' '

29 de mar de 2010

Pato Donald: um kit histórico

Por José Rivaldo Ribeiro & E. Rodrigues


Às vésperas da comemoração dos 60 anos da revista Pato Donald, é oportuno lembrar que em outubro de 1984, por ocasião do cinquentenário do personagem, a Editora Abril lançou um kit especial com quatro itens — hoje desconhecido pela maioria dos colecionadores mais jovens e sonho de consumo de muitos.


Composto pelo gibi Pato Donald Edição Especial de Aniversário, o famoso Fac-símile de Pato Donald #1, um álbum de figurinhas relacionadas aos 50 anos e uma máscara, o kit costuma ser vendido aos pedaços nas lojas e leilões virtuais — com exceção da máscara, seu item mais raro.


O álbum completa-se com as 72 figurinhas anexadas às capas dos gibis Disney da época do lançamento do kit — incluindo aquelas impressas na aba da própria Edição Especial de Aniversário


O kit, tal qual chegou às bancas

Pato Donald Edição Especial de Aniversário é um formatinho (13,5 x 19cm), com lombada quadrada e 148 páginas, onde 16 delas são destinadas a uma matéria cheia de curiosidades sobre o pato mais famoso do mundo. Essas páginas são impressas em papel offset, e não raro provocam a quebra da lombada se não manuseadas com cuidado.


E como nada é fácil na vida do colecionador perseverante, lamentamos informar que há duas versões deste gibi. A diferença reside na aba com as figurinhas: em uma versão, está na primeira capa, na outra, na quarta capa.

A significativa diferença de tamanho entre o original e o fac-símile deveria impedir que houvesse confusão entre eles — curiosamente, é comum encontrar as reproduções tentando se passar pelo original nos leilões virtuais, a despeito da inscrição lateral

O original: 20 x 28cm, capa vermelha, sombra na porta, pé de Zé Carioca junto à lombada, cor do olho do Zé, pintura da parede nos raios da roda. O tamanho do fac-símile, 19 X 25cm, foi depois mantido na coleção Anos de Ouro do Pato Donald.
As edições originais #2 ao 21 também têm o formato 20 x 28cm

15 comentários:

  1. Eu tinha. Pena que comprei aos oito anos, o que fez com que só m tenham sobrado o fac-símile e a edição de aniversário. Não lembrava do álbum de figurinhas, mas ao ver imediatamente lembrei-me que só usei as figurinhas que vieram junto. Não me lembro por quê. Já a máscara nem vendo a foto da postagem consigo me lembrar dela. E eu nunca tinha colocado o fac-símile ao lado da edição original para ver que não tinham o mesmo tamanho. Aliás, quando surgiu o fax, que eu sabia ser abreviatura de "fac-símile", achei que as páginas sairiam na máquina como a do especial Disney. Qual não foi minha decepção ao ver uma em funcionamento...

    ResponderExcluir
  2. Eu tinha esse kit aí. Todinho. Comprei na época em que saiu. Até completei o álbum, mas infelizmente não sobreviveram ao tempo.

    Nunca mais esqueci da história (que saiu republicada nessa edição especial) do corongo que perseguia o Donald pensando que ele era o Tio Patinhas jovem.

    Eu jurava, na época, que esse fac-simile tinha o tamanho original!!! :O
    Que criança inocente que eu era... hahaha

    Ai, que saudade... que saudade... podiam relançar tudo isso. :(

    ResponderExcluir
  3. Mais uma coisa que lembrei agora: o quadrinho de abertura da primeira história do especial de aniversário, de página inteira, que mostrava uma Patópolis estilo anos 1950, é um dos quadrinhos mais marcantes da minha vida. Não me lembro quem desenhou — teria de ver na coleção, mas tenho quase certeza que não foi o Barks — mas é um espetáculo.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns, Planeta Gibi!
    Acompanho o blog há quase um ano, e só vejo melhora no conteúdo. Continuem assim!

    ResponderExcluir
  5. Veja:

    Não é de hoje que escrevo aqui, o que penso.

