' '

21 de jan de 2015

Da redação da Patada...

Edição histórica de Charlie Hebdo será distribuída no Brasil pela Dinap na próxima semana ••• Reboot total da Marvel em destaque no mundo  ••• Mestres Disney premiados no Angelo Agostini + dia de eventos ••• Panini anuncia JUSTICEIRO MAX vol. 2  


CHARLIE HEBDO NO BRASIL
A edição histórica do Charlie Hebdo que vendeu milhões semana passada na França será distribuída no Brasil pela Dinap, informou a Folha de S.Paulo

O jornal satírico será vendido por R$ 29,90 em bancas de São Paulo, Rio de Janeiro e de outras 15 capitais, além de unidades de livrarias como Saraiva, Cultura e Fnac. 

A distribuidora trará 10 mil exemplares, em francês, com previsão de venda para a próxima semana.

Diz a Dinap:
A edição histórica do satírico francês Charlie Hebdo, lançada logo após o atentado terrorista que deixou um saldo de 12 funcionários mortos na redação, chegará ao Brasil. Lançado pela Dinap, distribuidora nacional de produtos pertencente à holding DGB, o veículo estará disponível a partir da próxima segunda-feira nas lojas Saraiva, Livraria Cultura, FNAC e principais bancas de São Paulo, Rio de Janeiro e outras 15 capitais.

A edição do jornal, lançado em 14 de janeiro na França, trouxe como capa uma caricatura de Maomé segurando uma placa que diz "Eu sou Charlie" e o título "Tudo está perdoado". Com tiragem inicial de um milhão de exemplares, foi traduzida para 16 idiomas e teve seus exemplares esgotados em toda a França.

Bruno Tortorello, diretor geral da Dinap, explica que as negociações para trazer o jornal para o Brasil tiveram início há uma semana, quando houve intensa movimentação nos pontos de venda de todo o país com clientes a procura de um exemplar do jornal. “Os brasileiros estão cada vez mais engajados e, com a chegada da edição histórica do Charlie Hebdo, eles terão acesso a esta grande mobilização mundial pela liberdade de expressão.” O impresso também estará à venda em outros 30 países, com tiragem internacional de 130 mil exemplares.



MESTRES DISNEY GANHAM TROFÉU ANGELO AGOSTINI
O 31º Troféu Angelo Agostini será entregue às 17h no próximo dia 30 no Memorial da América Latina (Auditório da Biblioteca), Metrô Barra Funda. A entrada é franca. Criado em 1984 pela AQC-ESP (Associação dos Quadrinistas e Cartunistas do Estado de São Paulo), o prêmio é entregue anualmente em homenagem aos profissionais brasileiros da arte sequencial.

Na lista de laureados, dois Mestres Disney envolvidos na retomada da produção nacional de Zé Carioca, Herrero e Gustavo Machado, confira:

Melhor Desenhista: Mario Cau
Melhor Roteirista: Felipe Cagno
Melhor Cartunista: DaCosta
Melhor Lançamento: YESHUAH, ONDE TUDO ESTÁ (Laudo Ferreira Jr e Omar Viñole)
Melhor Lançamento Independente: NENHUM DIA SEM UM TRAÇO (Ernani Counsandier)
Melhor Web Quadrinho: BLUE E OS GATOS (Paulo Kielwagen) 
Melhor Fanzine: 3ADFZPA - UgraPress (Douglas e Daniela Utrscher) 
Prêmio Jayme Cortez: Confraria do Gibi (RJ)
Mestres do Quadrinho Nacional: Gustavo Machado, Carlos Edgard Herrero e Murilo M. Moutinho

Antes da premiação, eventos relacionados diversos tomam o local, desde as 13h, incluindo palestra de Paulo Maffia (às 13h30) sobre os 80 anos do Pato Donald, os 65 anos da revista e a importância do personagem para o mercado de HQs no Brasil.


REBOOT MARVEL: GUERRAS SECRETAS
Guerras Secretas, a maxissérie Marvel que estreia nos próximos meses, promoverá a fusão do universo tradicional com o Ultimate e dará um reboot inédito na Marvel. A iniciativa foi comunicada pela produtora ontem em coletiva e repercutiu na grande mídia. 

No aguardo da Panini confirmar datas para lançamento no Brasil.




PANINI ANUNCIA JUSTICEIRO MAX VOL. 2
MERCENÁRIO é o segundo encadernado do título JUSTICEIRO MAX, que a Panini anuncia para os próxcimos dias (formato americano, capa dura, 144+4 páginas, miolo couché, R$ 23,90).
Justiceiro Max: Mercenário continua a história que foi deixada em aberto no livro anterior, Justiceiro Max: Rei do Crime, quando vimos a entrada em cena de um novo inimigo mortal que o Justiceiro terá de encarar. Os planos de Wilson Fisk funcionaram e agora ele é de fato o Rei do Crime. Mas isso o mantém na mira de Frank Castle, um risco que o Rei não está disposto a correr por muito tempo. Para se livrar do Justiceiro, Fisk contrata o assassino mais letal que o mundo já conheceu. Embora seus métodos pareçam pouco ortodoxos, até mesmo insanos, dizem que ele jamais falhou em matar seu alvo. Ninguém sabe qual é seu nome, todos o chamam apenas de Mercenário.
(Punisher MAX 6-11)


Por E. Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.