' '

29 de out de 2009

Surpresa: Turma da Mônica Jovem em cores

Por E. Rodrigues


Deve sair nos próximos dias uma inesperada edição extra de Turma da Mônica Jovem.

Turma da Mônica Jovem Especial #1 custará R$ 9,90 e será totalmente em cores.

O selo de número 1 na capa leva a crer que outras edições virão.

28 de out de 2009

Disney Extra! #2 são lançados

Por E. Rodrigues & José Rivaldo Ribeiro
post atualizado às 21:35h

Conforme adiantamos com exclusividade aqui no Planeta Gibi Blog, esta semana estão saindo as segundas edições dos gibis Disney da série Extra!

Inicialmente, essas revistas seriam semestrais, revezando-se com as edições da série Férias. Mas, menos de dois meses depois de estrearem, surpreendentemente esses gibis já ganham continuação, e bem caprichada.

Pato Donald Extra!#2
O Atleta do ZZZZZZZZZZ — por engano, o Donald foi levado por E.T.s para participar de uma Olimpíada Espacial. E acaba descobrindo que tem uma categoria em que consegue se sair muito bem. E mais: Segurança Insegura e A Volta do Pato Donald.

William Van Horn, Daniel Branca e Vicar são os conceituados desenhistas desta edição, imperdível.

Mickey Extra! #2
Mickey e o Capitão Trovão — as revistinhas em quadrinhos de um super-herói muito atrapalhado estão em baixa. Será que o Mickey consegue fazer alguma coisa para ajudar? E mais: Mickey e Pateta em A Pequena Lua de Ouro.

A HQ de abertura, dinamarquesa, já correu mundo, tendo sido publicada do Egito aos Estados Unidos. Já a segunda é mais um resgate do "Mestre dos Ratos" Paul Murry.

Tio Patinhas Extra! #2
E o Tempo Fechou — Patópolis é assolada por tempestades de granizo, tornados, terremotos e relâmpagos. Com a Maga Patalójika por perto, esses fenômenos naturais não são tão naturais assim… E mais: O Jogo da Bufunfa e O Tesouro e o Lixo.

Vicar desenha uma HQ com final surpreendente e divertido (não para a pobre Maga!). E além do belo traço do espanhol José Maria Lopez, a edição traz ainda nada menos do que Don Rosa.

Pateta Extra! #2
Corre! — o Pateta está todo animado com o inícios de seus treinos de corrida. O problema é que o Mickey recebe uma ameaça dizendo que tem uma bomba no tênis do amigo – e ela vai explodir se o Pateta parar de correr. E agora? E mais: Mickey e Pateta em Agentes Pouco Secretos e Era uma Vez um Canguru-Aru, e Superpateta em Planos Formigantes.

A HQ de abertura foi produzida por aqui (roteiro de Gérson Teixeira e desenhos de Carlos Mota). Em seguida, uma divertida HQ desenhada por Paul Murry, e outra por Jack Bradbury. Para finalizar, uma bela aventura com Superpateta. 

Texto-base: Editora Abril.

Clique aqui para comprar estas edições em nossa loja virtual, o Planeta Gibi Comic Shop.

Da série 'capas inéditas': Almanaque do Superpato #5

Por José Rivaldo Ribeiro & E. Rodrigues


Almanaque do Superpato #5: capa nunca utilizada

Ao se deparar com a propaganda do Almanaque do Superpato #5, na página 82 do Almanaque do Peninha #3 (out/87), até o colecionador menos exigente estranharia aquela capa. Além da falta de elementos gráficos e de uma melhor escolha de cores, aquela figura do Superpato era justamente um decalque do quadrinho que abre a magnífica aventura A Volta do Superpato, republicada naquele almanaque. Ou melhor...

Vamos voltar um pouco: Superpato foi apresentado aos leitores brasileiros em Almanaque Disney #27, de agosto de 1973, com sua formidável HQ de estreia, O Diabólico Vingador. E a edição seguinte trouxe sua segunda aventura, A Fabulosa Noite do Superpato.

