' '

1 de mar de 2012

Recruta Zero volta às bancas pela Pixel: saiba mais

Por E. Rodrigues

Um dos maiores clássicos das tiras de jornais e dos gibis do Brasil, Recruta Zero não aparecia nas bancas desde 2007, quando a Mythos arriscou um retorno do personagem. Agora, a Pixel, selo da Ediouro que vem apostando na clássica (e excelente) Luluzinha, relança a criação de Mort Walker e promete mais para 2012 (leia release completo a seguir, incluindo resultado de pesquisa de mercado e números de vendas da Ediouro no segmento em 2011 e perspectiva para 2012). Aqui, Zero divide espaço com outros personagens da King Features Syndicate, como Hagar (de Dik Browne), Arca de Noé (aqui renomeada "Arca dos Bichos"), Zezé e Cia., dentre outros (está faltando o Fantasma...). E vem mais por aí, afirma o editor Daniel Stycer.


RECRUTA ZERO #1
Pixel Media — mar/12
revista mensal, 68 páginas cor, formatinho 13,4 x 19 cm, R$ 4,50

PRESS RELEASE

RECRUTA ZERO GANHA REVISTA EM QUADRINHOS PELA PIXEL MEDIA
Personagens de Mort Walker são destaques em revista com outros clássicos dos quadrinhos

Conhecida por projetos bem sucedidos no segmento de HQs infanto-juvenis, a Ediouro – por meio do selo Pixel Media – traz um lançamento no universo dos quadrinhos adultos. Para essa incursão, a editora reuniu os principais nomes dessa literatura, tendo à frente os americanos Mort Walker e Dik Browne. Intitulada Recruta Zero e Outros Clássicos, a publicação trará, histórias completas do mais querido e insubordinado soldado dos quadrinhos – quebrando um jejum de mais de 20 anos sem revistas do personagem. Atualmente, no Brasil, Zero (Beetle Bailey) e seus companheiros de caserna estão disponíveis apenas na forma de compilações ou, mais comumente, em tiras de jornais.

Recruta Zero e Outros Clássicos chega às bancas, no próximo 01 de março, em 64 páginas coloridas. Cerca 30% da revista será destinada unicamente ao soldado preguiçoso e seus companheiros de caserna. As demais darão vez a Hagar, o Horrível; Zezé & Cia; A Arca dos Bichos; Os Sobrinhos do Capitão; além de outros. “Esta revista é um dos muitos lançamentos que a Pixel programou para este ano, ampliando a sua linha de quadrinhos que já conta com as revistas Luluzinha Teen, Luluzinha e Bolinha. E ainda vamos trazer muitos outros personagens queridos que, há muito tempo, não mostram a cara nas bancas!”, revela o editor da Ediouro, Daniel Stycer.


Walker e Browne – 60 anos de quadrinhos
Criado em 1950 pelo cartunista americano Mort Walker, Zero nasceu inicialmente como um estudante universitário. Diante de pequena repercussão e influenciado pela Guerra da Coréia, no ano seguinte, Walker decide alistar o personagem no exército – gerando imediato interesse de cerca de 100 jornais. Com seu jeito anárquico e suas máximas de exaltação do ócio (“Nunca deixa para amanhã o que você pode fazer depois de amanhã” e “É engraçado como o tempo voa quando estamos de folga”), Zero comandou – ao lado de seus companheiros Quindim, Platão, Dentinho, Roque, Cosme e o famigerado Sargento Tainha – verdadeiras paródias do serviço militar que se espalharam por mais de 52 países, em todo o mundo.

Em 1954, com o fim da Guerra da Coréia, Walker decide investir em novas tiras, apresentando a família de Zero. Alia-se, então, a seu amigo Dik Browne e cria Zezé & Cia (Hi and Lois), obtendo grande sucesso. Em 1968, Walker cria a Arca dos Bichos (Boner’s Ark), uma espécie de arca de Noé maluca com bichos falantes.

O próximo grande sucesso surge de um projeto solo de Dik Browne, o estabanado viking Hagar, o Horrível. Criado em 1973, o personagem (fisicamente inspirado no próprio Browne) torna-se célebre imediatamente, quase tão popular quanto Zero.

