' '

22 de abr de 2012

Checklist abril 2012 — Variados

Por E. Rodrigues   :: publicado originalmente em 7/abr/12 ::

ATUALIZADO: capas diversas, TURMA DO COCORICÓ #1 (Deomar) e, de quebra, as capas dos gibis nacionais da Editora Abril, que saem nos próximos dias. Difícil imaginar arte mais adequada do que a de André Diniz para uma releitura de O NEGRINHO DO PASTOREIO (lançamento Ygarapé). O livro evoca os traços superexpressivos de Flavio Colin (1930-2002). Confira abaixo outros lançamentos para livrarias, incluindo Ziraldo inédito e mais uma adaptação de Monteiro Lobato para quadrinhos. Nas bancas, SCOOBY-DOO! retorna em três títulos regulares pela Panini. Já a Pixel lança uma quarta edição extra de Luluzinha, dedicada à sua rivalzinha (no amor, pelo menos) GLÓRIA.

Nas bancas:


:: editora abril / lucas lima ::
UFFO #3
Editora Abril
mensal, 36 páginas cor, formato 13,5 x 19 cm, R$ 1,95

:: editora abril / triboulet ::
GAROTO VIVO #3
Editora Abril
mensal, 36 páginas cor, formato 13,5 x 19 cm, R$ 1,95

:: editora abril / tv pinguim ::
GEMINI 8 #3
Editora Abril
mensal, 36 páginas cor, formato 13,5 x 19 cm, R$ 1,95


:: hanna-barbera :: 
SCOOBY-DOO #1
revista mensal, segunda série, 36 páginas cor, formato 14,7 x 24,5 cm, R$ 3,20
lançamento: 9/abr/12
A publicação traz histórias e passatempos inéditos do cachorro medroso e seu dono Salsicha, junto com toda a turma da Mistério S/A. O novo formato, agora maior (14,7 x 24,5 cm), com 36 páginas coloridas, traz ainda um presente especial nas seis primeiras edições: páginas com informações sobre os personagens Scooby-Doo, Fred, Daphne, Velma, Salsicha, além da Máquina do Mistério e dos monstros que vivem assustando esta galera. São fichas que podem ser destacadas e formar uma coleção cheia de mistério e muitos sustos. O primeiro número da revista chega às bancas por R$ 3,20, com histórias de aliens encontrados no Grand Canyon e assombrações na padaria da tia da Daphne.

SCOOBY-DOO ESPECIAL #10
revista trimestral, 52 páginas cor, formato magazine 20,5 x 27,5 cm, R$ 8,90
acompanha brinde
lançamento: 9/abr/12
Chega às bancas a 10ª edição do Almanaque Scooby-Doo Especial, que reúne as melhores histórias de mistérios, muitos passatempos e ainda vem com brinde. Nesta edição, a Mistério S/A enfrenta um sórdido vilão em uma convenção de quadrinhos – ele segue o roteiro de uma HQ famosa para tentar roubar gibis raros. A gangue também encara O Pretendente da Máscara de Ferro, no reinado de Morovânia, numa aventura surpreendente. Entre os passatempos, um jogo de tabuleiro, um desafio na cidade-fantasma, uma receita deliciosa de bolinhos e desenhos para pintar.

ALMANAQUE TEMÁTICO SCOOBY-DOO #1
revista trimestral, 84 páginas cor, formato 15,5 x 24,6 cm, R$ 5,30
lançamento: 9/abr/12
São 84 páginas só de aventuras com a Mistério S/A, reunindo os melhores mistérios já publicados sobre fantasmas. Nesta edição, os leitores também encontram páginas com informações, curiosidades e brincadeiras como um teste de conhecimentos “fantasmagóricos” e uma árvore genealógica para completar com os nomes de seus parentes. A nova publicação de Scooby é trimestral, com um tema diferente a cada edição, e chega às bancas por R$ 5,30.

