' '

23 de abr de 2012

A HISTÓRIA DE PATÓPOLIS: preview

Por E. Rodrigues

A HISTÓRIA DE PATÓPOLIS, saga brasileira que está completando 30 anos, ganha edição primorosa pela Editora Abril. São 164 páginas com a série completa (sete capítulos, incluindo os extras lançados em 1987 e nunca republicados até então), uma dúzia de páginas ilustradas recheadas de curiosidades e entrevistas com os criadores (com justa homenagem ao genial Ivan Saidenberg, roteirista da saga original), mais quatro HQs de Carl Barks com referências à cidade. Tudo alinhavado pelo expert Marcelo Alencar. Capa cartonada, encadernação excelente, preço adequado (R$ 8,95)... Mais que um gibi, um documento sobre a produção nacional de HQs Disney, lançado num momento em que a editora prepara material inédito com Zé Carioca. Imagens e conteúdo a seguir.



A HISTÓRIA DE PATÓPOLIS
Editora Abril — abr/12
edição especial, 164 páginas cor, formato 13,4 x 19 cm
capa cartonada, lombada quadrada, R$ 8,95



Textos de Marcelo Alencar, cheios de curiosidades, contextualizam a obra



Entrevistas com (nada menos que) Primaggio Mantovi, Roberto Fukue, Euclides Miyaura (o Chin), Gérson Luiz Teixeira, Irineu Soares Rodrigues: curiosidades dos bastidores da produção, além de depoimentos de Primaggio, Chin e Júlio de Andrade, Filho sobre o idealizador da saga, Ivan Saidenberg


E antes das pérolas de Carl Barks, duas páginas sobre o Quem é Quem em Patópolis — mais um texto saboroso de Alencar sobre o universo dos patos




27 comentários:

  1. Chuif, chuif. Tão bom ver o Brasil valorizando o que o Brasil já produziu de bom. Assim como muita coisa feita no cinema nacional é de qualidade invejável, os quadrinhos Disney nacionais possuem muito material digno de constar em edições caprichadas como essa.

    ResponderExcluir
  2. Só tenho uma coisa a dizer: SENSACIONAL.

    ResponderExcluir
  3. Como imaginei, ficaram de fora duas HQs paralelas com personagens criados para essa saga:

    * As Aventuras De Pena Rubra (B830041)
    * Nos Tempos Do Avião A Lenha (B820318)

    Mas tudo bem, parece que o trabalho do Marcelo Alencar ficou primoroso, como tudo que ele faz para o universo Disney.

    As páginas extras e de contextualização dele valem mais do que o material repeteco do Barks na minha opinião. Bom ver que dessa vez a Editora Abril se preocupou principalmente com capricho e layout moderno nessas páginas feitas pelo Alencar. Dou meus parábens por isso.

    Posso dizer que é uma edição merecida no final das contas, ainda que haja alguns engasgos editoriais como sempre, a capa parece por comentários em todos os lugares que teria ficado muito mais bonito se tivessem usado aquela ilustração da Tio Patinhas Especial, também vou sentir falta das duas HQs que citei acima. De toda forma, um ótimo preço, um ótimo material de background, visualmente bem feito e com a seriedade que certamente o material merece.

    Posso perguntar uma coisa? Qual é o papel do Marcelo Alencar na colaboração com os quadrinhos Disney na Abril? Ele apenas monta textos e pesquisa de dados do histórico Disney? Eu gostaria de ver ele fazendo mais... sério. XD

    ResponderExcluir
  4. Um encadernado digno dos italianos. parabéns a abril. Mas, saem a História de Patópolis, voltam a fazer HQs inéditas do Zé e a setorização também volta? Não entendo isso.

    ResponderExcluir
  5. Espetacular mesmo essa edição.....

    foi ótimo terem incluído tbm essas 4 do Barks (todas inéditas pra mim) e q mostram a visão dele pra cidade (mais do q merecido, por ter sido ele o idealizador)!!!

    Cofrasso!!!

    ResponderExcluir
  6. Ah... isso sim é q eu chamo de gibi "Essencial" numa coleção!!!

    ResponderExcluir
  7. Comprarei daki a quatro meses quando ela chegar aki, daki até lá,morro de inveja de vcs do sul e sudeste.

    ResponderExcluir
  8. "Ah... isso sim é q eu chamo de gibi "Essencial" numa coleção!!!"

    Concordo Leo. muito mais que a coleção caça níqueis lá.

    Sobre a edição não há o que dizer só que é sensacional. Histórias do Barks bem selecionadas(sabia que ia ter a história da Corda Bamba). pra ficar melhor só se fosse em formato americano.

    Que venha agora o Mistério dos Signos

    ResponderExcluir
  9. "uma dúzia de páginas ilustradas recheadas de curiosidades e entrevistas com os criadores"
    Além de exceletes hqs, esta publicação tem muita informação legal. Espero que outras sagas especiais tenham oportunidade. Como disse o Mac logo acima, "O Mistério dos Signos" seria uma ótima opção.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Jackson
    Não precisa ter inveja do Sul e Sudeste. Em Curitiba também sumiram as revistas Disney das bancas depois da volta da setorização. Por mais argumentos que eu leia e releia ainda não entendi o motivo da Abril ter detonado a distribuição das revistas quando tudo estava funcionando bem... Está cheio de Turma da Mônica, Luluzinha e Bolinha, mas Disney que é bom... Se a culpa é da distribuidora eu me pergunto pra onde vai tanto gibi que não aparece nas bancas? Devem estar vendendo como papel reciclável...