Pois somente cinco anos depois é que nosso herói voltaria a aparecer em um gibi brasileiro: Tio Patinhas #155 trouxe A Volta do Superpato. O longo hiato obrigou a editora a relembrar (ou informar) seus leitores as origens do personagem. As duas páginas iniciais foram compiladas pela Abril a partir de O Diabólico Vingador, resumindo-a.

E como nada é perfeito, essa publicação suprimiu algumas páginas do original italiano — em Superpato Especial, comemorativo de seus 40 anos e escalado para dezembro próximo, finalmente os leitores brasileiros poderão acompanhar a HQ na íntegra. O título em português só era mesmo apropriado por essas bandas. Porque diferentemente do que fazia parecer, A Volta... foi, na verdade, a quinta aventura de Superpato. E foi publicada na Italia com um intervalo de tempo "normal" entre suas aventuras anteriores (que, no Brasil, saíram posteriormente à Volta..., nas edições #156 e 157 de Tio Patinhas).


O Diabólico Vingador: argumento de Elisa Penna, roteiro de Guido Martina e desenhos de Giovan Battista Carpi. Publicada originalmente em Topolino #706 (8/jun/69). 60 páginas de 3 tiras cada. Publicada no Brasil, com layout remontado, com corte equivalente a mais de duas páginas do original, em Almanaque Disney #27 (ago/73), Almanaque do Superpato #1 (jan/82) e Edição de Luxo #3 — A Saga do Superpato (dez/89). I TL 706-AP.

A Volta do Superpato: roteiro de Guido Martina, desenhos de Massimo De Vita. Publicada originalmente em Topolino #827 (2/out/71). 39 páginas de 3 tiras cada. Publicada no Brasil — com layout remontado, com corte equivalente de quatro páginas do original e acréscimo de quase duas páginas introdutórias —, em Tio Patinhas #155 (jun/78) e em Almanaque do Superpato #5 (20/out/87). I TL 827-B.

Fonte de indexação: Inducks.

Clique aqui para ver outras capas inéditas.

Clique aqui para comprar gibis com histórias do Superpato em nossa loja virtual, o Planeta Gibi Comic Shop.

26 de out de 2009

O primeiro gibi do Zé Vampir

Por E. Rodrigues

Zé Vampir, da Turma do Penadinho, vai ter seu nome estampado no título de um gibi pela primeira vez. Nos próximos dias será lançado Turma da Mônica Extra #4, dedicado ao personagem. Em formatinho (13,4 x 19 cm), a revista de 64 páginas trará republicações de HQs, por R$ 3,20.



A série Turma da Mônica Extra tem periodicidade irregular e vem se mostrando cada vez mais semelhante à antiga e saudosa Edição Extra, da Disney, onde cada número era dedicado a um personagem — sobretudo àqueles que não tinham revista própria. A grande diferença é que Edição Extra trazia histórias inéditas (naquelas páginas nasceu, por exemplo, o Morcego Vermelho).

TODAS AS TURMA DA MÔNICA EXTRA:
#1 — Tauó (mar/08)
#2 — Bruxa Viviane (out/08)
#3 — Capitão Feio (jun/09)
#4 — Zé Vampir (out/09)



Vale também registrar o lançamento da nova edição de um dos maiores sucessos de vendas de Mauricio — pelo menos no Planeta Gibi Comic Shop! Também sairá nos próximos dias o gibi bimestral Clássicos do Cinema. A edição #16 é dedicada à sátira do cult movie Casablanca. Coelhadablanca vem em formato magazine (19 x 27,5 cm) e 48 páginas, por R$ 5,50.

Clique aqui para comprar Turma da Mônica Extra em nossa loja virtual, o Planeta Gibi Comic Shop. E clique aqui para comprar Clássicos do Cinema Turma da Mônica.