:: classic media ::
LULUZINHA #14
Pixel / Ediouro
mensal, 52 páginas cor, formato 13,5 x 19 cm, R$ 3,10
distribuição nacional

BOLINHA #12
Pixel / Ediouro
mensal, 52 páginas cor, formato 13,5 x 19 cm, R$ 3,10
distribuição nacional

GLORINHA, A RIVAL DA LULUZINHA
Pixel / Ediouro
especial, 52 páginas cor, formato 13,5 x 19 cm, R$ 3,10

LULUZINHA TEEN E SUA TURMA #36
Pixel / Ediouro
mensal, 100 páginas p&b / cor, formato 17 x 24 cm, lombada quadrada, R$ 6,40
distribuição Região Sudeste

:: king features syndicate ::
RECRUTA ZERO #2
Pixel / Ediouro
mensal, 68 páginas cor, formato 13,5 x 19 cm, R$ 4,50
[lançamento deve ocorrer apenas em maio]

:: walter lantz / universal ::
PICA-PAU E SEUS AMIGOS #55
Deomar Editora
mensal, 36 páginas cor, formato 13,5 x 21 cm, R$ 3,90

:: tv cultura ::
TURMA DO COCORICÓ #1
Deomar Editora
periodicidade não informada, 36 páginas cor, formato 13,5 x 21 cm, R$ 3,90

:: mattel ::
MAX STEEL #10

Deomar Editora
bimestral, 36 páginas cor, formato Pato 13,5 x 21 cm, R$ 3,90

POLLY POCKET #10
Deomar Editora
bimestral, 36 páginas cor, formato Pato 13,5 x 21 cm, R$ 3,90

:: ec publications / warner ::
MAD #46

Panini
mensal, 44 páginas cor, formato magazine 20,5 x 27,5 cm, R$ 7,20 

MAD ESPECIAL #14
Panini
trimestral, 68 páginas p&b, formato magazine 20,5 x 27,5 cm, R$ ?



Nas livrarias:

:: andré diniz ::
O NEGRINHO DO PASTOREIO
Ygarapé
64 páginas cor, formato 17 x 24 cm, capa cartonada
de André Diniz (cores de Marcela Mannheimer)

:: monteiro lobato / tv globo ::
OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES EM QUADRINHOS
Globo
152 páginas cor, formato 20,2 cm x 26,6 cm, capa cartonada, R$ 35,00
adaptação de Denise Ortega
A obra Os doze trabalhos de Hércules, de Monteiro Lobato, segue há seis décadas encantando todas as gerações de crianças. A fascinante mitologia grega filtrada pelo olhar brasileiríssimo da Turma do Sítio do Picapau Amarelo resultou num clássico de nossa literatura infantojuvenil – que, agora, é revisitado a bordo da coleção Monteiro Lobato em Quadrinhos, da Globo Livros. Na trama, Pedrinho, Emília e o Visconde de Sabugosa recorrem ao pó de pirlimpimpim para recuar mais de 2 mil anos no tempo, a fim de ajudar Hércules na primeira de sua dúzia de missões impossíveis. E assim, uma a uma, as tarefas do semideus vão sendo cumpridas com o apoio “intelectual” dos personagens do Sítio, uma vez que o herói grego tem força e valentia, mas carece de alguma esperteza. A adaptação da história original para a dinâmica linguagem das HQs é assinada por Denise Ortega, que tem sucesso ao preservar o humor e a ironia do texto de Lobato. Além da HQ propriamente dita, o livro inclui vários anexos, com comentários sobre a iniciativa de Lobato de recontar o mito de Hércules na série original de doze livros, sobre a mitologia e sobre outros grandes heróis mitológicos e suas façanhas. Isso sem contar o pequeno glossário final, que esclarece o significado de palavras incomuns para o vocabulário dos pequenos leitores. Denise Ortega é formada em Comunicação Social pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, em São Paulo. Desde 1987 desenvolve roteiros de revistas infantis como Sítio do Picapau Amarelo, Menino Maluquinho, Disney, Luluzinha, Os Trapalhões e TV Colosso.