    ResponderExcluir
  12. Acho que a setorização é o iceberg das titânicas publicações Disney no Brasil. Espero que dê tempo de corrigir a rota e evitar o pior... A distribuição nacional precisa voltar urgentemente...

    ResponderExcluir
  13. O que não dá para entender é como uma Editora com 60 anos de casa tem uma das piores distribuidoras do país.

    De que adianta tamanho porte se a distribuição é pior que uma editora de fundo de quintal?

    É ridículo encontrar Luluzinha e Mônica em qualquer banca e não encontrar Disney...

    ResponderExcluir
  14. Eu vi um número do IVC que em janeiro de 2012 5.000 revistas disney de cada mensal "não foram distribuidas". Cadê essas revistas? N tô falando das que foram distribuidas e n venderam, tô falando das que sequer foram distribuidas...

    As quase 15.000 que voltaram de cada personagem devem ter vindo para a gente, setorizado, nos pacotinhos, mas acho q n custava ter na loja abril tb.

    Sobre a revista, parece estar com textos bem legais. Muito bom que esse trio esteja fazendo textos tão legais para as nossas revistas (marcelo, rivaldo e edenilson). Até o revezamento deles é saudável, rsrs.

    N gostei de muito barks e de n publicarem as 2 HQs citadas pelo Thiago, que tem muito mais a ver com a saga. Achei a capa meio fraquinha pela foto, mas o preço compensa, rsrsrsrs.

    ResponderExcluir
  15. A capa é linda. A foto não faz jus ao material (a máquina usada tampouco ajudou).

    Os textos costumam ser escritos por Júlio, Marcelo e Rivaldo.

    Abs.

    ResponderExcluir
  16. ficou belissima, com certeza vou comprar.

    ResponderExcluir
  17. Isso, errei, esqueci do Júlio. Para mim o Júlio, pelas entrevistas já dadas que pude ler, inclusive aqui no PG, é um dos caras que mais entendem dos gibis Disney e seu histórico e evolução no país.

    Quando ao edenilson, pensei q ele escrevia junto com o rivaldo.

    Quando falo da capa "fraquinha", falo da parte física, e não das suas cores, que, embora muitos amigos tenham achado feia, eu achei bem legalzinha. Nada muuuuito linda, mais ainda bem bonita. Eu acho que esse azul chama a atenção. Ficou mais bonita que o DE que publicou a mesma capa mas com um outro tom que não azul.

    Aquela capa que saiu quando da publicação da saga em TP Especial tb é bonita, mas acho q n chamaria tanto a atenção nas bancas como essa.

    ResponderExcluir
  18. A capa é cartonada (igual àquela usada nos gibis dos súper heróis da DC Cartoon). Faz toda a diferença.

    ResponderExcluir
  19. Realmente imperdível não é mesmo pessoal??:o

    É COFREEEE!!:D

    Que venha agora o Mistério dos Signos[2]

    "A distribuição nacional precisa voltar urgentemente..."

    ^Eu que o diga...nossa como tou sofrendo com essa 'maldita' setorização(moro no estado da Bahia)!:p

    Abçs a todos,
    Ale(XANDRO).

    ResponderExcluir
  20. Espero que o pessoal da Abril leia os comentários e reveja essa questão da distribuição. Como o Paulo Gibi disse, ainda está em tempo de fazer isso. As publicações estão ótimas é só voltar a distribuir direito que não tem erro! Se não sou só eu reclamando, é porque está complicado mesmo!

    ResponderExcluir
  21. Eu vi uns números do IVC e acho nada a ver vc priorizar interior ao invés de salvador, por exemplo.

    Quer setorizar? Ok. Mas deixe disney nos aeroportos e rodoviárias pelo menos... o que custa? Nada, mas vende bem.

    ResponderExcluir
  22. "e acho nada a ver vc priorizar interior ao invés de salvador, por exemplo."

    ^???!??:p

    Poxá eu não vou sair do interior para ir em Salvador comprar um gibi né?(ainda em/na 'rodoviária ou 'aeroporto')...quanto achas que vou gasta com tudo isso?;(

    Aja tempo e disposição...se for assim prefiro comprar mesmo pelo PG!:o

    O real problema é acabar mesmo com a maldita setorização!:(

    DISTRIBUIÇÃO NACIONAL PARA TODOS JÁ!!!;)

    ResponderExcluir
  23. Não tô falando de vc Xandro. O que tô dizendo é que a setorização é pra privilegiar cidades do interior do S/SE, fazer edições chegarem nessas regiões, mas a troco disso cidades como Salvador, Recife, Brasília e Fortaleza não recebem mais Disney.

    Um atenunante seria pelo menos nas capitais do NE/CO/N colocarem gibis nas bancas de rodoviárias ou aeroportos, pois essas com certeza vendem. Pra quem mora no interior da BA o problema continua, mas não daria para atendê-lo (o interior do NE) sem aumentar a tiragem e, consequentemente, haver um risco em diminuir a relação circulação/tiragem, importante pro gibi se manter como o pessoal do PG já expôs.

    ResponderExcluir
  24. Humm...'explique-se',hehe,abçs!:p

    ResponderExcluir
  25. previsao de quando poderemos comprar no loja pg?

    ResponderExcluir
  26. Aqui em Juiz de Fora (MGG), onde sempre chegam as revistas na data certa, me surpreendeu ainda NÃO ter chegado esse especial.

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.