscura operação governamental que fará de tudo para evitar outra catástrofe na cidade e a essência da motivação desse grupo é o medo: medo de alguém, ou de alguma coisa, de um poder monstruoso, conhecido apenas como "Akira".









Por E. Rodrigues


2 comentários:

  1. Será a melhor notícia de 2015!
    Espero que seja no formato dos importados que encontramos nas prateleiras da Cultura e Fnac. Verdadeiros patacões no tamanho americano. :) :) :)

    ResponderExcluir
  2. Akira eu já tenho, completo! Portanto, essa nova republicação eu passo. Mas sei que o material é raro!

    E apenas adiantando, pelo que já andei lendo pelas redes sociais, a versão da JBC vai ser nos mesmos moldes formato (tamanho físico e papel) que as edições especiais de Kenshin, Love Hina e Yu Yu. (E não será a cores, para quem ainda tinha essa dúvida).

    Resta saber se terá distribuição nacional, ou se será a famigerada setorização.

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos.
• Incluam ofensas e palavrões;

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.