22 de out de 2009

As HQs de Don Rosa no Brasil (3)

por José Rivaldo Ribeiro

Com seu traço marcante e peculiar, Don Rosa prende o leitor pelos excelentes enredos, piadinhas ocultas e exageros extremos. A prova disso é o que acontece em O Pato Que Nunca Existiu, que será publicada na revista Pato Donald #2376, mês que vem.
Este é o terceiro post semanal da série, As HQs de Don Rosa no Brasil.
Se você perdeu os dois primeiros, clique aqui e leia!

11
Donald Duck (Rocket Reverie)
Código: AR 116
publicado originalmente em Donald Duck Adventures #5 (abr/88, EUA)
No Brasil: Sonho Espacial
Mestres Disney #1 (mar/05)


12
Uncle Scrooge (Fiscal Fitness)
Código: AR 118
publicado originalmente em Uncle Scrooge #227 (abr/88, EUA)
No Brasil: O Campeão
Pato Donald #1862 (fev/90)
Mestres Disney #1 (mar/05)


13
Metaphorically Spanking
Código: AR 119
publicado originalmente em Walt Disney's Comics and Stories #531 (mai/88, EUA)
No Brasil: Surra Metafórica
Pato Donald 70 Anos (out/04)
Mestres Disney #1 (mar/05)



14
The Crocodile Collector
Código: AR 125
publicado originalmente em Donald Duck Adventures #8 (jul/88, EUA)
No Brasil: O Caçador de Crocodilos
Mestres Disney #4 (jul/05) 


15
Fortune On The Rocks
Código: AR 128
publicado originalmente em Uncle Scrooge Adventures #9 (ago/88, EUA)
No Brasil: Fortuna nas Rochas
Mestres Disney #4 (jul/05)


Fontes:
Uncle Scrooge Adventures in Color by Don Rosa Vol. 1 a 4, com informações cruzadas no Inducks.

Clique aqui para comprar HQs de Don Rosa em nossa loja virtual, o Planeta Gibi Comic Shop.

21 de out de 2009

Superpato Especial, Mickey Especial... gibis Disney das próximas semanas

Por E. Rodrigues
Em primeira mão para os leitores do Planeta Gibi Blog.
Os leitores e colecionadores dos gibis Disney não perdem por esperar! A Editora Abril vai lançar gibis e mais gibis, desde a próxima semana até o final do ano. Confira:

Final de outubro

Tio Patinhas Extra! #2
Mickey Extra! #2
Pateta Extra! #2
Pato Donald Extra! #2

Final de novembro
Tio Patinhas Férias #3
Mickey Férias #3
Pateta Férias #2
Pato Donald Férias #3
Zé Carioca Férias #3
Disney Big #3

Final de dezembro
Especial Superpato 40 Anos (196 páginas, formatinho)
As Grandes Aventuras do Mickey — 20 Anos da Morte de Paul Murry (196 páginas, formatinho)

Estes especiais de 196 páginas serão no estilo de DuckTales: Os Caçadores de Aventuras — A Odisseia do Ouro, lançado no mês passado. Este blog já havia falado de Superpato Especial aqui.

Apesar da possibilidade de mudanças nos períodos de lançamentos, eles estão garantidos.

20 de out de 2009

Gasparzinho vem aí

Por E. Rodrigues

A Devir lançará brevemente Gasparzinho, da Harvey Comics, com tratamento semelhante ao que tem dispensado a Luluzinha — que ganhará seu 7º volume nas próximas semanas, e que já tem mais quatro futuras edições contratadas.

A base da publicação será a coleção Harvey Comics Classics, da Dark Horse, com cinco volumes já publicados nos EUA — dois deles esgotados. Todos trazem HQs clássicas, em preto e branco, em livros com quase 500 páginas cada.



A Harvey conta com personagens muito populares no Brasil. Na década de 1970, por exemplo, eles ganharam títulos por duas editoras simultaneamente: a Rio Gráfica, com Riquinho, Bolota, Brotoeja e Tininha, e a Vecchi, com Gasparzinho, Brasinha, Luísa, Gansola, Lelo e Soldado Valdemar — que, aliás, depois ganharia um título pela Editora Abril (como Recruta Biruta, em 12 edições, entre 1979 e 80).

