' '

29 de abr de 2009

Editora Abril lança Wolverine

Por E. Rodrigues

A Abril lançou, nesta semana, um álbum de figurinhas do mais popular x-man: Wolverine. A publicação traz um pôster e tem distribuição nacional. Obviamente, pega carona no lançamento do filme do mutante.

A ironia fica por conta dos elementos envolvidos: Marvel, Abril, Panini, figurinhas...

Explica-se: a Abril publicava os gibis da Marvel como licenciada da Panini, detentora dos direitos de publicação da Casa das Ideias em vários países do mundo. Ao mesmo tempo, em associação com a Abril, a Panini distribuía figurinhas. Um desentendimento entre as duas editoras quanto a essa distribuição levou-as ao rompimento, que resultou na saída das revistas Marvel da Editora Abril em dezembro de 2001, já que a Panini não quis renovar o contrato de licenciamento, passando a publicar ela mesma os gibis, a partir de janeiro de 2002.

23 de abr de 2009

Turma da Mônica: novos títulos

Por José Rivaldo Ribeiro & E. Rodrigues

Depois da Revista da Tina, do Almanaque de Historinhas Sem Palavras e de mais um (provável) 'Almanaque da Turma', os leitores de Turma da Mônica podem esperar mais novidades para este ano.

Em entrevista ao blog de Pedro de Luna, JB Online, no último dia 18, Mauricio de Sousa disse que ainda este ano chegarão às bancas brasileiras gibis da 'turminha tradicional' em inglês e em espanhol: 'é para a garotada daqui estudar as línguas estrangeiras na escola. Mas a editora pretende trabalhar as revistas em toda a América Latina'.

(Para quem não sabe — e parece que muito pouca gente sabe —, a Editora Abril chegou a lançar pelo menos uma edição de Mônica em Inglês no Brasil, décadas atrás.)

Quanto à turma Jovem, Mauricio afirma que é hoje a revista [em quadrinhos] mais vendida no mundo, caminhando para os 500 mil exemplares mensais! Vale relembrar que no final do ano passado, na coluna de Monica Bergamo na Folha de S.Paulo, o cartunista disse que havia intenção de lançar também o mangá Pelé Jovem, além da republicação de Pelezinho.

14 de abr de 2009

Pato Donald ganha estatueta

Por José Rivaldo Ribeiro

A Dark Horse anuncia a pré-venda da segunda estatueta da série Classic Uncle Scrooge Characters: o Pato Donald.

Tio Patinhas foi o primeiro personagem da série a ganhar estatueta. Com lançamento anunciado no mês de março, o souvenir só estará disponível nos Estados Unidos para compra imediata a partir do dia 1º de julho. O Pato Donald só chegará às lojas americanas em 5 de agosto, mas ambas já entraram em pré-venda no site Things From Another World, a US$ 39.96 cada.


Pintada em estilo vintage, com tiragem limitada a 950 peças, cada estatueta vem embalada numa belíssima caixa metálica-numerada, acompanhada de um bottom e de um livreto. É notório que o designer tomou como base o estilo de Carl Barks.

Esse licenciamento prevê o lançamento de outros personagens disneyanos em breve, para deleite dos colecionadores mundo afora.

13 de abr de 2009

'Número Zero' de Turma da Mônica

Por José Rivaldo Ribeiro

Muitos colecionadores das revistas de Mauricio de Sousa desconhecem a existência de um gibi promocional distribuído gratuitamente para divulgar a mudança de editora da turminha.

Em janeiro de 2007, a Panini Comics publicou aquele que pode ser considerado um 'número zero' das edições regulares: Turma da Mônica - Panini - A Nova Casa da Turminha.

Um fato bem curioso nesse gibi é o uso do já usual selo que Mauricio vem estampando em todas as primeiras edições nesta editora, "Edição de Lançamento - nº 1", que só não foi usado até agora — outra curiosidade — no já raro Turma da Mônica Extra #1 Tauó, Berro nas Estrelas.

11 de abr de 2009

Tex em livro e filme

Por José Rivaldo Ribeiro



As livrarias já estão vendendo O Mocinho do Brasil - A História de um Fenômeno Editorial Chamado Tex, do jornalista Gonçalo Junior. O personagem italiano, da Bonelli Comics, começou a sair no Brasil na década de 1950, na revista Júnior. Em 1971, depois de 14 anos fora das bancas, ganhou título próprio pela Editora Vecchi, e continua até hoje em circulação — passou da Vecchi para a RGE/Globo, e daí para a Mythos, sempre mantendo a contagem da numeração.

