' '

8 de mai de 2012

Checklist maio 2012 — Variados

Por E. Rodrigues  :: postado originalmente em 8/mai/12 ::

ATUALIZADO: as 4ªs edições dos gibis nacionais publicados pela Abril, UFFO, GAROTO VIVO e GEMINI 8 — e mais. Também é esperado RECRUTA ZERO #2 (Pixel/Ediouro). Pela Deomar, TURMA DO COCORICÓ #2 —que traz, de fato, fotoquadrinhos. Nas livrarias, a Globo lança duas graphic novels, SCARFACE (adaptação francesa da obra de Armitage Trail) e AS CRÔNICAS MARCIANAS (Dennis Calero adaptando a obra de Ray Bradbury, com prefácio do próprio —também autor de FAHRENHEIT 451, cuja versão em HQ já saiu pela Globo).

Nas bancas:

:: editora abril / lucas lima ::
UFFO #4
Editora Abril
mensal, 36 páginas cor, formato 13,5 x 19 cm, R$ 1,95

:: editora abril / triboulet ::
GAROTO VIVO #4
Editora Abril
mensal, 36 páginas cor, formato 13,5 x 19 cm, R$ 1,95

:: editora abril / tv pinguim ::
GEMINI 8 #4
Editora Abril
mensal, 36 páginas cor, formato 13,5 x 19 cm, R$ 1,95

:: hanna-barbera / warner :: 
SCOOBY-DOO #2
Panini
mensal, segunda série, 36 páginas cor, formato 14,7 x 24,5 cm, R$ 3,20

:: cartoon network / warner :: 
BEN 10 #18
On Line
bimestral, 36 páginas cor, formato Pato 13,5 x 21 cm, R$ 2,99

GENERATOR REX #1
On Line
periodicidade não informada, 36 páginas cor, formato Pato 13,5 x 21 cm, R$ 2,99

:: classic media ::
LULUZINHA #15
Pixel / Ediouro
mensal, 52 páginas cor, formato 13,5 x 19 cm, R$ 3,10
distribuição nacional

BOLINHA #13
Pixel / Ediouro
mensal, 52 páginas cor, formato 13,5 x 19 cm, R$ 3,10
distribuição nacional

BOLINHA [ENCADERNADO #3]
Pixel
especial, 108 páginas cor, formato 13,5 x 19 cm, R$ 5,70
edição que encaderna BOLINHA #5 e 6, incluindo suas capas originais

BOLINHA [ENCADERNADO #4]
Pixel
especial, 108 páginas cor, formato 13,5 x 19 cm, R$ 5,70
edição que encaderna BOLINHA #7 e 8, incluindo suas capas originais

LULUZINHA TEEN E SUA TURMA #37
Pixel / Ediouro
mensal, 100 páginas p&b / cor, formato 17 x 24 cm, lombada quadrada, R$ 6,40
distribuição Região Sudeste

:: king features syndicate ::
RECRUTA ZERO #2
Pixel / Ediouro
mensal, 68 páginas cor, formato 13,5 x 19 cm, R$ 4,50

:: walter lantz / universal ::
PICA-PAU E SEUS AMIGOS #56
Deomar Editora
mensal, 36 páginas cor, formato 13,5 x 21 cm, R$ 3,90

:: tv cultura ::
TURMA DO COCORICÓ #2
Deomar Editora
mensal, 36 páginas cor, formato 13,5 x 21 cm, R$ 3,90

:: mattel ::
MONSTER HIGH #4 
Deomar Editora 
bimestral, 36 páginas cor, formato Pato 13,5 x 21 cm, R$ 3,50 

BARBIE #5 
Alto Astral 
irregular, 52 páginas cor, formato americano 17 x 26 cm, R$ 5,99

:: saban ::
POWER RANGERS #1 
Alto Astral 
especial, 52 páginas cor, formato americano 17 x 26 cm, R$ 5,99
:: ec publications / warner ::
MAD #46
Panini
mensal, 44 páginas cor, formato magazine 20,5 x 27,5 cm, R$ 7,20 


Nas livrarias:

