' '

18 de dez de 2013

Superaventura inédita de Darkwing Duck em fevereiro

EXCLUSIVO. A HQ de Darkwing Duck que será republicada em DISNEY JUMBO #7, em janeiro, é só um aperitivo. 

No mês seguinte, DISNEY BIG #25 abre um bom espaço dentre sua sempre interessante seleção de histórias para entrar uma saga completa e inédita com o mascarado, produzida e publicada nos Estados Unidos pela Boom! com grande sucesso em 2010. 

E não é só: a Abril vai publicar também material clássico e igualmente inédito do personagem, que é uma sátira bem esculachada de Batman. 


Numa óbvia alusão ao clássico de Frank Miller BATMAN, O CAVALEIRO DAS TREVAS, a capa acima foi uma das variantes da edição da estreia do arco que sairá em DISNEY BIG #25 (fev/2014). E a Abril ainda deve publicar mais dois arcos completos dessa nova fase


VAMOS ÀS ORIGENS...

Darkwing Duck surgiu num desenho animado, spinoff de DuckTales, em set/1991. E já ganhou adaptação em quadrinhos dois meses depois: a minissérie Brawl in the Family, com quase 100 páginas divididas entre quatro capítulos. 

Esta saga, inédita nos gibis Disney da Abril, será finalmente publicada no Brasil. Os detalhes virão em 2014.

Depois dessa minissérie de estreia e de várias histórias esparsas — algumas publicadas no Brasil em ALMANAQUE DISNEYPATO DONALDTIO PATINHASVÍDEO-LIVROS DISNEY (todos da Abril) e DISNEY EXPLORA (PubliFolha) —, o personagem e seu universo ficaram fora de circulação.




No Brasil, Darkwing Duck estreou nas páginas da coleção VÍDEO-LIVROS DISNEY, no início de 1998, pela Editora Abril. Composta de dez edições mensais, a série trazia um kit de revista em quadrinhos (36 páginas em formato americano, capa cartonada e miolo em couché) mais um VHS da Abril Vídeo com desenhos animados dos personagens da revista. Darkwing Duck abriu e fechou a coleção — no #10, em companhia da Turma do Pateta, que por sua vez apareceu sozinha em mais dois números. As outras edições foram estreladas por Talespin — A Esquadrilha Parafuso, Bonkers (duas edições), Winnie the Pooh, Happy Holidays e Marsupilami


...E AO RETORNO

Até que a editora americana BOOM! Studios obteve licença para publicar títulos clássicos de gibis Disney e decidiu também bancar a produção de material inédito, sobretudo baseada em Disney•Muppets, longas da Disney•Pixar e séries animadas disneyanas bem sucedidas na televisão, como DuckTales e, justamente, Darkwing Duck.

Assim, DARKWING DUCK — THE DUCK KNIGHT RETURNS seria uma minissérie em quatro edições da americana BOOM! Studios para o segundo semestre de 2010. 
Mas a grande repercussão no lançamento levou a editora a transformá-lo num título periódico mensal, que durou quatro arcos de 88 páginas cada (todos por Ian Brill e James Silvani), e mais um, derradeiro, dividido com DuckTales (por Ian Brill, Warren Spector, James Silvani e José Massaroli).

São eles, todos inéditos no Brasil: 
1- The Duck Knight Returns (que sai em DISNEY BIG #25).
2- Crisis on Infinite Darkwings (que deve sair pela Abril em algum momento de 2014)
3- F.O.W.L. Disposition (idem)
4- Campaign Carnage
5- Dangerous Currency (com DuckTales)

E o leitor ainda pode se divertir com as incontáveis aparições dos mais díspares personagens Disney nesses quadrinhos, citados aqui e ali: Dumbo, Grilo Falante, Barrica, Tinker Bell, Matinhos, Quincas, Capitão Mobidique, Timão e Pumba, Irmãos Metralha, Peninha, Prof. Ludovico, Gansolino, Roger Rabbit, Tico e Teco, Kuzco... e muito, muito, muito mais. Uma festa.






Por E. Rodrigues

PLANETA GIBI COMIC SHOP
Comprar seus gibis aqui é muito mais gostoso!



7 comentários:

  1. Não gostei dessa coisa de misturar histórias velhas e novas (e arcos enormes, ainda!) nos tijolões... Devia sair numa edição especial. Eu nem coleciono essa linha, acho bem ruim essa tendência de se jogar coisas novas no meio dos enlatados. Descaracteriza as revistas e bagunça as coleções. Claro que é uma estratégia para pegar mais público... Uma pena.

    ResponderExcluir
  2. Eu penso um pouco diferente do Filipe. No meu caso acho bem vindo usar o espaço criado pelos tijolões para trazer material que não tem espaço para qualquer outro lugar aqui no Brasil e que não sustenta um especial próprio.

    Não que realmente seja o ideal (nesse ponto concordo com o Filipe). Mas prefiro assim do que não trazer esse material. Fora que fora dos tijolões DW só poderia ocupar espaço de Tio Patinhas e convenhamos que TP já anda cheio demais de coisas que nem precisariam estar nele.

    Talvez seja uma boa hora para começar a colecionar algumas dessas edições grandes Filipe :)

    O material ao menos vem melhorando, sem tanto repeteco de arquivo digital e com mais HQs restauradas pré-digital. Soma-se isso as sagas grandes e inéditas... subiu um nível esses gibizões.

    ResponderExcluir
  3. legal, novidades é sempre bom, parabéns ao Maffia e equipe que estão trazendo muita coisa nova pra nós. E estou no aguardo ansioso de uma coleção luxuosa para Carl Barks e Don Rosa ainda pra 2014

    ResponderExcluir
  4. O problema é que essas edições ocupam um espaço monstro, e eu, que já coleciono há anos, tenho quase todas as histórias... O custo-benefício é bem ruim, pagar 20 reais por umas 80 páginas inéditas (esses arcos novos). Acho uma estratégia até meio desonesta.

    Mas de fato é bom que estejam lançando coisas novas, né? Se os Megas da vida ficarem todos de inéditas, pelo preço que têm, eu os compro sem hesitar.

    ResponderExcluir
  5. FANTÁSTICA NOTÍCIA!! Fico muito feliz. Eu venho enchendo o saco da Abril para publicar esse material faz tempo(mesmo já possuindo os encadernados americanos). Espero que o crossover Darkwing Duck/DuckTales seja publicado, de preferência em edição especial!

    ResponderExcluir
  6. Não conheço o material de Darkwing Duck. Pode ser que eu dê uma chance... quem sabe? Acho que o personagem tem seus fãs garantidos já.

    ResponderExcluir
  7. Filipe Chamy, se você já tem a maioria do material publicado nessas encadernações, simplesmente não compre. Ninguém é obrigado a comprar ou recomprar aquilo que já tem. Mas para quem não tem, o que acredito seja uma grande parcela de leitores, esses tijolões serão sempre bem vindos. E se tiver material inédito, é um bônus a mais pra quem está colecionando. Estratégia super bacana e sempre bem vinda da Abril, que visa contentar aos leitores novos, ou a antigos leitores que voltaram a colecionar a pouco tempo. Que continuem assim!

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.