O livro é cheio de atrativos e curiosidades, incluindo um caderno colorido com todas as capas de Júnior e a listagem dos títulos das histórias publicadas em cada edição. E assim como nas outras obras do autor, o assunto principal é contextualizado nos acontecimentos editoriais da época, tornando a leitura saborosa para os amantes de quadrinhos em geral. Fica bem fácil perdoar alguns pecadilhos, como a não-citação de Tio Patinhas (Editora Abril, 1963) como bem mais antiga que Tex, na introdução, ou a falta de indicação da mudança de editora, em alguns casos, na lista de histórias publicadas.


Gonçalo Junior escreveu, entre outros, os formidáveis A Guerra dos Gibis (Cia. das Letras) e O Homem Abril (Opera Graphica). O Mocinho do Brasil é um lançamento da Editora Laços, de São Paulo, e tem 176 páginas de textos e figuras em preto-e-branco, mais um caderno de 32 páginas coloridas, com um preço em torno de 40 reais. A apresentação é de Kendi Sakamoto, um dos maiores colecionadores de gibis no Brasil, que por sinal mantém um site cujo nome diz muito: o Gibi Raro. Kendi é o editor do livro e autor de seu projeto editorial e iconográfico.



Mudando de mídia... o site da 2001 Vídeo anuncia para breve o lançamento de Tex Willer e os Senhores do Abismo em DVD. O filme italiano é de 1985 e já havia saído no Brasil em VHS. A metragem anunciada é a americana, de pouco mais de 90 minutos (a original italiana teria uns 15 minutos a mais, segundo o site IMDB). Trata-se de uma produção da RAI, com direção de Duccio Tessari, e traz Giuliano Gemma no papel-título. Para fãs ardorosos (como aqueles que colecionam até a embalagem de cigarros com a imagem pirateada do ranger - mas isso já é assunto para um outro post!).


Clique aqui para comprar Tex e outros gibis da Bonelli Comics — os lançamentos têm 20% de desconto — em nossa loja virtual, o Planeta Gibi Comic Shop.

8 de abr de 2009

Mickey nº 800: nada de especial

Por E. Rodrigues

Que ninguém espere uma edição especial de Mickey no mês que vem, quando o gibi chegar à impressionante marca de 800 números. Pois terá a mesma decepção de novembro passado, quando o camundongo completou 80 anos e o aniversário nem sequer foi mencionado em sua revista.

A Editora Abril, por meio de seu serviço de atendimento ao leitor, informou que o 800 será um número como outro qualquer (como o #700, por exemplo, que tampouco recebeu tratamento especial). Curiosamente, a própria Disney teria vetado menções à idade do personagem. E para que o fã brasileiro de Mickey não se sinta por baixo, é bom dizer que na Itália o lendário gibi semanal Topolino também não teve capa especial para os 80 anos. Supõe-se que seja pela proximidade com a comemoração dos 75 anos, ou mesmo pelo celeuma acerca da ida de Mickey para o domínio público.

E ao mesmo tempo que disse não ter previsão para a publicação da Gibiteca Disney (mas não confirmou que tivesse desistido do título), a Abril afirmou a intenção de publicar os segundos números de todos os especiais de férias, Disney Big citado. Que assim seja, pelo menos.

Vem aí o gibi mensal da Tina?

Por E. Rodrigues & José Rivaldo Ribeiro

Depois de três minisséries e um especial, parece que os fãs da turma da Tina finalmente vão ganhar de presente um título mensal. O checklist da Panini Comics informa o lançamento da edição #1 da Revista da Tina. Diz o texto: "A edição traz Tina e sua turma de amigos em novas e divertidas histórias enfocadas no dia-a-dia dessa galera superdescolada. E também a primeira das quatro partes da história "O Enigma de Atlântida", com os personagens vivendo uma incrível aventura". O gibi seria em formato americano (17,0 X 26,0cm), com 52 páginas, periodicidade mensal, distribuição nacional e custaria R$ 3,90. A capa não foi divulgada. Registre-se que a divulgação dos lançamentos do mês de abril do site oficial da Turma da Mônica não faz qualquer menção a essa revista que, se confirmada, presume-se que estariam encerrados os lançamentos de novas minisséries e de novas edições de Tina Especial.

