' '

31 de mar de 2013

Gibis Disney em abril e maio

Urtigão volta em HQ inédita no PATO DONALD de abril, que também continua a saga Escoteiros Mirins Viajantes do Tempo (incluindo entrevista com seu desenhista, Arild Midthun, em maio). MICKEY destaca O Mistério no Mundo Subterrâneo e uma das últimas HQs desenhadas pelo mestre Romano Scarpa (1927-2005). ZÉ CARIOCA de abril é outra edição histórica: além da muito divertida sequência inédita de Zé com Crocante, há a republicação, pela 1ª vez, da 2ª HQ brasileira produzida com o papagaio. Em maio, o gibi resgata a dupla Bigode e Comprido, de Kinney & Hubbard. TIO PATINHAS introduz o universo de Fantomius e Dolly Paprika — precursores de Superpato e Superpata. PATETA traz Indiana Pateta e mais uma HQ acima da média de Casty, King Patetunga. MINNIE segue a linha das grandes aventuras, desta vez com A Rainha do Castelo Negro e, em maio, numa HQ passada na Era Vitoriana. Veja muito mais a seguir.


PATO DONALD #2417
Revista mensal, abr/13, edição #1781, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas, R$ 3,20, distribuição nacional.
Capa: Giorgio Cavazzano (IC TL 2959).

Na noite em que o mundo está atento a uma chuva de meteoros, uma nave espacial (será?!) aporta no sítio do Urtigão. Para desespero do velho matuto e do Cão, Donald e Peninha dão as caras por lá! O mestre Giorgio Cavazzano desenha o roteiro de Gabriele Mazzoleni (ITL2959-1, 26 páginas).

Depois, um desanimado Donald acompanha Margarida numa expedição de observadores de pássaros. HQ dinamarquesa de Terry LaBan e Marçal Abella Bresco (D2006-162, 4 páginas).

Fecha a edição o 2º capítulo da série dos Escoteiros Mirins: Viajantes do Tempo, escrito por Byron Erickson e desenhado por Arild Midthun (D2011-162, 16 páginas). A saga começou em PATO DONALD #2412 (nov/12) e continua no gibi de maio.  


PATO DONALD #2418
Revista mensal, mai/13, edição #1782, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas, R$ 3,20, distribuição nacional.
Capa: Arild Midthun (D25779).

Três capítulos da saga Escoteiros Mirins: Viajantes do Tempo nesta edição. 

Primeiro, Donald e os meninos voltam para a China do século 16 à caça do pioneiro viajante à Lua — numa cadeira equipada com foguetes! (D2001-163, 13 páginas, roteiro de Knut Nærum.)

No capítulo 4, os viajantes do tempo voltam à Sibéria para investigar se o acidente que arrasou boa parte da região de Tunguska em 1908 foi mesmo provocado por um asteroide (D2012-005, 14 páginas, roteiro de Tormod Løkling).

A parte 5 tem também as participações de Tio Patinhas e Irmãos Metralha (D2012-027, 16 páginas, roteiro de Knut Nærum) e é seguida por 4 páginas de entrevista com o desenhista da saga até aqui, o norueguês Arild Midthun (de O Medalhão de Donaldus, vista em PATO DONALD #2388, 2010).

O PATO DONALD foi lançada em julho de 1950, sendo uma das mais antigas revistas brasileiras em circulação contínua. A Editora Abril a considera oficialmente como sua primeira publicação (antes, em maio daquele ano, o editor Victor Civita lançara RAIO VERMELHO, mas como Editora Primavera). O gibi estreou em formatão, tipo magazine. A partir do #22, adotou o formato de aproximadamente 13,5 x 21 cm, que acabou instituindo o jargão "formato Pato". Em jan/61, seu título na capa passou a alternar-se semanalmente entre O PATO DONALD e O PATO DONALD APRESENTA ZÉ CARIOCA — ainda naquela década simplicado para ZÉ CARIOCA, que ficava com a numeração ímpar. Na edição #1470, outro marco: a revista ganhou uma capa em papel couché e teve seu formato reduzido em 2 cm, inaugurando o popular "formatinho", logo adotado por outras publicações de quadrinhos, inclusive de outras editoras, como a RGE (hoje Globo). Em jun/85, no #1751, finalmente a revista voltou a ter numeração independente.


