' '

20 de mai de 2011

DISNEY BIG #9 — mai/11

Por E.Rodrigues

ATUALIZAÇÃO: a Abril confirma que agora DISNEY BIG é bimestral. Conforme adiantamos aqui, DISNEY BIG #9 traz a minissérie completa (e ordenadinha, pela primeira vez no Brasil) Esferas do Milênio. Nunca antes o gibizão havia ocupado suas páginas com uma saga assim, e imaginamos que esse expediente poderá se tornar comum nos próximos números (recontando, por exemplo, a origem de DonaldDuplo). A edição abre com Em Busca do Ouro, de Carl Barks, seguida pela HQ de Don Rosa que a referencia. E muito, muito mais. Confira.

DISNEY BIG #9
308 páginas, formatinho 13,4 x 19 cm, R$ 12,95





24 comentários:

  1. "O caso do petroleiro engenhoso" é excelente. No Disney Big ainda sinto falta dos códigos das histórias, para saber quando elas foram publicadas antes. E até mesmo o ano em que foram escritas. Em um recente, havia uma história do Tio Patinhas sobre cinema, que hoje em dia não faz mais muito sentido, mas, sabendo o ano em que foi publicada, facilitaria a compreensão das novas gerações, aquele pessoal que desde criança sempre teve a Internet a sua disposição.

    ResponderExcluir
  2. Concordo quanto as datas das histórias. parece que isso é política da Abril de não mostrar, mas cabe ao leitor e fãs ficarem cobrando até eles criarem vergonha na cara e reverem isso.

    Gostei de BIG, linda edição. Mas senti falta de pelo menos 1 HQ italiana. Até parece que não tinha nenhumazinha curta que podia ter entrado na edição. É até ironico usar uma arte italiana na capa e não ter nenhuma hq italiana dentro.

    Senti falta do Indiana Pateta.

    E tb não sei pra que tanto zé carioca na BIG. Porra, a revista do persongem já vive só de republicação, não tem mais historias novas, então pra que entupir outras revistas com mais republicações do personagem? para com isso Abril!

    Mas é uma edição imperdivel. 22 HQs, a HQ do Barks é provavelmente a mais importante HQ do Tio patinhas já criada, o melhor classico, a mais famosa HQ, a mais importante já feita. Só ela sozinha, vale a compra da revista para qualquer fã e colecionador.

    A HQ do Rosa tambem é super famosa e tem uma qualidade de matar.

    E que maravilha ver esferas do milenio assim, toda bonitinha cronologicamente!

    ResponderExcluir
  3. "No Disney Big ainda sinto falta dos códigos das histórias" [2]


    concordo plenamente....

    a falta das datas é o único ponto negativo dessa revista!!!

    e espaço pra publicar o ano em q a história foi produzida não falta, ao contrário do q o Maffia falou (em tom de deboche) numa entrevista!!!

    pois bastava colocar o ano entre parênteses no sumário... ao lado do título!!!

    ResponderExcluir
  4. sobre a ed. em si....

    tomara q continuem publicando + zé carioca... independente do zé já ter espaço em sua mensal!!!

    pois o objetivo de BIG é oferecer uma maior diversidade: pra não ficar só nesse arroz-e-feijão de patos e rato... tem q ter zé carioca, 00-Zéro, e etc!!!

    só detestei mesmo foi terem insistido com essa porcaria de "Patrulha Estelar".... isso é RUIM d+ e devia cair no esquecimento total (sem jamais voltar a ser republicado)!!!

    ResponderExcluir
  5. "No Disney Big ainda sinto falta dos códigos das histórias"[3]

    Adorei a capa com o Tio Patinhas e sua piadas relacionadas a dinheiro...enfim linda e mais uma edição imperdivel(louco para ler a minissérie completa)/inédito para mim!

    Que dia sai nas bancas?!:O

    Ah também,sobre esse logo do gibizão..deveria ser igual a apresentada na capa do Disney GOL = na horizontal; desse jeito com o BIG abaixo e não do ladinho ocupa muito os espaços dos desenhos na capa, deixando espremidos...uma ideia até do proprio planeta gibi das monrtagens já apresentadas por aqui!:p

    ResponderExcluir
  6. Não acho a Patrulha estelar a última bolacha do pacote, mas é legalzinha. Muito melhor, aliás, que o Comando Laser, que atualmente tem sido republicado. Dentre as histórias da Patrulha Estelar, "O aperto do botão" sempre foi a minha preferida, disparado. Foi uma das primeiras que eu li, pois eu tinha começado a colecionar o Mickey cerca de um ano antes.