A última vez que uma criação da Harvey chegou às bancas brasileiras foi há exatos dois anos, quando a LB3 Editora lançou uma solitária edição de Riquinho.

Gasparzinho, depois de passar pela O Cruzeiro e pela Vecchi, teve sua última série regular publicada por aqui pela Editora Globo, de 1987 ao início da década de 1990. Depois disso, em 1996, ganhou duas edições especiais pela Editora Abril, com produção da Marvel Comics, por ocasião do lançamento de seu longa-metragem live-action.

Outras edições da coleção da Dark Horse:




Clique aqui para ler mais sobre a coleção Luluzinha publicada pela Devir.


Clique aqui para comprar Gasparzinho em nossa loja virtual, o Planeta Gibi Comic Shop.

Uma capa atípica: Ronaldinho Gaúcho #35

Por E. Rodrigues

A capa de Ronaldinho Gaúcho #35, de novembro, foge dos padrões de Mauricio ao misturar ilustração com fotografia (de Pisco Del Gaiso e do Acervo do Grupo Assis Moreira).

E coincide com o troféu  com que o jogador acaba de receber, das mãos do príncipe Albert de Mônaco: o 2009 Golden Foot.



Clique aqui para comprar os gibis de Ronaldinho Gaúcho em nossa loja virtual, o Planeta Gibi Comic Shop.

18 de out de 2009

Fest Comix: registros

Por José Rivaldo Ribeiro e E. Rodrigues

Terminou a Fest Comix e ficou-nos a impressão de ter sido a mais frequentada até hoje. No sábado, por exemplo, fila de dezenas e dezenas de pessoas para se chegar aos caixas, durante todo o dia. E público diversificado, de gostos e de idades. Muitos jovens e crianças, inclusive em idade aparentemente pré-escolar, contradiziam a ideia sempre difundida de que não há renovação da base de leitores de quadrinhos em papel. (Não ficamos contando, claro, mas os mais jovens pareceu-nos ser a franca maioria dos frequentadores do evento que, é bom dizer, tem entrada paga — ou seja, não eram desavisados ou desocupados passando ali pela porta.)

14 de out de 2009

Da redação da Patranha

por E. Rodrigues

Hoje, os irmãos Fábio Moon e Gabriel Bá, a desenhista italiana Becky Cloonan e o autor grego Vasilis Lolos lançarão Pixu na Fnac Pinheiros.

O álbum conta a história de diferentes personagens que vivem em uma única casa, dividida em cinco apartamentos.

Suas vidas seguem independentes, até que descobrem uma marca sombria rabiscada nas paredes do edifício onde moram. 

Onde: Fnac Pinheiros, Praça dos Omaguás, 34, em São Paulo, a partir das 19h. Um lançamento Devir.
No próximo dia 22, será lançado em vários países o livro comemorativo dos 50 anos de Asterix, criação de Albert Uderzo e René Goscinny. A Editora Record também deve publicá-la no Brasil. Segundo o site Universo HQ, no entanto, isso só irá ocorrer no mês que vem.

Nas bancas, chegaram nos últimos dias Almanaque Piteco & Horácio #2 (Mauricio de Sousa, Panini Comics), Max Steel #3 de 4 (Mattel, Deomar Editora) e Pica-Pau #21 (Walter Lantz/Universal, também via Deomar). Compre aqui em nossa loja virtual.


A Devir tem vários lançamentos previstos para os próximos dias. Além de Luluzinha #7 (leia mais aqui), vem aí:

  • Níquel Náusea #9 — Um Tigre, Dois Tigres, Três Tigres, de Fernando Gonsales (mais detalhes em breve).
  • Mais um álbum da personagem criada por Adão Iturrusgarai, e agora celebridade de seriado da Rede Globo: Aline + Otto + Pedro.
  • De Will Eisner, teremos Family Matter, graphic novel inédita no Brasil, além do relançamento de O Nome do Jogo.
 
