' '

13 de mar de 2012

Capas de abril do ESSENCIAL DISNEY

Por E. Rodrigues

ESSENCIAL DISNEY, a nova coleção semanal de quadrinhos pela Editora Abril, tem aqui mais cinco capas divulgadas. O título da publicação tem causado alguma polêmica na rede, já que a maioria absoluta das HQs é inédita no Brasil — enquanto que alguns esperavam uma seleção de histórias clássicas, de origens e afins. No entanto, a proposta aqui, já explicitada no release, é abordar temas essenciais dos quadrinhos Disney. Pelos exemplos abaixo, nota-se que a tarefa está sendo cumprida. (O Planeta Gibi teve acesso prévio ao material para elaboração de textos de apresentação e opina que a qualidade da seleção de HQs é muito boa, a propósito.)


#6 — 6/abr: Donald e seus Primos



#7 — 13/abr: Mickey Versus Mancha Negra



#8 — 20/abr: As Grandes Aventuras do Superpateta



#9 — 27/abr: Tio Patinhas Versus Irmãos Metralha



#10 — 4/mai: Mickey Versus João Bafo-de-Onça


11 comentários:

  1. É possível essa nova coleção chegar a 40 volumes,como aconteceu com clássicos da literatura disney?

    ResponderExcluir
  2. "O título da publicação tem causado alguma polêmica na rede, já que a maioria absoluta das HQs é inédita no Brasil — enquanto que alguns esperavam uma seleção de histórias clássicas, de origens e afins."

    Podes crê. Uma boa parte de essencial, na minha opinião, já saiu, que foram as Obras Completas do Barks. Se complementaria se saísse algo semelhante com Murry, Gottfredson e Taliaferro. Mas, enfim. Eles não consideraram essencial as histórias em si, e sim os temas das mesmas. Fazer o quê, né?

    ResponderExcluir
  3. Pô, tomara que não, Ronaldo. Acho que essa coleção não vai chegar nem perto do que foi a CLD.

    Além disso, será que arrumariam mais 20 temas?

    ResponderExcluir
  4. Essencial é a versão brasileira da espanhola Serie Oro, que teve... 40 volumes.

    ResponderExcluir
  5. "O título da publicação tem causado alguma polêmica na rede"

    Tenho visto isso,nossa,como o POVO se faz difícil de se entender héin!?

    Tou achando a coleção espetacular,MUITO mais divertida que as coleções anteriores(CLD & PFH)...e que venham os 40 volumes,só acho que o que barra um pouco o sucesso desta coleção é a maldita setorização!:(

    ResponderExcluir
  6. "É possível essa nova coleção chegar a 40 volumes"

    "Pô, tomara que não,..."

    ô gentinha dificil de agrdar?

    Uma hora vivem reclamando de histórias RERERERERERERERERERERERERERERERERERERERERERERERERERERERERERE
    Mas quando chega uma belíssima coleção dessa com histórias inéditas por aqui já começam a reclamar.

    Ora a coleção terá 20 volumes. Se por acaso tiver mais 20 e for demais, é muito simples: NÃO COMPREM! FIQUEM SÓ COM OS 20 PRIMEIROS.Ora bolas!

    Esta é uma coleção para quem tem 40 reais a mais por mês para gastar, a Editora não cita assim explicitamente como eu, mas tem gibis pra todo gosto e tipos de bolso, como os gibis de 1,95 e 2,95.

    Pra vcs serve aquele famoso ditado: Só darão valor depois de perder!

    "O título da publicação tem causado alguma polêmica na rede, já que a maioria absoluta das HQs é inédita no Brasil — enquanto que alguns esperavam uma seleção de histórias clássicas, de origens e afins."

    Isso é um absurdo!!!!!!!!!!

    Eu como colecionador e gastador de dinheiro com gibis já estou farto de republicações e ainda tem gente falando em seleção de coisas que já sairam!!

    Basta! pra aqueles que AMAM uma releitura leiam Disney big, os almanaques, férias e extras.

    Que venham mais coisas inéditas.
    10 reais por um gibis de histórias inéditas e com papel e formato especial é justíssimo.

    ResponderExcluir
  7. O Vinicius tem toda a razão!