:: ziraldo ::
MALUQUINHO ASSOMBRADO
COLEÇÃO ZIRALDO
Globo
112 páginas cor, formato 19 cm x 27,5 cm, capa cartonada, R$ 32,00
Toda criança tem medo, mas adora escutar um caso assustador, misterioso, e de sentir aquele friozinho na barriga quando o relato acaba. Pois com a Turma do Maluquinho não é diferente: no livro Maluquinho assombrado, Ziraldo apresenta treze histórias em quadrinhos que colocam essa garotada famosa em meio a situações de arrepiar. Inspirado na cultura popular, o autor põe a turma para contracenar com personagens folclóricos, como o lobisomem e a mula sem cabeça, e até com uma famosa lenda urbana – a da loura do banheiro. “As histórias de assombração têm tudo a ver com a tradição e a cultura de nossos avós, e com os causos que eles nos contavam”, lembra Ziraldo. No livro, o autor investe nos recursos que as crianças usam para gerar o próprio medo – como assistir a um filme de horror, inventar histórias para assustar uns aos outros ou “medir a coragem” dos colegas. Na turma de Junim, Julieta, Bocão, Nina e Maluquinho, todas essas emoções que cercam a descoberta do mundo do terror são mostradas com graça, bom humor e muita criatividade. Além das histórias em quadrinhos, o livro inclui dicas de surpresas e truques para a criançada brincar com as situações de insegurança e aprender a lidar com os temores irracionais. Sentir medo nunca foi tão divertido!

:: casterman ::
SCARFACE
Globo
112 páginas, formato 18,5 cm x 26 cm, R$ 34,90
por Christian De Metter, adaptando Armitage Trail
Escrito no final dos anos 1920, Scarface é um grande romance noir, precursor da idade de ouro do gênero. Trata da história de Tony Guarino, que depois de ser treinado pelo governo em todos os ramos da arte do assassinato é liberado com um diploma de bom soldado. Tony volta à cena com um novo rosto e uma porção de ideias que serão colocadas em prática em detrimento da comunidade. O personagem Tony Guarino, mundialmente conhecido por seu apelido Scarface – devido a uma longa cicatriz no lado esquerdo do rosto –, foi inspirado no gangster Al Capone, embora Armitage Trail nunca tenha se encontrado pessoalmente com ele. A história de Trail, ilustrada aqui com primor gráfico e características noir por Christian de Metter, serviu de base aos filmes Scarface – A vergonha de uma nação, dirigido por Howard Hawks, em 1932, e Scarface, dirigido em 1983 por Brian de Palma, e no qual Al Pacino imortalizou o personagem. Ambos são considerados obras-primas incontestáveis do gênero “filme de gângster”. Os autores:   Armitage Trail, cujo nome real era Maurice Coons, abandonou a escola aos dezesseis anos para se dedicar à escrita. Aos vinte anos, sob diferentes pseudônimos, vendeu suas histórias e passou a redigir o conteúdo de várias revistas policiais. É Chicago que alimentará o universo de seu romance Scarface, no qual ele descreve as gangues e os bairros mal afamados da cidade. Depois de se mudar para Nova York, e em seguida para Hollywood, para escrever filmes, morreu aos vinte e oito anos, de ataque cardíaco. O décimo terceiro convidado (The Thirteenth Guest – 1929) é seu único outro romance. Christian de Metter desenhava para publicações de rock e rendeu-se à HQ em 2000, com seu primeiro álbum, Emma (Éditions Triskel). Aprofundou esse universo gráfico tão peculiar em seus álbuns seguintes, Dusk, Le Curé e Swinging London. Em 2004 recebeu o prêmio do público de melhor álbum do festival de Angoulême por Le Sang des Valentines. Seus últimos trabalhos publicados na Casterman (Vers le démon; Figurec; L’oeil était dans la tombe; Marilyn, de l’autre côté du miroir) confirmaram seu talento de desenhista e seu domínio das tramas complexas, dignas dos melhores romances noir. Assim como sua notável adaptação do best-seller de Dennis Lehane, Ilha do Medo, pela qual ganhou o prêmio dos livreiros de HQ em 2009.

