' '

1 de jun de 2010

Disney Férias — maio 2010

Por José Rivaldo Ribeiro & E. Rodrigues

Num mês com dezesseis lançamentos Disney, nada melhor do que encerrar com as leves edições de férias... todas com 36 páginas, em formatinho 13,4 x 19 cm e por apenas R$ 1,50 cada — ou seja, de longe o melhor custo X benefício dos gibis brasileiros (junto com Disney Big).

Tio Patinhas Férias #4

Tio Patinhas Férias #4 traz três HQs eletrizantes. A primeira, O Cruzeiro do Destino, (2000, roteiro de Gorm Transgaard e desenhos de José Colomer Fonts) é dividida em duas partes. Excelente aventura para quem curte Tio Patinhas e seus sobrinhos em viagens espaciais.

Em Cimentando a Fortuna (1967, roteiro de Vic Lockman e desenhos de Tony Strobl) o Mestre do Patos Strobl mostra-nos que o pato quaquilionário também tem seus momentos de bom-humor: invariavelmente quando não há notícias ruins rondando seus negócios pelo mundo.

Na HQ A Guerra Editoral (1999, roteiro de Kari Korhonen e desenhos de José Massaroli), o trapaceiro e invejoso Mac Mônei, de aparição muito costumeira em HQs dinamarquesas, mais uma vez tenta bater Tio Patinhas nos negócios. 

Pato Donald Férias #4

Os gibis do Donald têm vindo recheados de nomes consagrados, e esta edição de férias não perde a linha, inclusive trazendo uma HQ criada pelo imbatível Carl Barks. Para começar, Piquenique do Barulho (2002, roteiro e arte de Willian van Horn). Donald dessa vez exagerou na dose de azar!

Em Vizinhos Explosivos (2001, ideia de Carl Barks, roteiro e arte de Daan Jippes), a rixa entre Donald e Silva parece nunca ter fim, e dessa vez eles ultrapassam todos os limites.

Fecha a revista O Colecionador (2000, roteiro e arte de Willian van Horn), que mostra um Donald maluco por colecionar quinquilharias, que vão de inocentes cards a um gorila trapalhão (?!).

Mickey Férias #4

O gibi abre com Férias com Fantasmas (1999, roteiro de Carol e Pat McGreal, arte de Francisco Rodriguez Peinado). Mickey e Pateta foram passar férias no parque da Pedra Amarela. Quando decidem visitar um gêiser apache descobrem que um espertinho quer desviar um lençol freático para seu spa!

Aniversário da Minnie (2000, roteiro de Primaggio Mantovi, desenhos de Luiz Podavin e arte-final de José Wilson Magalhães). Mickey não quer deixar o aniversário da amada passar em branco e resolve lhe dar um presentinho. O problema é que Pateta vai fazer o mesmo. Curiosidade: o nome da personagem foi atualizado de "Minie" para "Minnie" no título e em todos os balões desta HQ. Efeito da globalização! 

A Espada Falante (2000, roteiro de Janet Gilbert e desenhos de Noel Van Horn). Mickey encontra uma espada falante — que na realidade está enfeitiçada. O camundongo vai tentar desfazer o feitiço.

Pateta Férias #3

A primeira HQ é uma boa pedida para quem estava com saudades das trapalhadas da dupla Pateta e Amadeu, personagem que andava meio sumido dos gibis brasileiros. Em Férias com Economia (1978, roteiro de Massimo Marconi e desenhos de Giulio Chierchini) Amadeu mora com o Pateta. Os amigos resolvem então tirar férias. Apesar de estarem com pouco dinheiro, até que seria possível... desde que não fossem tão trapalhões.

Em Rota Gastronômica (2000, roteiro de Peter Härdfeldt e desenhos de Jorge David Redo) Pateta ataca de taxista. Ele pode até dirigir bem, mas parece não entender muito de mapas e localizações.

Haja Pateta! (2000, roteiro de Sarah Kinney e desenhos de Noel Van Horn). Não, não se trata de um irmão gêmeo do Pateta, nem de um robô, mas sim de uma cópia perfeita produzida por uma das máquinas do Professor Sabetudo. A HQ é muito engraçada: imaginem o Pateta discutindo consigo mesmo! História que correu mundo, tendo sido publicada até mesmo em Walt Disney Comics and Stories.

Fonte de indexação: Inducks.

Clique aqui para comprar as edições Disney Férias em kit ou avulsas em nossa loja virtual, o Planeta Gibi Comic Shop.


E em julho...

4 comentários:

  1. A Minie virou Minnie, o Ursinho Puff virou Ursinho Pooh, a Sininho virou Tinker Bell... Quanto tempo até o Pateta virar Goofy e o Tio Patinhas Uncle Scrooge?

    Triste isso.

    ResponderExcluir
  2. a edição do Tio Patinhas é simplesmente espetacular!

    ResponderExcluir
  3. o Pato Donald também é muito bom!

    ResponderExcluir
  4. Alexandre, você tem toda razão...

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.