' '

9 de mar de 2011

Pato Donald #2392 — mar/11

Por E. Rodrigues & José Rivaldo Ribeiro

PATO DONALD deste mês está, de novo, excelente. Marco Rota pode ser considerado um seguidor de Barks, mas só no traço — o leitor da revista do pato já sabe que o artista tem uma "cronologia" bem diferente para a vida da Família Pato, se comparada à do Homem dos Patos. Pois o artista parece que estava especialmente inspirado ao produzir a aventura que abre esta edição: são imagens espetaculares para um roteiro não menos. Duas HQs dinamarquesas completam muito bem o gibi. E em abril...


PATO DONALD #2392
52 páginas, formatinho 13,4 X 19 cm, edição 1756, R$ 2,95



A Noite do Sarraceno
Por Marco Rota
I TP 9-1, 32 páginas. Inédita no Brasil,  assim como as demais histórias desta edição. Por acaso, Donald e os meninos encontram um antigo mapa que pertencia a piratas sarracenos e vão imediatamente pedir ajuda a quem mais entende de tesouros: claro, o Tio Patinhas. A trama mistura sobrenatural e viagem temporal em flashes. Procurar tesouros é a eterna profissão do velho Patinhas, e para quem curte este tipo de aventura, com direito a volta no tempo, indicamos também Volta ao Passado, de Carl Barks, que saiu em O MELHOR DA DISNEY #8 (dez/04).



Uma Noite Tranquila 
Trama de John Antrobus, roteiro de George Beal, desenhos de Tino Santanach Hernandez
D 9442, 5 páginas. Definitivamente Donald não tem sorte com seus vizinhos. Não, desta vez não é o Silva que vai atazanar a paciência do pobre pato, mas uns vizinhos coadjuvantes mesmo, e bem chatos. E esta cena do Donald chegando exausto em casa depois de um dia árduo de trabalho na fábrica de margarina é bem familiar, não? Já a vimos outras vezes em HQs produzidas na Dinamarca. Para saber um pouco sobre a rotina do Donald na tal fábrica, leia O Maravilhoso Mundo da Margarina, em PATO DONALD #2296 (jul/04).



No Calor do Momento 
Por William van Horn 
D2008-122, 9 páginas. Pelas mãos de van Horn, Donald não é tão trabalhador assim... está mais para um preguiçoso curioso, porém sem deixar de ser azarado e espertinho. Não raro, o artista americano vinga nosso pato, que aparece dando belos e merecidos trocos em seu vizinho folgado, o Silva. Pelo mórbido prazer de uma briguinha, valem os mais banais motivos, como disputas para ver quem é o mais silencioso, quem tem o quintal mais limpo ou a maior abóbora de Halloween... Uma das mais hilárias dessas brigas pode ser conferida em ZÉ CARIOCA #1415 (dez/78), na HQ brasileira Espírito Natalino.


Editor: Paulo Maffia
Fonte adicional de indexação: Inducks
Capa original por Francisco Rodriguez Peinado, arte final de Enriqueta Perea, publicada primeiro em DONALD DUCK & CO. #2010-31 (30/jul/10, Noruega; imagem adicional:  Inducks / Outducks)







 
E EM ABRIL...
Mais Marco Rota, e também o excelente Daan Jippes... a Páscoa chega com PATO DONALD

4 comentários:

  1. Eu estava lendo ontem "A noite do Sarraceno", quando deparei-me com a página 22. No mesmo instante, um déjà-vu. Eu já tinha visto aquela página. Foi na primeira metade dos anos 1980, quando o Mickey anunciou (acho que naquelas páginas deconteúdo extra-quadrinhos) que a Disney estava publicando no exterior uma HQ em latim. Ali mostrava aquela página, com os diálogos em latim. Sempre fiquei curioso para saber que história era aquela, e quase trinta anos depois descobri.

    ResponderExcluir
  2. Nossa as HQs do Marco Rota são uma verdadeira joia..e a desse mês então que mega aventura,essa HQ ficaria perfeita no gibi do Tio Patinhas,mas valorisastes bastante no do Donald,que ótimo que vai ter mais HQs dele no gibi que vai sair em Abril..por falar no gibi do mês de abril vem HQs do Donald com Páscoa adoro,assim como as de Halloween e Natal!;)

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde! A exemplo do que citei na postagem de Tio Patinhas, essa seria a história mais apropriada para abrir aquela edição da revista do pato rico. Eu adoro Marco Rota, gosto muito dos desenhos, arte, historias, enfim... feliz da revista Pato Donald que torna-se bem mais fiel de repertório, pois abriga seu próprio universo com tios e sobrinhos feito por Marco Rota como também sairia-se muito bem se a história de início fosse a do Superpato.
    Abraços. FabianoCaldeira.

    ResponderExcluir
  4. Alexandre Giesbrecht, você está se referindo ao Mickey nº 377, de fevereiro de 1984,onde havia uma matéria sobre um projeto com os personagens Disney sendo publicados em latim na Europa. Lembro disso pois na mesma edição havia uma entrevista com o jogador de vôlei Bernard, por ocasião da Olimpíada daquele ano.

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.