    ResponderExcluir
  7. Aff,destesto as HQs do 00-Zéro(respeitando os fãs deste personagem,claro)...preferia MIL vezes as HQs dos DUCKTALES ou até de outro que não sou muito fã 'DARKWING DUCK', pelo menos as HQs desse personagem são mais dinamicas(vai passar o desenho/série na Tv Globo,acho que dia de sábado,sabiam?)!:p

    ResponderExcluir
  8. Darkwing Duck já está de volta à TV: http://www.infoanimation.com.br/2011/05/darkwing-duck-esta-de-volta-tv.html

    ResponderExcluir
  9. Só não gostei no Disney Big de Marco Rota e William Van Horn.Eu detesto esses dois artistas.Eu preferia que tivesse mais Paul Murry no Disney Big, Carl Barks,Don Rosa.É uma pena que tem William Van Horn.

    ResponderExcluir
  10. Enquanto a Abril não se mexe para lançar um novo gibi mensal destinado a hqs inéditas (e elas são inúmeras), o título Disney Big poderia focar mais em coisas como episódios clássicos de "A Patada" e os confrontos entre Patinhas e Patacôncio.

    Ah, e, por favor, continuem a republicar 00-Zero & Pata Hari!!!

    ResponderExcluir
  11. Com 300 páginas o que não falta para o Disney Big, é espaço para agradar a todos. Acho legal que publiquem, um pouco de cada coisa, e parece que é isso o que estão tentando fazer. Se pudesse ser mensal, seria ideal.

    ResponderExcluir
  12. Concordo com o Paulo Gibi, também acho que se Disney Big pudesse ser mensal seria ótimo. Não vejo a hora de comprar essa edição, pois a minissérie Esferas do Milênio parece ser muito legal.

    ResponderExcluir
  13. Agora o Disney Big é bimestral!!! É o que consta no site da Abril Jovem!!
    Que boa notícia!!!

    ResponderExcluir
  14. Sim, Leandro. A edição #8 era de março (apesar de ter saído no final de fevereiro).

    ResponderExcluir
  15. Realmente demias por ser BIMESTRAL!!!:D

    Meus parabéns editora Abril...agora só falta uma desse tipo só para HQs inéditas!;)

    ResponderExcluir
  16. Só falta O Disney Big virar mensal.Vai ser a melhor notícia do ano.

    ResponderExcluir
  17. bimestral?? ta começando a melhorar agora...pra ficar perfeito so se colocar mensal ehhehe...como disse o paulo acima disney big tem paginar suficientes pra agradar uma grande parcela de leitores

    ResponderExcluir
  18. Eu queria muito que tivesse o numero do Big impresso na lombada da revista, isso facilitaria muito a localização de um exemplar na coleção disposta numa estante na vertical... enquanto temos poucos Bigs isso está facil mas quando tiver 80, 100, 200 vai dar um trabalhão!!!!!!!

    ResponderExcluir
  19. Adorei a Seleção de histórias, passei quase 10 anos longe de tudo quanto é gibi ( não me perguntem como é que aguentei tanto assim nem os motivos.... acho que surtei!!!!)... tudo é novo pra mim!!!!

    Também sinto muita falta do numero do Big na Lombada!!!
    Agora ta facil mas depois vai ser muito dificil mesmo!!!!

    ResponderExcluir
  20. A história O Caso do Petroleiro Engenhoso é a melhor de todas.

    ResponderExcluir
  21. Eh, eh... Tem uma brincadeira com o Rivaldo Ribeiro na página 139

    ResponderExcluir
  22. hehehehe
    É na página 130.
    Virei um personagem secundário louco para surrupiar o raríssimo Pato Donald nº 1 das mãos do Zé e Nestor.

    Rivaldo

    ResponderExcluir
  23. Existe a possibilidade de Disney Big se tornar mensal???

    ResponderExcluir
  24. Ronaldo, note que Big passa a se revezar com os 4 almanaques bimestrais. São 304 páginas num mês e 320 noutro.

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.