' '

14 de out de 2010

Abril lança novos gibis Disney — e muda Clássicos

Por E. Rodrigues

Conforme adiantado aqui, Mickey ganha nova revista e Minnie vira pocket trimestral. Divulgados primeiro pelo editor Paulo Maffia no evento comemorativo dos 60 anos do gibi O Pato Donald, há dois meses, esses lançamentos estavam prometidos para 2011, mas já devem sair nos próximos dias (imagens a seguir). Além disso, a Disney vetou alguns títulos de Clássicos da Literatura Disney (abaixo, a lista reformada). Maffia falará sobre estes e outros lançamentos Disney no sábado 16, no HQ & Cia. do allTV, às 15h.

CLÁSSICOS DA LITERATURA DISNEY

A substituição de quatro dos últimos cinco números programados tem ao menos um benefício: por vias tortas, teremos um especial Disney de Natal em dezembro!

26: O Código da Vinci  O Grande Motim
27: O Planeta dos Macacos  O Avarento
28: Viagem Fantástica  As Aventuras do Barão de Münchausenn
29: E O Vento Levou  As Mil e Uma Noites
30: As Mil e Uma Noites  Um Conto de Natal


PURA RISADA COM O MICKEY!



Na edição de estreia, uma HQ publicada recentemente em Topolino (#2836, de 6/abr/10): Mickey e a Foca tem roteiro de Stefano Ambrosio e desenhos de seu xará, Stefano Intini. A história é inspirada no curta homônimo de dezembro de 1948, dirigido por Charles Nichols, e iniciou uma série de adaptações similares na revista italiana do camundongo, por artistas diversos, incluindo Casty.

Preço na capa: R$ 7,95. Periodicidade, formato e quantidade de páginas: Maffia falará sobre esta publicação no sábado.




MINNIE POCKET LOVE

 

Na capa, o mesmo preço de Pura Risada com Mickey!, R$ 7,95, e a informação de que a periodicidade é trimestral. Mas teríamos mesmo as 300 páginas inicialmente divulgadas por Maffia, por este precinho? A confirmar.


25 comentários:

  1. Não gostei das capas. Tudo bem que são voltadas ao público infantil, mas pelo menos a fonte do 'Pura Risada' poderia ser melhor!

    Meu maior interesse é nos Treasures. Mas pelo visto só em 2011 mesmo...

    ResponderExcluir
  2. Boa noite! Para essa mudança a respeito dos "Clássicos..." só vem a reforçar minha opinião de que, apesar da Editora Abril ficar fazendo propaganda a favor (é lógico!) dizendo que foi um sucesso etc., na verdade, não deve ter sido lá essas coisas, senão, não mexeriam nela.
    Um blefe da editora para esse ano, essa aposta...
    Abraços. FabianoCaldeira.

    ResponderExcluir
  3. Fabiano, o motivo da mudança não foi esse não...

    ResponderExcluir
  4. Nossa que mudança radical de gibis que só ia sair em 2011,sei que só a favor de quantos mais gibis Disney(HQs)nas bancas melhor...mais confesso que não comprarei nem UM,sei lá,tudo muito mau feito,as pressas!!:P

    ResponderExcluir
  5. Sobre as mudança dos titulos de CLD,está parecendo as mudanças de das programações do SBT,kk!!:o

    Talves tenha sido melhor mesmo,eu gostei em relação do vol.30 se "Um Conto de Natal"!:D

    ResponderExcluir
  6. Pois é.. se as vendas não tivessem sido boas, a Abril não ia se dar ao luxo de esticar a coleção..era mais fácil ser cancelada antes (Vide os Mestres Disney).
    Eu gostei das mudanças..agora, essas revistas infantis eu passo..

    ResponderExcluir
  7. Estranha essa mudança nos CLD. Até onde sei, a Disney nunca teve problemas com paródias de filmes. Muito pelo contrário, aliás. E, se não me engano, até havia algumas nos vinte primeiros volumes. Uma pena. Eu queria que "E o Vento Levou…" saísse de novo, especialmente para ler os comentários sobre os "bastidores" da história.

    ResponderExcluir
  8. Credo, que gente nonsense!

