' '

22 de fev de 2011

Agente Secreto X-9 — Devir



AGENTE SECRETO X-9
As Histórias Clássicas de Dashiell Hammett e Alex Raymond


Na agitada e violenta década de 1930, nos EUA, as tiras de quadrinhos publicadas diariamente nos jornais americanos traziam heróis durões e praticamente invencíveis na eterna luta contra o crime. Foi uma época fantástica, na qual a ingenuidade andava de mãos dadas com a criatividade, e não havia nuances para se definir o que era certo ou errado. O crime, definitivamente, não compensava!


Foi nesse cenário que surgiu o AGENTE SECRETO X-9, série policial criada pelo escritor Dashiell Hammett (autor do eterno sucesso O Falcão Maltês) e pelo virtuoso desenhista Alex Raymond (de Flash Gordon e Nick Holmes). Da mesma forma que outros heróis contemporâneos como Dick Tracy, Dan Dunn e Red Barry, o misterioso X-9 fez uso de muita astúcia e punhos certeiros para entregar nefastos criminosos às garras da Lei. Este livro reúne todas as sete histórias escritas e desenhadas pela dupla Hammett & Raymond, desde janeiro de 1934 até novembro de 1935 (570 tiras!), apresentando a gênese de um dos personagens de quadrinhos mais cultuados de todos os tempos e mostrando um retrato de como era o entretenimento naquela época de ouro.


CAPÍTULO 1: O CASO POWERS
CAPÍTULO 2: O MISTÉRIO DAS ARMAS SILENCIOSAS
CAPÍTULO 3: O CASO MARTYN
CAPÍTULO 4: O CASO DO CARRO EM CHAMAS
CAPÍTULO 5: O CASO DA GARRA DE FERRO
CAPÍTULO 6: O CASO DA JOIAS EGÍPCIAS
CAPÍTULO 7: O ORGANIZADOR


Esta bela edição de colecionador também traz uma matéria especial sobre a criação do personagem e a época em que ele foi lançado, além de biografias dos autores!




“Dashiell Hammett escrevia cenas que pareciam não ter sido escritas por ninguém antes.”
– Raymond Chandler


“A imaginação sem limites de Alex Raymond inspirou a mim e muitos outros a seguirmos nossas próprias fantasias.”
– George Lucas



BIOGRAFIAS


DASHIELL HAMMETT
O americano Samuel Dashiell Hammett nasceu numa fazenda de Saint Mary, Maryland, em 27 de maio de 1894, e cresceu na Filadélfia e em Baltimore. Sam, como ele era conhe­cido antes de escrever, deixou a escola aos 13 anos de idade e teve vários trabalhos antes de atuar como agente da Pinkerton National Detective Agency de 1915 a 1921, além de servir durante a Primeira Guerra Mundial na tropa de Ambulâncias. No entanto, ele pegou a Gripe Espanhola e contraiu tuberculose, ficando quase todo o período da guerra hospitalizado. Isso, entretanto, não impediu que ele se cassasse e tivesse duas filhas. Apesar disso, em 1926, ele foi obrigado a viver longe da família por causa da sua tuberculose e o casamento não durou muito tempo depois disso. Hammett passou a beber muito e conseguiu trabalho com publicidade, além de vender alguns contos de mistério para revistas como Argosy, Collier’s, American, Esquire e a Black Mask, uma publicação pulp de detetive.