Atualizando, às 16:40h:
E o blog da revista Mad divulgou há pouco a capa da edição #19. O post informa que "a redação da MAD 19 pediu pro mais experiente cartunista: João Montanaro (que tem apenas 13 anos, mas já colou em mais de 50 avaliações) preparar um guia exclusivo de como tirar boas notas (sem estudar) em todos os tipos de prova!!! Afinal, todo mundo sabe que os leitores da MAD são burros demais pra passar sem estudar e pobres demais pra pagar na lata 500 mil conto pelo gabarito!". Imperdível, já pela capa.

Luluzinha clássica está de volta

Por E. Rodrigues & José Rivaldo Ribeiro

Luluzinha #7 — O Conquistador será lançado pela Devir nas próximas semanas, depois de um ano e meio da publicação do volume 6 da coleção.



O material reproduz a série que vem sendo publicada nos EUA pela Dark Horse desde nov/04. Cada volume da Dark Horse tem sido desmembrado em dois pela Devir.

Se for seguida a sequência das primeiras edições, este #7 trará a reprodução integral de Dell Four Color #165 (out/47) e de Marge's Little Lulu #1 e 2 (jan-abr/48).

Quem procura quadrinhos inteligentes e divertidos encontra nesta coleção, sem receio de topar com lições de moral ou com a famigerada correção política. Não à-toa, nos anos 1970 e 80, as tiragens de Luluzinha da Abril não ficavam atrás de Mônica. E quando o material original acabou, a editora produziu aqui mesmo em seus estúdios mais HQs inéditas com a turma, dando-lhe uma sobrevida. Em 1994, definitivamente, Luluzinha deixou as bancas brasileiras. 

Luluzinha em resumo

A personagem foi criada por Marjorie Henderson Buell, conhecida como Marge, quando o jornal The Saturday Evening Post solicitou-lhe algo para ocupar o espaço deixado pela saída de Pinduca (ou Carequinha — de Carl Anderson). 

Em 23 de fevereiro de 1935, assim, a personagem estreou com uma gag (acima). Em junho de 1945, ganhou seu primeiro gibi: a edição #74 de Dell Four Color, com roteiros e desenhos de John Stanley — que logo faria parceria com Irving Tripp.


Four Color #74 (jun/45) e Marge's Little Lulu #1 (jan-fev/48)

Após mais 9 edições da FC, Lulu ganhou seu título independente, com numeração reiniciada (diferentemente de outros personagens que começaram estampando títulos na FC e que, quando ganharam seus próprios gibis, tiveram numeração continuada, como Tio Patinhas, Popeye, o próprio Bolinha..., numa situação decalcada depois pela nossa Diversões Juvenis).

Marge's Little Lulu foi até a edição #268 (1984). E além dos dez números de Four Color, estrelou mais 21 edições especiais (gigantes, anuais, temáticas etc.) e algumas edições do gibi March of Comics. Bolinha também ganhou edições de FC e teve título próprio (Tubby), contabilizando 49 edições com seu nome na capa.

Entre 1985 e 1992, saíram nos EUA 18 volumes da coleção Little Lulu Library, compilando suas histórias desde as edições de Four Color até Marge's Little Lulu #87. A editora, Another Rainbow, vinha então publicando os trinta volumes de Carl Barks Library e estava inaugurando sua divisão Gladstone, que passaria a publicar os títulos regulares da Disney no mercado americano.

Luluzinha pela Dark Horse

No final de 2004, a Dark Horse iniciou a republicação das HQs da Little Lulu Library, também em preto e branco, concluindo-a em janeiro do ano passado.

No meio do caminho, publicou uma edição especial colorida, com HQs de várias épocas da personagem (Little Lulu Color Special, 210 páginas, 17 X 26cm, mai/08).