ZÉ CARIOCA #2382
Revista mensal, abr/13, edição #1268, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas, R$ 3,20, distribuição nacional.
Capa: Luiz Podavin (BC ZC 2382).

Crocante volta a apavorar o Rio de Janeiro numa HQ ainda mais divertida (o que não é pouco) do que aquela em que passou a ser o bichinho de estimação do Zé Carioca (vista na edição de fevereiro). Roteiro e desenhos de Fernando Ventura. Produção inédita (B 2013-003, 10 páginas).

Superpateta e Morcego Vermelho voltam no tempo para capturar um ladrão de tumbas no Antigo Egito. De Arthur Faria Jr. e Carlos Edgard Herrero (B 870082A, 12 páginas). Publicada originalmente apenas em PATO DONALD #1957 (dez/91).

A ultramegahíper rara HQ brasileira Você Já Foi a Brasília? vem na sequência (BPD435-C, 13 páginas). Publicada antes apenas em O PATO DONALD #435 (8/mar/60), às vésperas da inauguração da nova capital do país, a história de 13 páginas foi desenhada por Jorge Kato e é a 2ª HQ nacional estrelada pelo papagaio (na edição da semana seguinte havia saído A Volta de Zé Carioca, também de Kato, republicada ano passado no volume 1 de ZÉ CARIOCA 70 ANOS).

Terra de Gigantes fecha a edição, com roteiro de Genival de Souza e desenhos de Gustavo Machado (B970071, 12 páginas). A aventura do papagaio encolhido foi publicada antes apenas em ZÉ CARIOCA #2104 (jun/98).



ZÉ CARIOCA #2383
Revista mensal, mai/13, edição # 1269, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas, R$ 3,20, distribuição nacional.
Capa: Aluir Amancio (BC ZC 2089).

O Rolo da Chaminé abre a edição. Uma HQ inédita com roteiro de Arthur Faria Jr. e desenhos do mestre Disney Carlos Edgard Herrero (B 2013-004, 11 páginas).

Pena das Selvas vem em seguida, com Micromacacadas, desenhada por Seung Joo Kang (B840180, 10 páginas). Publicada pela última vez no Brasil em DISNEY ESPECIAL #148, em 1995.

Uma fofoca leva Rosinha a romper com Zé em Ciúme Nunca Mais!, de Gérson Teixeira e Aparecido Norberto (B930134, 9 páginas). Publicada antes apenas em ZÉ CARIOCA #1997 (1994).

Tony Strobl leva Donald, Peninha e Tio Patinhas ao restaurante que os pilantras Bigode e Comprido abrem ao lado do Banco Patinhas (S70227, 10 páginas). HQ publicada antes apenas em O PATO DONALD #1038 (1/out/71). 

Não se lembra da dupla? Bigode e Comprido surgiram numa HQ de 1968 de Dick Kinney & Al Hubbard (que também trouxeram ao mundo as primeiras HQs de Peninha, Urtigão e 00-ZÉro, entre outras). Em 1972, Herrero também aproveitou os pilantras noutra história passada na redação de A Patada (HQ produzida para o mercado internacional, a propósito). Júlio de Andrade, Ivan Saidenberg, Gérson Teixeira e Arthur Faria Jr., entre outros, também escreveram roteiros com a dupla — a mais recente foi publicada em MARGARIDA #253 (out/96), com roteiro do Arthur e desenhos de Eli Leon.