    Estas revistas estão em pauta já algum tempo, o Planeta Gibi mesmo anunciou aqui na ocasião da entrevista com o maffia e depois no post da exposição 60 anos de Pato Donald.
    Parece não ter sido feito nas coxas não não Xandro. Certamente a editora está farejando um bom filão e está lançando estas revistas par um público mais expecífico.
    A vida é assim, cheia de mudanças e tentativas, senão, seríamos todos ricos ou miséráveis. A vida é cheia de erros e aceertto e não seria diferente com a Abril, eles estão tentando, e terão o meiu apoio nas bancas no Planeta Gibi.

    Só não entendi mesmo essa coisa de mudança de títulos: O Planeta Gibi pisou na bola não nos explicando o por quê disso? QUEREMOS SABER O QUE HOUVE!

    Adorei a edição de Natal. E Xandro, vai dizer que você não assiste o Chaves?

    ResponderExcluir
  9. Eu tb queria saber o que houve, mas acho que o Planeta Gibi não quer dar o furo antes do Maffia.

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde! Em momento algum eu escrevi que os títulos foram mudados porque a coleção foi um blefe. Eu não tenho poder de saber o que se passa em um Conselho Editorial. Agora, se querem uma posição clara a esse respeito por mim, eu arrisco dar um palpite de que mudaram os títulos porque nas redes sociais houve muita manifestação contrária a eles, logo, isso poderia se refletir nas bancas. O que eles fizeram deve ter sido agradar às opiniões contrárias e nada mais.
    O que eu escrevi foi que minha opinião é a de que essa coleção foi um blefe e tenho essa mesma opinião desde quando saiu o primeiro exemplar (quem acompanha a comunidade no ORKUT deve se lembrar muito bem do que escrevi lá). É óbvio que os exemplares vendem, pois há muitos colecionadores. Assim como também é obvio que se eu ganhasse ela, seria muito bem recebida por mim.
    O que eu dei foi minha opinião pessoal. Não achei a coleção interessante a ponto de comprar. Eu não tenho tanto dinheiro para ficar gastando com coisas que não me interessam e pronto!
    Confesso que essa expansão tinha me atraído mais. Agora, com essa nova mudança, voltei às considerações de antes, ou seja: desinteressante.
    Os volumes 21 e 22 são os que mais me chamaram a atenção, mas os exemplares finais (que foram mudados) eram realmente os mais aguardados por mim.
    Eu acredito que a Editora Abril ainda vai dar um jeito de publicar tudo (pois alguém disse que se tratavam de 40 volumes). Mas tudo dentro de uma éoca propícia, com direito às mudanças necessárias de acordo com o feedback que eles vem tendo através das redes sociais.
    Afinal, há contratos por meio dessas coisas e eu não acredito que uma editora do porte desta iria se beneficiar com uma cláusula contratual de "X' volumes e lançar apenas "Y".
    Abraços. FabianoCaldeira.

    ResponderExcluir
  11. "Adorei a edição de Natal. E Xandro, vai dizer que você não assiste o Chaves?"

    Só para completar,amigo,Vinicius..."???":p

    Esse gibis de nomes toscos não tem o espirito dos quadrinhos Disney!:(

    ResponderExcluir
  12. Vamos esperar as explicações do Maffia acerca das mudanças nas últimas cinco edições do CLT. Se fosse porque eram versões de filmes, a edição 22 nem sairia às bancas. Espero que esses cinco volumes ao menos sejam tão bons quanto os inicialmente programados.

    De todo modo, aguardemos. Ainda acredito que não só haverá mais 10 edições (completando as 40 do original espanhol) como as canceladas estarão entre essas dez. Pra tudo, sempre se tem um jeito. Sugiro ainda um volume dedicado à literatura brasileira, de preferência com histórias inéditas, feitas especialmente para a ocasião - embora seja pedir um pouco demais, reconheço.

    ResponderExcluir
  13. "Só não entendi mesmo essa coisa de mudança de títulos: O Planeta Gibi pisou na bola não nos explicando o por quê disso? QUEREMOS SABER O QUE HOUVE!"

    Ué! Mas eles já falaram! Lá em cima do post está falando que alguns volumes foram vetados pela Disney, e por isso reformularam.
    .
    E a edição de Natal que tanto pediam na comunidade do Orkut vai existir! Quem disse que sugerir não dá resultado?
    .
    Abçs.

    Matheu$

    ResponderExcluir
  14. "Quem disse que sugerir não dá resultado?"