E por falar em novo título... os checklists oficiais informam o lançamento de Almanaque Historinhas Sem Palavras, revista semestral que fará companhia aos almanaques historinhas de uma, duas e três páginas. O texto de divulgação: "Uma seleção de histórias com a Turma da Mônica totalmente sem textos nos balões, proporcionando uma leitura facilitada para crianças ainda não alfabetizadas ou para quem não conhece a nossa língua. 84 págs. Formatinho. Semestral. R$ 4,50. DN."

Como dissemos há alguns posts abaixo, deduzimos que haverá mais um Almanaque Turma de alguém (da Mata?!), a ser lançado possivelmente em maio. Tão logo isso se confirme, o Planeta Gibi vai postar aqui um Guia do Colecionador da Turma da Mônica - Parte Um - Panini Comics. Porque há tanto lançamento que muita gente deve ter perdido o fio da meada! Aguarde.


Clique aqui para comprar os gibis da Turma publicados pela Panini em nossa loja virtual, o Planeta Gibi Comic Shop.

Dinastia Pato volta em Aventuras Disney

Por José Rivaldo Ribeiro & E. Rodrigues

Aos fãs das hqs Disney chateados com o adiamento do título Gibiteca Disney, ao menos um alento: a Abril promete para breve a republicação da História e Glória da Dinastia Pato em Aventuras Disney, segundo o blog Papo de Budega.

Os capítulos da saga foram publicados no Brasil, pela primeira vez, nos anos 1970, em Tio Patinhas 108 a 110, Almanaque Disney 38 e 39, e Mickey 262 e 263. Depois, em 1979, foram republicados de uma só vez em Tio Patinhas de Ouro 1. Em 1987, a saga estrelou a edição nº 100 de Disney Especial, com um capítulo extra, produzido nos estúdios da Editora Abril: 'A Quinta Mosqueteira', aproveitando o sucesso de então da personagem Margarida. Finalmente, a série foi toda reprisada no Disney Especial Reedição nº 100, em 1997.

Nos gibis deste mês, a Abril confirma que a saga voltará no segundo semestre, acrescida do capítulo ainda inédito por aqui, produzido especialmente para o lançamento da edição comemorativa italiana de 35 anos do clássico, completados em 2005. O capítulo brasileiro também será republicado.

4 de abr de 2009

As transfelinificações de Cebolinha e Cascão!

Por E. Rodrigues


Você se lembra de quando Calvin inventou seu 'transfelinificador', um moderno equipamento que lhe permitia transformar no que quisesse: um urso, um dinossauro...? Bem, na verdade era só uma caixa de papelão, com um seletor qualquer espetado, 'acionado' por Haroldo...



Pois no gibi deste mês do Cebolinha, o lápis mágico de Marina tem função semelhante. Cebolinha e Cascão usam o lápis para desenhar portinhas, por onde tentam escapar das confusões em que se meteram nos quadrinhos anteriores. E tome uma sucessão de 'transfelinificações': os meninos se transformam em Calvin e Haroldo, Bart e Lisa Simpson, Luluzinha e Bolinha, Padrinhos Mágicos...



A Fuga Pelos Infinitos Gibis é daquelas historinhas que os fãs e colecionadores de gibis costumam guardar com carinho. Em Cebolinha #28, já disponível no Planeta Gibi e nas bancas. Não perca!

1 de abr de 2009

Da série 'capas inéditas': Aventuras Disney nº 12

Por José Rivaldo Ribeiro


Por motivos diversos, alguns gibis são divulgados em peças publicitárias com uma capa diferente daquela com que de fato chegam às bancas. É o caso de Aventuras Disney #12.


Logo na 2ª capa da Super-Revista Carros, de 2006, há um anúncio das publicações da Abril relacionadas ao desenho da Disney-Pixar. E lá está uma capa de Aventuras Disney que nunca chegou às bancas: a de #12, que traz a imagem e o anúncio, na capa, da quadrinização oficial do filme. Ocorre que quando a tal edição chegou às bancas, a coisa foi bem diferente. Quem saiu na capa foi o Superpato, e nem sinal da tal história em quadrinhos oficial.




Para completar a curiosidade: depois, em Zé Carioca #2301, a mesma propaganda foi publicada, mas a referência a AVD 12 fora substituída pela revista Graphic Novel Carros.