' '

6 de out de 2010

Cebolinha completa 50 anos

Por José Rivaldo Ribeiro & E. Rodrigues

Cebolinha completa 50 anos. Um dos mais adoráveis personagens dos quadrinhos, o menino surgiu em 1960 nas tiras do jornal Folha de S.Paulo contracenando com Bidu e Franjinha e também numa gag de uma página da revista Zaz Traz #4, da editora Continental — além de aparecer na capa do almanaque dessa revista, na mesma época. Em 1973, ganharia título próprio na Editora Abril (causando certo ciúme na superestrela Mônica!). Depois disso, viriam compilações de tiras e de histórias clássicas.


Primeira tira, na Folha de S.Paulo (out/60), conforme registrado no livro As Tiras Clássicas da Turma da Mônica (Panini, set/07)



Um Cebolinha bem cabeludo, na capa do ultrarraro Almanaque de Zaz Traz (Editora Continental, início dos anos 1960) — uma ilustração de Waldyr Igayara, que depois desenharia mais de duas centenas de trabalhos Disney pela Abril

Gag com a primeira aparição do personagem na revista Zaz Traz #4



Bidu #5 e 6, Editora Continental, início dos anos 1960: filhote de Zaz Traz



Cebolinha #1, Editora Abril, janeiro de 1973...



...que seria reeditada no verso de Cebolinha #120 (dez/82), na comemoração dos 10 anos do gibi, repetindo a ideia de Mônica #120 (abr/80): o segundo e último Cebolinha de lombada quadrada (o primeiro tinha sido o #100, de mai/81)



Em set/07, a Panini incluiu um fac-símile da edição primeira no box da Coleção Histórica da Turma da Mônica, hoje já rara



Em dezembro de 1978 veio o primeiro almanaque: ainda em formato pato, capa plastificada e 132 páginas. História de abertura: a clássica Cebolinha Muito à Vontade, publicada originalmente no gibi de estreia do menino. Pela Editora Abril, até mai/86, foram oito edições no total. Depois, pela Globo e Panini, o título ganharia em regularidade e perderia em charme



O especial em formato magazine Mônica e Cebolinha no Mundo de Romeu e Julieta viria em nov/78, pela Editora Abril. Muitos anos depois, ganharia novas cores e capa dura, pela Panini (set/09)


Um dos quinze volumes da Coleção Um Tema Só (versão livraria), pela Editora Globo (2003). A última HQ — absolutamente clássica — desta edição vale pela coleção inteira



Uma capa caprichada para a estreia na Panini: na verdade, a edição #415, contando as 168 da Abril e as 246 da Globo. Neste mês de outubro, Cebolinha chega à sua edição #460!


2 comentários:

  1. O Cebolinha é meu personagem favorito de Maurício. Quem foi criança nos anos setenta curtiu muito essa galera da Mônica. Continuo fiel à Turma da Mônica, que todo mês, leio e guardo com muito carinho. O gibi do Cebolinha ocupa lugar de destaque na minha modesta coleção. Parabéns ao Maurício de Sousa e toda a equipe. Obrigado por posts como esse. Abs. Paulo Gibi

    ResponderExcluir
  2. Oi,
    Poderia me dizer (se puder) de quando é a gag da Zaz Traz a Bidu #5, por favor?
    Grato,
    Marcelo

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.