' '

3 de out de 2011

Rafinha Bastos na MAD

Por E. Rodrigues

MAD #41 chega às bancas nos próximos dias trazendo na capa o humorista Rafinha Bastos — que acaba de ser suspenso por prazo indeterminado da bancada do CQC, além de figurar na capa da Veja SP desta semana, sob a chamada O Novo Rei da Baixaria. Visionário, portanto, esse novo editor assistente de MAD, Fí. A entrevista com o humorista foi conduzida por Raphael Salimena. Preço de capa R$ 6,50, preço divulgado pela Panini R$ 7,20. Registre-se que também sai nos próximos dias MAD ESPECIAL #13.


MAD #41
Panini, mensal, 44 páginas cor, formato magazine 20,5 x 27,5 cm, R$ 7,20 


PRESS RELEASE:

O humorista mais polêmico da atualidade é capa do número 41 da revista MAD, que chega às bancas na próxima semana. Rafinha Bastos, o mito que “comeria um bebê”, explica como se tornou uma divindade da internet, a @ mais influente do Twitter segundo o New York Times, em entrevista ao repórter Raphael Salimena.

O editorial é assinado por Fí, novo editor-assistente, que também mostra, com arte de Freundt, Quando sua vida amorosa equivale a uma partida de futebol, onde os leitores vão descobrir por que sempre fecham o placar no 5x1.

Inspirados pelo Rock in Rio, João Pedro Ramos e Rômulo avaliam o que se pode esperar nos próximos anos dos Festivais que Vão Mudar o Mundo, enquanto Jackson apresenta as lições que podemos tirar do lixo.

E mais: Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho, Baraldi, Thiago Cruz, Spy vS Spy, Aragonés e os mesmos piadistas de sempre, que são tão engraçados quanto uma sessão de Stand-Up Comedy.

Um comentário:

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.