' '

3 de out de 2011

PATETA #5 e 6 — out e nov/11

Por E. Rodrigues & Rivaldo Ribeiro

A revista PATETA chega a sua quinta edição com uma espetacular capa do brasileiro Carlos Mota, que já desfaz um engano comum, de se achar que Indiana seja um alter ego do Pateta. Em novembro, quatro significativas produções dinamarquesas, incluindo aquela produzida por ocasião dos 75 anos do personagem (completados em 2007) e outra que mostra a disputa pela prefeitura: Pateta decide enfrentar o eterno Prefeito Leitão na corrida municipal. Veja mais.


OUTUBRO
PATETA #5
Pateta contracena com Indiana Pateta numa HQ com roteiro de Bruno Sarda e desenhos de Valerio Held. A dupla sai em busca de uma flor muito rara e especial, capaz de dar a quem a possuir o poder de ler pensamentos.

Seguem-lhe duas produções dinamarquesas, destacando aquela em que Gilberto convence o tio a voltar para a escola, que tinha abandonado.






NOVEMBRO
PATETA #6
Nesta edição, quatro HQs dinamarquesas. Na história de abertura, Pateta entra na corrida eleitoral da cidade, concorrendo com o mítico Prefeito Leitão. O roteiro é de Carol & Pat McGreal, com desenhos do espanhol Xavi.

Destaque também para HQ seguinte, com a arte sempre benvinda de Cèsar Ferioli Pelaez. Pateta faz aniversário e tem sua lista de presentes. Mas seus amigos, especialmente Clarabela, têm ideias diferentes. Com roteiro do americano Byron Erickson, essa história foi originalmente publicada em 2007, por ocasião do aniversário de 75 anos do personagem, sendo reproduzida em seguida em diversos países, inclusive nos EUA, onde saiu em WALT DISNEY'S COMICS AND STORIES #681. 

Que tal um peixe com a cara do Pateta? Pois é o que nosso amigo encontra ao visitar um aquário com Mickey. Diversão garantida em sete páginas. Roteiro de Stefan Petrucha e desenhos de Jorge David Redo.

Por fim, o artista espanhol Francisco Rodriguez Peinado coloca um alienígena no jardim de Pateta, que o acha tão gracioso que decide adotá-lo com seu bichinho de estimação. Mas logo as coisas tomam uma proporção fora de controle...



Editora Abril, revista mensal, ano I, 52 páginas cor, formato 13,4 x 19 cm, R$ 2,95
Editor: Paulo Maffia
Indexação: Inducks




5 comentários:

  1. E o Disney Big 11.Qual a seleção de histórias?E os almanaques do Patinhas,Donald,Mickey e Zé Carioca.E o especial dos Escoteiros-Mirins?

    ResponderExcluir
  2. Tio Patinhas extra 6,Pato Donald extra 6,Mickey extra 6 cadê?

    ResponderExcluir
  3. Legal...já os resumos das edições de novembro/11...só falta as capas para babar!;)

    ResponderExcluir
  4. Sem contar que as capas das edições de outubro estão todas excelentes!:D

    ResponderExcluir
  5. Os tempos mudaram.

    Confesso que sinto um pouco de falta daquele tempo em que esperávamos as revistas chegarem nas bancas e a surpresa era (E É!) bem mais gostosa se deparar com uma capa na banca, sem ter visto ela antes na internet.

    eu sou meio ermitãio nesse sentido, faço o possível, mas eu mesmo não consigo, a internet vicia, não estou reclamando, apenas opinando de que gostava dessa época.

    E não falo só das capas mas do conteudo dos gibis.
    a graça de ler um gibi é folhearlo e se deparar com aquela história que marcou tua infancia por exemplo.

    fiquei mais fan deste blog depois que eles começaram a resimir os gibis, antes eles colocavam tudo que ia sair, eu não entrava muito justanmente para não veer.

    aproveito e perguntos proa amigos.

    Afinal qual é a periodicdade dos férias e extras?
    abraço a todos

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.