Em Nome da Ciência... e do Amor fecha a edição. Roteiro de Raimundo Guimarães de Cerqueira Jr. e desenhos de Aluir Amancio (B950139, 7 páginas). HQ publicada antes apenas em ZÉ CARIOCA #2040 (1996).

ZÉ CARIOCA surgiu como um mero subtítulo da revista O PATO DONALD #479 (jan/61). E assim seguiu, alternando-se semanalmente com o PATO, por todas suas edições ímpares. No final da década de 1960, a menção ao gibi do amigo desapareceria da capa e de seu expediente, mas a numeração compartilhada seguiria até jun/85, quando ZÉ CARIOCA #1752 chegou às bancas — o primeiro número par da revista. A partir daí, o gibi manteve sua circulação independente.


MICKEY #847
Revista mensal, abr/13, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas, R$ 3,20, distribuição nacional.
Capa: Claudio Sciarrone (IC TL 2968).

Nesta edição começa a misteriosa aventura no mundo subterrâneo (ITL2968-1P, 25 páginas), com roteiro de Alessandro Sisti e desenhos de Claudio Sciarrone. Sisti também escreveu, entre outras, a fantástica A Catástrofe Cronoespacial (publicada no Brasil pela última vez em DISNEY BIG #6, em 2010). Já Sciarrone assinou a arte de várias HQs da série As Novas Aventuras do Superpato (retomada pela Abril no início deste ano).

Depois, Chiquinho e Francisquinho enfrentam e presenciam sessões de intimidação moral e física (em português, "bullying") na escola (ITL2970-1, 22 páginas). O roteiro é de Riccardo Pesce e os desenhos, do mestre Massimo De Vita (A Espada de Gelo, O Casamento do Tio Patinhas, A Catástrofe Cronoespacial).



MICKEY #848
Revista mensal, mai/13, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas, R$ 3,20, distribuição nacional.
Capa: Carlos Motta (BC MK 848).

Após a conclusão da aventura no mundo subterrâneo (ITL2968-2P, 29 páginas), a edição abre espaço para duas produções dinamarquesas. Na primeira, Pateta procura alienígenas e aponta seu poderoso telescópio para... a janela de Mickey! Roteiro e desenhos do italiano Fabrizio Petrossi, de Era Uma Vez na América (D2009-052, 8 páginas).

Depois, o mestre Romano Scarpa ilustra o roteiro do casal McGreal onde uma greve geral em Patópolis atrapalha os planos de Mickey (D/D2000-019). Esta é uma das últimas HQs produzidas por Scarpa, publicada alguns dias após sua morte, em 23 de abril de 2005, aos 77 anos. O italiano assinou obras como As Lentilhas da Babilônia (de 1960, vista aqui em O PAÍS DOS METRALHAS, 2013), O Duplo Segredo do Mancha Negra (de 1955, inédita no Brasil) e A Lenda do Escocês Voador (de 1957; aqui, em TIO PATINHAS #526, 2009).

MICKEY foi lançado pela Editora Abril em out/52. Com mais de 60 anos, portanto, ocupa o honrado posto de segundo gibi brasileiro mais antigo em circulação (o primeiro é O PATO DONALD). Possui uma notável legião de colecionadores, atraída sobretudo pela mítica raridade das cem primeiras edições.


TIO PATINHAS #573
Revista mensal, abr/13, formato 13,4 x 19 cm, 80+4 páginas, R$ 4,95, distribuição nacional.
Capa: Giorgio Cavazzano (IC TL 2971).

O Veleiro de Prata, desenhada por Cavazzano, traz um dos últimos roteiros do mestre Disney Rodolfo Cimino (1927-2012), publicado alguns meses após sua morte (ITL2971-1, 30 páginas).

Dolly Paprika é parceira de Fantomius, o anti herói de outrora que inspirou Donald a se tornar o Superpato. Esta é a 1ª das três HQs de Marco Gervasio que (re) introduzem esses personagens, que em breve estarão pintando por aqui em uma saga memorável (ITL2675-1, 30 páginas).