:: dennis calero / ray bradbury ::
AS CRÔNICAS MARCIANAS
Globo
164 páginas, formato 16 cm x 23 cm, R$ 39,90
por Dennis Calero, adaptando Ray Bradbury
As crônicas marcianas, uma das principais obras-primas de ficção científica de Ray Bradbury, é lançada agora em versão quadrinhos, adaptada por Dennis Calero, com introdução do próprio Bradbury. Publicadas originalmente em revistas de pulp fiction, no final dos anos 1950, nos Estados Unidos, as crônicas foram reunidas em um livro no início dos anos 1960 e acabaram formando um panorama imaginário da chegada do homem a Marte e da colonização do planeta pela espécie humana. Em suas 26 narrativas, ambientadas num período entre 1999 e 2026, o autor se depara com o cotidiano de um planeta estranho – mas não mais estranho que o nosso –, e com o choque cultural entre terráqueos e marcianos. Não há pistolas laser, discos voadores e homens verdes com anteninhas na cabeça. O olhar original de Bradbury foca em donas de casa marcianas que bebem “fogo elétrico”, colonizadores terráqueos que recebem comida congelada de “icebergs voadores” e um jardineiro que planta árvores em Marte, para inundar de oxigênio a atmosfera rarefeita. Trata-se de uma visão psicodélica dos dramas do nosso cotidiano, refletindo o medo de uma guerra atômica após a Segunda Guerra, que poderia (ou poderá?) dizimar a vida na Terra. Em sintonia perfeita com as ideias ainda inovadoras de Bradbury, que retratam uma epopeia espacial que vai muito além da ficção científica, Dennis Calero captou perfeitamente a essência desta obra, e fez uma releitura, modernizando-a. Os autores:  Ray Bradbury nasceu em 22 de agosto de 1920 e é considerado um dos principais e mais populares escritores norte-americanos do século XX. Escreveu romances, contos, peças, poesia, roteiros e filmes para televisão, nos mais variados gêneros. Seus livros mais conhecidos, além de As crônicas marcianas, são os romances Fahrenheit 451, também publicado pela Globo livros, e Something wicked this way comes. Dennis Calero, ao lado de Kristin Sorra, criou em 1995 a Atomic Paintbrush para fornecer colorização computadorizada para a Marvel e para a DC Comics, assim como para a Acclaim Entertainment. Foi a oportunidade que lhe rendeu convites para fazer cartazes na Marvel e diversos projetos na AOL Time Warner e na Sony. Após alguns anos pintando capas de livros, ele voltou aos quadrinhos em X-Factor (2006), da Marvel, indicada ao Harvey Award.

:: glénat ::
VIAGEM AO CENTRO DA TERRA
SÉRIE CLÁSSICOS DA LITERATURA EM QUADRINHOS VOL. 7
L&PM Editores
60 páginas cor, formato 16 cm x 24 cm, capa dura, R$ 25,00
por Curd Ridel (desenhos de Frédéric Garcia e cores de Jacky Robert), adaptando Júlio Verne
Quando o professor Lidenbrock encontrou um velho manuscrito islandês perdido em uma loja de livros usados em Hamburgo, imaginou que faria um mergulho profundo na crônica dos príncipes nórdicos da Idade Média. Perdido dentro do livro, porém, havia um bilhete de um cientista do século XVI que prometia a possibilidade de uma exploração a profundidades inimagináveis: em uma breve mensagem criptografada, Arne Saknussemm afirmava ter descoberto uma rota para o centro da Terra. Junto com seu sobrinho Axel e seu guia islandês Hans, o professor embarca em uma expedição secreta na qual, camada por camada, os primórdios da vida no planeta são revelados com a maestria e riqueza de detalhes características de Júlio Verne. Publicado em 1864, quando a geologia dava os primeiros passos como ciência reconhecida e respeitada, Viagem ao centro da Terra ensinou a toda uma geração que a grande aventura da vida está escrita bem debaixo de nossos pés, e até hoje continua exercendo fascínio sobre leitores e espectadores de todas as idades.

:: zep ::
TITEUF — DEUS, O SEXO E OS SUSPENSÓRIOS
Vergara & Riba
48 páginas cor, formato 21 cm x 28,5 cm, R$ 34,90

TITEUF — O AMOR É NOJENTO...
Vergara & Riba
48 páginas cor, formato 21 cm x 28,5 cm, R$ 34,90
















12 comentários:

  1. Aqui já chegaram as edições de nº 3 dos personagens prêmio Abril. Estou colecionando, e "Garoto Vivo" é a melhor (na minha opinião).
    Luluzinha e Bolinha clássicos ainda encantam a cada edição, uma delícia.
    Lulu Teen tem roteiros excelentes e já ganhou minha atenção como colecionador.
    "Recruta Zero nº2" é o mais aguardado gibi de maio para mim (fora do núcleo Disney, é claro).

