' '

20 de jan de 2010

A Tarde entrevista Paulo Maffia nos 80 anos de HQs Disney

Por E. Rodrigues

O jornal A Tarde, de Salvador, publicou entrevista com o editor das HQs Disney no Brasil, Paulo Maffia. De quebra, ilustrou belamente as três páginas da matéria. Clique para ampliar.




7 comentários:

  1. Graças a esta postagem, ainda consegui achar um exemplar do jornal na banca da Praça da República, aqui no centro de São Paulo!

    ResponderExcluir
  2. hehe..sou de Salvador aki na Bahia e quando vi a matéria no jornal fique louco de felicidade..tem umas fotos minhas com o jornal lá no topic sobre o assunto da comu Quadrinhos Disney..veja amigos!!abraço..

    ResponderExcluir
  3. Muito boa a matéria.
    Pena que ultimamente só leio o Correio. Embora ache o A Tarde melhor...

    ResponderExcluir
  4. Planeta Gibi é "O BLOG"!

    Agente nunca ia saber dessa reportagem maravilhosa e cheia de informações.

    Valeu Rivaldo!

    ResponderExcluir
  5. Puxa que post legal. Esse blog está cada dia melhor. Parabéns pelo trabalho. Abraço. Paulo Augusto.

    ResponderExcluir
  6. O QUE ESSE EDITORIZINHO DO MÁFFIA QUERIA? QUE CANINI VIESSE DO SUL BEIJAR OS PÉS DELE? E AS CORES DO ZÉ CARIOCA DESSE MÊS CONTINUAM UMA BOSTA!!!!!!!! O QUE ESSE CARA TEM NA CABEÇA? OS LEITORES ELOGIAM O VENTURA E ELE PASSA AS CORES PRO CARA DO CÉU AZUL PRO BRANCO?

    Abril, estamos de olho!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. É só não comprar a revista do Zé Carioca, já que ela não vale o investimeto. Não é bem mais simples?

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR, POR FAVOR, LEIA:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem necessariamente a opinião do Planeta Gibi.

Não publicamos comentários que:
• Incluam quaisquer e-mails ou links;
• Mencionem outro estabelecimento que comercialize quadrinhos;
• Incluam ofensas e palavrões; fujam do tema em questão.

Atenção:
Os comentários aqui postados podem ser encaminhados para os editores que, eventualmente, poderão publicá-los nas revistas; caso não concorde com isso, explicite sua negativa no próprio comentário. Obrigado.