    Também acho isso amigo,matheus!:o

    Eles tem que ouvir mais os fãs...esses novos gibis em HQs estão péssimos,essa fonte(além do nome tosco),se fosse com a do proprio gibi do Mickey ficaria bem melhor e pq não uma dos patos que são bem mais aceitáveis..e pq não um Tio Patinhas Pocket(sem LOVE,claro),melhor mais páginas no Tio Patinhas e distribuição NACIONAL!?! - tá exagerei,mais isso tudo e ainda custando 7,95?? sei não viu?:P

    ResponderExcluir
  15. Uma nova revista Disney nas bancas, é sempre bem vinda.

    Vinicius, de fato, como bem lembrou nosso amigo Matheus, no início do post explicamos que houve um veto da Disney, por isso a mudança.
    Quem sabe tenhamos mais detalhes em breve!
    No mais, eu particularmente, também adorei saber que teremos uma edição de Natal.

    Rivaldo

    ResponderExcluir
  16. Só lamentei profundamente a exclusão de "E O Vento Levou...", que é simplesmente uma das melhores sátiras de filmes já apresentadas nas hqs Disney e que certamente merecia um relançamento luxuoso nas bancas... É estranho que nessa história o 'mauricinho' esnobe e ridículo Gastão teve que 'interpretar' o Ashley, justamente o mocinho do longo dramalhão.

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Complementando o comentário acima, o Donald e a Margarida são ambos personagens dúbios, ou seja, possuem defeitos e qualidades, logo tem tudo a ver eles 'interpretarem' uma dupla tão controversa quanto Rhett & Scarlett, não? Ah, e eles criaram uma pata especialmente para esta saga 'patista', que ficou com a tarefa de ser a inacreditavelmente fofa Melanie.

    ResponderExcluir
  19. Achei coerentes as mudanças nos Clássicos da Literatura, principalmente porque os títulos anteriores não eram clássicos da literatura, mas sim do cinema.

    ResponderExcluir
  20. "Uma nova revista Disney nas bancas, é sempre bem vinda."... "eu particularmente, também adorei saber que teremos uma edição de Natal."
    1)Concordo com o Rivaldo, um gibi Disney novinho, é sempre uma boa notícia. Dois novos títulos,que legal, e não tem importância que os temas sejam voltados ao público infantil, pois gibi é coisa para criança mesmo... E gostaria muito que os "Mestres Disney", continuassem a ser publicados...
    2)E as edições de Natal? São imprescindíveis, tenho o maior carinho pelas histórias de Natal. Os gibis especiais de final de ano que a gente lia quando era criança, pareciam mágicos,as histórias "ganhavam vida" e deixavam o nosso natal muito mais gostoso...
    3)Quanto aos Clássicos da Literatura, tenho lido e gostado muito. Não tem importância que modifiquem algumas edições, tomara que publiquem todas as 40. No futuro próximo essa coleção será muito mais valorizada do que está sendo agora. Quem tiver a sua coleção completinha, não se arrependerá. Recomendo a todos que ainda não completaram a sua, que o façam sem demora...
    4)E pra finalizar, gostaria de parabenizar o trabalho do Paulo Maffia, que não tem medido esforços para garantir a qualidade das publicações Disney. Ele tem demonstrado competência, conhecimento e bom gosto. Para nós colecionadores e fãs, isso é motivo de alegria pelo qual somos gratos.
    Abraços. Paulo Gibi

    ResponderExcluir
  21. Acabei de assistir a entrevista do Paulo Maffia, e foi muito esclarecedora. Agradeço a vocês do Planeta Gibi, pela excelente dica; Abs. Paulo Gibi

    ResponderExcluir
  22. Paulo, não pudemos assistir e esperamos que Maffia um dia nos perdoe por, no mesmo horário, estarmos em evento das concorrentes!
    Mas incluiremos num post próximo as informações que ele passou lá, sobretudo a coleção Essencial da Disney.

    ResponderExcluir
  23. Imagina, ele é profissional, inteligente, e sabe que isso faz parte da vida... E quanto à coleção Essencial da Disney, ficarei esperando o post que vccês prometeram, para depois comentar. Abraços. Paulo Gibi.

    ResponderExcluir
  24. Que legal, na nova revista do Mickey há uma HQ com enigmas! Acho bem interessante histórias assim.

    ResponderExcluir
  25. Mas não gostei das mudanças feitas nos Clássicos. Gostaria de ler as paródias d'O Código da Vinci e d'O Planeta dos Macacos...

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.