' '

2 de out de 2011

MICKEY #829 e 830 — out e nov/11

Por Rivaldo Ribeiro & Rivaldo Ribeiro

MICKEY entra em seu 60º ano de publicação no Brasil. Sintomaticamente, a edição deste mês abre espaço para o artista que vem sendo apontado como o novo mestre das HQs do camundongo: o italiano Andrea "Casty" Castellan, 44 anos, que comparece com uma de suas mais recentes produções e também em seis páginas de entrevista e informações. Na edição seguinte, mais Casty — numa história bem interessante, desenhada por Enrico Faccini.


OUTUBRO
MICKEY #829
Casty fala ao Brasil, depois de ter tantas de suas inventivas aventuras publicadas de forma quase ininterrupta em MICKEY. São seis páginas com o italiano. Antes disso, vemos uma de suas mais recentes produções (completa, em 37 páginas), As Ilhas de Fantametallo. Publicada em fevereiro na Itália, a HQ reforça o gosto de Casty por aventuras com muito mistério e com um toque de fantástico. A edição completa-se com uma história cômica dinamarquesa de três páginas, a cargo do americano Stefan Petrucha e do espanhol Jorge David Redo.



NOVEMBRO
MICKEY #830
Casty, desta vez, assina apenas o roteiro de A Gelatina Molecular. Os desenhos ficaram com Enrico Faccini. A HQ estreou há pouco mais de três anos na Itália. Por aqui, sua publicação foi um pouquinho adiada para abrir espaço para os 150 anos da Itália Reunida. Duas outras histórias europeias completam a edição. Numa delas, Pateta tenta dormir enquanto seu vizinho promove uma barulhenta festa. A produção é holandesa.




Editora Abril, revista mensal, ano L, 52 páginas cor, formato 13,4 x 19 cm, R$ 2,95
Editor: Paulo Maffia
Indexação: Inducks


Um comentário:

  1. Produção holandesa no Brasil??? Sinal de mudanças?

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.