    ResponderExcluir
  8. "Ser ou não ser Essencial? Eis a questão?
    ...
    Basicamente a coleção mostra um pouco dos vários aspectos de cada um destes quatro personagens. Tio Patinhas contra seus arqui-inimigos e suas grandes viagens, a velha sina do Donald contra seu azar, seus empregos e as confusões familiares, Pateta contra suas próprias atrapalhadas, seja lembrando de antepassados, ou no dia a dia doméstico ou em seus passatempos e Mickey contra os bandidos de sempre, além dos momentos mais calmos, em suas aventuras com Pluto e Minnie.
    Até aí tudo bem, parece inclusive uma ótima proposta para novos leitores conhecerem melhor as bases das histórias em quadrinhos da Disney, que nem sempre se assemelham com os antigos desenhos animados (a versão em quadrinhos é melhor trabalhado em personalidades e complexidade destes). O que anda pegando é o nome “Essencial” contra a seleção de histórias da coleção. O jornalista Paulo Ramos, em seu blog, questionou isso ontem à tarde.
    ...
    A verdade é o conteúdo de Essencial Disney é baseado em uma coleção espanhola chamada “Serie Oro” (Inducks), que apesar de ter volumes individuais voltados a estes aspectos básicos dos quadrinhos Disney, não teve a pretenção de se proclamar “essencial”. Parece que os colecionadores brasileiros esperavam uma coleção mais séria, com um material mais clássico, HQs mais fundamentais, mais importantes dentro do acervo histórico Disney.
    Mas a Editora Abril decidiu ir exatamente pelo contrário. Apostou no enorme material inédito da Serie Oro, composto massivamente de HQs da Disney Itália (que muitas vezes não tem fôlego para sair nas mensais inéditas, devido a terem poucas páginas por edição). O tema dos volumes tem a essencia da temática Disney em quadrinhos, mas o conteúdo em si não é tão essencial, ele apenas prova que conceitos clássicos criado décadas no passado ainda são aplicados até hoje em histórias mais recentes.
    A contextualização da coleção é bacana, tentando explicar e mostrar um pouco como funciona os personagens em seu ambiente, a seleção de histórias entretanto não é tão importante quanto os colecionadores esperavam, mas ainda assim é material inédito e, na minha opinião, é muito bem vindo. Revistas como Disney BIG e os almanaques de personagens, que trazem apenas republicações, já estão abarrotadas de HQs clássicas, históricas e… essenciais.
    O fato desse acervo histórico não estar dentro de Essencial Disney não significa que a Editora Abril esteja negando aos leitores conhecerem esse material, porque na verdade ele sai exaustivamente todo mês, nas revistas próprias para republicação. Mas no geral eu concordo que o nome da coleção semanal é infeliz, e traz mais problemas do que deveria.
    A seleção de HQs inéditas também não é fenomenal. O arquivo italiano tem grandes histórias, mas também tem grandes porcarias. E nem sempre a seleção é excepcional. O volume 1 com o Tio Patinhas e Maga Patalógika eu achei ótimo as HQs selecionadas, mesclando traços e fases bacanas dessa rivalidade entre personagens, porém o volume 2 com Donald e seus sobrinhos apresenta uma seleção fraca de histórias, com artitas de traço sem expressividade para uma coleção desse porte (a última HQ parece pavorosa). Nesse ponto a Editora Abril deveria ter um cuidado maior. Tudo bem colocar material inédito e mais recente, mas tem que selecionar a dedo isso. Caso contrário o resultado é o que já vemos atualmente com os colecionadores, onde muitos possuem extremo preconceito no conteúdo italiano. Não é o conteúdo italiano que é ruim, é a seleção que peca muitas vezes. Toda produção, de qualquer estúdio, de qualquer país tem altos e baixos.
    ...
    Essencial ou não, vou colecionar. O que importar pra mim não é o nome, não é a seleção, e sim a diversão que tenho lendo quadrinhos Disney. No fim, é só isso que realmente importa. Ou não?"
    http://www.portallos.com.br/2012/03/13/ser-ou-nao-ser-essencial-eis-a-questao/

    Só há uma palavra para definir essa coleção: DECEPCIONANTE.
    Mas como fã vou colecionar.

    ResponderExcluir
  9. eu concordo com o Paulo ramos de q a escolha do nome foi algo bastante infeliz... de "essencial" não tem nada mesmo!!!

    mas tbm acho q o pessoal transformou isso numa tempestade em copo d'água... não era caso pra tanta polêmica (a meu ver)!!!

    e ainda por cima alguns leitores ainda tentam fomentar uma rixa entre material clássico (Barks, canini, etc) contra material atual/inédito...

    é tão difícil assim entender q existe público pros 2??? e q cada um compra aquilo q achar melhor???

    eu por exemplo, prefiro os clássicos (e estou satifeito com o BIG e os Almanaques)... mas entendo q o mercado necessite de material novo/atual/inédito pra atender À TODOS!!!

    é só uma questão de comprarem aquilo q melhor lhes agrada.... e saber respeitar o gosto dos outros tbm, né???

    ResponderExcluir
  10. Não... eu não vou comprar nenhuma ed. do "Essencial":

    mas torço mto pra q faça sucesso (até divulguei ela no meu blog "Submundo HQ", qdo poderia simplesmente ter ignorado): pois entendo q o mercado precisa atender à públicos de todas as idades, preferências, e condições financeiras!!!

    o sucesso dessa coleção "Essencial"... poderá fazer com q lancem outra mais ao meu gosto (com clássicos). Da mesma forma q o fracaso dela, tbm poderá fazer com q cancelem até os clássicos q eu coleciono (Big, Almanaques, etc)!!!

    Todos os gibis lançados (clássicos, republicações, inéditos, atuais, italianos): são ENGRENAGENS do MESMO sistema!!!

    e o sucesso de qq um desses estilos, será um benefício pra TODOS!!!

    simpels assim....

    ResponderExcluir
  11. Nisso tudo eu concordo PLENAMENTE Em uma coisa de tudo já dito sobre esta coleção e concordo.

    O nome. Essencial Disney foi uma escolha péssima.

    Não sei onde oa editores estavam com a cebeça... de essencial isso não tem nada.

    Mas vendo pelo conteúdo, a coleção é 10!

    Que venham os 40!
    Olé!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.