' '

18 de jun de 2014

GRANDES HISTÓRIAS DE FÉRIAS #3 sai dia 26

E GRANDES HISTÓRIAS DE FÉRIAS chega à sua terceira edição. A revista foi lançada em junho passado em formato gigante e, em novembro seguinte, reduzida para melhor se adaptar à exposição em bancas. Ainda assim, apresenta-se em formato maior do que magazine, com cerca de 23 x 28 cm. 

Tal formato, mais o papel de qualidade, permitem ao leitor melhor apreciar a arte de artistas como Vicar e Wanda Gattino, sempre com Donald no foco. 

Mesclando republicações com inéditas, GRANDES HISTÓRIAS DE FÉRIAS tem 100 páginas coloridas, custa R$ 16,00 e sai dia 26 de junho.


GRANDES HISTÓRIAS DE FÉRIAS #3
Revista semestral, formato 22,6 x 27,6 cm, 96+4 páginas, capa cartonada, papel couché, R$ 16,00, distribuição nacional. Dia 26/jun/2014.
Capa: Ideia de Francesco Artibani, Desenho de Corrado Mastantuono (IC TL 2281), Itália, 1999.
Editor: Paulo Maffia.

Prof. Pardal e Donald
Mais Ajuda Quem Não Atrapalha
D 2007-289, 7 páginas, Dinamarca, 2010.
Roteiro: Carol & Pat McGreal. Desenho: Tino Santanach Hernandez.
Inédita.

Donald e Sobrinhos
O Bom, o Mau e o Azarado
D 97351, 16 páginas, Dinamarca, 2003.
Roteiro: Paul Halas. Desenho: Juan Torres Perez.
Publicada antes em PATO DONALD #2318 (2005).

Donald e Sobrinhos
Uma História Chocante
D 2002-206, 12 páginas, Dinamarca, 2004.
Roteiro: Lars Jensen. Desenho: Vicar.
Publicada antes em PATO DONALD #2324 (2005).

Donald e Margarida
Hotel Romance
D 98211, 12 páginas, Dinamarca, 2005.
Roteiro: Per Hedman. Desenho: Wanda Gattino.
Publicada antes em PATO DONALD #2331 (2006).

Escoteiros Mirins e Donald
O Superescoteiro
D 2007-356, 7 páginas, Dinamarca, 2010.
Roteiro: Per Hedman. Desenho: José Maria Millet Lopez.
Inédita.

Donald
Pato a Bordo
D 2003-066, 12 páginas, Dinamarca, 2005.
Roteiro: Janet Gilbert. Desenho: Vicar.
Publicada antes em PATO DONALD #2329 (2005).

Donald, Sobrinhos, Margarida, As Bandeirantes e Gastão
O Concurso da Pato-Cola
D/D 2003-016, 7 páginas, Dinamarca, 2005.
Roteiro: Jens Hansegård. Desenho: Carlos Valenti.
Inédita.

Donald e Sobrinhos
Guerra de Kahunas
D 2003-290, 12 páginas, Dinamarca, 2005.
Roteiro: Carol & Pat McGreal. Desenho: Vicar.
Publicada antes em PATO DONALD #2342 (2007).


UM PAPEL DE PAREDE:

widescreen 1920 X 1080


GRANDES HISTÓRIAS DE FÉRIAS foi lançado pela Editora Abril em jun/2013 como o maior gibi Disney já publicado no Brasil, com formato 30 x 42 cm (em quantidade de páginas, MEGA DISNEY continua insuperado, com mais de 800). A partir da edição seguinte,em novembro daquele ano, passou a se apresentar em tamanho mais adequado à logística de distribuição e exposição em bancas, com cerca de 23 x 28 cm (e ainda assim, maior do que o formato magazine). Mesclando HQs inéditas com republicações, sempre estreladas por Donald, a revista circula em junho e novembro.

Por E. Rodrigues

PLANETA GIBI COMIC SHOP
Comprar seus gibis aqui é muito mais gostoso!

12 comentários:

  1. Legal sair Vicar, que tem um traço detalhista, será valorizado nessa edição.
    Pena que saiu uma história curta do Don Rosa, o mestre dos detalhes, na Jumbo desse mês e não saiu nenhuma nesse almanação de férias.

    Ps: Usei o papel de parede no notebook, ficou show de bola.

    ResponderExcluir
  2. Excelente. Não tem histórias italianas. Esse vou comprar

    ResponderExcluir
  3. Assino embaixo, tb. não gosto das estórias quase sempre bobinhas e dos desenhos dos italianos

    ResponderExcluir
  4. E a campanha contra hqs italianas continua firme e forte. Que pena. Os portugueses vêm tendo acesso farto ao material italiano e, pelo que eu sei, estão satisfeitos com o conteúdo. As hqs Disney italianas são feitas por roteiristas e desenhistas muito preparados. O conceito de 'bobinho' para uma hq prioritariamente voltada para o público infanto-juvenil pode ser bastante discutível. O Don Rosa tem hqs que podem ser consideradas bobinhas na opinião de alguns leitores.

    ResponderExcluir
  5. As histórias italianas possuem clássicos e épicos, mas em pequena escala. Por lá se preza mais a quantidade que a qualidade, e sai muita coisa descartável. Digamos que 30% é ótimo, 10% é maravilhoso e 60% bem ruim, só pra fazer volume e encher linguiça na revista de 160 páginas semanais deles.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Campanha anti hqs italianas? Muito melhores q as dinamarquesas! Das dinamarquesas só se salvam as do Pato Donald, excelentes por sinal, mas vejam por exemplo as hqs dinamarquesas do Mickey! Só servem pra encher linguiça! Já entre as italianas, temos muitos grandes nomes, como Casty, Cavazzano, Maximo de Vita (só para citar os mais famosos), entre outros!!!

    ResponderExcluir
  9. quem são esses malucos achando as Italianas bobinhas, não leram DD nunca, não leram as grandes sagas Italianas, New Paperinik adventures, Ultra Heroes que achei super divertido e o máximo, bom gosto é que nem C... né

    ResponderExcluir
  10. Mesmo não comprando essa revista, é sempre bom ver mais publicações aparecendo.

    Gosto é algo muito individual. há quem diga estar no meio de um monte de HQs ruis e há quem goste muito de algumas delas.

    Tudo é muito relativo, ainda bem.

    Já fiz minhas compras Disney deste mês e estou com muita coisa pra ler aqui. É sempre bom ver pipocando novidades.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Indo na contramão, adoro os quadrinhos italianos! Não são todas as estórias inteligentes e mirabolantes, como a maioria das sagas do país da bota, mas grande parte é bem divertida. O que me incomoda é o estilo Cavazzano de desenhar, muito copiado por lá. É uma arte que me desagrada. Por isso fico muito feliz em ver publicações de Casty, Faccini e outros desenhistas com desenhos decentes!

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.