' '

2 de jan de 2010

Ultra-heróis ganha título próprio nos EUA — Mágicos de Mickey também

Por E. Rodrigues

"Explodindo das páginas de Walt Disney’s Comics and Stories vem os Ultra-heróis em seu título próprio! Superpateta! Superpato! Esquálidus! Morcego Vermelho! Os mais poderosos da Disney em sua própria revista, porque você pediu!"


Assim anuncia a Boom! Studios o lançamento do novo título periódico mensal com personagens clássicos Disney. Veja link no final deste post para todos os outros lançamentos que a Boom! fez em 2009 e aqueles já programados para 2010.


Na verdade, pela programação de encadernados da editora e pela informação de que o legendário gibi americano publicaria alguns clássicos no início deste ano, essa separação fazia parte da estratégia de lançamentos da Boom! desde sempre.

Ultra-heróis foi criado na Itália, onde já ganhou duas séries. A primeira, com 240 páginas, saiu em Topolino #2726 a 2734 (fev a abr/08) — no Brasil, em Aventuras Disney #40 a 43 (nov/08 a fev/09).

Depois, saíram de uma só vez mais cinco HQs com a equipe (ou parte dela), em Topolino #2755 (set/08). Numa delas, o Cartola Mascarado, alterego de Tio Patinhas, dá as caras pela terceira vez. Em outra, Morcego Vermelho é a estrela.

Até dezembro, Walt Disney Comics and Stories havia dedicado à série suas três edições iniciais na Boom!, das dez programadas. Não foi informado quando o novo título começará a circular. Possivelmente, em fevereiro.

O mesmo processo ocorrerá com Os Mágicos de Mickey, que deixará o gibi mensal Mickey Mouse and Friends, ganhando título solo. A série italiana até hoje rendeu mais de 800 páginas de quadrinhos, o que dá para preencher mais de 30 edições dos fininhos gibis americanos.

No Brasil, Aventuras Disney publicou as duas primeiras minisséries e mais uma aventura longa da saga. Nas edições #23 a 26 (de jun a set/07) tivemos a estreia dos Mágicos. Depois, a segunda minissérie veio em Aventuras Disney #31 a 35 (fev a jun/08). Por fim, a revista trouxe em sua penúltima edição uma HQ de 51 páginas, dividida em duas partes.


Clique aqui e segure o queixo para ver a quantidade de títulos (e de capas variantes) Disney que a Boom! lançou nos EUA em 2009.

E aqui você pode ver os programados para 2010.

5 comentários:

  1. Pelo qeu eu vi no inducks, realmente tem uma legiao de historias ineditas desses arcos (Ultra Herois e Magicos de Mickey); seria otimo se esse material pintasse por aqui, eu pelo menos curto muito as duas series. Porem AVD era o terreno perfeito para elas, nao sei que outras pulicaçoes seriam tao ideais. Tio Patinhas? ou talvez um titulo proprio? só espero le-las algum dia
    HP

    ResponderExcluir
  2. 800 páginas de Magicos de Mickey...
    a série é boa, mas esses italianos já estão exagerando; a trama deve ter ficado muito repetitiva

    ResponderExcluir
  3. Destesto essa série de Os Magicos de Mickey...já os Ultra Herois são muito ótimos!!

    ResponderExcluir
  4. Da duas séries eu gostei mais de Os mágicos de Mickey. Mas não sei se tenho vontade de ler mais desse material. Não está me atraindo mais. Talvez se a os roteiros me cativarem. Claro que como colecionador eu compro as revistas mas sem o mesmo entusiasmo, que eu compraria títulos que me atraem mais. Por exemplo os especiais de final de ano eu simplesmente adorei. Principalmente "As grandes aventuras do Mickey, trazendo trabalhos antigos de um dos maiores mestres Disney, Paul Murry.
    Aproveito pra desejar um feliz 2010 pra todos os leitores e colecionadores de quadrinhos Disney.
    Ludy-RS

    ResponderExcluir
  5. Será que vão publicar lá as histórias do Morcego Vermelho produzidas no Brasil? Tomara.

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.