' '

9 de jun de 2014

Pato Donald 80 Anos — IV

O Pato Donald completa hoje 80 anos. E aqui concluímos nossa singela retrospectiva de sua vida e carreira, contada em 80 figurinhas (veja no final os links para as outras partes). 

Desde os anos 1990, a Disney vem utilizando bastante o personagem em suas séries televisivas (fator decisivo para a manutenção da popularidade de Donald, sobretudo entre as crianças). 

Também no cinema Donald recebeu merecido destaque ao estrelar um segmento de Fantasia 2000 e, assim, ficar em pé de igualdade com o Mickey Aprendiz de Feiticeiro do longa de 1940. 

Nos quadrinhos, a Abril lançou edições memoráveis, como os ANOS DE OURO DO PATO DONALD, especiais comemorativos (dentre eles, o impressionante kit de 60 anos do personagem, que trouxe ao Brasil, pela primeira vez, a Árvore Patológica de Don Rosa) e as raríssimas edições experimentais em formato americano, entre outros lançamentos de peso.

E alguns mais se juntarão a eles neste ano: a Editora Abril, além da simpática edição regular de PATO DONALD de junho, dedicada ao aniversário, também lançará especiais temáticos e um especial de luxo, capa dura, no segundo semestre. 

Veja mais a seguir.


   

   

   

   

   

   

   

   

     

   



Por E. Rodrigues & Rivaldo Ribeiro

PLANETA GIBI COMIC SHOP
Comprar seus gibis aqui é muito mais gostoso!
Clique aqui e confira.




Texto de Marcelo Alencar para PATO DONALD #2432, jun/2014



7 comentários:

  1. Parabéns pelo trabalho de pesquisar e disponibilizar para todos os fãs todas essas curiosidades.
    Gostaria de as ver impressas em uma revista caso possível, pois merece, embora devido a direitos autorais isso talvez seja um problema.

    E parabéns também à Abril, por manter esse maravilhoso título por tanto tempo, além de nos brindar com as edições que ainda virão esse ano.

    E claro, parabéns ao pato mais rabugento e carismático de todos os tempos.

    ResponderExcluir
  2. Muito legal a postagem..um show de informações e visual da trajetória de sucesso deste tão querido pato da Disney! Abçs, Xandro.

    ResponderExcluir
  3. Parabens ao Donald, sou fã e me identifico com esse pato, as histórias do DD são sensacionais, assim como as sagas Italianas dele, o Superpato, mas ninguém supera o Mestre Barks, não me canso nunca de ler as histórias do bom velhinho e no aguardo ansioso do relançamento do Melhor da Disney, que seja pra 2015.

    ResponderExcluir
  4. Estou satisfeitíssimo com o 'apanhado geral' (sujeito antigo usa expressão antiga) que vocês deram na carreira do Donald. Não sou figurão da Disney, mas adoro trabalho minucioso e bem-feito.

    É simples enumerar alguns motivos porque o Donald é tão popular. Ele pode ser tão pedante quanto o Patolino, mas sabe também ser generoso. Ele pode ser um galanteador, mas sabe também ser um bom namorado para a Margarida. Ele pode ser um trapalhão, mas sabe também ser um herói (inclusive um do tipo 'super'). Ele sabe que o Tio Patinhas é um tio detestável, mas sabe que ele tem qualidades. Ele sabe que o Peninha é um louco, mas se resigna a aguentá-lo. Ele sabe que o Gastão é um sujeitinho egocêntrico e arrogante e, por esse motivo, não se furta a sair no tapa com ele quando provocado.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. O melhor logo de Pato Donald na minha opinião é o que durou entre 1988 e 1998. Ele é parecido com o que ficou entre 1980 e 1985, mas o de 1988 é mais fino.

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.