' '

10 de abr de 2014

Checklist Variados • Livrarias: Abril 2014

ATUALIZADO: mais lançamentos (como O FANTASMA #2) e mais capas (como a de A INVENÇÃO DE MOREL). 

HUMOR PAULISTANO — A EXPERIÊNCIA DA CIRCO EDITORIAL é um dos lançamentos do mês, via Sesi-SP. Coleta obras originalmente publicadas nas revistas CHICLETE COM BANANA, GERALDÃO, PIRATAS DO TIETÊ etc. O livro foi organizado pelo editor Toninho Mendes: "o Capítulo 6, escrito por mim e pelo professor Roberto Elísio, da USP, tem vinte páginas apresentando uma tese: com a Circo Editorial nasce o humor paulistano como marca na imprensa brasileira". 

Nas bancas, a Astral Comics traz outra produção da americana Boom: CLIVE BARKER'S HELLRAISER: THE DARK WATCH, encadernando as quatro primeiras edições originais da obra. O selo também conclui o arco de ROBOCOP e começa a apostar em mangás (vide o checklist específico).

A Coquetel retoma OS SMURFS lançando a edição #8 (alguém viu a #7 por aí? A #6 havia saído em dezembro). 

Veja muitos outros lançamentos a seguir.

Nas bancas:
• DreamWorks Classics
LULUZINHA #38
Pixel
Revista mensal, formato 13,5 x 19 cm, 48+4 páginas cor, R$ 3,10distribuição nacional.

BOLINHA #36
Pixel
Revista mensal, formato 13,5 x 19 cm, 48+4 páginas cor, R$ 3,10, distribuição nacional.

LULUZINHA TEEN E SUA TURMA #60
Pixel
Revista mensalformato 17 x 24 cm, R$ 4,9064+4 páginas p&b, distribuição nacional.

• King Features Syndicate
O FANTASMA VOL. 2: O FANTASMA VAI À GUERRA
Pixel
Edição especial, formato 17 x 24 cm, 128+4 páginas cor, capa cartonada, lombada quadrada, miolo em couché, R$ 19,90.

• Peyo
OS SMURFS — JOGOS E ATIVIDADES #8
Coquetel
Revista mensal de passatempos e quadrinhos, 64+4 páginas cor, formato 20,5 x 27,5 cm, R$ 7,90, distribuição nacional.
Este mês, além dos passatempos que você já conhece, aprenderemos a smurfar um ioiô superlegal com o Smurf Habilidoso. E não para por aí: você vai conferir as aventuras pelas quais passamos nos últimos dias em histórias incríveis! Isso sem falar das curiosidades intrigantes do Smurf Gênio que não poderiam ficar de fora, não é mesmo? Então, não perca mais tempo e venha curtir a nossa revista. Vamos dar início à diversão!

OS SMURFS — JOGOS E ATIVIDADES #9
Coquetel
Revista mensal de passatempos e quadrinhos, 64+4 páginas cor, formato 20,5 x 27,5 cm, R$ 7,90, distribuição nacional.

• Skybound / Image
THE WALKING DEAD #21
HQM Editora
Revista quinzenal, 
formato 17 x 26 cm, 32+4 páginas, R$ 4,90, distribuição nacional.

THE WALKING DEAD #22
HQM Editora
Revista quinzenal, 
formato 17 x 26 cm, 32+4 páginas, R$ 4,90, distribuição nacional.

• Dark Horse
DARK HORSE APRESENTA #1
HQM Editora
Revista mensal, formato 17 x 26 cm, 80+4 páginas R$ 12,90, distribuição nacional.

• EC Publications / Warner Bros.
MAD #68
Panini
Revista mensal, formato 20,5 x 27,5 cm, 40+4 páginas cor, R$ 7,20, distribuição nacional.

• Viacom
TARTARUGAS NINJA #11
Panini
Revista mensal, 24+4 páginas, formato americano, R$ 4,90, distribuição setorizada.

• Rebellion
JUIZ DREDD MEGAZINE #11
Mythos
Revista mensal, formato 20,5 x 27,5 cm, 64+4 páginas, miolo couché, R$ 10,90.
O Executor do Futuro! E ainda: Sláine; Área Cinzenta; Nicolai Dante; Choques Futuristas.