:: ziraldo ::
DIÁRIO DA JULIETA 3: O BLOG DE FÉRIAS DA MENINA MALUQUINHA
COLEÇÃO ZIRALDO
Globo
112 páginas cor, formato 19 cm x 27,5 cm, capa cartonada, R$ 32,00
Para muita gente, tirar férias é sinônimo de ter tempo de sobra para não fazer nada. Definitivamente, este não é o caso da Julieta, a namoradinha do Menino Maluquinho. Irrequieta e comunicativa, ela não só aproveita ao máximo cada dia de folga como ainda dá um jeito de manter seus amigos a par de todas as novidades – mesmo quando ela viaja para longe da turma. Como? A menina, que sempre amou fazer diários, agora virou blogueira. Viagem, praia, cinema, hotel-fazenda, piquenique e até congestionamento na estrada – tudo o que acontece, ela posta em seu blog de férias, para ser comentado por uma legião de seguidores. Assim é o Diário da Julieta 3: o blog de férias da Menina Maluquinha o mais novo livro da bem-sucedida série protagonizada pela Menina Maluquinha. Mais uma vez, antenadíssimo com o universo de referências da garotada, Ziraldo acrescenta uma novidade genial a suas histórias em quadrinhos. Em Diário da Julieta 2 o autor uniu o brilhantismo das HQs à criatividade dos scrapbooks. Já nesse lançamento traz histórias em quadrinhos inéditas da Julieta e sua turma intercaladas com os posts blogados pela personagem com comentários dos amigos a respeito de cada aventura. Ao todo, são 12 histórias em quadrinhos e 12 posts recheados com o humor afiado de um autor que, como poucos, consegue falar com a criança de igual para igual. Ziraldo Alves Pinto dedica sua vida à literatura e à ilustração para crianças. É artista gráfico, humorista, escritor de livros infantis, ilustrador, cartunista, caricaturista, dramaturgo, jornalista e bacharel em Direito. Em 1960 lançou a primeira revista brasileira de comics, com a Turma do Pererê. Escreveu e ilustrou seu primeiro livro para crianças, Flicts, em 1969, e, a partir daí, não parou mais de fazer trabalhos para o público infantojuvenil. Sua maior criação é O Menino Maluquinho, livro que desde 1980 diverte as crianças de todo o país e já foi adaptado para histórias em quadrinhos, teatro, cinema e televisão. Pela Globo Livros, Ziraldo lançou mais de 40 títulos, entre eles As grandes histórias do Menino Maluquinho – o cara legal, a primeira história em quadrinhos brasileira criada para iPad.

:: dark horse ::
USAGI YOJIMBO — VOL. 3 — O LIMIAR DA VIDA E DA MORTE

Devir
216 páginas p&b, formato 16,5 cm × 24 cm, capa cartonada, R$ 32,00
por Stan Sakai

:: spitfire productions / darick robertson ::
THE BOYS — VOL. 2 — MANDANDO VER

Devir
192 páginas cor, formato 16,5 cm × 24 cm, capa cartonada, R$ 39,90
roteiro de Garth Ennis, arte de Darick Robertson e Peter Snejberg
Num mundo em que heróis uniformizados cortam os céus e vigilantes mascarados espreitam à noite, alguém tem que cuidar para que esses “supers” não saiam da linha. Billy Carniceiro, Hughie Mijão, Leite Materno, O Francês e A Fêmea são The Boys: uma equipe da CIA formada por pessoas muito perigosas, cada uma delas dedicada à luta contra os superseres da terra que ultrapassam os limites da lei. Alguns super-heróis têm de ser vigiados. Alguns precisam ser controlados. E outros, às vezes, precisam ser retirados de cena... É aí que você chama The Boys. Tecnoman, o Vingador das Trevas e seu ex-parceiro Suruba estão em apuros, grandes apuros... Um perdeu o controle do seu desejo sexual assustadoramente hiperativo, e o outro talvez seja um assassino. Agora, Hughie e Carniceiro precisam descobrir qual é um e qual é outro. Depois, a equipe viaja para a Rússia, onde seus adversários corporativos trabalham juntos com o crime organizado, em uma superconspiração que ameaça sair mortalmente de controle. Ainda bem que os nossos heróis contam com a ajuda do Salsicha do Amor... Este volume reúne a segunda coletânea de histórias (edições #s 7 a 14) da polêmica e cultuada série The BOYS, escrita por Garth Ennis (Preacher, Justiceiro) e desenhada por Darick Robertson (Transmetropolitan) e Peter Snejberg (Meia-Noite). NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS! Este livro contém: linguagem obscena, erótica e depreciativa; gestos obscenos; insinuação de sexo e masturbação; consumo de drogas lícitas ou ilícitas; nudez (mas sem nu frontal); violência com requintes de crueldade apresentada de forma divertida; vítimas em estado de agonia; tortura, estupro, mutilação, abuso sexual; valorização da beleza física como imprescindível para uma vida feliz; e muitas outras coisas do gênero. Portanto, se você se sente chocado com algum desses conteúdos, nem pense em abrir esta obra (mas saiba que isso seria muita frouxidão da sua parte).

