' '

8 de abr de 2012

LIGA DA JUSTIÇA SEM LIMITES #3 — abr/12

Por Maurício Muniz (especial para o Planeta Gibi)

Com uma legião de membros que vão de Superman, Batman e Mulher-Maravilha até heróis pouco conhecidos, como Nuclear e Esmaga-Átomo, a Liga da Justiça é o grupo de heróis mais poderoso da Terra. Com roteiros de Adam Beechen, um escritor de quadrinhos que vem se destacando nos Estados Unidos, a adaptação do desenho animado Liga da Justiça sem Limites traz ótimas histórias da equipe em tramas que unem ação, emoção e humor. A seguir, confira o conteúdo da edição #3 do gibi, lançado pela Editora Abril.


LIGA DA JUSTIÇA SEM LIMITES #3
Editora Abril — abr/12
revista trimestral, 108 páginas cor, formatinho 13,4 x 19 cm, capa cartonada, lombada quadrada, R$ 7,95


Com histórias que unem boa caracterização de personagens e interessantes reviravoltas, o roteirista Adam Beechen tornou-se um nome de destaque mo mercado de quadrinhos atual. E são dele quatro das ótimas aventuras contidas no terceiro volume de LIGA DA JUSTIÇA SEM LIMITES.

Na primeira história do volume, desenhada por Carlo Barberi, um grupo de jovens membros da Liga —entre eles Esmaga-Átomo, Nuclear e Supergirl— é obrigado a passar a noite de Natal em plantão no satélite da equipe para monitorar possíveis ameaças. E é exatamente o que acontece, quando o vilão Viga foge da prisão e dá início a uma onda de destruição que esses jovens heróis podem não ser capazes de impedir.

Em outra aventura, também ilustrada por Barberi, o satélite da Liga da Justiça é invadido por uma outra equipe de super-heróis. São os Combatentes da Liberdade, grupo liderado pelo patriótico Tio Sam, que vai à base da Liga em missão secreta para o governo. Convencidos de que a Liga pode representar um perigo para os Estados Unidos, os militares americanos enviam os Combatentes para roubar os arquivos de computador da Liga. Mas um encontro casual revelará a verdadeira intenção de Tio Sam e companhia e uma grande luta terá início.

Depois, é a vez do Superman viver uma grande aventura ao lado de um dos maiores fãs da Liga da Justiça. Ao tentar ajudar os habitantes do planeta Tamaran, o Homem de Aço é sequestrado pelos perigosos psions para tornar-se cobaia em seus experimentos. Perdido, isolado e privado de seus poderes, com uma raça de seres amorais e inescrupulosos em seu encalço, o herói só pode contar com a ajuda de um estranho taxista espacial, um admirador da Liga que viaja pelo tempo e pelo espaço para levar seus passageiros até qualquer destino onde precisem chegar. Os desenhos dessa tensa história são de Ethen Beavers.

Na quarta aventura da edição, a Mulher-Maravilha, o Homem-Elástico e o caubói moderno, o Vigilante, são transportados através do tempo para velho oeste americano graças às maquinações do vilão, Comandante do Tempo. Lá, os heróis do presente unem-se a justiceiros lendários como Jonah Hex, El Diablo e Bat Lash para salvar a vida de um jovem criminoso que será muito importante para o futuro de um certo membro da Liga da Justiça. A arte fica por conta de Gordon Purcell.

Finalmente, em uma história escrita por Paul D. Storrie e desenhada pelo veterano Rick Burchett, o leitor acompanha a entrada de Mary Marvel, irmã do Capitão Marvel, para a Liga da Justiça. Tendo a Supergirl como guia, a jovem Mary descobrirá porque cada membro da equipe é tão importante e porque cada talento especial ajuda a fazer da Liga uma força imbatível a favor da Lei e da Ordem. 


Maurício Muniz é editor da Gal Editora e do blog  Antigravidade: Cultura Pop e Bom Humor.





LEIA TAMBÉM SOBRE:

BATMAN — OS BRAVOS E DESTEMIDOS #3
Leia mais sobre esta edição aqui.

AS AVENTURAS DE SUPERMAN #3
Leia mais sobre esta edição aqui.  

OS JOVENS TITÃS #3
Leia mais sobre esta edição aqui. 




Um comentário:

  1. Essa linha da DC Animated é realmente muito boa. Até hoje não entendo como a Panini renegou esses títulos. Publicaram em um formato enfadonho, caro, e logo depois cancelaram. Já a Abril, está fazendo um trabalho primoroso.

    Pessoalmente, o título que menos gosto é esse da Liga, mas todos os 4 gibizinhos são de altíssima qualidade. Material divertido, e que não se prende muito em cronologia, descontando a própria cronologia dos desenhos animados. É uma ótima leitura pra quem curte um gibi divertido, sem muito drama ou ramificações (coisas que pessoalmente, andam me afastando cada vez mais da linha tradicional, tanto da Marvel como da DC).

    Por mim, todas as HQs de heróis deveriam ser assim: Divertidas!

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.