• Metro Goldwyn Mayer
ROBOCOP: BETA #1
Astral Comics
Minissérie em 4 edições (edição #4), formato 17 x 26 cm, 24+4 páginas cor, R$ 5,90. Lançamento: 14/abr/2014. 
Por Ed Brisson (roteiro), Emilio Laiso (desenhos), Michael Garland (cores), Greg Smallwood (capa), para BOOM! Studios (fev/2014).

• Sega
SONIC UNIVERSE #2
Astral Comics
Revista mensal, formato 17 x 26 cm, 24+4 páginas cor, R$ 7,90.

• Clive Barker
HELLRAISER: THE DARK WATCH #1
Astral Comics
Edição especial, formato 17 x 26 cm, 112+4 páginas cor, R$ 22,90. Lançamento: 17/abr/2014. 
De Clive Barker, por Brandon Seifert (roteiro) & Tom Garcia (desenhos), para BOOM! Studios.
Nesta versão especial de “The Dark Watch”, cada quadrinho trará quatro capítulos da envolvente história que recria o mundo de Hellraiser, dando novos destinos para os personagens que conquistaram os cinemas no final dos anos 1980. Pinhead, Kirsty Cotton e todos os outros seres que compõem este jogo de idas e vindas entre o inferno e a terra viverão novos dilemas, como ninguém havia imaginado.

Nas livrarias:
• Casterman / Casares
A INVENÇÃO DE MOREL
L&PM Editores
Formato 17 x 24 cm, 128+4 páginas, R$ 39,90.
Por Jean Pierre Mourey, a partir da obra de Adolfo Bioy Casares. Tradução de Alexandre Boide.
“Discuti com o autor os pormenores da trama, e a li repetidas vezes; não me parece uma imprecisão ou uma hipérbole qualificá-la como perfeita.” Jorge Luis Borges
Publicado em 1940, invenção de Morel é considerado ao mesmo tempo o clássico inaugural e a grande obra-prima da literatura fantástica em língua espanhola. Cultuado por sua premissa admiravelmente original, a história do fugitivo da Justiça refugiado em uma ilha deserta que de repente se vê cercado por um misterioso grupo de veranistas já deu origem a diversas adaptações e recriações artísticas. Nesta versão em HQ, o quadrinista francês JP Mourey desmembra esse delicado mecanismo literário para criar um dispositivo narrativo inteiramente novo, em que todos os detalhes – desde cores e padrões até fontes e contornos – são fundamentais para recriar uma trama que Jorge Luis Borges não hesitou em classificar como “perfeita".
Hoje, nesta ilha, aconteceu um milagre... 
Um fugitivo da Justiça, condenado à prisão perpétua em seu país, chega sozinho a uma ilha inabitada. Além de algumas construções abandonadas e de um maquinário de complexo funcionamento, não há nenhum sinal de ocupação humana. Mas eis que um dia ele descobre que não está sozinho. Um misterioso grupo de veranistas aparece e se espalha pela ilha, pondo em risco seu anonimato. O fugitivo começa a seguir os passos, ouvir as conversas e monitorar o cotidiano dos intrusos. Consegue notar padrões recorrentes em suas ações, um intricado ritual cuidadosamente reencenado semana após semana. Aos poucos, porém, as chaves para o mistério vão sendo fornecidas, mas apenas quando o fugitivo consegue se desprender de sua noção do que é possível e impossível ou real e irreal é que ele se torna capaz de decifrar o enigma em sua totalidade. 
Com A invenção de Morel, Adolfo Bioy Casares, até então um escritor desconhecido, jovem colaborador de Jorge Luis Borges, estabeleceu o clássico fundador da tradição da literatura fantástica em língua espanhola, ao mesmo tempo em que criava sua obra-prima indiscutível. Narrado com maestria, com uma premissa absurdamente original e um clima permanente de alucinação e mistério, seu primeiro romance é com frequência comparado aos melhores textos de Edgar Allan Poe e de outros grandes mestres do gênero. Desde que foi publicado pela primeira vez, em 1940, já deu origem a diversas adaptações e recriações artísticas, além de servir como inspiração para obras cultuadas como o longa-metragem O ano passado em Marienbad, do cineasta Alain Resnais, e o seriado televisivo Lost.