:: alex varenne :: 
ERMA JAGUAR
L&PM
152 páginas p&b, formato 16 cm × 23 cm, capa cartonada, R$ 44,00
de Alex Varenne
Tradução de Alexandre Boid.Alex Varenne nasceu na França, em 1939, e é considerado um ilustrador notável. Erma Jaguar é uma de suas personagens mais conhecidas, uma espécie de “madame” moderna que à noite, vestindo seu corpete preto e dirigindo seu carro, sai buscando satisfazer todas as suas fantasias. Insaciável, ela enlouquece homens e mulheres de todos os tipos – uma jovem esposa, uma mulher inspirada na “deputada” italiana Cicciolina, um sujeito que mais parece um funcionário público, uma teenager, uma dragqueen, um cego... Todos cabem nos desejos de Erma Jaguar. Todos, da dama ao caminhoneiro, são a presa de seus instintos mais libidinosos. 

:: gilbert shelton :: 
NOT QUITE DEAD — O ÚLTIMO SHOW
Conrad
48 páginas, formato 21 cm × 27 cm, capa cartonada, R$ 29,90
de Gilbert Shelton
Em O Último Show em Shnagrlig, Gilbert Shelton mostra que o senso de absurdo e a irreverência que o tornaram famoso com os Freak Brothers continuam afiados. O livro é uma sátira sobre fundamentalismo religioso e o imperialismo do Ocidente, estrelada por um Cadillac e pela banda de rock menos famosa do mundo. Acompanhe o Not Quite Dead realizando o sonho de toda banda: a primeira turnê internacional! Eles não poderiam estar mais empolgados, mesmo que precisem viajar a um país remoto e hostil, de que ninguém nunca ouviu falar. Mal sabem que são enviados por uma agência do governo para causar distúrbios. Gilbert Shelton nasceu em Austin, Texas. Em 1963 já era uma celebridade subterrânea, editando a revista Texas Ranger, uma das principais revistas estudantis da época, e já publicara quadrinhos em revistas como a Help, de Harvey Kurtzman. Mas foi em 1967, quando lançou a primeira história dos Freak Brothers no jornal LA Free Press, que as coisas começaram a mudar. Enquanto as grandes editoras de quadrinhos se ocupavam com histórias infantis e super-heróis patetas, Shelton e outros malucos do Texas resolveram comprar uma impressora industrial e fundar sua própria editora, a Rip Off Press. Foi dali que saíram os primeiros números da revista própria dos Fabulous Furry Freak Brothers, que vendiam milhares de exemplares e ajudaram a criar um mito que permanece até os dias de hoje...

:: magic wagon :: 
GRAPHIC CHILLERS — VOL. 4 — A MÚMIA
Prumo
36 páginas, formato 18 cm × 23 cm, capa cartonada, R$ 23,90
por Bart A. Thompson e Brian Miroglio, adaptando Bram Stoker
No antigo Egito, a rainha Tera jurou, antes de ser mumificada, que retornaria à vida. Durante uma expedição em 1947, Abel Trelawney e John Corbeck descobriram sua tumba. Agora, tudo está pronto para o regresso da múmia...






















E EM MAIO...





23 comentários:

  1. Oba...Recruta Zero vai continuar! Torço para que tenha vida longa nas bancas!

    ResponderExcluir
  2. Todos torcemos, mas, por experiencias recentes, custo a crer, embora Luluzinha e Bolinha clássicos estejam aí né... Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Não sei quem faz, se é marvel, DC comics, ou outro, mas gostaria muito que lançassem uma revista do Thundercats 2011, achei ótimos os desenhos e a saga, compraria com certeza em bancas, alguem sabe me dizer se algum dia pode sair ou a quem posso pedir isso.

