' '

30 de abr de 2010

Mythos anuncia o lançamento de Eerie

Por José Rivaldo Ribeiro

Os quadrinhos de terror que foram a base da revista Kripta, da RGE, ganharão edições encadernadas de luxo pela Mythos.


A editora informou que lançará no segundo semestre os encadernados Eerie, originalmente organizados pela Dark Horse desde março do ano passado. A Mythos deve publicar ao menos os dois primeiros volumes, de maneira similar ao original americano: edições de luxo em branco e preto, formato magazine 20,5 x 27,5, mais de 200 páginas e capa dura, incluindo a reprodução de cinco edições originais, com suas capas originais em cores e todas as aventuras completas, na ordem da publicação original. O título em português ainda não está definido.

Eerie foi uma publicação da Warren Publishing que durou 139 edições, de set/65 a fev/83. Por suas páginas passaram artistas como Gray Morrow, Frank Frazetta, Alex Thoth, Neal Adams, Gene Colan e Steve Ditko, entre vários outros.

No Brasil, muitas dessas HQs saíram em Kripta, que durou 60 números, entre set/76 e jun/81. A revista também publicou material de Creepy, que igualmente vem sendo compilada pela mesma Dark Horse, e que deverá sair aqui pela Devir.

2 comentários:

  1. Não ia ser a Devir a lançar esses encadernados? A Mythos nunca foi uma editora confiável. Sempre com preço caro por edições simplórias em termos de qualidade (não de conteúdo).

    ResponderExcluir
  2. Lucrécio, a Devir vai lançar Creepy, a "mãe" de Eerie. Abraço.

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.