' '

21 de ago de 2012

Devir lança CREEPY, afinal

ATUALIZADO: preview e mais. No início de 2010, o Planeta Gibi anunciou que a Devir lançaria CREEPY, baseada nos encadernados reeditados desde 2008 pela Dark Horse. Demorou, mas a editora finalmente informou em sua conta no Twitter que foi para a gráfica sua versão da obra (em capa dura e capa cartão). E igual ao volume #1 americano, reunindo os cinco primeiros números da revista —que circulou entre 1964 e 1983. Sua irmã gêmea, EERIE, tem recebido tratamento semelhante aqui pela Mythos, que tomou a dianteira, com dois volumes já lançados (veja-os aqui e aqui).
   


CREEPY: CONTOS CLÁSSICOS DE TERROR — VOLUME UM
Devir Livraria
História & Arte: Diversos autores
Acabamento: brochura com laminação fosca, reserva de verniz e orelhas ou capa-dura com laminação fosca e reserva de verniz
Miolo: 256 páginas (248 PB em off-set 90 g/m² + 8 coloridas em cuchê 115 g/m²)
Formato: 20,5 cm × 27,5 cm

R$ 49,00 (capa cartonada) ou R$ 60,00 (capa dura)











PRESS RELEASE:

Pegue suas estacas de madeira, suas machadinhas ensanguentadas e todos os esqueletos das profundezas mais sombrias dos seus armários, e prepare-se para embarcar numa aventura sinistra pelos recantos mais arrepiantes da história dos quadrinhos!

A revista Creepy do publisher Jim Warren virou o mundo da narrativa gráfica de cabeça para baixo no começo dos anos 1960, quando artistas fenomenais como Joe Orlando, Alex Toth, Wallace Wood, Gray Morrow, Al Williamson, Frank Frazetta e muitos outros atingiram novos patamares artísticos com suas explorações fascinantes de histórias de horror modernas e clássicas. Nos vinte anos que se seguiram, nenhuma publicação se empenhou tanto em trazer histórias de horror de qualidade aos quadrinhos como a Creepy, e esta antologia histórica da Dark Horse/Devir está ressuscitando toda a fase original dessas edições raríssimas de se encontrar hoje em dia.

Este luxuoso volume com 256 páginas desenterra todas as histórias da macabra série original dos números um ao cinco da revista Creepy e apresenta uma assombrosa introdução do pesquisador de quadrinhos e especialista em revistas da Warren, Jon B. Cooke. Um outro “charme” desta edição são as páginas que reproduzem anúncios de produtos relacionados a terror e que eram vendidos na época!

Muitos dos arrepiantes contos deste volume foram publicados no Brasil pela saudosa revista Kripta, no final dos anos 1970, pela RGE, e voltam agora para assombrar e conquistar toda uma legião de novos fãs!

Carta do Titio Creepy

Bem-vindo, fã do horror, à clássica compilação de quadrinhos que você estava morrendo de vontade de segurar com essas suas mãozinhas encardidas: a antologia histórica produzida pela Dark Horse/Devir da mítica revista Creepy! Eu andei escarafunchando meu calabouço bolorento para encontrar cada pérfida edição da série original, e agora meu árduo trabalho rendeu belos frutos. Este tomo horripilante desenterra todas as histórias da Creepy dos números um ao cinco, e as reimprime com requinte para que você não perca nenhum detalhe diabólico de qualquer um dos seus contos favoritos de terror. Pode crer, meu amigo! Eu disse todas as histórias! Isso significa que este volume reúne alguns dos quadrinhos de terror mais idolatrados de todos os tempos. Você se lembra do “Lobisomem”, de Frank Frazetta? Pois ele está à sua espera aqui dentro! Você já deu uma espiada no “Guarda-Roupa de Monstros”? Bem, eis aqui a sua chance de experimentar algo do seu tamanho! E que tal um pouco de “Vodu” para animar as coisas? É claro que EU também trouxe isso comigo.

Agora, não se esqueça de trancar todas as portas e janelas na hora de ler este livro, seja você humano ou alguma alma penada... Nunca se sabe quem pode aparecer rastejando no meio de uma leitura da Creepy!
— Titio Creep






Por E. Rodrigues     :: postado originalmente em 9/ago/12 ::

8 comentários:

  1. Pra quem conheceu a Kripta da RGE e gosta de hqs de terror, é uma boa surpresa. Espero poder adquiri-la o qto antes, pois não estou numa boa fase financeira. Mas conto uns gibis e compro este, é o velho jeitinho brasileiro.

    ResponderExcluir
  2. Olá pessoal do Planeta Gibi, é o Paulo Gibi, meu blog chegou ao fim. Passei aqui só pra me despedir... Tudo de bom, e desculpe alguma coisa. Até mais...

    ResponderExcluir
  3. Paulo, eu tinha visto lá sua postagem. E acredito que você vá acabar voltando ao meio. Gibi é uma das poucas coisas que viciam e que fazem bem ao mesmo tempo. Se não for a única.
    Grande abraço.
    E.Rodrigues

    ResponderExcluir
  4. Recado pro Paulo.

    Cara seu blog era (é)bem legal.

    Espero que te recuperes e volte, se você sentir vontade.
    Não vou ser falso em pedir para você voltar ou dizer que teu blog é essencial, que vai fazer falta etc.

    Penso que quem deve decidir se vai voltar é você mesmo.

    Mas, afirmo, que seu blog é diferente, gostoso de ler porque a gente ver que você escreve com muito amor.

    ResponderExcluir
  5. O problema, pra variar, é a certeza da continuação da publicação.

    A Mythos já informou se vai continuar com a Cripta? O último número se não me engano é do final do ano passado e se encontra "esgotada" porém tinham informado que iriam lançar com certeza apenas 2 volumes...

    Aí fica complicado. Uma coleção de LUXO e que pode ficar no LUXO de 1 ou 2 edições... Qual o sentido disso? Não existe planejamento de continuar com uma publicação e me chamam de edições de luxo.

    ResponderExcluir
  6. Comprei o Creepy Capa dura na FEST COMIX, e já tinha os dois nº de Cripta da Mythos, não tem comparação o trabalho e acabamento da Mythos, sai caro, faltou talvez a capa dura (usam um acabamento massa na capa em contrapartida), mas vale cada centavo.
    Achava que a Creepy usaria um papel parecido com o da Mythos, mas não o fizeram, poderiam ter investido mais neste quesito, sem dúvidas!

    ResponderExcluir
  7. Parou no volume 3? Cadê o restante?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perguntamos à editora se há planos de dar continuidade ao título. A resposta é exatamente esta: "Sim, está nos planos, mas não temos ainda data definida."

      Abs.

      Edenilson

      Excluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.