' '

12 de dez de 2012

Gibis Disney em 2013

A data da volta das HQs inéditas brasileiras de Zé Carioca, os 70 anos de Donald versus Silva, os 40 anos do Morcego Vermelho, a volta de Atomino, as sagas inéditas de Fantomas e dos Escoteiros Mirins: Os Viajantes do Tempo, a volta do maior vilão de Patópolis, DonaldDuplo, Pateta Repórter, Donald e Regina, HQs inéditas em DISNEY MEGA, Os Mágicos de Mickey II na íntegra, os próximos especial mensais Disney de 300 páginas inéditas, Barks de luxo... A seguir, o que o leitor verá nos gibis em 2013 (e algo mais).


PATO DONALD
Em fevereiro, Donald Versus Silva: 70 anos de quebra-pau!

Até julho: publicação, tanto aqui como em TIO PATINHAS, dos demais episódios da série Escoteiros Mirins: Os Viajantes do Tempo (iniciada em PATO DONALD de novembro).


MICKEY
Em fevereiro, uma sitcom assinada por Casty.

E o mesmo artista comparece de novo, ainda no 1º semestre, com a volta de Atomino.

ZÉ CARIOCA
Em fevereiro: começa a trazer uma HQ inédita de 10 páginas (em média) por edição, a cargo dos artistas já anunciados. A primeira introduzirá um personagem inédito no universo do Zé — um coadjuvante oriundo de histórias do Tio Patinhas (quem será?...).

Em maio: Carlos Edgard Herrero terá publicada sua primeira HQ dessa nova fase. O tema será o Dia dos Namorados.

Quanto às vestimentas do personagem, a Abril decidiu dar liberdade aos desenhistas: cada um o mostrará com os trajes que desejar e que sejam mais convenientes à trama.

ZÉ CARIOCA 70 ANOS
A repercussão na mídia e o sucesso de vendas do par de edições comemorativas superou em muito as expectativas da editora.

Na virada do ano, Zé Carioca deve ganhar a capa da revista Veja Rio, nada menos.

Os volumes 1 e 2 devem permanecer nas bancas até o final de janeiro, ganhando reimpressões. A editora tem planos de lançar no futuro uma edição de luxo, em capa dura, reunindo ambos os volumes.


TIO PATINHAS
Em fevereiro, começa a trazer as HQs mudas de Peninha — que até então estavam saindo em PATO DONALD.

Em março, A Volta do Dr. Maluco (dando continuidade à surpreendente trama com o Prof. Pardal, que saiu na edição #560, de março último).

Em junho e julho: a saga de Fantomas, o precursor do Superpato (veja mais aqui).

Antes disso: as HQs que introduzem o universo dessa saga.

No segundo semestre: DonaldDuplo estará de volta.

MINNIE
Em fevereiro: uma HQ emocionante, abordando a importância dos livros para a humanidade.

Ainda no 1º semestre: ancestrais de Minnie na Austrália da Era Vitoriana (1837-1901), quando a corrida do ouro fez a população de lá triplicar.

PATETA
A publicação de Pateta Repórter no Brasil não passa de 2013: caso não vingue projeto mais ambicioso, a série sairá até mesmo na mensal.


ALMANAQUE DOS SUPER-HERÓIS DISNEY
Em março: a edição #5 dessa revista semestral prestará homenagem aos 40 anos do Morcego Vermelho, incluindo HQs raras nunca antes republicadas e uma entrevista com Carlos Edgard Herrero, criador do personagem, junto com Ivan Saidenberg. Há possibilidade, a propósito, da capa desta edição ser desenhada pelo próprio Herrero.

DISNEY BIG
Em fevereiro: destaque para o encontro de Donald com Regina em Aventura Submarina, a HQ de estreia da rainha apaixonada por Donald (por Rodolfo Cimino e Giorgio Cavazzano). Quando publicada no Brasil antes, esta aventura saiu remontada em 24 páginas. DISNEY BIG #19 a trará na íntegra, com suas 32 páginas originais.

Essa edição terá ainda uma hilariante HQ brasileira (Saidenberg & Herrero) com Pena Kid, Metralhas, Mancha Negra e outros numa... HQ produzida por Peninha para A Patada. A pérola é de 1976 e nunca havia sido republicada.

