' '

25 de jun de 2012

DIÁRIO DE UM BANANA #6 é lançado

Por E. Rodrigues

Anunciado há algumas semanas, o sexto volume de DIÁRIO DE UM BANANA, CASA DOS HORRORES, já está à venda nas livrarias. A V&R Editoras afirma que a série já vendeu mais de 75 milhões de exemplares no mundo, sendo 800 mil no Brasil. A tiragem inicial deste novo volume é de 200 mil exemplares (contra 150 mil do anterior). Números impressionantes, sem dúvida. O livro tem 218 páginas, capa dura e preço sugerido de R$ 34,90. A seguir, capa e mais informações da obra.


DIÁRIO DE UM BANANA VOL. 6 CASA DOS HORRORES
V&R Editoras
218 páginas, formato 14 x 21 cm, capa dura, R$ 34,90, distribuição em livrarias


PRESS RELEASE:

Acaba de chegar às livrarias do país o livro Diário de um Banana – Casa dos Horrores, sexto volume da série best-seller internacional do escritor norte-americano Jeff Kinney –com tiragem inicial de 200 mil exemplares, a obra supera o número do título anterior, A Verdade Nua e Crua, que teve 150 mil cópias. Nessa nova aventura, a vida de Greg Heffley vai de mal a pior, pois além dos problemas na escola, as coisas em sua casa são colocadas à prova com a chegada de uma forte tempestade de neve. O livro será um dos destaques da V&R Editoras na 22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Casa dos Horrores traz o eterno Banana em um dos piores episódios de sua vida. O pré-adolescente se vê em meio a um grande mal-entendido, quando se torna suspeito de vandalismo e, ainda, foragido da polícia. Se na escola as coisas não vão bem para o menino, em casa também não está nada fácil. Uma tempestade de neve acaba fazendo com que a família fique presa e com isso o lar doce lar se tornará uma verdadeira casa dos horrores.

Considerado um dos maiores fenômenos da literatura infanto-juvenil atual, já foram lançados no mercado brasileiro os seguintes títulos da série: Diário de um Banana – Um Romance em Quadrinhos (2008); Diário de um BananaRodrick é o Cara (2009); Diário de um Banana – A Gota D´Água e Diário de um Banana – Faça Você Mesmo (Edição Especial – 2010); Diário de um Banana – Dias de Cão (2011); Diário de um Banana – A Verdade Nua e Crua (2012).

Com mais de 75 milhões de exemplares vendidos no mundo, a série contabiliza no Brasil cerca de 800 mil unidades vendidas. Nos Estados Unidos, o sétimo volume Diary of a Wimpy Kid – The Third Wheel (ainda sem título em português) será lançado em novembro. Por aqui o título deve chegar no início de 2013.

Sobre o autor
Jeff Kinney desenvolve e projeta jogos online e, como escritor, já liderou a lista de livros mais vendidos do New York Times. Em 2009, Jeff foi escolhido como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo pela revista Time. Ele passou a infância na região de Washington e depois morou por um tempo na Inglaterra. Atualmente, Jeff mora no sul de Massachusetts com a mulher e dois filhos. Para saber mais sobre Jeff e suas criações, acesse www.diariodeumbanana.com.br

Os livros da série:
Diário de um Banana – Um Romance em Quadrinhos
Autor: Jeff Kinney
Tradução: Antônio de Macedo Soares

Diário de um Banana – Rodrick é o Cara
Autor: Jeff Kinney
Tradução: Antônio de Macedo Soares

Diário de um Banana – A Gota D´água
Autor: Jeff Kinney
Tradução: Antônio de Macedo Soares

Diário de um Banana – Dias de Cão
Autor: Jeff Kinney
Tradução: Antonio Macedo Soares

Diário de um Banana – Faça Você Mesmo
Autor: Jeff Kinney
Tradução: Augusto Pacheco Calil

Diário de um Banana – A Verdade Nua e Crua
Autor: Jeff Kinney
Tradução: Augusto Pacheco Calil

Diário de um Banana – O livro do filme
Autor: Jeff Kinney
Tradução: Antonio Macedo Soares e Anita Silveira





Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.