Duas HQs dinamarquesas lhe seguem: uma curtinha com o tio se irritando com bolas de neve (D2004-143, 4 páginas, de Stefan Petrucha e José Maria Manrique) e outra com Maga Patalójika chantageando Patinhas com Huguinho, Zezinho e Luisinho para obter, claro, a Número Um. HQ com desenhos do ótimo Wanda Gattino para roteiro de Maya Åstrup (D2010-026, 14 páginas).



TIO PATINHAS #574
Revista mensal, mai/13, formato 13,4 x 19 cm, 80+4 páginas, R$ 4,95, distribuição nacional.
Capa: Wilma van den Bosch (HC DD2010-19).

O gibi abre com uma produção antiga da dupla de mestres Disney Cimino & Cavazzano (ITL867-A, 37 páginas), onde Tio Patinhas, cada vez mais obcecado por ouro, para de comer. Um musgo o salvará.

Peninha estrela mais uma HQ sem palavras de Enrico Faccini (ITL2933-3, 16 páginas).

O Segredo de Fantomius é a 2ª HQ da série iniciada na edição anterior. Por Marco Gervasio (ITL2902-2, 24 páginas). Com Superpato, Tio Patinhas, Patacôncio, Prof. Pardal, Margarida e, claro, Fantomius e Dolly Paprika.

TIO PATINHAS foi lançada pela Editora Abril em dez/63 com o título ALMANAQUE TIO PATINHAS. Esse prenome seria abandonado em out/70, na edição #64 — não por acaso, em seguida a Editora Abril lançaria o ALMANAQUE DISNEY, que viria a herdar seções clássicas da revista do velho muquirana, como Maravilhas da Natureza e Zoo Disney. Inicialmente com periodicidade irregular, somente em mai/66, na edição 10, TIO PATINHAS se tornou mensal — cabe registrar que, exatamente como ocorrido com ZÉ CARIOCA, TIO PATINHAS também era considerada uma edição avulsa de O PATO DONALD (como registrado no prefixo de capa de seus primeiros números e, mais claramente, em seus expedientes). Outra curiosidade é um fato ainda desconhecido por muitos: a edição #9 foi publicada com duas capas diferentes — uma delas foi recolhida e hoje é mais rara que a própria #1.


PATETA #23
Revista mensal, abr/13, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas, R$ 3,20, distribuição nacional.
Capa: Giorgio Cavazzano (FC MP 247B).

Como a chamada de capa diz, Quentin Tarantela está produzindo um documentário com Indiana Pateta. Quem terá que fazer esse papel, no entanto, será o desajeitado Pateta. Por Alberto Savini e Massimo De Vita (ITL2621-1, 31 páginas).

Pateta, com Mickey e Horácio, estrela uma HQ dinamarquesa em seguida, de François Corteggiani e Jorge David Redo (D2008-288, 3 páginas).

O Blog do Pateta volta para fechar a edição, com roteiro de Giorgio Salati e desenhos de Stefano Intini (ITL2949-3, 12 páginas).



PATETA #24
Revista mensal, mai/13, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas, R$ 3,20, distribuição nacional.
Capa: Carlos Mota (BC PAT 24).

Casty mantém seu habitual altíssimo nível na aventura que abre esta edição. Uma paródia de King Kong com Pateta e Mickey às voltas com King Patetunga (ITL2753-2, 38 páginas).

Noel van Horn assina a produção seguinte, com Pateta e Mickey (D/D2002-031, 8 páginas).

PATETA teve sua terceira série lançada pela Editora Abril em jun/11. As série anteriores tiveram 56 edições (entre set/82 e out/84) e 26 edições (entre set/04 e dez/06).


MINNIE #23
Revista mensal, abr/13, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas, R$ 3,20, distribuição nacional.
Capa: artista não identificado no Inducks (IC GCD 179).