E tem ainda Sir Lock Holmes, Lobinho, Escoteiros Mirins (de Vic Lockman & Tony Strobl, nada menos), Banzé e muitos outros. Superpato surge em O Retorno à Vila Rosa.

Também na linha "pela primeira vez em versão integral no Brasil" haverá Tio Patinhas versus Patacôncio em O Plástico Espacial (de Massimo Marconi & Giorgio Cavazzano; antes, 23 páginas; agora, 30) e Mickey e O Fantástico Topamac (de Giorgio Pezzin & Romano Scarpa; antes, 28 páginas; agora, 35). 

DISNEY JUMBO
Em janeiro: a saga Os Mágicos de Mickey II na íntegra. O gibi de 516 páginas sai no dia 15 (e insinua uma periodicidade quadrimestral).

DISNEY MEGA
“O maior gibi Disney do mundo”, lançado em maio como edição única, deve acabar ganhando um segundo volume nas férias do meio do ano. E suas 800 páginas possivelmente incluirão duas HQs inéditas.



ESPECIAIS DISNEY
Em janeiro: EPIC MICKEY 2. O especial terá 152 páginas e, além da quadrinização e curiosidades do game homônimo, trará a íntegra de Mancha das Trevas, mais uma superaventura de Casty (92 páginas; desenhos de Lorenzo Pastrovicchio).

Em fevereiro: coroando o julgamento do mensalão, a Abril lança O PAÍS DOS METRALHAS, um especial de 308 páginas inéditas com HQs estreladas pelos vilões mais famosos do mundo.

Em seguida, e não necessariamente nessa ordem ou com esses títulos: ESCOTEIROS MIRINS SEMPRE ALERTA 2, AVENTURAS NO TEMPO E ESPAÇO (possivelmente em julho, acompanhando a estreia do novo longa de Star Trek), VIAGEM AO FUNDO DO MAR e SUPER HERÓIS DISNEY. Todos com histórias inéditas.

CARL BARKS
Em 2014: relançamento das obras completas do maior artista de quadrinhos Disney de todos os tempos em versão de luxo e capa dura.

NÃO DISNEY:
MANGÁS
A Abril está satisfeita com o desempenho de GEN e deve ampliar sua linha de mangás em 2013. Não foram dados mais detalhes, mas uma coisa é certa: nada ainda de KINGDOM HEARTS no Brasil.

LINHA CARTOON DC
A editora não descarta a volta da publicação desses gibis.

MAIS DISNEY:
As novidades para 2013 não se encerram aqui. Novos anúncios ocorrerão nos próximos meses. E valerão a espera.


Por E. Rodrigues & Rivaldo Ribeiro





25 comentários:

  1. São listas como essas que nos fazem respirar aliviados e pensar:
    "Ufa, estão ouvindo os leitores"

    Praticamente TODA a lista foram questionamentos dos leitores. Donald Duplo, Pateta Repórter, tirar o Barks das republicações e ao mesmo tempo lançar a coleção de luxo, republicações de sagas completas em um mesmo volume, volta da produção nacional, Zé carioca livre para os artistas escolherem a sua vestimenta, enfim, MUITAS novidades que foram pedidas pelos leitores.
    Parabéns Abril, tenha certeza que nós leitores retribuiremos esgotando as edições nas bancas.
    Esse ano foi um misto de erros e acertos, mas foi um ótimo ano, o melhos desde os anos 90.

    ResponderExcluir
  2. Gostei da programação. Senti a falta de 3 coisas: 1) "O mistério dos Signos"; 2) um novo título mensal com inéditas importadas, já que inéditas por enquanto só do Zé; e 3)novas coleções no estilo PFH, CLD e ED. Mas, como foi bem explicado, outras novidades virão no decorrer dos próximos meses.

    ResponderExcluir
  3. O Mistério dos Signos e a coleção não estão cancelados (e nem alguns outros, anteriormente propostos). Mas a editora não tem detalhes a revelar por ora. Quanto às inéditas: os especiais mensais de 300 páginas inéditas continuam.
    Abs.
    E. Rodrigues

    ResponderExcluir
  4. O que ainda falta:

    - Mexer nos pacotes de assinaturas, incluindo uma assinatura mais honesta que inclua Pateta e Minnie, e uma só pra almanaques.

    - Aumentar o numero de páginas de revistas como Mickey e Pato Donald (que deveriam ter a mesma quantidade de Tio Patinhas - que poderia passar pra 100)

    - Melhorar a qualidade gráfica e do papel bunda usado nas mensais.