    ResponderExcluir
  2. "Recruta Zero nº2" é o mais aguardado gibi de maio para mim [2]

    ResponderExcluir
  3. MALUQUINHO ASSOMBRADO...tinha visto falarem,se possivel posta fotos!;)

    ResponderExcluir
  4. Repito tudo o que disse o Paulo Gibi, exceto por Luluzinha Teen que nunca li.

    ResponderExcluir
  5. "Recruta Zero nº2" é o mais aguardado gibi de maio para mim [3]


    tbm tô na espera por essa do recruta (o nº 1 foi excelente e o gibi + divertido/engraçado de Março)!!!

    dessa lista aí, me interessam tbm: "Scarface" (esse promete) e "Crônicas Marcianas"!!!

    e "Viagem ao Centro da Terra" eu já comprei e já li.... tá simplesmente soberba essa adaptação da obra: uma das coleções + caprichadas lançadas nos últimos tempos!!! Nota 10

    PS: "Guerra e Paz" é o próximo dessa coleção de clássicos da L&PM....

    ResponderExcluir
  6. Comprei Scooby Doo 01 e achei excelente!!! Pena que a revista chegou aqui após dia 20 de Abril sendo que a data de expediente é de Março. Espero que a número 02 não atrase e venha logo em Maio, então.

    GAROTO VIVO é um ótima promessa, estou gostando. UFFO também é legal.

    Bolinha e Luluzinha são sempre um bom presente sobre o gênero ao qual pertencem.

    Luluzinha Teen eu estou lendo há pouco tempo e adorei!!!

    ResponderExcluir
  7. Leo, é bom saber das adaptações literárias da L&PM. Gosto do trabalho da L&PM, e inclusive comprei os mangás, q são ótimos! Ainda não comprei os clássicos.. sei q os desenhos são bons, mas não tinha ideia dos roteiros! O preço também é acessível, ao contrário dos da Salamandra q na minha opinião tem os melhores desenhos, mas doem no bolso, motivo pelo qual não comprei nenhum! Quanto às adaptações literárias brasileiras, comprei algumas edições da Ática, que também tem um bom preço e boa adaptação!

    ResponderExcluir
  8. Fabiano, para variar o Scooby-Doo atrazou e saiu com data diferente de lançamento, não sei daonde voce é, mas foi o mesmo aqui no Rio de Janeiro. A Panini trata com total desleixo essas publicações, uma lástima. O Scooby-Doo especial ainda nem foi para as bancas tambem. Espero que chegue ainda essa semana. Um abraço.

    ResponderExcluir
  9. "Leo, é bom saber das adaptações literárias da L&PM. Gosto do trabalho da L&PM, e inclusive comprei os mangás, q são ótimos! Ainda não comprei os clássicos.. sei q os desenhos são bons, mas não tinha ideia dos roteiros! "


    Jefferson,

    pode comprar sem medo essa coleção de "Clássicos da Literatura em Quadrinhos" (da L&PM)....

    eu comprei as 7 ed. q saíram até agora (Robinson Crusoé, Ilha do Tesouro, Volta ao Mundo em 80 Dias, Conto de Natal, Dom Quixote, Odisséia, e Viagem ao Centro da Terra)... e dessas aí a única q nunca li o livro pra comparar com a versão em quadrinhos foi Dom Quixote: as demais estão perfeitamente fiéis aos livros!!!

    tbm tenho colecionado livros (somente em formato pocket) graças à L&PM: q oferece livros de qualidade por um preço baixo (cada pocket custa na faixa de 10 a 15 reais)!!!

    vale mto a pena fazer essa coleção....

    os próximos da L&PM a terem versão em quadrinhos serão "Guerra e Paz" e "Os Miseráveis"!!!

    imperdíveis tbm....

    ResponderExcluir
  10. Marcelo,

    sou de Ribeirão Preto-SP, aqui tem boas bancas com muita diversidade, mas quando a Panini atrasa não tem jeito mesmo.

    Espero que Scooby Doo seja tratado com um pouco mais de dedicação e carinho agora. Vamos ver...rsrsrs...

    ResponderExcluir
  11. Fala Fabiano. Comprei ontem a revista Scooby Doo 2, Scooby Doo Especial 10 e Recruta Zero 2. Já devem ter chegado aí! Abraço.

    ResponderExcluir
  12. Notaram que a do Bolinha veio com uma qualidade de papel diferente do que a da Luluzinha? Alguém sabe por quê?

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.