    ResponderExcluir
  4. Pelo que li, a animação Thundercats 2011 está sendo adaptada para os quadrinhos pela Marvel. E é a Panini que começou a publicá-la. Na Europa.
    Abs.

    ResponderExcluir
  5. Legal, obrigado pela resposta, tomara que chegue logo por aqui, abcs.

    ResponderExcluir
  6. Essa "Luluzinha Apresenta" é #4 como vocês informaram ou é #1 como tá na capa?

    ResponderExcluir
  7. Caramba!!

    Ih! Será que caramba é palavrão também?
    Gostei dessa capa da Glorinha.
    Mas vou fazer uma pergunta aqui já que os posts antigo NINGUEM LER MAIS!!!!!!!!!

    A Turma da Mônica da Coca-Cola na época deu uma caixa colecionadora para quem juntou as 5 revistas da Turma.

    Bem, alguem sabe se as revistas da disney, Colgate, Omo e Nestlê ofereceram alguam caixa para guardar no fim da coleção?

    PS: Eu nunga usei palavrões nesse e em nenhum blog, pois sou o senhor, pai de família e muito educado!
    Agoara, se o Planeta Gibi, deletar injustamnte um cometário meu, eu, Vinícius, nunca mais entro aqui.

    Não tenho nada conta puritanos chatos, mas cada qual na sua.
    Chato também, é palavrão?

    SENSURA NUNCA MAIS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  8. Eu acho inadmissível que uma pessoa venha, do nada, ditar como a outra pessoa - que ela sequer conhece direito - deva escrever e se expressar em nome de pobres criancinhas que falam (sem pudores) muito mais palavrões do que nós, adultos.

    Só estou escrevendo isso porque tem uma pessoa que fez a mesma coisa no meu blog. Entrou lá e ficou me julgando, dizendo que sou de baixíssimo nível... por causa dos palavrões que leu lá sobre uma crítica que fiz no assunto do ESSENCIAL. Até parece que eu o forcei a ir lá e ler. Mas isso eu nem levei em consideração. O que me deixou estressado foi que essa mesma pessoa disse que eu estava criticando o material sem conhecê-lo (sendo que eu já tinha escrito que eu só dava opinião no meu blog sobre algo que vem parar nas minhas mãos, ou seja, a pessoa nem leu direito minha postagem).

    Enquanto essa pessoa toda certinha se doía talvez em nome da editora, eu estava em uma rede social combinando com o editor da Abril de vir dar uma palestra aqui em Ribeirão Preto, em breve. Ele se mostrou bem otimista e espero que a funcionária da cultura daqui consiga combinar com ele.

    É cada uma!!

    ResponderExcluir
  9. O PG virou consultório de psicologia... "caramba"!!!

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Sergio.

    Tudo começou pq tentaram usar a censura neste blog por motivo torpe.

    Fiquei profundamente irritado MESMO com o usuário PAULO GIBI que pediu, de forma arbitrária, como se ele fosse o dono da moral, que eu apagasse meu comentário (ou os palavrões, na interpretação dele)do último check lista da turma da monica.

    O Xandro e o fabiano estavam falando justa e sadiamente da chatisse do politicamente correto.

    Entrei no meio e comentei também.
    Em seguida o paulo veio exigindo que eu e o planeta reconsiderassemos pq aquilo era um tereeno de crianças.

    No comentário dele, ele também fazia o pedido ao Planeta Gibi e se o Planeta não tomasse providencia ele nunca mais comentaria aqui.

    FAÇA-ME UM FAVOR SR PAULO, O QUE TEM DEMAIS NAQUELE COMETÁRIO?
    ESTE PAÍS É LIVRE SABIA?

    Chega a ser infantiloide de vossa parte.
    Como disse o Fabiano, as crinaças de hoje falma mais palavrões do que nós. E pelo que Fabiano fala, você colocou as crianças como 'bode', já que ele cita que vc fez o mesmo com um post dele sobre o essencial.

    Aposto como ele deve ter enxido o saco dos pobres trabalhadores do Planeta por email para apagar meu comentário por causa de uma coisa tão besta.

    Em seguida ele apagou o comentário, eu respondi, mas resolvi apagar também para não criar polemica.