    Parabens ao Planeta Gibi Blog pelo aniversário de um ano!
    Que me perdoem os outros blogs que falam de quadrinhos, mas, disparadamente vocês são os melhores!!
    Matérias e posts fenomenais, dá gosto de ler e confiamos em cada linha, pois já conhecemos bem o trabalho do craque dos quadrinhos Rivaldo e do Superpateta.

    Espero que o blog sobreviva por muitos anos e que fique cada vez melhor.

    Como vejo o diabo nos detalhes notei que são dois Pato Donald n. 1 originais, puxa, que inveja!!
    Imagino que é um do Rivaldão outro do Rodrigues.
    Por acaso guardaram o meu??
    hein??? hein hein??

    Feras!!
    Parabens!!
    Vinicius - RJ

    ResponderExcluir
  6. Às vezes também me lembro de coisas que tinha e que sabe-se lá onde foram parar (toda minha coleção de tampinhas Bingola Disney, por exemplo! que eu consegui juntar depois de muito encher a paciência do pessoal dos bares e padarias...). O anel do Fantasma... Os adesivos cole e descole da Turma da Mônica... Essas minhas coisas desapareceram por aí.
    Vinicius, a gente não vai falar nada porque tem medo de sequestro hehe
    E.Rodrigues

    ResponderExcluir
  7. Por que cargas d'água eles lançaram o fac-simile em tamanho menor? Por praticidade ou pra continuar deixando a original como "única"?

    ResponderExcluir
  8. Será que teremos uma boa surpresa para os 60 anos da revista Pato Donald?? :-)

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Nossa!
    Se com essas diferenças tem muito espertinho enganando trouxas, imagine se a cópia fosse idêntica?
    Claro né meu caro, a abril foi esperta em fazer o facsimile diferente.
    Mas é eu acho é muito do bom essa gente ser enganada. Como alguem vai comprar um gibi do Pato donald por 150,00 ou 300,00 reais só porque alguem anuciou como original?
    Jesus, será que uma pessoa sâ não sabe que um Pato Donald original de 1950 vale um nota?
    alguem já viu o vermelhinho de verdade para vender?

    Valeu planeta gibi, agora essas fotos e as medidas não deixam mais dúvidas nos enroladores de trouxas.

    ResponderExcluir
  12. Nossa!
    Se com essas diferenças tem muito espertinho enganando trouxas, imagine se a cópia fosse idêntica?
    Claro né meu caro, a abril foi esperta em fazer o facsimile diferente.
    Mas é eu acho é muito do bom essa gente ser enganada. Como alguem vai comprar um gibi do Pato donald por 150,00 ou 300,00 reais só porque alguem anuciou como original?
    Jesus, será que uma pessoa sâ não sabe que um Pato Donald original de 1950 vale um nota?
    alguem já viu o vermelhinho de verdade para vender?

    Valeu planeta gibi, agora essas fotos e as medidas não deixam mais dúvidas nos enroladores de trouxas.

    ResponderExcluir
  13. Não me lembro quem desenhou — teria de ver na coleção, mas tenho quase certeza que não foi o Barks — mas é um espetáculo.

    Foi o Marco Rota, em Esta É a Sua Vida, Donald!, história produzida naquele ano de 1984, especial para o cinquentenário do personagem. No Brasil, só foi publicado naquela edição. Informações do Inducks.

    ResponderExcluir
  14. Eu posso dizer que tenho TODO o kit, até hoje! Eu tb comprei na época ( sempre fui um grande fã da Disney), e esse álbum aliás é o único que eu consegui completar até hoje,hehe - lembro que as figurinhas vinham como abas nas capas de certas revistas, e vc tinha que passar cola, era todo um trabalho!
    A máscara eu cheguei a destacar da cartolina maior - mas ainda está aqui, junto com o álbum e a fac-símile, só a revistinha eu guardo em um lugar separado ; e se não me engano , ainda estão guardados no mesmo plástico!
    Eu me pergunto, qual seria o valor disso hoje em dia?
    Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Tenho o original de 1950 em bom estado.
    Meu bisavô guardou quando foi lançada e acabei herdando e guardando por todos esses anos. Não sou colecionadora e não tenho outras revistas, apenas esta.Caso haja interesse, peço que mandem e-mail para camilaapt@uol.com.br. Grata.

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.