• Charles M. Schulz
COLEÇÃO L&PM POCKET #1153
PEANUTS: FELICIDADE É...
L&PM Editores
Formato 10,5 x 17,5 cm, 144+4 páginas p&b, preço não informado, distribuição em livrarias.
Publicada pela primeira vez em 1950, Peanuts é o resultado do gênio criador de Charles M. Schulz, que inventou um mundo atraente tanto para crianças como para adultos a partir de personagens que expressam sentimentos incrivelmente profundos e tocantes. Peanuts foi publicada diária e ininterruptamente por quase 50 anos – o que nunca aconteceu com nenhuma outra HQ – e chegou a figurar em 2,6 mil jornais, atingindo um público de 355 milhões de leitores em 75 países e 40 línguas.

• Scott Adams
COLEÇÃO L&PM POCKET #1141
DILBERT VOL. 8: PAUSA PARA O CAFÉ
L&PM Editores
Formato 10,5 x 17,5 cm, 144+4 páginas p&b, preço não informado, distribuição em livrarias.
Bem-vindo ao cubículo! Dilbert é engenheiro e trabalha em uma empresa de tecnologia. Tem trinta e poucos anos, está um pouco acima do peso, não abre a boca (que, aliás, não tem) para contestações, e seu sonho é ser promovido e ter uma sala de verdade em vez de um cubículo. Seu maior traço de ousadia é uma gravata careta que fica excitada junto com o dono. Com Dogberto, o Chefe e outros personagens, ele está aí para satirizar a burocracia e os absurdos do mundo corporativo. As tiras Dilbert foram criadas em 1989 pelo americano Scott Adams e hoje são publicadas em mais de dois mil jornais em todo o mundo.

• Paul Pope
BOM DE BRIGA
Quadrinhos na Cia.
Detalhes não informados.

• Silvino
A IARA: UMA LENDA INDÍGENA EM QUADRINHOS
Nemo
Formato 20,5 x 27,3 cm, 56+4 páginas cor, R$ 42,00, distribuição em livrarias.
Por Silvino.
A lenda da Iara é recontada nesta HQ de amor e terror, inspirada nas narrativas indígenas tradicionais. Com dinâmica e dramaticidade a cada página, esta versão em quadrinhos reúne um traço moderno e uma história tradicional, um tema ao mesmo tempo muito brasileiro e bastante universal. 
Silvino nasceu e foi criado no Recife (PE), onde estudou Geografia. Nesse curso, teve contato com a geografia cultural, com a antropologia brasileira e com estudos sobre as tribos indígenas do nosso país, bases que o levaram a escrever esta HQ. Porém, suas verdadeiras paixões sempre foram a ilustração e os quadrinhos. Assim, Silvino começou a trabalhar com desenho, tornando-se ilustrador e quadrinista profissional. Hoje ele já conta com mais de uma dezena de títulos publicados. Produzindo quadrinhos, Silvino tem a possibilidade de juntar suas paixões, contando histórias como A Iara: Uma lenda indígena em quadrinhos. Nesta HQ, o autor fala, de forma divertida e dinâmica, de nossos povos ancestrais e conta uma história de terror e amor, valorizando o povo indígena, através de uma narrativa ao mesmo tempo brasileira e universal.

• Glénat
AYRTON SENNA: A TRAJETÓRIA DE UM MITO
Nemo
Formato 20 x 28 cm, 48+4 páginas cor, R$ 29,90, distribuição em livrarias.
Por Lionel Froissart (roteiro), Christian Papazoglakis & Robert Paquet (desenhos e cores), Tanja Cinna (cores).

• Schulz
SNOOPY VOL. 1
Nemo
Formato 17 x 26 cm, 112+4 páginas cor, R$ 29,90, distribuição em livrarias.
A adorada turma do Snoopy está toda aqui nesta coletânea inédita de quadrinhos! Misturando novas histórias com as páginas dominicais de Charles Schulz, esta edição irá lembrá-lo do motivo de Snoopy ser amado por milhões em todo o mundo. Os antigos fãs e os novos leitores irão encontrar algo para amar em Snoopy, Woodstock, Linus, Lucy, Chiqueirinho, Schroeder e, é claro, o bom e velho Charlie Brown!