Conhecido pelo estilo realista, Hammett sempre disse que seus personagens eram baseados em pessoas que ele realmente havia conhecido. Considerado por muitos como o criador do romance policial moderno, ele escreveu dezenas de contos e apenas cinco romances: Seara Vermelha (1929), Maldição em Família (1929), O Falcão Maltês (1930), A Chave de Vidro (1931) e O Homem Magro (1934). Convidado para escrever a tira de quadrinhos Agente Secreto X-9 em 1934, Hammett utilizou vários de seus personagens literários para compor a personalidade do investigador durão. Este foi seu último trabalho impresso. Depois disso, ele escreveu roteiros para o cinema e foi um ardoroso esquerdista, chegando a se filiar ao Partido Comunista Americano em 1937.
Em 1942, Hammett se alistou no Exército para lutar na Segunda Guerra Mundial. Apesar de ter sido um veterano afastado na Primeira Guerra e vítima de tuberculose, ele mexeu alguns “pauzinhos” para ser aceito como Sargento. Ele passou a maior parte da Segunda Guerra nas Ilhas Aleutas, no Alaska, onde editou um jornal do Exército. Após o término da guerra, ele voltou ao ativismo político e chegou a ser eleito presidente do Congresso de Direitos Civis de Nova York em 5 de junho de 1946. No ano seguinte, entretanto, o grupo entrou para a lista de organizações subversivas. A situação se agravou nos anos seguintes por causa do sentimento anticomunista que imperava nos EUA. Hammett foi chamado para depor em 1951, mas fez uso da Quinta Emenda e se recusou a dar informações ou nomes de pessoas que poderiam estar ligadas a atividades consideradas “antiamericanas”. Em 1953, quando foi chamado para testemunhar diante do Comitê de Atividades Antiamericanas, ele se recusou uma vez mais a cooperar e entrou para a “lista negra”.

Dashiell Hammett morreu no dia 10 de janeiro de 1961, vítima de um câncer no pulmão diagnosticado apenas dois meses antes. Como veterano de duas Guerras Mundiais, ele foi enterrado no Cemitério Nacional de Arlington. Ele foi, literalmente, uma lenda em seu próprio tempo, e sua obra é apreciada até hoje.

ALEX RAYMOND

O estadunidense Alexander Gillespie Raymond nasceu na cidade de New Rochelle, Nova York, em 2 de outubro de 1909. Encorajado por seu pai, Alex levou adiante seu amor pelos desenhos e tornou-se assistente em tiras de jornais como Tim e Tok, de Lyman Young, no início dos anos 30. No final de 1933, ele criou o épico de ficção científica Flash Gordon, que estreou no ano seguinte para competir com outra bem-sucedida série: Buck Rogers. Sua criação acabou ganhando em popularidade e a série entrou para a história como uma obra visionária. Muito do que foi apresentado nas aventuras do herói espacial acabou se tornando real. Por causa disso, muitas vezes ele chegou a ser citado como uma espécie de “Júlio Verne moderno”.No mesmo ano, Raymond também criou a tira Jim das Selvas, sobre um explorador e aventureiro, e foi cocriador de Agente Secreto X-9 (juntamente com Dashiell Hammett). Por causa do acúmulo de serviço, ele abandou as tiras de X-9 em 1935, para se dedicar inteiramente à Flash Gordon e Jim das Selvas. Em 1944, ele teve de abandonar seu trabalho como quadrinista quando ingressou no Corpo de Fuzileiros Navais como Capitão, e partiu para combater no Pacífico durante a Segunda Guerra Mundial. Nesse período, ele serviu como ilustrador de panfletos e informativos militares. Raymond recebeu baixa e voltou à vida civil em 1946, quando retornou aos EUA e criou a famosa série de tiras Nick Holmes, sobre um ex-oficial da Marinha que atua como detetive particular. Esta série foi sua grande paixão, pois ele atingiu quase a perfeição como ilustrador, sempre mantendo o requinte e a ação como elementos fundamentais do seu trabalho. Ele trabalhou em Nick Holmes durante os últimos dez anos da sua vida, até sua morte num trágico acidente de carro em 6 de setembro de 1956.
Alex Raymond também era venerado por outros quadrinistas, como Jack Kirby, Carl Barks, Bob Kane e tantos outros. O próprio George Lucas declarou ter se inspirado no trabalho de Raymond em Flash Gordon para criar Star Wars. Seu estilo influenciou muitos desenhistas de sua época e continua sendo reverenciado nos dias de hoje como um dos maiores quadrinistas de todos os tempos.



Formato: 27,5 cm X 20,5 cm
Estrutura: 216 páginas sépia em chamois 90g
Capa: Cartão 250g, laminação fosca + reserva de verniz
(versão também em capa dura)
Editora Original: King Features Syndicate
História: Dashiell Hammett
Arte: Alex Raymond
Público: Adulto
Preço Capa: R$ 62,00 (capa dura)
R$ 48,00 (brochura)

AGENTE SECRETO X-9

Um comentário:

  1. Vou esperar essa publicação. Meu pai lia X-9, era o seu preferido. Abs. Paulo

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.