Em maio deste ano, a coleção foi retomada de onde havia parado, inclusive com a continuação da numeração dos volumes.

Além de mudanças no layout de capa, a melhor surpresa foi a reprodução das HQs com seu colorido original. O papel offset foi substituído por couché e os livros passaram a incluir a reprodução das capas originais. Já o formato, seguiu sem alteração: 15,2 X 22,8cm.



#1 — abr/05 — reproduz as HQs de Four Color #74, 97, 110, 115 e 120. P&B. 242 páginas.
#2 — jun/05 — Four Color #131, 139, 146 e 158. P&B. 210 pág.
#3 — ago/05 — Four Color #165 e Marge's Little Lulu #1 a 5. P&B. 218 pág.


#4 — nov/04 — Marge's Little Lulu #6 a 12. P&B. 226 pág.
#5 — fev/05 — Marge's Little Lulu #13 a 17. P&B. 218 pág.
#6 — out/05 — Marge's Little Lulu #18 a 22. P&B. 250 pág.


#7 — dez/05 — Marge's Little Lulu #23 a 27. P&B. 200 pág.
#8 — fev/06 — Marge's Little Lulu #28 a 32. P&B. 250 pág.
#9 — abr/06 — Marge's Little Lulu #33 a 37. P&B. 250 pág.


#10 — jun/06 — Marge's Little Lulu #38 a 42. P&B. 218 pág.
#11 — ago/06 — Marge's Little Lulu #43 a 48. P&B. 200 pág.
#12 — out/06 — Marge's Little Lulu #49 a 53. P&B. 208 pág.


#13 — dez/06 — Marge's Little Lulu #54 a 58. P&B. 208 pág.
#14 — fev/07 — Marge's Little Lulu #59 a 63. P&B. 240 pág.
#15 — abr/07 — Marge's Little Lulu #64 a 68. P&B. 240 pág.


#16 — jul/07 — Marge's Little Lulu #69 a 74. P&B. 216 pág.
#17 — out/07 — Marge's Little Lulu #75 a 81. P&B. 232 pág.
#18 — jan/08 — Marge's Little Lulu #82 a 87. P&B. 216 pág.


#19 — abr/09 — Marge's Little Lulu #88 a 93. Cor. 202 pág.
#20 — set/09 — Marge's Little Lulu #94 a 99. Cor. 202 pág.


#21 — nov/09 — Marge's Little Lulu #100 a 105. Cor. 202 pág.
#22 — fev/10 — Marge's Little Lulu #106 a 111. Cor. 202 pág.


Curiosidade: a capa do volume 14 da Dark Horse traz a mesma ilustração da edição #1 de Luluzinha no Brasil, da Editora O Cruzeiro (jul/55).

Luluzinha pela Devir


#1 — mai/06 — Vai às Compras — reproduz metade do volume 4 da Dark Horse. P&B. 106 pág. O formato do brasileiro é maior do que o original americano: 16,5 X 23,8cm.
#2 — set/06 — Menina Não Entra?! — reproduz a outra metade do volume 4. P&B. 130 pág.

Curiosidade: nos EUA, o volume 4 também foi o primeiro a ser lançado pela Dark Horse — provavelmente porque nele os personagens já estão mais evoluídos, mais próximos das características que os tornaram populares.


#3 — fev/07 — O Piquenique — reproduz metade do volume 1 da Dark Horse. P&B. 138 pág.
#4 — jul/07 — O Clube da Lulu — reproduz a outra metade. P&B. 106 pág.


#5 — out/07 — Tarde de Domingo — reproduz metade do volume 2 da Dark Horse. P&B. 106 pág.
#6 — abr/08 — Uma Dupla do Barulho — reproduz a outra metade. P&B. 106 pág.

Voltaremos ao tema oportunamente, para falar detalhadamente sobre a passagem de Luluzinha e sua turma pela Editora Abril.

Clique aqui para comprar Luluzinha em nossa loja virtual, o Planeta Gibi Comic Shop.