' '

30 de out de 2012

Disney compra a Lucasfilm e anuncia Star Wars 7 para 2015

Os mais velhos e os aficcionados pela saga Guerra nas Estrelas sabem: nos anos 1980, seus fãs sonhavam com o dia em que George Lucas retomasse a série, produzindo as prometidas trilogias iniciais e finais. Quando o cineasta, porém, concluiu o episódio final da primeira (em ordem cronológica de narrativa) trilogia, deu por encerrada sua participação na cinessérie. Hoje, a Disney anunciou, via seu canal ABC, a compra da Lucasfilm (por 4,05 bilhões de dólares). ATUALIZADO: comunicado oficial: resumo em português (com anúncio de Star Wars Episódio 7 para 2015).


Resumo do comunicado oficial:

Dando continuidade à sua estratégia de distribuição de conteúdo criativo excepcional ao público em todo o mundo, a Walt Disney Company concordou em adquirir a Lucasfilm Ltd., numa transação de ações e cash. A Lucasfilm é 100% propriedade de seu presidente e fundador, George Lucas.

Sob os termos do acordo e com base no preço de fechamento das ações da Disney em 26 de outubro de 2012, o valor da operação é de 4.050 bilhões de dólares... (...)

"Nos últimos 35 anos, um dos meus maiores prazeres foi ver Star Wars passados ​​de uma geração para a outra", disse George Lucas. "Agora é hora de eu passar Star Wars para uma nova geração de cineastas. Sempre acreditei que Star Wars pudesse viver além de mim, e pensei que fosse importante definir a transição durante minha vida." (...)

Pelo acordo, a Disney vai adquirir a propriedade da Lucasfilm, uma líder em entretenimento, inovação e tecnologia, incluindo sua maciçamente popular e "verdejante" franquia Star Wars e suas empresas que operam na produção de filmes live-action, produtos de consumo, animação, efeitos visuais e pós-produção de áudio. A Disney vai também adquirir o substancial portfolio de tecnologias de entretenimento de ponta que mantêm o público encantado há muitos anos. A Lucasfilm, com sede em São Francisco, opera sob os nomes Lucasfilm Ltd., LucasArts, a Industrial Light & Magic e a Skywalker Sound, e a intenção atual é que os funcionários da Lucasfilm permaneçam em suas mesmas posições.

Kathleen Kennedy, atual co-presidente da Lucasfilm, vai se tornar seu presidente, reportando-se ao presidente da Walt Disney Studios, Alan Horn. Além disso, ela atuará como gerente da marca Star Wars, trabalhando diretamente com linhas globais de negócios da Disney para construir, integrar ainda mais e maximizar o valor dessa franquia global. Kennedy atuará como produtora executivo de novos filmes Star Wars, com George Lucas atuando como consultor criativo. Star Wars Episódio 7 está prevista para lançamento em 2015, com mais filmes esperados para a continuação da saga e o crescimento da franquia no futuro.


A aquisição combina duas marcas de entretenimento familiar altamente compatíveis e fortalece o longo e benéfico relacionamento entre elas, que já inclui a integração bem sucedida de Star Wars em parques temáticos da Disney em Anaheim, Orlando, Paris e Tóquio. (...)

A aquisição da Lucasfilm segue outras de muito sucesso, da Pixar e da Marvel... (...)


Leia aqui o comunicado oficial da Disney em seu site (em inglês).

Por E. Rodrigues (foto: divulgação)

6 comentários:

  1. A DISNEY é mesmo superpoderosa!!:o

    Foto > http://sphotos-d.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-ash4/391597_369397363145960_1082097819_n.jpg

    ResponderExcluir
  2. Se as coisas no conglomerado continuarem como são, cada qual em seu cada qual, não vejo grandes melhoras em termos criativos. Daí não me animo muito, tendo em vista os últimos episódios da trilogia, ou o último Indiana Jones, ambos capengas em criatividade e excelentes em uso da tecnologia.
    Mas se fosse o contrário, com intercâmbio de mentes entre as diferentes empresas, aí sim: veríamos um Brad Bird-Pixar mexendo com Darth Vader, por exemplo. Mas do jeito como acho que a Disney atual enxerga as coisas, vejo mais uma série de desenhos para a TV com Jar-Jar Binks, seguida por uma enxurrada de merchandising e uma nova atração em Orlando...

    ResponderExcluir
  3. De qualquer forma, a Disney terá que se esmerar em produzir longas bons e rentáveis (já que por esses "míseros" 4 bi os direitos dos filmes anteriores devem permanecer, mesmo, é com a Fox).

    E.Rodrigues

    ResponderExcluir
  4. Segundo uma pessoa com que conversei e que tem ligações com a empresa, os direitos de distribuição dos filmes antigos e dos desenhos, assim como dos quadrinhos e etc, vão permanecer com os atuais detentores até o final dos contratos (como era de se esperar). Depois, vão passar para os diferentes braços da Disney: TV para a ABC, quadrinhos para a Marvel, cinema para a Disney, games para a EA (se a compra se concretizar) e assim por diante.

    ResponderExcluir
  5. Já estou vendo, na minha velhice, o cartaz no cinema: Star Wars, Episódio 100! Não sabem mesmo deixar descansar o que foi bom.

    ResponderExcluir
  6. Disney ultramegafoderosa(quer dizer poderosa) Um dia vão comprar a Rede Globo e a Televisa, e alugar para o nosso povo latino americano.Star Wars 7,francamente.Agora deve acabar a vida na terra primeiro,para depois acabar a franquia.

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.