    - Desafogar a Tio Patinhas fazendo retornar a Almanaque Disney. Durante toda esse ano de 2012, a Tio Patinhas muitas vezes lembrou mais a Aventuras Disney do que a própria revista do muquirana.

    O que fizeram errado:

    - Publicar apenas 1 HQ da Rainha Regina em BIG. Vacilo feio. Porque não republicar todas as 4 HQs da saga, mais a inédita que nunca saiu por aqui?

    - Continuar mutilando sagas em capítulos mensais...

    ResponderExcluir
  5. Alias o fato da coleção semanal estar no congelador só prova tudo aquilo que os leitores criticaram quando Essencial foi lançado.

    Basicamente isso prova a merda que foi a decisão editorial de criar a Essencial da forma como foi criada, tanto em nome, como em seleção de HQs, quanto até mesmo o preço.

    Fora a frustação da setorização foi com essa coleção pra muita gente.

    Uma coleção que ficaria perfeita no Brasil? Essa aqui:

    La Storia Universale Disney
    http://coa.inducks.org/publication.php?c=it%2FCSU&pg=img&num=1

    Isso redimiria a Abril pelo pastelão que foi Essencial, e traria um pouco daquilo que Classicos da Literatura conquistou quando a ideia saiu no Brasil. Basta trocar algumas das HQs que Classicos da Literatura trouxe e que repetem nessa coleção italiana. Nada impossível de adaptar e deixar sensacional no Brasil.

    Uma coleção educativa, com aquela pegada de HQs que não encontramos nas revistas de linhas, com muito conteúdo histórico e com capas sensacionais!

    ResponderExcluir
  6. Boas novidades! Espero que a Abril as cumpra, é claro, pq já virou "normal" a editora prometer e não cumprir! Senti falta de Crônicas do Planeta T, sem notícias? Quanto ao mangá e a linha DC, não estou comprando, pq insisto, a encadernação (lombada quadrada) é uma droga! As gráficas da Abril precisam aprender com as gráficas da Panini!

    ResponderExcluir
  7. Caramba é MUITA coisa boa a vim...é realmente esperar pra ver né?

    Todo ano ficamos nas expectativa que tudo isso promete e de que será cada vez melhor,uma esperança significativa!

    Ficam aqui os meus votos registrados de que tudo isso possamos(façamos) a te-las realizadas...pois toda essa empolgação promete para 2013 e MUITO!!

    Felizes aqueles povos de boa vontade que com para os Quadrinhos Disney em 2013.

    AleXANDRO.

    ResponderExcluir
  8. Sim, é verdade temos os especiais de 300 páginss inéditas que são mesmo muito legais,rs. Os gibis Disney vão mesmo muito bem, evoluindo a cada temporada.

    ResponderExcluir
  9. fico no aguardo de 2014 ansioso pois quero Barks de luxo e em capa dura, vai ser sensacionallll.

    ResponderExcluir
  10. fico no aguardo de 2014 ansioso pois quero Barks de luxo e em capa dura, vai ser sensacionallll.[2]

    ResponderExcluir
  11. CARACA! Muita novidade!!! A mais esperada delas certamente será a republicação das obras de Barks, preparem os bolsos kkkkkkkk.

    Escoteiros Mirins 2 só com inéditas vai ser maneiro também, to curioso quanto ao especial dos Metralhas.

    Ah, aquele especial Disney GIGANTE poderia ter uma segunda edição né? Achei muito bacana HQs em preto e branco e um gibi daquele tamanho.

    ResponderExcluir
  12. "Ah, aquele especial Disney GIGANTE poderia ter uma segunda edição né? Achei muito bacana HQs em preto e branco e um gibi daquele tamanho."


    - concordo plenamente

    ResponderExcluir
  13. O mais esperado pra mim é o especial do Barks em formato de luxo, mas senti falta do Mistério dos signos, vamos esperar pra ver, e os especiais desse ano prometem hein, esse O país dos metralhas deve ser muito bom, tomara que chegue logo rs

    ResponderExcluir
  14. Zé 70 anos em capa dura? Pô, a gente compra na banca e um mês depois relançam num formato melhor? Isso aí é pra desincentivar comprar as coisas nos lançamentos, hein.

    E misturar coisa inéditas nesses tijolões (como Mega)? Ah, outro erro feio...