As tiras de ambos os autores são produzidas ininterruptamente até hoje. Após a aposentadoria dos cartunistas, seus respectivos filhos assumiram a produção das tiras mantendo a qualidade que as popularizaram.

Selo Pixel Media – Consumo e Mercado
A iniciativa de publicar clássicos dos HQs mundiais nasceu após o sucesso de público obtido com o projeto multiplataforma Luluzinha Teen e Sua Turma e as bem recebidas publicações de Luluzinha e Bolinha clássicos. Pesquisa da Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação, (Esamc) aponta que 40% dos leitores de quadrinhos preferem histórias antigas às novas. Segundo o levantamento, 77% desses consumidores são das classes A e B; 81,5% possuem escolaridade acima do ensino médio; e 71,7% lê até 10 revistas por mês. Dentre os colecionadores, 28,1% gastam mais de 30 minutos diários com a leitura de quadrinhos.

Em 2011, o selo Pixel Media contabilizou mais de 1,5 milhão de tiragem de suas revistas, entre edições regulares, especiais e almanaques. Para o ano de 2012, planeja-se um aumento de 15% nas tiragens – resultante de aumento de vendas e novos lançamentos.
 


13 comentários:

  1. "40% dos leitores de quadrinhos preferem histórias antigas às novas."


    não fui consultado na pesquisa... mas me enquadro perfeitamente no perfil avaliado, rs!!!

    e sou fanzasso do Zero... vou cofrar esse gibi, apesar de q eu preferia q fosse 100% só do recruta (mas tá valendo assim mesmo)!!!

    seria bom um gibi assim (a cores) do Flash Gordon tbm (desde o início e na ordem)...

    PS: vida longa aos clássicos das HQs nas bancas!!!

    ResponderExcluir
  2. Uia,Legal...cofrarei com certeza,tb sou fã do Zero(assim como do Hagar)...sorte EU que o jornal A Tarde(Bahia)sai tirinhas diárias deles onde tb coleciono!;)

    Vida longa aos clássicos das HQs nas bancas!!![2]

    ResponderExcluir
  3. Ops...que não tenha a maldita distribuição setorizada!:p

    ResponderExcluir
  4. Ja comprei a minha ... é bom d+

    ResponderExcluir
  5. Excelente noticia, concordo com o Leo, o Zero merece um gibi solo, mas ta valendo, quem sabe mais para a frente a Pixel faça isso. O Hagar tambem é otimo. Tomara que tenha mercado, assim como teve a Lulu e o Bola.

    ResponderExcluir
  6. Sou fã d+ das HQ´s do Zero. Pq o uniforme dele está cinza e não verde?

    ResponderExcluir
  7. Por que não se publica mais as histórias do Zero publicadas pela Editora Globo ao invés das tirinhas?

    ResponderExcluir
  8. Tenho doze anos e nunca conheci o Zero (e todo o seu universo), mas adoro o Hagar!!! Mais um gibi para [me levar à falência] colecionar, vai ser muito bom conhecer todos os personagens do Mort Walker. :)))

    Animadíssimo,mais um motivo para ter muito mais visitas ao jornaleiro!

    ResponderExcluir
  9. Resposta ao Bruno:
    as cores usadas são as originais! Veja comoé o colorido atual das tira s americans:
    http://www.oregonlive.com/comics-kingdom/?feature_id=Beetle_Bailey

    ResponderExcluir
  10. Bem-vindos ao Quartel Swampy. De novo.

    ResponderExcluir
  11. so nao coleciono porque so queria ozero

    ResponderExcluir
  12. Aproveitem para visitar o site oficial da tirinha do Zero, cujo endereço é o seguinte: http://beetlebailey.com.
    Não se esqueçam de visitar também os sites oficiais das tirinhas do Hägar e da Zezé & Cia., cujos endereços são os seguintes:

    - Hagär, o Horrível: http://hagarthehorrible.com

    - Zezé & Cia: http://hiandlois.com

    Desejo-lhes uma boa sorte!

    ResponderExcluir
  13. Ando doido para fazer assinaturas das revistinhas do Recruta Zero, Bolinha e Luluzinha! Alguém tem alguma dica de onde posso fazer?

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.