' '

27 de mai de 2013

Roberto Civita † 76 Anos

Cancelar O PATO DONALD seria o mesmo que propor o assassinato de um filho. Enquanto existir a figura simbólica do Papai Noel haverá um exemplar de O PATO DONALD nas bancas de todo o Brasil. Como Tio Patinhas sempre se lembra da primeira moeda, nós nos lembramos de nossa primeira revista. Ela não é tão importante hoje em dia como era há cinquenta anos, por múltiplas razões, mas tem um valor afetivo muito grande. Não faço parte daquela corrente que acha que a palavra impressa acabou. Talvez isso venha a acontecer um dia, mas não será agora, nem nesta década, nem na próxima. Se conseguirem uma tela com as qualidades do papel, pode-se eliminar a utilidade deste. Mesmo assim, continuaremos com a palavra escrita, apesar de não mais impressa. Num determinado ponto, começaremos a aumentar a renda per capita e o nível educacional. Nesse momento, passaremos a ter um mercado muito maior que o atual para informação e entretenimento. E O PATO DONALD vai estar lá. Mesmo que de forma holográfica, mas vai estar.

Roberto Civita, diretor editorial e presidente do Conselho de Administração do Grupo Abril, para Gonçalo Junior em 2000; registrado em O Homem Abril, Opera Graphica, 2003.



Depoimento de Rivaldo Ribeiro:

Hoje estou muito triste com a morte do Sr. Roberto. Também fiquei assim quando seu pai, Victor Civita, faleceu. Ambos, para mim, personificaram a persistência da publicação dos quadrinhos Disney no Brasil.

Naquela época, eu era um jovem leitor do interior de Pernambuco.

Frequentar um dia a redação Disney da Abril ou, mais ainda, estar presente num evento comemorativo da longevidade da parceria Abril-Disney só poderia acontecer mesmo em sonho.

Pois o fantástico disso tudo é que a vida tem uma inexplicável magia, uma energia incrível que nos empurra para onde nosso pensamento quer. Ou onde sonhamos estar.

E foi assim que, apesar de não ser funcionário da editora, mas por colaborar sempre que possível, tive o privilégio de viver esses momentos e de ser um dos dois “sapos de fora” a participar das comemorações de 60 anos da revista do Pato Donald, em meio ao pessoal da Abril e da Disney Brasil. 

E aquela foi a única vez que estive perto do Sr. Roberto, sempre sorridente! E a imagem que fixei dele foi essa, registrada nesta foto.



Fotos: Pedro Duque.




7 comentários:

  1. Um grande homem que junto com o seu Pai alimentou o sonho de muita gente no nosso País, seja com a Linha Disney, seja com a Marvel e a DC, e tantas outras, isso se referindo só na parte de quadrinhos. Se hoje temos tantos títulos em bancas e tanta variedade, a Abril pode ser considerada uma grande inovadora em tudo isso. Mais um dos grandes que se vai do mercado editorial.

    ResponderExcluir
  2. Um dos meus troféus nestes dezoito anos de Grupo Abril, um das várias mensagens de felicitação enviadas a redação pelo do Dr. Roberto. Este era sobre o especial de 70 anos do Zé Carioca que eu gostaria de compartilhar com vocês;

    De: Roberto Civita
    Enviada em: quarta-feira, 24 de outubro de 2012
    Assunto: ZÉ CARIOCA - 70 anos

    Muito obrigado pelo envio do primeiro volume. E parabéns calorosos para você, Figa e toda a equipe pela ótima iniciativa. Por enquanto, só li o fascinante relato do Celbi Vagner Pegoraro sobre A Criação do Zé Carioca e adorei a foto do Walt deitado na praia de Copacabana. Mas pretendo devorar todo o resto o quanto antes. Faço votos de belas vendas!

    Um grande abraço,
    RC

    Assim era Roberto Civita (ou Dr. Roberto, maneira cariosa que os funcionários se referiram a ele), apaixonado por gibis e entendedor do assunto! Mais uma vez, obrigado por tudo, Dr. Roberto! Foi um Privilegio!

    Paulo Maffia
    Maio/2013

    ResponderExcluir
  3. Empreendedores que muitas vezes visaram seus objetivos acima do lucro (manter a linha Disney e principalmente Pato Donald em bancas mesmo com prejuízo) são cada vez mais raros. E hoje perdemos Roberto, que assim como seu pai, Victor, manteve o seu sonho e objetivo de vida, ali, onde tudo começou, onde nenhum pato jamais havia estado.

    ResponderExcluir
  4. Fica o exemplo de um homem que jamais assassinaria o Pato Donald. Por outro lado, artista consagrado da própria Disney (que se presume seguidor de Carl Barks) já enterrou o Tio Patinhas, criação de seu mestre.

    ResponderExcluir
  5. Não tive tempo de vir aqui antes e deixar meus sentimentos pelo falecimento do presidente da Editora Abril, o Senhor Roberto Civita.
    Nunca o vi, só por fotos, pelo sorriso simpático me parece que era uma pessoa muito simpática e cortes!
    Esse homem deixou um grande legado e pôde partir em paz com a sensação do dever cumprido e uma vida intensa trazendo a cultura, informação e o entretenimento a milhares e milhares de pessoas!!!
    Vá em paz senhor Roberto e obrigado pela FAMÍLIA CIVITA ter trazido para o Brasil a família do PATO DONALD!!!

    ResponderExcluir
  6. Não o conhecia como pessoa, mas como empresário do ramo das comunicações, foi um exemplo a ser seguido!

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.