' '

25 de mai de 2012

MINNIE e PATETA entram no pacote de assinaturas

Por E. Rodrigues

A Editora Abril está substituindo o pacote de assinaturas "Big Disney" pelo "Quadrinhos Disney Completo", com seus seis títulos mensais, mais a bimestral DISNEY BIG. Há opção de assinatura por um ou dois anos e os preços já contemplam o reajuste que ocorre em junho para os gibis de 52 páginas. Como de praxe, porém, a editora oferece descontos (que costumam variar de tempos em tempos). Neste lançamento, a assinatura anual do novo pacote sai por R$ 299,16, já com desconto, parcelável em seis vezes.      

A assinatura de dois anos sai por R$ 608,28, também com desconto, podendo ser paga em doze parcelas. O pacote é composto pelas mensais PATO DONALD, MICKEY, ZÉ CARIOCA, TIO PATINHAS, MINNIE e PATETA, e pela bimestral DISNEY BIG (distribuída nos meses pares). 

A editora oferece ainda descontos progressivos no caso de assinaturas de mais de um pacote/título diferente.

"Quadrinhos Disney Completo" ainda não está disponível no site de assinaturas. Para assinar por telefone, os números são 3347-2121 (Grande São Paulo) ou 0800-775-2828 (demais regiões), de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h, e aos sábados, das 9h às 16h.

22 comentários:

  1. Ótima notícia. Será que os "já assinantes" conseguem trocar de pacote, pagando apenas o adicional de pateta e minnie? Acho difícil que dê.

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho a mesma duvida que o Sergio. Por sinal é o pacote que vou renovar a minha assinatura muito em breve.

    Alias vou até ver se já não posso adiantar essa renovação para o mês de junho.

    Ela será incluida no site?

    Eu vou perguntar e acho que irei receber pedradas (ou ser ignorado), mas o pessoal do Planeta Gibi sabe se há algo em estudo envolvendo a linha de almanaques? Turma da Monica tem assinatura dos almanaques. (então não é algo ilógico de se pensar)

    A Abril está lançando 36 almanaques por ano. Quantidade mais do que suficiente para um pacote de assinatura.

    Será que isso vai acontecer?

    ResponderExcluir
  3. Pessoal, para tirar dúvidas das assinaturas, o certo é ligar para o canal disponibilizado pela editora.

    Quanto à assinatura de almanaques ou outras: o Planeta Gibi não tem nenhuma informação disso. Este post foi feito a partir de encarte distribuído com a revista "Exame" desta semana.

    Abs.

    ResponderExcluir
  4. Tá vendo? Que noticia legal... Se puder vou antecipar a renovação da minha assinatura, fazer o pacote "Quadrinhos Disney Completo" logo por 2 anos. Vida longa aos Quadrinhos Disney. Maravilha.

    ResponderExcluir
  5. Uma ótima notícia para todos os leitores Disney, principalmente para os desesperados de plantão. Se bem que esses não perdem a oportunidade de ficarem desesperados, seja por qual motivo for.

    Parabéns pela novidade!!

    ResponderExcluir
  6. Puxa, mas não tem opção de assinar só as mensais?

    ResponderExcluir
  7. Minha pergunta é a mesma do Filipe, não é possível que a abril irá dar esse mole de não incluir minnie e pateta no pacote básico, não é possível né!

    ResponderExcluir
  8. Um adendo que uma leitora veio comentar comigo no Facebook dias atrás é a ausencia de opção de assinatura internacional do pacote Disney. Ela mora na Flórida e todo mês algum familiar compra as revistas aqui e manda pra elas.

    A Abril oferece um monte de revistas para assinaturas internacionais. Podia incluir Disney tb né? Acreidto que há gente lá fora que daria uma força de bom grado pra gente. Sem mencionar o pessoal de Portugal, que está carente de publicações Disney há um bom tempo. Aposto que eles iriam adora essa opção.

    De toda forma, já mandei meus elogios e ressalvas para o e-mail da Editora Abril.

    Resslvas: Pacote só com as mensais com Minnie e Pateta (como o Filipe disse acima, tem gente que não coleciona BIG), Pacote com os Almanaques e opção de Assinaturas Internacinais.

    A novidade é bem vinda, claro, mas dá ainda para ser ainda melhor, mais expansiva e agregar uma quantidade maior de leitores interessados.

    Espero que mais novidades nesse serviço possam ser anunciados em breve.

    ResponderExcluir
  9. O contrato da Abril não permite vendas para o exterior. Assim como não existem assinaturas de Topolino ou Picsou para cá.

