' '

26 de set de 2012

Pateta é Van Helsing em graphic novel deslumbrante

Pateta é Van Helsing, o professor e cientista que no mais célebre livro de terror já escrito, Drácula, por Bram Stoker, destrói a funesta criatura na Transilvânia. Nesta adaptação para os quadrinhos Disney, a obra carrega nos traços soturnos e cores expressivas, resultando numa graphic novel plasticamente deslumbrante. Seu total de 72 páginas está dividido entre as edições de outubro e novembro de PATETA. A primeira inclui cinco páginas de textos ilustrados sobre o tema. Saiba mais sobre o conteúdo desses gibis a seguir.


PATETA #17
Editora Abril — lançamento em 5/out/12
mensal, 52 páginas cor, formato 13,4 x 19 cm, R$ 3,20
distribuição setorizada

capa: Fabio Celoni (ideia e desenho) e Mirka Andolfo (cores)


Drácula de Bram Ratoker
Parte 1 (de 2)
De Bruno Enna (roteiro), Fabio Celoni (desenhos e cores) e Mirka Andolfo (cores)
Itália, 2012, 36 páginas, I-2945-1

Em Busca do Carro Perdido
De Rudy Salvagnini (roteiro) e Davide Baldoni (desenhos)
Itália, 2004, 5 páginas, ITL2534-4






NOVEMBRO:



PATETA #18
Editora Abril — lançamento em 5/nov/12
mensal, 52 páginas cor, formato 13,4 x 19 cm, R$ 3,20
distribuição setorizada

capa: Giorgio Cavazzano


O Dramalhão da Assombração
De David Gerstein (roteiro) e Joaquín Cañizares Sanchez (desenhos)
Dinamarca, 2008, 10 páginas, D2008-015

Drácula de Bram Ratoker
Parte 2 (de 2)
De Bruno Enna (roteiro), Fabio Celoni (desenhos e cores) e Mirka Andolfo (cores)
Itália, 2012, 36 páginas, I-2945-1



>>> Compre estas e outras edições de PATETA aqui, no Planeta Gibi Comic Shop

PATETA teve sua terceira série lançada pela Editora Abril em jun/11. As série anteriores tiveram 56 edições (entre set/82 e out/84) e 26 edições (entre set/04 e dez/06).

Editor: Paulo Maffia


Por E. Rodrigues



13 comentários:

  1. Acredito que a Abril perdeu uma ótima oportunidade de fazer uma edição especial. Mas fico feliz pala história ser lançado na revista do Pateta.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Para merecer uma edição encadernada, que o pessoal pede tanto, tem que ter muito mais do que uma simples história recente. Ou é uma história já consagrada há tempos (História e Glória) ou edições que aproveitaram marketing momentâneo (Ducktales e Epic Mickey) ou ainda efemérides (Eurocopa e Jogos Olímpicos).

    A única exceção foram aqueles dois encadernados do vocês sabem quem que dizem que não foi bem de vendas, apesar do público cativo de tal personagem. A Abril deixou de lado e só retomará o início (encadernado) da série após insistentes pedidos, aproveitando para publicar aquelas duas histórias inéditas. Tiragem limitada!

    ResponderExcluir
  4. Só achei estranho a capa da edição de novembro não ter nenhuma referência à hq, já que contém o final da história. Nem que fosse uma tarja no rodapé...

    ResponderExcluir
  5. Concordo com o Paulo a falta de referência na edição de novembro é lamentavel. Concordo também com o Ruptured Duck sobre o especial. No caso eu me referia aos especiais lançados periodicamente (Disney Horror por exemplo), como parte de um deles e não isoladamente. Os encadernados eu também não comprei por não ter as histórias iniciais que eu não conhecia.

    ResponderExcluir
  6. Corrijam-me se eu estiver errado, mas o disney horror foi comprado em "pacote fechado", ou seja, sem liberdade para mexer na seleção de HQs.

    ResponderExcluir
  7. realmente gente, a saga "Os Magicos de Mickey", e' rica em ilustracoes e merecia ao menos formato americano e papel melhor, e nao uma publicacao em Jumbo com aquele papel ruim e aquele formatinho, e continuando com os erros de sempre de impressao, portanto sai caro e nao vale por conta da ma qualidade, comprei pois queria muito essa saga, ja tenho a mesma da boom, e e' maravilhosa papel brilhante de primeira, com ilustracoes de pagina inteira nos intervalos magnificas, tornando a saga mais bela ainda e nao uma coisa apagada em formatinho, pena, pena mesmo que a Abril faca isso dessa maneira, e' triste, e vejo que nao adianta reclamar, quanto a edicoes melhores e capa dura pelo jeito nunca vao lancar e se lancarem vai ser uma fortuna, estranho pois comprei coisas da panini magnificas ate em capa dura e paguei entre 17 reais e 32, ou seja um preco justo pela otima qualidade.

    ResponderExcluir
  8. "Corrijam-me se eu estiver errado, mas o disney horror foi comprado em "pacote fechado", ou seja, sem liberdade para mexer na seleção de HQs."

    Não.

    E. Rodrigues

    ResponderExcluir
  9. Realmente, Mágicos de Mickey em formato americano na Boom! ficou muito legal etc. Mas todas essas HQs italianas são feitas para ser publicadas em TOPOLINO, cujo formato é até menor do que o formatinho brasileiro, né?

    Quanto aos capa dura, não entendi: já estamos criticando algo que nem existe ainda?

    E. Rodrigues

    ResponderExcluir
  10. Bonita a história, pena eu não ter a assinatura que engloba Pateta, terei que procurar na banca.


    Agora como é possível uma capa tão bonita na 17 e tão horrível na 18...

    ResponderExcluir
  11. Manero. Talvez essa história me faça, pela 1ª vez, comprar uma revista do Pateta nessa nova fase. Vamos ver. ;-)

    ResponderExcluir
  12. Pateta é a melhor revista mensal da linha. Todo mês tem algo diferente e divertido.

    Só está pecando por não trazer histórias da série "Pateta Escritor" e também a série "Pateta Reporter". Tirando isso, a revista está perfeita!

    Podia ter 80 páginas e rivalizar facilmente com Tio Patinhas!

    ResponderExcluir
  13. Legal, pena q vai sair em duas partes, mas melhor do q nao sair. O jeito é esperar a segunda parte para ler as duas de uma vez!

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.