' '

7 de nov de 2013

Duas vezes "Ceborinha"

Enquanto o Planeta Gibi recarrega as baterias, relembre diariamente aqui alguns posts bacanas. Voltamos aos inéditos a partir de 16 de novembro, quando o Planeta Gibi Comic Shop completa 7 anos no ar! 

Publicado originalmente em 29/ago/2009. 

Na década de 1970, o jornal Folha de S.Paulo tinha um suplemento chamado Quadrinhos. Entre suas atrações estavam, claro, os quadrinhos de Mauricio de Sousa. Afinal, a Folha era a casa da Turma, que ali já estrelava o infantil Folhinha de S.Paulo desde a década anterior. 


Uma curiosidade encontrada ao acaso no acervo do Planeta Gibi: a historinha que abria a edição #167 (9/set/1975) trazia Cebolinha, Cascão e Mônica às voltas com um chinesinho. Repare como as gags são semelhantes às da clássica Ceborinha, Né?, com Massaru, publicada bem antes, em MÔNICA #31 (Editora Abril, nov/72). 


O japonesinho, por sinal, voltou a aparecer recentemente nos quadrinhos da Turma, em MÔNICA #18 (Panini, jun/08), na apresentação dos personagens Tikara e Keika, em homenagem aos 100 anos da Imigração Japonesa. 

Por E. Rodrigues e Rivaldo Ribeiro

4 comentários:

  1. É verdade! Só mudaram alguns detalhes, mas com certeza é a mesma história.

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto deste conteúdo engraçado e ingênuo desta época, por isso também coleciono a revista do Bolinha.

    ResponderExcluir
  3. Lembro-me bem dessa aparição do nipônico Massaru sendo apresentado para o Cebolinha ("Ceborinha, né?").
    E nas estórias do Pelézinho, tinha algumas delas onde ele aparecia namorando a oriental Neusinha (que era filha de japoneses).
    Vocês se lembram dela chamando o Pelézinho de "Perézinho"?

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.