    ResponderExcluir
  10. "Assim como não existem assinaturas de Topolino"

    - Claro que existe!! Essa informação está errada! Eu fui assinante da Paperinik Cult por 1 ano e ainda recebi 6 meses de Topolino via Itália devido ao cancelamento da Paperinik ano passado.

    Me ofereceram várias vezes para continuar a assinatura da Topolino.

    E para não dizer que estou mentindo, um link que comprova o que digo:

    http://www.abbonamenti.it/estero/est-ing-rivista.asp?Vpccdtest=007

    Não sei de outras revistas em outros países, mas na Itália eu tenho certeza que » Topolino » I Classici Disney » I Grandi Classici Disney » Paperino são passíveis de assinaturas internacionais.

    Informação errada ae Planeta Gibi...

    ResponderExcluir
  11. Picsou da França também oferece um serviço de assinatura ao estrangeiro:

    http://www.jemabonne.fr/abov/abovision2.php?P1=HFA&P2=ALL&PG=FAQ_1

    Mas o site cita Bélgica e Suiça, não assina para os EUA e Canadá (linha Disney) e com outros países, pede para que se entre em contato.

    É limitado? Sim, mas existe também.

    ResponderExcluir
  12. Picsou, journal e mickey parade tem assinatura internacional tb, inclusive pro Brasil.

    ResponderExcluir
  13. Com todo o respeito aos colegas, principalmente portugueses, que queria ter uma opção de assinatura pra eles, eu acho que não há demanda para assinatura no exterior. Com certeza não.

    ResponderExcluir
  14. Eu não disse que os desesperados de plantão continuariam a arrumar um motivo para manifestarem-se assim?

    Daqui a pouco também virá a turma dos excluídos. É só uma questão de tempo, agora...rsrsrs...

    ResponderExcluir
  15. "Com todo o respeito aos colegas, principalmente portugueses, que queria ter uma opção de assinatura pra eles, eu acho que não há demanda para assinatura no exterior. Com certeza não."

    - acho que a questão não é ter ou não demanda (até porque não tem como levantar tais dados sem oferecer antes, basicamente é o mesmo que acontecia aqui em 2008/2009, quando usava essa desculpa para não termos assinaturas aqui no país: "não tem demanda", o que provou ser errado a partir do momento em que começaram a oferecer assinaturas).

    A questão é que a Abril já tem um suporte e infraestrutura para assinaturas internacionais. Não é um pedido irracional ou impossivel dentro dos padrões da editora. Veja aqui a quantidade de titulos que a Abril disponibiliza para assinatura internacional:

    https://www.assine.abril.com.br/portal/hotsiteInternacional!init.action

    Não são poucos titulos. Agora se é uma questão contratual, como o Planeta Gibi disse, são outros 500... mas é claro que isso deveria ser discutido com a Disney, mal não há. Entendo porque proibir esse tipo de coisa em territorios onde são vendidos quadrinhos Disney, mas existe muitos países, inclusives latinos onde esse tipo de serviço poderia até mesmo abrir o mercado disneyano, então não é algo que a Disney tem a perder, muito menos a editoria. Mas enfim, se há ou não impedimento legal, isso não impede que os leitores lá de fora, demonstrem o desejo por um serviço mais amplo e que englobe-os. E eu apoio essa ideia. Todo mundo ganha com isso.

    ResponderExcluir
  16. O Maffia ja falou sobre isso, se não me engano, naquele programa da all tv, ele disse que por questões contratuais eles não podem vender em portugal, foi perguntado isso pra ele por um leitor.

    ResponderExcluir
  17. "O Maffia ja falou sobre isso, se não me engano, naquele programa da all tv, ele disse que por questões contratuais eles não podem vender em portugal, foi perguntado isso pra ele por um leitor."

    - lançar as revistas em portugal ou oferecer para venda em bancas ou distribuição direta é uma coisa (é isso que ele estava respondendo nessa entrevista).

    Mas acredito que simplesmente oferecer a assinatura das revistas daqui, no formato internacional, seja outra coisa. (porém claro que ambas podem ser proibitivas por contrato).

    Mas não significa que não são coisas que podem ser estudadas e conversadas, tudo depente do interesse, da expectativa de demanda, do público interessado e do que tanto a Abril e a Disney podem tirar proveito de uma situação assim. No mundo dos negócios nada é impossível nesse sentido.