A Rainha do Castelo Negro é a superaventura da dupla Cimino & Cavazzano que abre a edição, uma produção italiana de 1997 (IM50-1, 30 páginas).

Pluto estrela a HQ seguinte, também com Minnie e Mickey. Roteiro de Caterina Mognato e desenhos de Marco Mazzarello (IMI182, 15 páginas). Da série Pluto: Detetive de 4 Patas.



MINNIE #24
Revista mensal, mai/13, formato 13,4 x 19 cm, 48+4 páginas, R$ 3,20, distribuição nacional.
Capa: Giovan Battista Carpi, Lorenzo Pastrovicchio, Roberto Santillo (IC GCD 143).

Uma aventura na Era Vitoriana, com Minnie, Pateta e João Bafo-de-Onça, é o destaque deste número (ITL2970-5, 32 páginas). Roteiro de Matteo Venerus e desenhos de Roberto Vian.

Completa a edição outra italiana, também com Minnie, Mickey e Bafo. Por Angelo Palmas e Marco Pavone (ITL2342-4, 14 páginas). O cientista primo do Bafo, Prof. Intrigatão, também aparece aqui. O personagem foi criado pelo mestre Romano Scarpa e estreou em 1977, numa HQ que permanece inédita no Brasil. O personagem foi revisto aqui recentemente, em DISNEY BIG #17, ano passado.

MINNIE teve esta série lançada pela Editora Abril em jun/11. A série anterior teve apenas três edições, num interessante formatinho diferenciado, chamada MINNIE POCKET LOVE.


Editor: Paulo Maffia
Indexação: Inducks


Por E. Rodrigues




10 comentários:

  1. Que legal a volta do Urtigão. Sempre gostei das histórias dele. Espero que ele apareça de novo de vez em quando!

    ResponderExcluir
  2. Está aberta as portas para histórias inéditas do Urtigão serem produzidas no gibi do Zé Carioca.
    O Urtigão é meu personagem favorito, eu adorava a sua revista dos anos 80 e 90, aquele universo que foi criado para ele era engraçado demais. O Brasil foi o único país a ter uma revista regular do Urtigão.

    ResponderExcluir
  3. Aquela saga do Fantomius que foi lançada na itália é essa que vai ser publicada em abril e maio? Ou essa saga vai ser lançada depois?

    ResponderExcluir
  4. Em Tio Patinhas de abril a junho saem 3 HQs com Fantômius e cia. Elas antecedem a saga a que você se refere, que sairá na sequência.
    E. Rodrigues

    ResponderExcluir
  5. disney big tem previsão para voltar a ser distribuição nacional ou continuara sendo setorizada?

    ResponderExcluir
  6. Só para confirmar. A revista do Urtigão e o universo desenvolvido em torno do personagens estão relacionados com a saída da turma da Mõnica(e consequentemente do núcleo Chico Bento) da Editora Abril?

    ResponderExcluir
  7. Big: mantém-se setorizado.

    Urtigão: Júlio de Andrade disse-nos que a disputa Mauricio-Disney existia desde quando ambas as produtoras estavam na Abril. O projeto Urtigão já existia antes da decisão da saída de Mauricio. Sobre isso, leia aqui a entrevista com Júlio que publicamos em 3 partes, há algum tempo. Também há um post aqui sobre uma misteriosa HQ em que Donald invade uma história da Mônica (reza a lenda que se tratou de "brincadeira" com o fato de, pela primeira vez, Mauricio ter ultrapassado a Disney em vendas de gibis no Brasil).

    ResponderExcluir
  8. Aqui? O link não funcionou, fiquei curioso.

    ResponderExcluir
  9. Donald e Mônica: http://www.planetagibi.net/2009/09/pato-donald-chateando-monica.html

    Entrevistão com Júlio:
    http://www.planetagibi.net/search/label/Planeta%20Gibi%20Blog%202%20Anos

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.