    Peço desculpas aos usuários, e ao Planeta por ter usado uma única palavra chula (de duas letrinhas) que todo mundo fala.

    Não voltarei mais ao assunto.

    Vinicius

    ResponderExcluir
  12. "Entrei no meio e comentei também.
    Em seguida o paulo veio exigindo que eu e o planeta reconsiderassemos pq aquilo era um tereeno de crianças."


    Eu já vi de tudo aqui, mas nunca tinha visto uma pessoa postar três vezes seguidas todo aquele conteúdo usando as crianças para expor sua opinião pessoal. E para quê postar três vezes seguidas??? Parecia até um desespero!

    Não gosto de julgar pessoas, portanto, falo do ato em si (e não de quem fez). Foi lamentável ler aquela agressão gratuita que se deu do nada... e ainda usar as crianças como justificativa.
    Estávamos em uma conversa sadia sobre turma da Mõnica. Não havia motivos.

    Além do mais: eu sou o encrenqueiro aqui....kkkk.... se alguém quer dar uma de Fabiano por um dia, recomendo que não apague as postagens depois. rsrsrs...

    ResponderExcluir
  13. "E pelo que Fabiano fala, você colocou as crianças como 'bode', já que ele cita que vc fez o mesmo com um post dele sobre o essencial."

    Eu n critiquei nada de nada ora... nem me ponha no meio. No blog dele, ele escreve o que quiser, lê quem quer. Essa é minha opinião, no meu blog eu escrevo o que quiser, mesmo que minha postagem tenha só palavrões... é minha postagem.

    __

    Sobre o post, a minha reclamação é que vcs tumultuam posts nada a ver com comentários nada a ver. Poxa, se foi em outro post, continuem a discussão lá, e n aqui, que, se n me engano, fala do "check list de abril - variados" e não "palavrões, censuras e pessoas".

    ResponderExcluir
  14. Ô sergio
    Vc tá fazendo confusão.

    Eu disse que quem colocou as crianças como 'bode' foi o Paulo, não você.

    Outra coisa, eu nem entro no blog do Paulo, nem faço a mínima ideia dos comentários que rolam lá.

    Outra coisa, só escrevi para justificar.
    Não vou mais falar nesse assunto, senão ficar como da outra vez e vai acabar sobrando INJUSTAMENTE sobrando para o pessoal do Planeta.

    Vou logo dizer ao que me refiro.
    Eu gosto da maneira como o Fabiano caldeira escreve, algumas vezes. Ele fala mesmo.
    Mas um dia ele foi muito injusto com o pessoal daqui.

    ResponderExcluir
  15. É isso aí. Bola pra frente.

    E voltando a postagem, pedi informações a Pixel sobre um site oficial do Recruta Zero. A editora logo respondeu que ainda não há, pois eles ainda não definiram alguns detalhes acerca do título.

    Eu não estou comprando ela porque achei caro. Mas espero que ela vingue e que faça sucesso. E que logo tenhamos sites e redes compartilhando o conteúdo das revistas para divulgação.

    ResponderExcluir
  16. Por falar em Recruta Zero Já há noticias do numero 2?

    ResponderExcluir
  17. Então, dizem que sim, mas até agora eu não vi a capa. Estou até pesquisando em alguns sites, mas nada de capa.

    ResponderExcluir
  18. O Planeta Gibi deve saber.
    Será??

    ResponderExcluir
  19. Scooby Doo!! Onde está você???

    ResponderExcluir
  20. Eu fiz a assinatura de luluzinha e bolinha, acho que as primeiras revistas que me chegam são as de abril. Tá dificil achar nas bancas e pra comprar pela net tá ficando caro pelo frete ou pq acaba logo e aí qdo a gente acha a revista q perdeu tá mais cara já.

    ResponderExcluir
  21. É uma delícia ler Luluzinha e bolinha. Agora, preciso conhecer a Luluteen. Gostei dessa capa da 35. faz lembrar de um comercial que a Pitty fez pra jovem Pan.

    ResponderExcluir
  22. Prezados, Recruta Zero #2 deve sair apenas em maio. Informação oficial.
    Abs.

    ResponderExcluir
  23. se vcs vê o super heroi brasileiro candeeiro-man, vcs daria nota 10 esta no youtube fazendo sucesso

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.