• Magno Costa
A VIDA DE JONAS
Zarabatana
Formato 20,4 x 29,5 cm, 64+4 páginas, R$ 40,00, distribuição em livrarias.
Um ex-alcoólatra abandonado pela mulher e desempregado lutando para ficar sóbrio e ter sua tão sonhada segunda chance. A Vida de Jonas é uma história sobre corações partidos, amizades testadas, fantasmas pessoais e cicatrizes que não se curam.
Magno Costa é um ilustrador e quadrinista paranaense que reside em São Paulo há vinte anos. Em 2011 lançou com o irmão Marcelo Costa as HQs Matinê e Oeste Vermelho – esta última lhes deu o Troféu HQMix de melhor desenhista revelação e foi também publicada na Argentina. Em 2013 lançou a HQ muda Mary, e participou dos livros Ícones dos Quadrinhos e Mônica(s) para a comemoração de cinquenta anos da personagem.

• Vários
HUMOR PAULISTANO — A EXPERIÊNCIA DA CIRCO EDITORIAL (1984-1995)
Sesi-SP
Formato ? cm, 432+4 páginas, R$ 120,00, distribuição em livrarias.
Organizado por Toninho Mendes.
Suas publicações consagraram personagens marcantes dos quadrinhos: o militante de esquerda, o machista inveterado, o roqueiro lisérgico, o punk contestador, o casal estressado, a secretária ninfomaníaca, os homens solitários, todos que entraram, e ainda permanecem, em nosso imaginário e na história do humor paulistano. Este livro conta a trajetória dos 30 anos da Circo Editorial, editora de história em quadrinhos criada por Toninho Mendes nos anos 1980, que apresentou nomes como Angeli, Laerte, Glauco, Chico e Paulo Caruso, Luis Gê, e outros que influenciaram tudo o que viria depois no universo desta arte que mistura crônica e desenho numa combinação única, aqui reproduzida em significativas amostragens de cartuns, charges e caricaturas sempre contestadoras e imersas numa ácida sátira social.


Por E. Rodrigues
Publicado originalmente em 8/abr/2014

PLANETA GIBI COMIC SHOP
Comprar seus gibis aqui é muito mais gostoso!

























ENQUANTO ISSO, NA FRANÇA...






10 comentários:

  1. Smurfs 07 não está a venda nem no site da editora... Estórias Gerais é muito bom!!!

    ResponderExcluir
  2. esqueceram de mencionar a nova edição do fantasma

    ResponderExcluir
  3. Smurfs edição 7 tem em bancas no Rio de Janeiro. Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  4. Não gostei quando na ed. 01, publicaram uma história que era sequencia de outra com um resumo "na aventura anterior"... estava na esperança de q na ed. 02, publicassem a primeira aventura, então eu compraria. Comprei O Fantasma ed. 01 esperando gostar, mas com essa 'falha', a própria editora se queimou.. então deixa pra lá!!!

    ResponderExcluir
  5. Tambem achei decepcionante o Fantasma ed. 01, mas confesso que é instigante ver a desenvoltura do personagem no periodo daquela guerra.
    É uma compra duvidosa.

    ResponderExcluir
  6. Fico muito feliz em saber que o Fantasma ganhou um segundo volume. O primeiro foi excelente, e esse, pela história, será ainda melhor. É cofre!!! :D

    ResponderExcluir
  7. Poutz! Humor paulistano até me atraiu.... porém, são muitas páginas e o preço não é pra mim. Se eu não tivesse outras leituras, até compraria com gosto, mas com a pilha que tenho aqui em casa, de vários gêneros, infelizmente esse padrão que eles escolheram não me anima. Uma pena.... deve ter material excelente nela!

    ResponderExcluir
  8. Mais um mês sem Valian :( uma pena.

    ResponderExcluir
  9. Jefferson Leite,
    Não foi falha da editora. Como vocÊ sabe, os arcos originais saíram no formato tiras de jornal. Então são escolhidas sequências específicas. A Pixel não vai publicar tudo de cabo a rabo mesmo.
    Fantasma faz parte dos clássicos das HQs e o controverso arco da Segunda Guerra Mundial é uma oportunidade a ser aproveitada!

    ResponderExcluir
  10. Duck, digo 'falha', pela escolha q fizeram de começar pela sequencia, ao invés de começarem pelo inicio, o q teria deixado muitos leitores mais satisfeitos...

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos.
• Incluam ofensas e palavrões;

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.