    Enfim, algumas boas novidades e outras meio ruins. Não curto a enxurrada da Abril (tem que dosar mais!), a continuação da setorização (mas se está vendendo tão bem!...), o minúsculo intervalo entre o anúncio das novidades e a chegada das revistas...

    Há muito ainda a se melhorar. Vamos acompanhando.

    ResponderExcluir
  15. Desde o início dos anos de 2000 que se queria novidades.
    Desde o lançamento das Obras de Carl Barks que muita, muita coisa boa tem sido publicada.

    Mas nunca agrada a todos.
    Nem nunca vai agradar, sempre sempre haverá engenheiros de obra pronta, ou melhor, chatos de galocha de plantão que reclamam de tudo e sempre se acham ou se autointitulam os donos da verdade ou experts no que é bom para a maioria dos leitores de todo Brasil.

    É o que digo.
    Se tem inéditas - vamos reclamar, tem inéditas de mais!

    Se tem republicação - não, não pode está demais.

    Não gostei dessa capa, deveria ser assim.

    Ah, como seria bom se eles lançassem uma revista assim-assada no Brasil. Ah, já lançaram? Ah, então não quero mais.

    A Abril deveria mesmo lançar uma saga maravilhosa (mais nunca leu para saber) de 3500 páginas que saiu na Itália.

    Ok! A verdade incomoda.
    Eu mesmo só compro o que gosto, se não gosto tem quem gosta.

    E que venham os capa dura!!!!!!!1

    ResponderExcluir
  16. Ué, os leitores devem se manifestar, gostando ou não. Caso haja argumentos ou opiniões minimamente fundamentadas, não há mal nisso. O que não dá é elogiar ou reclamar de tudo incondicionalmente, não se postar de maneira crítica.

    Tão chato quanto quem reclama de tudo é quem reclama de quem reclama, e não tenta ver se a crítica da vez tem razão de existir.

    O que eu disse (se é que é a mim que você se referia) não permite que você deduza que eu desconsidero todo o trabalho da Abril (o que seria absurdo). É claro que eu falo negativamente APENAS do que acho negativo. Concentrei-me em poucas coisas, mas você não deve ter pensado nisso antes de vir aqui me apontar o dedo como se eu fosse um troll imbecil.

    ResponderExcluir
  17. * não se PORTAR de maneira crítica

    E você também não deve ter lido minha ressalva do "acompanhemos". Ou seja: só podemos saber se tudo isso é bacana mais pra frente.

    ResponderExcluir
  18. Concordo com o Filipe...as reclamações dele tem fundamento a ser corrigidos...não vi nada de mais! :p

    ResponderExcluir
  19. Não há previsão de lançamento em breve de Zé Carioca 70 Anos capa dura (a expectativa é 2014). E o texto explica que os volumes vão ficar mais tempo nas bancas do que o previsto e até ganharão reimpressão.

    Abs.

    E. Rodrigues

    ResponderExcluir
  20. Menos mal que não é agora, mas o ruim a meu ver é logo agora anunciar isso. Puxa, desmotiva totalmente a comprar. E eu curti bastante os volumes, vou até escrever sobre eles no meu blog.

    Por outro lado, não tenho visto em nenhuma banca o volume 1, só o 2. E o especial de Horror, anunciado nas duas edições, também sumiu.

    ResponderExcluir
  21. Ué, mas você estava lá na palestra do Maffia no Mercado de Pulgas e lá ele já havia falado sobre o provável futuro lançamento em capa dura, né?

    ResponderExcluir
  22. Mas ele falou só das tiras, não dos volumes na íntegra!

    De qualquer modo, não quero passar a impressão que estou "agourando" nada, eu acho ótimo que a Disney brasileira esteja aos poucos se recuperando. Só acho que às vezes rola muita afobação da Abril...

    Aliás, será que eles não podiam divulgar finalmente os números de venda? Eu morro de curiosidade para saber, por exemplo, se TODOS os almanaques estão firmados.

    ResponderExcluir
  23. É verdade. Eu falei isso só para ver se você tinha prestado atenção à palestra.

    ResponderExcluir
  24. Hahaha, prestei sim, pô.

    E aqui o meu texto sobre o Zé (com link para uma página do PG, até): http://lilainjil.blogspot.com.br/2012/12/ze-carioca-70-anos.html

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.