    ResponderExcluir
  18. Thiago, o problema é que falar aqui que pode fazer é uma coisa fácil, agora numa empresa do tamanho da abril tudo demanda custo, será que é viável eles oferecerem essa assinatura internacional? será que a quantidade de assinaturas vai cobrir pelo menos os custos que a assinatura internacional vai trazer? tudo isso tem que ser colocado no papel, ach oque ainda não é viável essa assinatura internacional, mas é minha opinião

    ResponderExcluir
  19. A Disney Itália e a Hachette (Topolino e Picsou, respectivamente) não oferecem assinaturas para o Brasil. Os serviços citados por Thiago, portanto, não são os canais oficiais. E é só a isso que me referi. Esse assunto nem é novidade aqui. Já foi abordado várias vezes.

    ResponderExcluir
  20. Não são canais oficiais? Interessante, fui lá checar e as assinaturas para a Itália são por meio da Disney itália, as do exterior por meio da mondadori. As francesas vão para o exterior pela unipresse.

    QUE CONFUSÃO!!!

    ResponderExcluir
  21. Se as pessoas escrevessem essas 50 linhas de coisas do que é preciso ser melhorado, diretamente à editora Abril, penso que tudo teria mais crédito. Mas oque parece que acontece é que alguns mandam um e-mail com cerca de dez linhas... e vem aqui escrevem mais 40 a respeito.

    E outra coisa: não adianta nada reclamarem tanto e continuarem comprando. Consumidor que está insatisfeito com o produto, não compra. Dessa forma, a editora não vai mesmo levar a sério nenhuma reclamação que é feita por aqui, pois, apesar de inúmeras linhas até com razão e verdade naquilo que dizem, as revistas continuam vendendo, as assinaturas continuam se mantendo e tudo continua em crescimento. Logo, diante desses índices, não há porque a editora considerar tanto as reclamações a ponto de mexer nessa estrutura.

    Eu penso que eles só vão começar a levar a sério de verdade, a ponto de tomar alguma providência, SE UM DIA essas reclamações começarem a refletir no lucro ou no faturamento das revistas. Afinal, ninguém quer ver todo um trabalho ficando encalhado mês após mês e os índices descendo cada vez mais.

    Se isso não acontece, a primeira coisa que eles vão fazer é enumerar uma porção de desculpas para os criticantes (que até têm razão) e simplesmente continuar como estão, pois as estatísticas de vendas indicam exatamente o grau de satisfação do consumidor. Se as vendas crescem ou se mantêm, é sinal de que, apesar de todas as reclamações, as revistas estão no rumo certo (assim eles devem pensar). Caso contrário, é sinal de que a massa realmente está insatisfeita e aí, quem sabe, realmente resolverão fazer alguma coisa....

    Vocês nunca repararam que as coleções que saem aqui nunca são exatamente fiéis do que suas originais lá fora? Até mesmo algumas histórias mensais tem suas diferenças.

    Logo, essa história de culpar sempre contratos e licenciamentos até exite, mas, algumas vezes, eles são usados como mera desculpa. Se fosse algo tão rígido assim, não veríamos as mudanças que vemos de lá pra cá.

    Não adianta nada vocês escreverem livros e livros de coisas aqui, mas continuarem comprando tudo o que a Abril oferece, as assinaturas continuarem crescendo e os especiais continuarem sendo um sucesso.

    Para mim, é ótimo, pois estou satisfeito. Não quero incitar ninguém a fazer boicote e nem deixar de ter um material que deseja. Só estou deixando claro que se o produto realmente não agrada, o consumidor não compra. É assim que funciona.

    ResponderExcluir
  22. Que venham as assinaturas novas.
    Apesar de eu preferir escolher as revistas nas bancas.

    cobraram tanto esse pacote
    cobraram tanto esse pacote
    cobraram tanto esse pacote
    cobraram tanto esse pacote
    cobraram tanto esse pacote
    cobraram tanto esse pacote
    cobraram tanto esse pacote
    cobraram tanto esse pacote
    cobraram tanto esse pacote
    cobraram tanto esse pacote
    cobraram tanto esse pacote
    cobraram tanto esse pacote
    cobraram tanto esse pacote
    cobraram tanto esse pacote
    cobraram tanto esse pacote
    cobraram tanto esse pacote

    VIVA fora atendidos, o pacote finalmente saiu... EBA!!!!!

    O QUE?

    mesmo assim ainda reclamam
    mesmo assim ainda reclamam
    mesmo assim ainda reclamam
    mesmo assim ainda reclamam
    mesmo assim ainda reclamam
    mesmo assim ainda reclamam
    mesmo assim ainda reclamam
    mesmo assim ainda reclamam
    mesmo assim ainda reclamam
    mesmo assim ainda reclamam
    mesmo assim ainda reclamam
    mesmo assim ainda reclamam...

    Deus me livre!!

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.